História Broken (Taegi) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Taegi, Taehyung!top, Yoongi!bottom
Visualizações 609
Palavras 974
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEI
Acabei os testes (tudo corrido a 90, aleluia), mas semana que vem tortura volta ;-;
Boa leitura!

Capítulo 16 - A nossa promessa


Yoongi P.O.V

 

-Você fica bem sexy quando está pintando, sabia? - Taehyung falou, enquanto me observava pintar as paredes do futuro quarto de Dongyul.

 

-Não seja estúpido, Taehyung. - ri. O alfa estava cansado, havia pintado as paredes do quarto de Lina, e começado a montar uma parte da mobília, e mesmo assim ainda queria me ajudar com o quarto do Yullie.

 

-Eu só digo verdades, Yoonie. - corei devido ao tom sedutor presente na voz de Taehyung.

 

-Me deixe acabar isso aqui. - apontei para a parede. Iria voltar a pintar, mas fui impedido pelo meu alfa.

 

-Só se me deixar ajudá-lo.

 

~Quebra de tempo~

 

-Essa manchinha aqui - a médica apontou para o monitor. -é o feto. 

 

A barriga de Seokjin ainda não estava muito grande, mas já estava bem definida. Meu hyung estava mais feliz a cada dia que passava, não via a hora de ter logo o seu filho.

 

-Appa. - Dongyul me chamou. - O que é? - perguntou, apontando para o monitor da ecografia.

 

-Aquela manchinha é a barriga do tio Jinnie, a minha também já foi assim, quando você estava lá dentro. - expliquei.

 

-Eu espero que a barriga do seu appa volte a estar assim, Yullie. - Seokjin disse, fazendo-me corar bruscamente. -Você quer ter irmãos, Yullie? - o meu filho assentiu. 

 

-Vocês dois são impossíveis. - até a médica riu.

 

-Eu quero um filho vosso, Dongyul também. - argumentou. -E, se quiser que eu seja sincero, acho que Taehyung também quer.

 

-Eu adoraria. - fui sincero. -Mas sinto que há algo dentro de mim que me diz para esperar mais um pouco.

 

~Quebra de tempo~

 

-Feito. - disse, acabando de fazer a decoração do quarto de Lina. Ela e Taehyung estavam quase chegando, e eu, Namjoon e Seokjin  estávamos organizando tudo para que a chegada da pequena Kim fosse mais que perfeita.

 

-Minha sobrinha está quase chegando! - Namjoon exclamou alegremente, agarrado a Seokjin.

 

-Como é que ela é, Yoongi? - Seokjin perguntou.

 

-Ela até é bem parecida com Taehyung, mas só em termos de aparência. - disse. -Ela é muito introvertida e quieta.

 

-Acho que ouvi o carro de Taehyung chegando! - Seokjin se dirigiu apressadamente até à entrada, enquanto eu e Namjoon o acompanhámos a um ritmo mais lento.

 

Logo, a porta se abriu, e o meu alfa adentrou o cômodo com a pequena Lina.

 

-Princesa. - Taehyung chamou a garota, que olhou para ele. -Esses são seus tios, Seokjin e Namjoon. - apontou para o casal. -E esse é o amor da minha vida, Min Yoongi. - apontou para mim. Lina se aproximou lentamente de mim, fazendo sinal para que eu me baixasse. Quando eu me baixei, me surpreendi ao sentir o meu corpo ser envolvido pelos braços da pequena.

 

-Acho que nós já vamos embora, é melhor para ela ficar só com vocês três. - Seokjin disse, saindo com Namjoon.

 

Dongyul se aproximou de mim, olhando confuso para Lina.

 

-É sua irmã, Yullie. - Taehyung falou.

 

Os dois se entreolharam. Lina voltou para perto de Taehyung, enquanto Dongyul permaneceu ao meu lado.

 

Nós quatro nos sentámos no sofá. Lina estava quieta, Taehyung estava nervoso e Dongyul continuava confuso.

 

-Você tem fome, Lina? - perguntei.

 

-Apenas sono, appa. - se queixou.

 

-Já está ficando tarde, você já devia estar dormindo, princesa. - o alfa disse, pegando-a no colo.

 

-Você também tem de dormir, não é, Yullie? - perguntei para o pequeno, que praticamente dormia no meu braço. Levei o pequeno até seu quarto, deixando-o lá dormindo.

 

-Finalmente tudo está se recompondo. - Taehyung apareceu de repente, me abraçando por trás.

 

-Eu acredito que sim. - beijei o alfa carinhosamente. Taehyung me pegou no colo, me levando até ao quarto e me deitando delicadamente na cama.

 

-Hoje fazemos amor a noite toda, Min Yoongi. 

 

~Quebra de tempo~

 

Quando acordei, Taehyung já havia ido trabalhar. Dongyul estava dormindo, e Lina estava quieta, apenas observando o seu quarto.

 

-Bom dia, pequena. - falei. Lina olhou para mim, assustada. -Não precisa de ter medo de mim. - tentei acalmá-la.

 

-Appa também dizia isso. - Lina disse. -E ele me fez isso. - falou, esticando o seu braço, onde pude ver várias cicatrizes.

 

-Ninguém poderá machucar você aqui, eu não vou deixar. - estiquei meu dedo, como se fosse uma promessa. -Eu prometo que vou protege-la, Lina, custe o que custar. - ela também esticou seu dedo, criando a nossa promessa.

 

Peguei Lina no colo, aconchegando-a nos meus braços. Eu realmente via a Kim como uma filha e sentia a necessidade de protege-la e de a fazer feliz, de esquecer o seu passado.

 

Taehyung P.O.V

 

-Porque você fez isso, Taehyung? - minha mãe perguntou, enervada.

 

-Eu não sabia que você iria ficar brava desse jeito, mãe. - falei, tentando acalmar a mais velha.

 

-Era óbvio que eu ficaria brava! - reclamou. -Você sabe que depois de Changhyun, eu nunca mais consegui confiar em nenhum namorado seu, e agora você me diz que tem uma filha daquele estúpido e marcou um ômega? - puxou minhas orelhas, como se eu ainda fosse um garotinho no meio da minha infância.

 

-Yoongi é diferente, mãe. Eu realmente sinto que posso confiar nele. - minha progenitora me olhou com um ar severo.

 

-Você disse o mesmo de Changhyun, e viu o que aconteceu! - me alertou.

 

-Eu realmente quero que você confie em Yoongi, eu quero levar o meu relacionamento para a frente. - ao tentar convencer a minha mãe, tive uma ideia. -Vai ter aquele evento amanhã, eu posso levar Yoongi lá. Se você o conhecer vai ficar encantada, prometo.

 

-Não me decepcione, Taehyung. - minha mãe se deu por convencida, aceitando a minha proposta.

 

Após ela sair do meu escritório, suspirei, apoiando minha cabeça sobre a minha mão.

 

-Só quero ver como é que vou convencer Yoongi a ir comigo.


Notas Finais


Grupo do whatsapp: https://chat.whatsapp.com/85ulL63YmDw0NdnzjPBdPt
Beijos da Unnie <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...