História Breathe Me - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 765
Palavras 1.360
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu não ia postar hoje, mas resolvi postar.
LEIAM AS NOTAS FINAIS PORQUE É MUITO IMPORTANTE.
LEIAM AS NOTAS FINAIS PORQUE É MUITO IMPORTANTE.
LEIAM AS NOTAS FINAIS PORQUE É MUITO IMPORTANTE.
LEIAM AS NOTAS FINAIS PORQUE É MUITO IMPORTANTE.
LEIAM AS NOTAS FINAIS PORQUE É MUITO IMPORTANTE. < isso é pra chamar a atenção de vocês pq confesso que nem eu leio as notas iniciais ou finais de outras autoras, mas as notas finais são importante dfhgh.

Capítulo 31 - Zac? Who is Zac?


Fanfic / Fanfiction Breathe Me - Capítulo 31 - Zac? Who is Zac?

- Como o senhor vai provar isso?

- As câmeras de segurança. Jackie falou que eu fui até a casa dele - falei saindo do pequeno quarto que eu morava e indo para dentro da loja - Mas eu sai daqui só de noite com a minha namorada. - entrei na sala onde ficava o computador com as imagens das câmeras de segurança - Ele disse as horas que eu supostamente apareci lá? 

- Ele nos disse que era mais ou menos três da tarde - o policial infirmou

Abri o programa que ficava as imagens gravadas e procurei os arquivos de filmagens de ontem e procurei fui passando as imagens pra frente.

- Vejam, eu não sai da loja, não posso estar em dois lugares ao mesmo tempo. - Nas filmagens já eram três da tarde, suposta hora que eu apareci na casa do Jackie e nas imagens mostrava eu trabalhando em um carro. Vimos mais de duas horas de filmagens com as imagens não aceleradas, das três horas da tarde até a hora que voltei com Brooke. - Viram, como eu poderia aparecer na casa do Jackie e bater nele?

- Iremos entrar em contato com o McLodian...

- Eu poderia o processar por danos morais, e vocês deveriam prendê-lo por falso testemunho. - falei girando a cadeira - Gostaria de ver ele com medo. Quem mandou mexer comigo?

P.O.V Brooke On

Na tarde do dia seguinte...

- Fui visitar Jeremy hoje. - Julia disse entrando na cozinha, eu estava concentrada fazer um trabalho de artes 

- Hum.

- Você só tem isso a dizer? Hum?

- O que você quer que eu pergunte, Julia? - apoiei meu queixo em cima das partes de cima das minhas mãos que estavam entrelaçadas e encarei Julia com os olhos semi-cerrados.

- Ele me disse que Justin foi lá ontem.

- Eu sabia que o Justin ia lá ontem, ele me avisou.

- Jeremy contou a ele a verdadeira história de que o que realmente aconteceu com a mãe dele. E ele não reagiu muito bem.

- A história é tão ruim assim?

- Parece que Jeremy mentiu pro Justin a vida inteira sobre o que aconteceu com a mãe dele.

- Ninguém gostaria de viver em um mentira, principalmente uma mentira contada pelo próprio pai, certo?

- Certo.

- Me deixa fazer meu trabalho arte. Tenho que terminar ele.

- É pra entregar amanhã?

- Não, mas quero terminar logo.

- Fiquei sabendo o que Justin fez com o Jackie... - a interrompi.

- Como você ficou sabendo?

- Um passarinho me contou.

- E esse passarinho contou a história errada pra você - eu ri - Justin conseguiu provar a inocência dele com as imagens da câmera de segurança do local que ele trabalha. Jackie disse que anteontem Justin foi na casa dele durante a tarde e o espancou, mas nas imagens de segurança o Justin ficou a tarde inteira na automecânica trabalhando. Policiais foram na casa do Justin e ele mostrou as imagens e depois os policiais foram na casa de Jackie e o levaram para a delegacia e Jackie falou a verdade. O doido do Jackie bateu ele próprio, e como não conseguiu um bom resultado, ele pagou um cara pra bater nele.

- Credo!

- Pois é. Vou ir no supermercado comprar uma bolacha pra mim.

- Mas aqui tem algumas bolachas.

- Mas não tem oreo, com com vontade de comer oreo.

- Não me diga que você est...

- Eu não estou grávida.

Me levantei e deixei Julia conversando com as paredes. Eu tinha um dólares no bolso da minha calça e fui até um supermercado que ficava duas quadras da minha casa. Chegando no supermercado fui pra sessão de bolachas, eu estava procurando a oreo quando ouvi alguém me chamar.

- Brooke? - olhei pra ver quem era. Não acredito!

- Zac? - ele sorriu

- Oi, Brooke.

- O que você está fazendo aqui? Você cortou o cabelo. - ele riu

- Pois é, você sabe que meus pais são separados e que meu pai é canadense, então resolvi vir morar com ele. 

- É tão bom te ver aqui. - sorri e fui até ele e o abracei forte. - Você vai fazer alguma coisa agora?

- Não, por que?

- Vamos conversar uai, quero saber as coisas que estão acontecendo com o povo no Brasil - peguei um pacotinho de oreo e fui té o caixa com Zac, paguei a bolacha e o Zac pagou o pacote de cheetos que tinham pegado.

- Bem, o que quer saber do povo de lá?

- Como a Rafaela e a Anada estão? Eu acabei perdendo o contato com elas, esqueci a senha do meu facebook que era  a unica rede social que eu tinha contado com elas.

- Elas estão bem, Rafaela ta namorando com o Pedro e a Ananda ta de rolo com o Gabriel. - Zac deu ombros.

- A Rafaela ta com o Pedro? Porra, aquele cara não presta.

- Pois é, a Ananda tentou fazer com que ela se distanciasse do Pedro, mas não deu certo.

- Ok, me conta o resto.

- Quando eu finalmente estava gostando de uma menina minha mãe decidi que eu vou morar com o meu pai.

- Sinto muito e...Há quanto tempo você está aqui?

- Quatro dias, onde você está estudando?

- No Nepean.

- Eu estou no Ashbury College. - eu ri.

- Colégio pra filhinhos de papai.

- Meu pai que me matriculou lá, e tem algumas pessoas lá que são legais. E no Nepean?

- Tive problemas com umas vadias logo que cheguei, mas já está resolvido e uma delas está morta. Ela está sentada no colo do capeta.

- Vo-Você matou ela? - ele perguntou com os olhos arregalados.

- Não - ri - Não, bem que eu queria, mas não fui eu. Não está sabendo do psicopata que está matando garotas?

- Hum...Não.

- Foi ele que matou ela e outras meninas e hoje vai ter mais uma morte.

- Por que?

- É semana de festas pros alunos do terceiro ano da Nepean, todo ano tem isso, mas nesse ano um cara começou matar as garotas que saem da festa e eles prolongaram um pouco os dias de festa, era só uma semana, sete dias, agora vão ser dez dias, quase duas semanas, eles estão pouco se fodendo para esse psicopata. E hoje tem festa, então vai acontecer o de sempre, hoje uma garota irá morrer da pior forma possível.

[...]

Eu queria muito ir na festa hoje, quero me divertir.

 

I'm so fancy

Eu sou tão extravagante

You already know

Você já sabe

I'm in the fastlane

Eu estou na via rápida

From L.A. to Tokyo 

De Los Angeles para Tóquio

I'm so fancy

Eu sou tão extravagante

Can't you taste this gold?

Você não consegue experimentar este ouro?

Remember my name

Lembre-se do meu nome

'Bout to blow

Estou prestes a estourar 

 

Eu cantava a música enquanto virava meu closet de pernas pro ar, eu estava fazendo a maior bagunça para achar uma roupa para ir na festa hoje. Foda-se se o Justin me deixar ir ou não, eu quero ir e chamei o Zac pra ir comigo, ele cuidará de mim caso o Justin não fosse.

 - Onde você vai?

- Agora? Em lugar nenhum.

- Por que você está fazendo essa bagunça toda?

- Quero achar uma roupa para eu ir na boate hoje.

- Você vai sozinha? Porque eu sei que Mandie e muito menos o idiota do Jackie vão ir.

- Justin, esse não é o problema, eu vou com um amigo.

- Amigo? Que amigo?

- Como eu sei que você não quer ir comigo eu chamei Zac pra ir comigo. - sorri pra ele e seu rosto estava avermelhado e seus punhos cerrados.

- Zac? Quem é Zac?

- Um amigo meu do Brasil, ele se mudou pra cá a quatro dias, o encontrei no supermercado hoje e conversamos bastante. O chamei pra ir na festa comigo.

- Você não vai em festa nenhuma com esse cara.


Notas Finais


Ciúmes do Justin mode on sdfgsfg. Obrigada pelos comentários e favoritos, isso é muito importante pra mim.
Vou falar da minha nova fanfic. Bem, nela Justin é famoso e tem problema com drogas, Scooter e Pattie revolvem interná-lo em uma clínica de reabititação. Lá ele conhece pessoas novas principalmente Blake, uma garota fechada, mas "alegre" e que vive fugindo da clínica, mas sempre é pega minutos ou horas depois. Justin quer se aproximar mais dela para conseguir fugir, pelo menos ficar fora da clínica por alguns instantes.
Bem, eu nunca consigo fazer uma sinopse boa ufghfidug, contei só algumas coisas que vão acontecer na minha fanfic, o nome dela será "After Storm" e só estou esperando a capa dela ficar pronta para começar a postar, o que acharam dela? Falem a opinião de vocês porque isso é essencial.
twitter: @shitbieba


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...