História Broken - Krystoah - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias NOW UNITED
Personagens Any Gabrielly, Bailey May, Diarra Sylla, Heyoon Jeong, Hina Yoshihara, Joalin Loukamaa, Josh Beauchamp, Krystian Wang, Lamar Morris, Noah Urrea, Personagens Originais, Sabina Hidalgo, Shivani Paliwal, Sina Deinert, Sofya Plotnikova
Tags Any Gabrielly, Beauany, Beiley May, Boyxboy, Diarra Sylla, Gay, Girlxgirl, Heyoon Jeong, Hina Yoshihara, Joalin Loukamaa, Josh Beauchamp, Krystian Wang, Krystoah, Lamany, Lamar Hype, Lésbica, Lgbt, Noah Urrea, Noart, Nosh, Now United, Queer, Romance, Romance Gay, Sabina Gadecki, Shivani Paliwal, Sina Deinert, Siyoon, Sofya Plotinikova, Yaoi
Visualizações 67
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe a demora. É final do ano e eu estou ocupada com a escola, é muito coisa para fazer.
Enfim...
Hope U Enjoy ❤

Desculpem qualquer erro

Xoxo
- Emily

Capítulo 6 - Capítulo 6: "Smile"


Pov Noah

Eu estou ansioso para estudar em Los Angeles, eu morei Minnesota desde que eu nasci, e agora vai ter essa grande mudança, é claro que eu irei sentir falta dos meus amigos, mas tem pessoas em todos os lugares, e em qualquer lugar que eu vá, e eu sou muito bom em fazer amigos. É um dom natural.

— Tenha bom dia — Minha mãe fala e me dá um beijo na testa

— Você também — Pego minha mochila no banco de trás e saio do carro.

Eu paro por um minuto para observar o prédio, é enorme, tem quatro andares, minha escola em Minnesota só tinha um andar e era um escola bem acabadinha.

Escuto o sinal bater e vou para dentro do prédio, tem muitas pessoas, mais do que eu estou acostumado.

— Com licença — Eu toco o braço de um garoto loiro que está de costas, e então ele se vira.

— O que foi? — Ele pergunta com o tom de voz meio rude.

— Eu estou procurando a sala 9d, pode me ajudar? — Falo e ele puxa o papel da minha mão

— É minha classe, vem comigo — Ele coloca a mão no meu ombro e me acompanha até a sala.

Chegando lá, estava uma bagunça, tinham muitas pessoas em pé e conversando alto, talvez eu não seja acostumado com tantas pessoas em uma sala de aula, na minha antiga escola tinham apenas 20 pessoas na minha turma, aqui tem umas 40.

— Seja Bem-vindo — Ele estendeu o braço parecendo um pouco sarcástico. Ele entrou na sala e foi até dois garotos e uma garota que conversavam alegremente.

Eu me sentei em uma carteira bem no meio da sala e fiquei observando o pessoal conversar enquanto o professor não chegava, as pessoas aqui são bem animadas, durante o tempo que fico ali sentado, umas 4 garotas vieram falar comigo, mas meus olhos não saiam de um garoto asiático que conversava com três garotas em um canto da sala, ele olha para mim e eu não desvio o olhar, eu apenas dou um sorriso e ele retribui.

...

Flashback off

POV Krystian

Diarra foi para minha casa, minha mãe ficou feliz quando a viu. Quando eu e Diarra eram mais próximos, ela costumava vir aqui direto, ela almoçava, jantava e as vezes até dormia aqui, ela fazia as unhas da minha mãe também, nós ficávamos assistindo séries a noite toda. Eu sinto muita falta disso.

— Você vai me contar o que aconteceu? —

Ela perguntou deitada lado a lado comigo na cama. Eu neguei com a cabeça, Diarra não sabia sobre o que o Noah havia feito comigo, para ela nós apenas terminamos quando ele foi embora, ela não sabe da outra parte da história. — Apenas tenha seu tempo, sabe que eu estou aqui por você, sempre que precisa — Ela beija minha testa.

— Me Desculpe — Eu falei baixinho — Por ter deixado você, a Heyoon e a Any, eu fui idiota — Eu disse enquanto olhava para minhas unhas que estavam roídas, eu não conseguiria olhar para ela nesse momento.

— Eu fiquei triste, achei que eu tivesse feito algo errado — Ela disse com a voz calma, eu não queria que ela pensasse aquilo. Ela nunca fez nada de errado.

— Não... — Eu segurei o braço dela com força.

Essa suposição era absurda — Eu estava passando por algumas coisas e não queria te dar problemas, então... então eu me afastei de vocês.

— Éramos amigos, seus problemas eram meus problemas, Noah, eu sempre te ajudava em tudo, você era meu melhor amigo — ela disse com a voz rouca, e uma lágrima descia os olhos dela — Eu tenho que ir — Ela se levantou.

— Diarra! — Eu chamei e ela olhou para trás — Por favor, não vá — Eu disse me levantando da cama para ficar na frente dela — Fica aqui comigo, eu não quero ficar sozinho.

— Só se assistimos Pretty Little Liars — Ela falou e eu soltei um sorriso, um sorriso verdadeiro, eu sentia falta daquilo, eu sentia falta dela, com Diarra, eu consegui sentir meu coração aquecer de novo.

....

Flashback on: When we were 14

POV Krystian

Ele é tão lindo, eu gostaria de parar de olhar, mas aquele garoto nem parece real, parece uma escultura feita com alguém bem cuidadosa com os detalhes, porquê cada coisa nele é linda.

— Cuidado para não babar! — Heyoon disse ao me observar olhando para o garoto que eu nem sabia o nome. Eu fiquei vermelho. Impossível estar tão na cara assim.

— O nome dele é Noah, e ele é uma graça — Disse um garota morena se aproximando de mim, Heyoon e Diarra — Eu sou Any, é um prazer — Ela estendeu a mão e eu a apertei — Pelo que eu pude notar, o senhor olhos claros também fica olhando para você — Ela disse apontando discretamente para ele.

Eu me viro para ele e olho para ele me encarando, ele da um sorriso e eu retribui. Jesus, acho que estou apaixonado.

É estranho se apaixonar por alguém sem sequer ter conversado com essa pessoa, mas tem algo nesse garoto que me deixa sem ar, talvez seja o sorriso, ou os olhos.... não sei explicar.

...

Na hora do intervalo, Any nos convenceu a sentarmos junto com Noah, já que ele estava sozinho. Nós conversamos, e ele é muito mais do que um rostinho bonito, ele é a pessoa mais adorável que eu já vi, ele gosta de muitas coisas que eu gosto, teatro, música e dança, e ainda compõe músicas, ele é perfeito.

— Então, o baile de primavera é essa sexta, você vem? — Heyoon Perguntou para Noah animada, ela está muito animada para o baile, mesmo que ainda esteja desesperada para um par.

— Eu não sei, eu bem tenho roupa para isso — Ele disse e mordeu um pedaço de sanduíche

— Krystian pode ir com você comprar, ele é ótimo com essas coisas — Heyoon disse animada, mas fiquei com vontade de jogar ela para fora da mesa, ela estava fazendo ficar tão óbvio.

E se esse garoto for hétero?

Quer dizer, meu gaydar nunca erra, mas e se estiver errado?


Notas Finais


Ate mais, See Y'all


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...