História Briga De Ativos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Suga, V
Tags Jungkook Passivão
Visualizações 639
Palavras 2.619
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei?
Demorei

Podem me xingar, eu deixo.

Espero que gostem do segundo e último capítulo de Briga de Ativos.

Capítulo 2 - Olho por olho, Dente por dente, Bunda por bunda


Deitado desleixadamente no sofá da sala, Jungkook assistia um desenho qualquer, enquanto descansava de mais um dia exaustivo na faculdade, ou tentava, já que sua cabeça insistia em lembrar da conversa que teve mais cedo com os seus hyungs.

Jungkook tinha que resolver logo aquela situação com o namorado, porque porra... não dava pra namorar alguém como Park Jimin e ficar apenas nos amassos, definitivamente NÃO DÁ.

Ele precisava chegar aos finalmente com o ruivo nem que fosse quicando no colo dele.

Seus pensamentos foram cortados, quando a porta foi aberta e passos lentos e suaves foram ouvidos por si, levantou-se do sofá rapidamente, e viu Jimin indo em direção a cozinha.

"É hoje que eu transo, ou não me chamo Jeon Jungkook"
pensou.

Chegando lá, encontrou Jimin de costas para si pegando algo dentro da  geladeira. Notando que estava sendo completamente ignorado, pigarreou, atraindo a atenção do ruivo para si.

- Preciso falar com você.
- falou sério.

- Eu também preciso falar com você.- A tensão no ambiente era palpável.

Ambos levaram ar para os pulmões, antes de soltar a frase que tantos os incomodava:

- Eu quero ser o passivo na nossa primeira vez! - falaram aos mesmo tempo.

Rapidamente se afastaram um do outro, os olhos arregalados em  surpresa.

Jungkook pegou um dos chinelos que estava usando e apontou ameaçadoramente na direção do Park.

- Tá, quem é você e o que você fez com o verdadeiro Jimin?-  falou com cautela .

- Ficou doido porra?- perguntou o Park irritado. - Tenho certeza que isso é obra do Hoseok.- sussurrou. - HOSEOK SEU FILHO DA PUTA EU NÃO VOU CAIR NESSA NÃO, MEU RADAR ANTI- ZOEIRA TÁ APITAN...- Gritou, porém foi interrompido com o impacto causado na sua cabeça pelo chinelo arremessado pelo Jeon.

- Cala a boca porra! Você só tem mais uma chance pra me falar quem é você ou eu vou ser obrigado a aplicar os golpes que eu aprendi com o Goku em Dragon Ball.- Falou Jungkook tentando soar ameaçador.

- Caralho Jungkook, seu corno, essa merda doeu porra, eu vou enfiar esse chinelo bem no meio do seu cu, seu viado.- O Park alisava a parte da cabeça que havia sido acertada, sentindo uma leve ardência no local.

- Certo, agora eu estou convencido de que você realmente é o Jimin.- falou como se tivesse chegado a uma conclusão muito importante.- Não...espera ai...- fez uma expressão confusa e logo depois uma surpresa.- Como assim você quer ser o passivo na nossa primeira vez?

- Como assim VOCÊ quer ser o passivo na nossa primeira vez?
- Jimin enfatizou bem o "você".

- Resolvi que é ou dar a bunda ou ficar na seca, e eu prefiro mil vezes dar a bunda.- falou Jungkook direto

- Bom se você insiste tanto, não vejo o porque te negar isso.- Falou o ruivo se aproximando calmamente do moreno, sendo empurrado com força pelo mesmo.

- Não é assim que a banda toca não querido.- fez um sinal de não com os dedos.- Porque só eu que tenho que dar a bunda aqui? Exijo algo mais justo.

- O que você sugere então, oh meu lorde.- falou com desdém

- Pedra, papel ou tesoura.

- Ah não Jungkook, sério isso?- Jimin o encarava desacreditado.

- Ou isso ou nada. - deu o ultimato

- Vamos logo com essa merda

Ambos sacudiram os braços no ar falando "pedra, papel ou tesoura", Jimin escolheu tesoura, enquanto Jungkook escolheu pedra. 

O Jeon sorriu abertamente com a vitória.

- ISSO! SUA BUNDA HOJE, É MINHA PROPRIEDADE, HYUNG.- comemorou.

- Ei, ei, nada disso eu tenho direito à revanche. - reclamou inconformado com a derrota.

Isso é desculpa de um péssimo perdedor, mas vou te dar a revanche só porque eu sou bonzinho.

E foi assim que continuaram a revanche, que teve outra revanche e outra recanche e assim por diante, até que, ambos já estavam irritados o suficiente com aquela situação.

- Ah! cansei, mas que merda estamos agindo feito duas crianças.- reclamou o ruivo com uma feição irritada

- Eu não sei quando foi que nós agimos como adultos, mas eu concordo com você.- falou o mais novo com um semblante cansado.- E agora? O que vamos fazer?- perguntou entediado.

Porque simplesmente não deixamos rolar? - sugeriu Jimin.

Hum... Pode ser.- falou Jeon pensativo.

Jimin não fez cerimônias e logo atacou os lábios finos do namorado num beijo delicado, porém profundo, fazendo o mais novo corresponder na mesma intensidade. As línguas se chocavam suavemente, soltando um barulho molhado que tornava tudo ainda mais excitante do que já era. Ainda se beijando, se dirigiram para a sala derubando alguns objetos no caminho, Jungkook rapidamente  atirou Jimin no sofá, enquanto colava as bocas novamente.

Quando o ar se fez ausente, as bocas se separaram e as mãos longas de Jungkook se empenharam em abrir os botões da camisa social do ruivo.
Selares e chupões eram distrubuídos por cada canto de pele que era exposta,  deixando-a levemente avermelhada.

quando finalmente avistou as duas pequenas auréolas rosadas, um sorriso safado estampou-se no rosto do mais novo, antes de capturar com cuidado uma delas. Jimin que até então soltava apenas suspiros de prazer, gemeu deveras alto, apertando fortemente as madeixas morenas e forçando a boca do Jeon cada vez mais contra seu peito.

Não era segredo nenhum para Jungkook que o ruivo era extremamente sensível naquela região.
Sua boca produzia quantidade absurdas de saliva enquanto mordia o biquinho eriçado sem muita força, porém o bastante para enlouquecer Jimin. Passou para o outro lado, substituindo as mordidas por chupões fortes, fazendo Jimin arquear as costas, Jungkook riu retirando sua boca dos mamilos rosados - e agora brilhantes por conta da saliva - com um estalo alto.

- Hum Minnie, eu adoro ver essa sua mudança de macho alfa para vadia dominada quando eu toco aqui.- sussurou com a voz rouca, estimulando os mamilos do outro com as pontas dos dedos.

- V-vai para o-o infern..ah!- gemeu alto quando recebeu um aperto forte no local onde antes o maior estimulava.

- Olhe só pra você, nem consegue falar direito.- sussurou no ouvido alheio.

Chupou um dos lóbulos com calma, vendo o outro arfar em resposta. Distribuiu beijos numa linha imaginária até alcançar o maxilar e finalmente capturar os lábios carnudos para si.
Sugou o inferior com força até deixá-lo arroxeado, as línguas se encontraram fora das bocas, se enroscando numa dança sensual e molhada, Jungkook a capturou com os lábios e a chupou obscenamente, fazendo o pau de Jimin latejar com a cena.

Gemeu arrastado quando sentiu o menor acomodar-se em seu colo, melhor dizendo bem em cima de seu membro, e começar a rebolar sentindo o instrumento duro do ruivo bem acomodado entre as suas nádegas, claro que a carícia era bem superficial, visto que ambos estavam vestidos, com excessão da blusa de Jimin que havia sido tirada pelo moreno.

- P-porra...ah! Isso Kookie
- gemeu, a voz rouca pelo tesão que sentia.

Já Jungkook, só sabia soltar baixos gemidos manhosos, enquanto forçava cada vez mais a bunda contra o pau do Park. Em todos esses anos ele nunca pensou que iria se encontrar em uma situação em que seu corpo pediria urgentemente para ter um pau bem fundo dentro de si.

Gemeu alto, quando Jimin segurou sua cintura e forçou o quadril para cima simulando uma estocada.

- Tira a roupa.-  Ordenou Jimin com a voz rouca.

Levado pelo desejo, Jungkook se levantou do colo do Park, retirando as suas roupas rapidamente, ficando completamente exposto para os olhos famintos do outro devorarem cada pedaço de pele que encontrava no caminho.

Jimin levantou-se do sofá, agarrando possessivamente a cintura fina do mais novo, tomando seu lábios num beijo feroz e sem um ritmo certo, um beijo repleto de desejo.

Sua boca salivou ao ver o membro do moreno, a glande inchada, levemente rosada, e o líquido pré-seminal que escorria aos montes da fenda faziam a mistura perfeita para enloquecê-lo.

Se ajoelhou na frente do mais novo, com uma cara safada, e tocou a glande com um dos dedos fazendo movimentos giratórios com o mesmo, Jungkook gemeu alto e manhoso pelo contado, fazendo Jimin rir de sua expressão enquanto retirava o dedo daquele local, fazendo uma fina linha de pré-gozo se formar até colocar o dedo dentro de sua boca. Chupou-o com vontade, sentindo o gosto agridoce do outro.

- Você tem um gosto maravilhoso.- provocou.

- V-você é u-um grande f-filho da..ah!- não concluiu a frase pois Jimin fez o favor de colocar todo o seu membro na boca.

Jungkook sem conter o desejo que sentia, segurou firmemente a cabeça de Jimin, o mantendo ali por algum tempo, até sentir que o outro estava prestes a engasgar. O menor depois de recuperar o fôlego, voltou a focar no boquete, dando pequenas lambidas na glande inchada, enquando massageava com as mãos as veias grossas destribuídas pelo membro  grande do mais novo.

Sugou-a, antes de engolir novamente o pênis do Jeon sentindo uma grande quantidade do líquido incolor ser expelido bem no fundo de sua garganta, o aperto em seu couro cabeludo se intensificou e foi quando resolveu se afastar.

- N-não para... Minnie- implorou Jungkook, porém Jimin riu com desdém.

- Vamos agilizar as coisas, Kook.- apesar de tentar ser firme, seu corpo entregava que estava tão excitado quanto o mais novo.

Retirou suas calças -que estavam mais apertadas do que o habitual- e a cueca, ficando completamente nú, assim como o moreno.

Pegou Jungkook pela cintura e o jogou no sofá, indo até ele com pressa. O beijou com volúpia, dando pequenas mordidinhas nos lábios avermelhados e inchados do mais novo. Levou três de seus dedos a boca do mesmo, que logo foram envolvidos pelo musculo quente e molhado do outro, que os chupava como se fossem um pau.

O pênis de Jimin latejava e ele tinha certeza de que se o moreno continuasse com aquilo, gozaria sem nem mesmo precisar se tocar. Retirou os dedos do alcance da língua aveludade e os guiou até o pequeno orifício rosado do Jeon.

Adentrou um dedo calmamente, sentindo o interior alheio lhe esmagar, arfou ansioso, já Jungkook soltava gemidos sôfregos com aquela pequena penetração incomoda e prazerosa. Jimin adrentou o segundo dedo e logo após o terceiro, o moreno gemeu dolorido, enquanto Jimin fazia calmos movimentos de vai e vem, sentindo aos pouco as paredes internas da cavidade quante de Jungkook se alargarem.

Vendo que o Jeon já estava se acostumando com os seus dedos, retirou-os dali, olhando ternamente para o mais novo.

- Você tem certeza que quer isso?- perguntou preocupado.

- Vai com tudo antes que eu me arrependa.- Jungkook respondeu rápido, não iria desistir agora que chagaram tão longe.
 
Jimin esfregou a glande em movimentos circulares, melecando a entrada pulsante do Jeon, forçando a cabeça com calma, até sentir-se ser  completamente acolhido pelo calor e o aperto proporcionado por aquela região.

- P-porra Jimin...ahh isso doi.- falou sôfrego, descontando a dor nas costas musculosas do Park com as unhas grandes.

- Quer que eu pare?- a preocupação era evidente na voz rouca.

- Nem pensar, me fode logo! - ordenou Jungkook.

E no mesmo momento o Park sentiu Jungkook se contrair em torno de si, um aperto forte que o fez ver estrelas por um segundo, antes do seu quedril criar vida própria e começar a meter com força no garoto escutando os gritos de prazer e dor que este soltava.

Levou uma das pernas de Jungkook para seu ombro, o deixando um pouco de lado e voltou a meter fundo.

Uma, duas, três estocadas certeiras em sua próstata e já sentia sua garganta seca e ardendo por conta dos gritos que soltava.

Jimin estava perdido, ele só sabia obedecer sem pestanejar as ordens de Jungkook:
"Mais rápido"
"Mais forte"
"Mais fundo"

Seus gemidos já eram altos e o misto de sensações deixava sua mente nublada. O ritmo que seguia já estava tão frenético que por vezes seu membro escapava da entrada acolhedora de Jungkook.

E como num rompante, sentiu ser fortemente apertado lá dentro, sua boca se abriu num perfeito "O" e seu membro deu-se ao trabalho de expelir o líquido branco dentro do moreno.

Com a respiração desregulada caiu sobre o peito desnudo do Jeon, sentindo o coração deste completamente acelerado, aos poucos sua memte nublada voltava ao normal e com isso sentiu quando o moreno o empurrou para o lado e ficou por cima de si.

Foi quando sentiu algo duro e molhado em contato com suas coxas. Jungkook ainda não havia gozado, e dava para perceber isso pela cara necessitada do mesmo.

O coração de Jimin falhou algumas batidas ao ver Jungkook levando um de seus calcanhares para cima do encosto do sofá,o acomodando ali, e afastando outro com as próprias mãos.

Exposto...

 Jimin estava completamente exposto para os olhos famintos de Jungkook. E quando este abaixou-se pode sentir o hálito quente em contato com a sua entrada, que pulsou em resposta.

 Todos os pêlos do seu corpo se arrepiaram e um gemido gutural escapou de sua garganta, ao sentir as lingua quente brincar com os gominhos do seu orifício virgem e logo após adentrá-la aos poucos, fazendo movimentos desordenados ali dentro.

Sentia a baba do moreno escorrer por suas coxas, seu quadril já criava vida própria e rebolava -mesmo que discretamente- na cara no Jeon, que fazia movimentos de vai e vem com o músculo quente.

- Jun-Jungkook..ah.- chamou Jimin gaguejando por conta do prazer, seu membro já estava totalmente desperto a essa altura do campeonato.

- O que Hyung? Você quer que eu te foda? Quer que eu te coma bem fundo e forte?
- provocou o Jeon com a voz rouca, dando um tapa na nádega esquerda de Jimin.

- Ah... eu...eu quero
.- respondeu num fio de voz. -Eu quero que você me foda fundo e forte.- A vadia interior de Jimin havia despertado.

Se pestanejar, Jungkook logo acomodou seu Hyung em seu colo.

- Senta no meu pau, Minnie!- ordenou.

Jimin pegou o pênis duro do mais novo, colocando a glande bem na sua entrada, forçando-se  aos poucos para baixo.

A dor era inevitável, e o ruivo sentia como se a qualquer momento pudesse rasgar. Jungkook esperou até seu hyung estar preparado, pois, apesar de tudo, não queria machucá-lo.

O rebolar tímido de Jimin sobre o seu pau, foi o sinal que precisava para começar a se mexer, segurando firmemente a cintura do ruivo, os primeiros movimentos eram apenas estocadas lentas e firmes.

Com o passar do tempo os movimentos ficaram cada vez mais frenéticos, os gemidos finos de Jimin se misturavam aos roucos de Jungkook, talvez, amanhã, recebessem várias reclamações dos vizinhos.

Mas quem disse que estavam se importando?

O barulho de pele se chocando com pele se tornava cada vez mais intenso, a próstata de Jimin era surrada constantemente pelo pênos de Jungkook.

E com mais algumas estocadas Jimin contraíu-se fortemente, enquanto despejava o líquido viscoso em seus abdômens. O mais novo veio logo depois, derramando-se dentro do mais velho.

Ambos caíram deitados desleixadamente no sofá completamente ofegantes, o estado de topor era maravilhoso e se pudesse ficariam daquela forma para sempre.

- Minnie...- chamou manhoso Jungkook.

-Hum.- murmurrou Jimin

- Até que ser o passivo não é tão ruim assim.- falou o moreno

- Verdade.- concordou

- Hyung...- Chamou de novo.

- Fala.- Jimin o olhou curioso.

- O que você acha de repetir a dose?-
 Jungkook falou sugestivo.

- É pra já.- Falou Jimin com um sorriso safado.

No final, ser o passivo não era nenhum bicho de sete cabeças, na verdade, era só de uma, e esta, era bem prazerosa por sinal.


Notas Finais


Qualé rapaziada?

O que vcs acharam?

Gostaram?
Acharam entediante?
Uma merda?
Ou
"Menina o que vc tá fazendo da vida?"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...