História Briget Evans - Voando alto (livro 4) - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 57
Palavras 1.197
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, meus amores! Sexta-feira e é hora de capítulo novo de BE. Eu espero que curtam esse capítulo. Nele vamos conhecer mais uma personagem nova, seu nome? Flair Smith, espero que não odeiem ela.

(ELA NÃO É A LOLA!)

Esse banner fui eu mesma que fiz. Boa leitura, sweeties!

Capítulo 3 - Capítulo 2 - A ansiedade que me consome


Fanfic / Fanfiction Briget Evans - Voando alto (livro 4) - Capítulo 3 - Capítulo 2 - A ansiedade que me consome

Zack Kilam

Eu andava de um lado para o outro e provavelmente logo faria um buraco no assoalho de tanto que andava.

—Zack, calma... —Declarou James deitado na sua cama com Andy sentada ao seu lado.

—Ela deve chegar em Paris e ir direto para o hotel ou para a república. —Comentou Andy e eu arregalei meus olhos para ela.

—República? Você está louca? Imaginou a Jenny, a minha Jenny em uma república cheia de garotas patricinhas e loucas para beijar o cara mais popular do campus? —Questionei de forma retórica. —Ai isso, é um pesadelo.

Me sentei na ponta da cama de James e o mesmo riu de leve da minha situação.

—Cara, ela está bem, relaxa... —Disse meu amigo encarando o meu nervosismo que exalava por cada célula do meu corpo. —Ela vai dar notícias logo, não se preocupe.

Revirei os olhos e peguei meu celular do meu bolso, mas Andy tomou meu celular da minha mão.

—Zack, pelo amor de Deus, você está parecendo uma louco pisco, relaxa um pouco... A garota embarcou a vinte minutos, leva pelo menos uma hora daqui até Paris. —Declarou a minha amiga. —Vai tomar um chá de camomila para ver se fica um pouco mais calmo e depois volta aqui.

Encarei-a por um momento, mas sabia que Andy não desistiria da ideia de eu me acalmar a base de chá. Suspirei e levantei da cama de James.

—Vai me devolver o meu telefone? —Questionei a minha melhor amiga, que me lançou um sorriso sínico e negou com a cabeça. —Ah, qual é, Andy!

—Vai se acalmar, pelo amor de Deus! —Ela ordenou e apontou para a porta do quarto.

Suspirei e levantei da cama. Abri a porta e saí pelo corredor. Caminhei nada animado até o meu quarto e peguei a chave do meu aposento no meu bolso, mas acabei deixando ela cair no chão. Abaixei-me para pegar e quase fui atropelado por uma garota que caminhava com a sua mala toda distraída.

—Ei! —Chamei a sua atenção e a morena parou de imediato, mas trombou em mim antes.

—Ai, desculpa... —Ela disse pegando a sua bolsa de mão que tinha caído no chão. —Eu estou super distraída com tudo aqui.

—É nova por aqui? —Questionei girando a minha chave em meus dedos.

—Sim... É meu primeiro ano aqui... —Ela respondeu um pouco sem graça. —Flair Smith.

—Zack Kilam. —Respondi e a ajudei a pegar as suas coisas no chão. —Bem, seja bem vinda ao Briget Evans, Flair...

­—Obrigada, Zack.

Ela sorriu fraco e continuou o seu caminho rumo ao seu quarto. Sorri fraco também vendo a confusão que a garota fazia. Ela era bem distraída. Revirei os olhos e entrei em meu quarto. Tranquei a porta e fui buscar a minha carteira de cigarros. Peguei o maço e o isqueiro e fui para a minha sacada. Fechei a porta atrás de mim e encarei o lado, esperava ver Kate ali, mas acredito que ela deveria estar com Ethan. E provavelmente no quarto dele, porque não tinha som algum saindo do seu quarto.

Dei a primeira tragada e esperei que aquilo me acalmasse um pouco. Fumei quatro cigarros seguidos e então um vento gelado de fim de inverno me fez apagar o último cigarro e entrar no meu quarto. Olhei para o relógio na parede e constatei que o tempo de voo de Jenny tinha acabado já.

Peguei minhas chaves e voltei para o quarto de James. Bati na porta e Andy atendeu a porta, me estendendo o meu telefone.

—Ela já chegou e chegou bem. —Constatou a minha amiga e eu revirei os olhos.

—Você leu as minhas mensagens? —Questionei chocado.

—Não, Zack, eu só li o aviso de nova mensagem. —Declarou Andy e eu assenti. —Vê se relaxa agora,  não vai ficar uma pilha de nervos até ela voltar, né?!

—Talvez... —Respondi e saí pelo corredor rumo a cafeteria.

—Zack, chá de camomila! —Andy gritou pelo corredor e eu apenas levantei um "joia" para ela. Destravei a tela do meu celular e comecei a ler a mensagem de Jenny.

"Cheguei, baby! Estou indo para o alojamento, quando chegar lá eu te aviso. Xx Jen"

Suspirei aliviado em ler que ela ficaria em um alojamento e não em uma república como Andy tinha sugerido. Estava teclando a mensagem de volta quando trombei em alguém. Quando levantei os olhos me deparei com a morena de mais cedo, mas dessa vez ela usava óculos.

—Opa, desculpe. —Eu disse sorrindo para ela.

—Duas vezes no mesmo dia, vou achar que é perseguição... —Ela declarou corando um pouco e eu ri.

—Não, é que eu estou distraído agora. —Declarei. —Flair, certo?!

—Isso! Você é um veterano né?! —Questionou-me ela um pouco sem graça.

—Sou, estou no último ano. —Respondi enquanto encarava-a. —E você, está em que ano?

—No penúltimo ainda. —Ela respondeu enquanto as suas bochechas ficavam avermelhadas. —Bem, eu estou procurando a cafeteria, será que você poderia me ajudar?

—Claro, estou indo para lá na verdade, podemos ir juntos. —Comentei e ela sorriu.

—Obrigada...

—Que isso, disponha.

Eu voltei a pegar o meu celular e decidi responder Jenny logo.

"Ah, que bom, baby! Vai me atualizando aí... Estou com saudades! Xx Z"

 —Respondendo os seus pais? —Questionou Flair me encarando enquanto descíamos as escadas.

—Não, minha namorada. —Respondi sendo sincero e ela assentiu apenas. —Ela foi passar dois meses em Paris, chegou lá agora...

—Ah, legal! —A novata disse com animação. —Por que ela foi para Paris?

—Foi fazer um curso de desenho. —Respondi e então chegamos a cafeteria. O caminho era no piloto automático na minha mente, já que basicamente tomava o meu café da manhã todos os dias ali. —Bem, aqui estamos, no café do Briget Evans.

—Obrigada por me trazer. —Declarou ela e nós fomos até o balcão.

Deixei que Flair fizesse o seu pedido primeiro e depois eu pedi um chá de camomila e um suco de maracujá para a viagem. Peguei os meus pedidos e encarei a morena de olhos cor de chocolate.

—Foi um prazer te conhecer, mas eu vou indo... Até, Flair...

—Até Zack...

Dei as costas a ela e comecei a caminhar de volta para o meu quarto. Abri a porta e entrei. Deixei os dois copos na minha mesinha de cabeceira e peguei meu celular no meu bolso, afinal ele tocava. Era um pedido de chamada de vídeo de Jenny.

Sorri com aquilo e atendi a ligação de pronto, vendo o seu rostinho do outro lado da tela.

—Oi, meu amor... —Eu disse enquanto sentava-me na minha cama. —Como você está? Como foi a viagem?

Ah, foi tranquila, fui ouvindo umas músicas só. —Ela declarou. —Conheci um dos meus professores no aeroporto. —Ela contou e eu me surpreendi.

—Uau, como assim, baby?

Ah, estávamos no mesmo voo e acabamos nos conhecendo. O cara é fera nos desenhos, Z, você iria amar. —Ela contava animada enquanto eu tomava um gole do meu chá de camomila para tentar me acalmar. —Mas... Eu só consigo pensar em você Z, em como queria estar junto contigo agora. —Declarou ela e eu sorri para ela.

—Nós logo estaremos juntos de novo, baby... Não vai demorar.


Notas Finais


E aí o que acharam? Zack está super nervoso com essa situação e deu show né?! Pobres Andy e James por aguentar ele.

Próximo capítulo será da Nath e teremos mais uma nova personagem: Emily e se vocês acharam que a Flair pode causar, é porque vocês não conheceram a Emily.

Avisinho: Capítulo 6 de VsUN já está disponível. Quem já lê, corre lá, quem ainda não lê, sinta-se a vontade para vir dar umas risadas com a narrativa debochada da Margot enquanto ela tenta roubar o namorado alheio.

Beijos, SweetDrama


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...