História Broken - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila G!p, Camren, Camren G!p
Visualizações 1.198
Palavras 2.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, voltei bem rápido ehin.

Em breve eu volto com atualizações da minha outra fic Seu olhar, quem ainda não há conhece e quiserem podem encontra-la no meu perfil?

Quem já me acompanha sabe que eu não costumo revisar muito os capítulos, pois eu fico com preguiça. Então me perdoem pelos erros.

Vejo vocês nas notas finais.

Capítulo 3 - 2. Você o ama?


Fanfic / Fanfiction Broken - Capítulo 3 - 2. Você o ama?

Continuação

POV- Camila

Depois de me acalmar um pouco eu entro no quarto do Lu, ele está sentado na cama agarrando o travesseiro e chorando.

Eu: eu vou te levar para minha casa, só me deixa descer e conversar com a sua mãe.

Lucas: por que isso tem que ser assim?

Eu: isso o que?

Lucas: por que vocês não ficam juntas mãe? Por que ela tem que estar com aquele cara? Poxa é errado querer as mães juntas?

Eu: não é errado querer isso amor, mas as vezes na vida nós não temos sempre o poder da escolha.

Lucas: e se você parar de trabalhar tanto mãe. Faz isso, quem sabe a mommy volte para você e nós tenhamos nossa família de novo, eu não quero te que conviver com aquele cara, ele não é meu pai e nunca será, ninguém nunca substituirá você!

Eu: Lu nós já tivemos essa conversa antes, não se trata apenas de eu trabalhar tanto o meu casamento com a sua mãe terminou por muitos fatores. Aquele cara realmente não será nunca seu pai e dos seus irmãos, mas se a mommy estiver feliz, feliz de verdade com ele nós teremos que aceitar e tentar ficar feliz por ela, ok?

Lucas: mas, e a nossa felicidade mãe? Onde fica nessa história?

Eu: a nossa felicidade estará em viver nossas vidas também, e não ficarmos tão focados em só no fato da mommy e mãe não estarem mais juntas. Entendeu?

Lucas: eu acho que sim.

Eu: vou descer para falar com a mamãe volto para nós irmos, ok?

Ele assente.

Desço as escadas e encontro Lauren de robe na cozinha, aparentemente o namorado dela já não está mais aqui.

Eu: onde estão o Noah e a Luna?

Lauren: eles estão com a minha irmã, eu pedi para ela busca-los hoje, eu pensei que o Lucas estaria com eles. O que aconteceu?

Eu: eu te enviei um recado, mas aparentemente você não ouviu. Eu fui chamada na escola, pois o Lu se envolveu em uma briga e foi suspenso por 10 dias.

Lauren: briga? O Lucas? 10 dias de suspensão? Isso está errado, amanhã eu vou na escola entender isso direito, o Lucas não brigaria atoa.

Eu: eu já entendi o que a aconteceu Lauren, amanhã eu vou voltar lá porque a senhora Helen está um tanto equivocada sobre as coisas. Mas eu não estou...

Lauren: Camila sobre o que vocês viram eu

Eu: eu não quero saber Lauren, a única coisa que me importa foi do Lucas ter presenciado isso, e teria sido ainda pior se os pequenos também tivessem visto. O Noah não ia falar de outra coisa e a Luna ia ficar confusa com tudo. E por falar neles, liga para os seus pais e avisa que eu estou indo busca-los, vamos antecipar meus dias, já que você está ocupada eu não quero eles pra lá e pra cá.

Lauren: você esta exagerando, foi só hoje.

Eu: não foi isso que o Lucas me falou. Mas eu não quero conversar sobre isso agora, eu não quero falar algo e depois me arrepender por isso. Eu vou no colégio deles amanhã e te encontro no Renoar as 21:00 para conversarmos, pode ser?

Lauren: ok, eu vou ligar para os meus pais e avisar que você está passando lá. Eu pensei que você estava enrolada com o álbum novo Camila.

Eu: e estou, mas nada, absolutamente nada é mais importante pra mim do que meus filhos e você sabe disso.

Lauren: eu sei, só eles mesmo para conseguir esse feito.

Eu: isso não é sobre nós Lauren, você deixou bem claro a 2 anos atrás! Agora é somente sobre eles.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Dia seguinte

POV- Lauren

Resolvi sair com as minhas amigas hoje para almoçar e tentar espairecer do que aconteceu comigo ontem. Eu simplesmente não imaginava nunca que meu filho e minha ex fossem aparecer justo naquele momento. O pior foi o Lucas ter visto aquilo, meus filhos são extremamente apegados a Camila, os três são, mas para o Lucas ela é uma heroína destas dos desenhos, ele tem verdadeira paixão por ela, e não é para menos, Camila é a mãe que eu nunca conseguir ser, é atenciosa, carinhosa, super presente, sabe dar bronca na hora certa e eu tenho certeza de que eles não seriam tão educados se não fosse por ela. Não que eu me considere uma mãe ruim, longe disso, eu me considero uma excelente mãe, mais é que ela supera qualquer um. Tento espantar os pensamentos sobre Camila enquanto minhas amigas não param de falar.

Mani: então vocês acreditam que ele falou isso bem na hora H.

Ally: Mani ninguém quer saber da sua vida sexual, vamos mudar de assunto.

Dinah/ Lucy e Vero: queremos sim.

Eu: ontem eu pedi para Taylor buscar as crianças na escola e deixá-los com meus pais, eu queria ficar sozinha com o Ty, pois nós estávamos a dias sem nos ver por conta da turnê dele, fomos pra minha casa e a coisa começou a esquentar, acabou que ficamos na sala mesmo e quando ele estava quase me, vocês sabem, eu escuto um barulho e quando me viro, Camila e o Lucas estavam em pé nos encarando.

Ally: meu Deus Lauren, e ai?

Eu: daí que o Lucas correu para o quarto, Camila foi atrás dele. Eu pedi para o Ty ir embora o que gerou uma pequena discussão nossa, pois ele achou que eu estava preocupada com a Camila, mas acabou indo embora depois. Eu subi, vesti um robe e parei na porta do quarto do Lu e ouvi eles conversando, até hoje ele não se conforma com a nossa separação. Depois eu desci e fiquei na cozinha, Camila desceu em seguida, nós conversamos um pouco e ela levou ele pra casa dela e depois foi pegar os pequenos no meu pai, e nós ficamos de conversar hoje umas 21:00 horas.

Dinah: poxa Laur, que mancada. A Camila pode até não demonstrar, mas eu sei que ela ainda te ama. Aliás você também a ama ainda.

Eu: se nós ainda nos amassemos, assim como as outras pessoas presumem, nós ainda estaríamos juntas.

Lucy: as coisas não são tão simples assim Laur, vocês se separaram, por problemas de compatibilidade, mas não porque não existe amor. Eu estou com a DJ nesta.

Ally: Laur, eu sei que você odeia que se metam na sua vida, mas você não acha que desde que começou a namorar o Ty você tem deixado as crianças muito com os seus pais não?

Eu: eu não sei Ally, talvez sim, mas é porque nosso namoro é recente, então acho que é natural querer dar atenção a ele também. Mas acho que você tem razão sim, isso não é motivo para ficar tantas horas ausente, e com certeza eu terei que ouvir um sermão da Camila hoje sobre isso.

Vero: sabe que isso eu nunca entendi, você sempre reclamou que a Camila era extremamente ausente no casamento de vocês, mas ela está sempre grudada nas crianças, como isso é possível?

Eu: porque ela tem essa coisa. Quando eu engravidei do Lucas ela se transformou, não faltava em uma consulta, mas conseguia esquecer datas simples como o nosso aniversario de namoro, ela nasceu para ser mãe, ela não esquece nada relacionado as crianças, por exemplo, esses dias ela abandou um programa em que estava, pois lembrou que tinha esquecido a bombinha de ar que o Noah usa pra asma, correu até o colégio e não é que ele estava tendo uma crise de asma. Ela tem esse dom de ser mãe, é uma das coisas mais maravilhosas sobre ela.

Mani: até seus olhos mudam quando você está falando dela Lauren.

Eu: gente vamos parar com essa conversa, eu não sinto mais nada pela Camila, eu apenas admiro a mãe que ela é e o quanto Deus me abençoou com isso, ok? Só que agora eu estou com o Ty e não é legal vocês que são minhas amigas ficarem falando o tempo todo de que eu ainda gosto dela.

Dinah: a questão é que nós também somos amigas dela Laur. Não se esqueça disso, mas tudo bem, vamos parar de falar dela, não é justo com ela também.

Vero: Lauren eu juro que não quero te irritar, mas vai ser meio difícil não falar dela.

Eu: por que?

Vero: olha pra trás.

Quando eu me viro eu vejo Camila entrar no mesmo restaurante em que estamos, ela estava linda como sempre, calça jeans colada e sem deixar o seu membro a mostra, uma blusa social, saltos e o cabelo solto e bagunçado, linda como sempre. O que me intrigou era que ela estava acompanhada por uma mulher, uma mulher que eu não conhecia.

Lucy: assim fica difícil te defender Laur, você está até com a cara vermelha. E amiga para de encara-las.

Saio do meu transe com as palavras de Lucy e tento ignorar a cena delas sentadas próxima a nós, mas confesso que está difícil.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Horas mais tarde

Chego no Renoar para minha conversa com Camila e assim que eu entro a vejo na mesa que ela adora que fica do lado de fora e fica escondida no canto, quando ela me vê se levanta e puxa a cadeira para que eu sente. Quando estamos acomodadas começamos a conversar.

Camila: o que você quer comer e beber?

Eu: não quero jantar, mas aceito um vinho branco.

Ela então chama o garçom e pede duas taças de vinho branco.

Camila: bom, presumo que você saiba do que se trata esse jantar.

Eu: antes eu quero que você me explique o que aconteceu com o Lu.

Camila: ele vem sofrendo bulling do menino com quem ele brigou ontem. Ele me explicou que se descontrolou porque o menino tinha uma foto sua beijando o Ty Dolla e o menino te ofendeu e ele perdeu a cabeça e empurrou o garoto e o menino acabou quebrando o braço. Ontem quando eu estive na escola eu não sabia o que estava acontecendo, então não falei nada, mas hoje eu voltei e deixei claro para a senhora Helen de que não vou admitir que aquele moleque pratique billing com o Lucas e nem com outras crianças como o Lucas me disse que ele vem fazendo.

Eu: mas ele não mencionou nada. Ah mais eu vou lá e viu arrancar a cabeça desse garoto, melhor eu vou arrancar a cabeça dos pais deles, como podem permitir com comportamento destes, ah mais isso não vai ficar assim, eu vou...

Camila: Lauren, calma. Não adianta agir assim, nós só estaremos demonstrando que ele conseguiu nos atingir. Eu já conversei com o Lucas e ele vai começar a nos falar se isso se repetir, ele não falou nada antes, pois o garoto também estava o soando por causa da minha condição e ele não queria me chatear, mas eu já expliquei para ele que isso não me abala e ele não vai mais nos deixar a margem disso.

Eu: que tipo de criança essas pessoas estão criando Camz, eu não acredito nisso.

Começo a chorar, eu nunca gostei desses comentários sobre a Camila, ela já sofreu tanto por causa disso. Os pais a abandonaram, e ela teve sorte em ser adotada pela Ale e a Gisele, que são dois anjos, mas isso não significa que ela não tenha sofrido muito por isso. Ela então se levanta e se senta ao meu lado, se tem uma coisa que Camila odeia é me ver chorando e como eu sou uma manteiga eu simplesmente não consigo não chorar.

Camila: calma Lo, eu estou bem. O importante é nós não deixarmos isso afetar as crianças.

Ela então me abraça de lado e limpa minhas lagrimas. Pode parecer irônico, mas até hoje o cheiro dela ainda me causa arrepios e principalmente o seu toque, nosso casamento pode até não ter dado certo, mais Camila sempre será minha melhor amiga, ela sempre será a pessoa que mais me conhece no mundo. Quando eu paro de chorar ela me olha envergonhada e volta para a sua cadeira de frente pra mim.

Eu: você está errada sobre algo.

Camila: sobre o que?

Eu: não é só o que os meninos pensam que importa, você também importa.

Percebo que ela fica corada com o meu comentário, Camila por conta da sua condição sempre foi muito tímida.

Camila: bom, eu te chamei para conversarmos sobre algo que tem incomodado os meninos, principalmente o Lucas. Lauren você tem estado muito ausente, eu não quero me meter no seu relacionamento, mas eu acho que isso tem afetado as crianças, eles sentem sua falta, mesmo nos dias em que eles deveriam estar com você.

Eu: eu sei, na verdade eu concordo com essa posição deles. Mas está meio complicado eu inteira-los com o Ty, os horários não casam e o Lucas e o Noah não suportam nem se quer que ele vá lá em casa, eu não sei o que fazer.

Percebo ela respirando fundo, outra coisa sobre Camila, ela é extremamente controlada, é sempre difícil saber o que ela realmente está pensando, pois ela não demonstra muitas emoções e esse era um dos motivos de muitas brigas entre nós.

Camila: sinceramente eu também não simpatizo muito desse cara, mas eu farei tudo que estiver ao meu alcance para que os meninos o tratem bem, mas para isso eu preciso que você me responda uma coisa.

Eu: o que?

Camila: você o ama?

Ela pergunta isso olhando diretamente eu meus olhos, me olha da forma mais profunda e intensa que só ela consegue.

Eu: que pergunta é essa.

Camila: eu não farei um esforço destes e aceitarei esse cara na vida dos meus filhos se você não ama-lo, se isso for só um caso qualquer. Então eu vou repetir a pergunta. Você o ama?

Você o ama?

Como eu poderia responder isso, eu olho para os olhos dela e me faço a mesma pergunta, eu o amo?


Notas Finais


Ei ai, será que ela o ama?

Comentem.

Bjosss e volto em breve!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...