História Broken - Yoonmin - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Lu Han, Mark, Rap Monster, Rosé, Sehun, Suga, V
Visualizações 222
Palavras 1.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaa terraquios, mais um cap. pra vcs, espero q gostem :)

BOA LEITURA<33

Capítulo 33 - Essa alegria tem motivos


    **cap. Anterior**

Peguei meu celular q estava em meu bolso e o olhei, so mensagem do Yoongi, eu não vou responde

Não agr...

---------------------------

POV: Yoongi

Mandei varias mensagens pro Jimin, mais ele nem se quer respondeu, tava começando a fica preocupado e eu não vou fica com essa preocupação

Me levantei do sofá de minha casa e fui ate a porta, abri a porta e sai de casa, fui caminhando calmo ate a casa do meu baixinho, as ruas já estavam escuras so as luzes dos postes iluminavam o meu caminho

Cheguei em frente a sua casa, as luzes estavam acesas so a do quarto do Jimin q estava apagada e isso me fez ficar mais preocupado do q eu já estava, caminhei ate a porta de sua e toquei a campainha, ate q sua mãe atendeu

Srª. Park: oi.. Vc não e aquele menino q veio fazer o trabalho com o Jimin? - falou e me analizou

Yg: sou eu mesmo.. O Jimin ta? - perguntei e ela me olhou sorrindo

Srª. Park: ta sim, so q ele entro no quarto e se trancou lá e não q sair de lá, não sei pq ele ta assim - falou e me puxou pra dentro de sua casa e fechou a porta atras de mim - pode subi lá quem sabe com vc ele conversa

Yg: uma coisa q eu acho bem difícil - falei e ela me olhou com cara de duvida - vou subi lá - falei e ela assentiu

Subi as escadas e fui ate a porta de seu quarto q eu já sabia qual era, bati na porta

Jm: ta aberta omma - falou lá de dentro

Entrei no quarto, estava tudo escuro, mais eu consegui ver q ele estava em sua cama encolhido, Fechei a porta e caminhei ate a cama, ele estava com os olhos fechados então não tinha me visto ainda, fui pro outro lado da cama, o lado q ele estava de costa e me deitei e abracei sua cintura, beijei seu pescoço, oq fez ele se assustar e vira de frente pra mim

Jm: oq vc ta fazendo aqui? - perguntou seco

Yg: eu vim fala com vc - falei e fez um sinal com a cabeça em sinal pra mim prosseguir - desculpa Jimin... Eu queria evita aquilo por vc ser meu irmão, mais eu não consegui, foi um deslize, eu não tenho culpa

Jm: agente pode conversa sobre isso amanhã, hj eu to com dor de cabeça, hj já teve muita coisa na minha cabeça, eu não to aguentando eu preciso dormi um pouco-falou e puxou um pouco mais a coberta

Yg: tabom agente conversa amanha - falei e me levantei da cama caminhando ate a porta

Abri a porta e sai do quarto logo fechando a porta novamente, desci as escada e sua mãe estava na sala

Srª. Park: eai conseguiu fala com ele? -perguntou e se levantou do sofá e veio ate a mim ficando de frente comigo

Yg: consegui e não consegui ao mesmo tempo - falei e ela ficou com cara de duvida pelo oq eu acabei de fala - eu consegui pq eu falei com ele, e eu não consegui pq eu não falei oq eu vim fala na verdade

Srª. Park: a entendi agr

Yg: Já vou indo - falei e caminhamos ate a porta ela abriu a porta pra mim - boa noite - falei e ela respondeu um "boa noite" e eu sai de sua casa logo em seguida

Andei pelas ruas rumo a minha casa, peguei meu celular pra ver q hrs era, já era 22:00, tenho q ir pra casa, amanha tem aula e eu não posso me atrasar

**Quebra de tempo**

*POV: Jimin*

Acordei no dia seguinte com meus despertador tocando, me sentei na cama e desliguei o despertador, fiquei sentado na cama olhando pro nada por um tempo, ate eu cria coragem e levanta de minha cama quentinha pra ir naquele ninho de cobra q cujo o nome é escola

Me levantei me arrastando e fui ao banheiro fazer minhas higienes, sai do banheiro e fui em direção ao meu guarda roupa e peguei meu uniforme logo o vestindo, peguei minha mochila verifiquei o material pra ver se estava tudo certo e peguei meu celular q estava em cima da cama

Sai do meu quarto e desci as escadas e fui para cozinha, minha omma estava lá fazendo o café, me sentei na mesa e comecei a me servir

Srª. Park: bom dia filho - falou e sentou na mesa

      Jm: bom dia omma - falei e logo ficando em silencio novamente

Srª. Park: vc ta queto, oq ta acontecendo?

  Jm: ta acontecendo muita coisa e tudo deixo pra acontece na mesma hr, ta difícil - falei e ela me olhou preocupada - já vou indo, tchau omma - falei e me levantei e fui ate ela e beijei sua testa

Srª. Park: tchau e se cuida - falou e eu assenti logo saindo de casa

Comecei a anda rumo a escola, estava frio, era inicio de irverno, as folhas das arvores já tinham caido dando lugar aos troncos com neve acumulada, flocos de neve começando a cair e uma sensação boa me contagio, uma sensação tipo alegria, mais não sei pq essa alegria sem motivo

Senti uma bolinha de neve bater contra minhas costas, me virei pra ver quem foi, foram meus amigos, estavam todos ali

Jk: vem Jimin - falou com uma bolinha na mão pronto para arremessar ela

Tae: vc não vai fica fora dessa guerra de bola de neve? - falou pegando a neve e fazendo a bolinho

Jm: e quando eu já fiquei fora de uma guerra de bola de neve - falei e já fiz uma bola de neve pra mim arremessar

Começamos a guerra de bola de neve q nos fazíamos todos os anos quando chegava o irverno

Agr eu lembrei o motivo daquela alegria repentina, o motivo dela é eles, meus amigos, minha familia, meu irmão, minha vida...essa alegria tem motivos... 


  Continua?? 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...