História Brother Connection - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Abo, Botom!jungkook, Incesto, Jikook, Jimin!alfa, Jungkook!ômega, Lemon, Top!jimin
Visualizações 921
Palavras 1.839
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooooooooo ❤️❤️❤️❤️
Eu demorei né?
Me perdoem

Capítulo 13 - Dimensões


Fanfic / Fanfiction Brother Connection - Capítulo 13 - Dimensões

Jungkook esteve tanto tempo puto com as conversinhas e risadas de seus colegas de classe que não pode fazer nada a não ser se defender. Ignorou o professor, Taehyung tentando lhe e puxar e os outros alunos não envolvidos que apenas assistiam, e mesmo assim e partiu para o tapa assim como deu a cara a bater. Algo que o levou a diretoria com um hematoma no olho e uma suspensão que deveria ser assinada pelo seu responsável, Park Jimin, o motivo daqueles socos trocados.

O alfa foi ao colégio assim que recebeu a ligação da diretoria e entrou em desespero preocupado com seu ômega e com a ameaça dada pelo diretor dizendo que o negócio era mais do que sério. Entrou na sala particular se deparando com o irmão de braços cruzados e bico emburrado, balançando os pés nervoso, visivelmente irritado, mas pelo menos não estava triste - pensou.

- Eu sou Park Jimin prazer, responsável pelo Jungkook.- Se apresentou apertando a mão do homem mais velho que exalava irritação. Sentou ao lado dele se concentrando em não olhar e verificar o ocorrido.

- Vou ser bem direto e claro senhor Park.- Iniciou astuto.- Seu irmão entrou numa briga contra dois garotos da classe, nenhum deles esclareceu os motivos e nem ele mesmo quer dizer o porquê dessa selvageria.- Explicou não se importando em por a culpa diretamente no garoto.

Jimin suspirou, queria saber o motivo que tirou o ômega de seu estado de preocupação e mágoa, mas pelo olhar de seu irmão sabia que provavelmente tinha algo haver com seu relacionamento que era segredo para os outros, afinal as ameaças de espalhamento da notícia estavam no ar.

- Eu irei ter uma conversa com ele senhor, adolescentes são inconsequentes e você sabe... Jungkook chegou a pouco tempo, foram muitas mudanças...- Tentou soar o mais convincente possível.- Eles costumam implicar com os mais novos e menos enturmados.

- Isso não me preocupa, o que realmente me preocupa é ...- Pigarreou antes de continuar.- Os alunos estão dizendo por aí que vocês dois são irmãos e maridos ao mesmo tempo. O senhor sabe a gravidade de um boato desses? Sabe que o conselho tutelar não vê isso como algo bom?! O senhor é alfa desse ômega rebelde?!

Jimin gelou, queria muito gritar ao mundo que sim, tinham um relacionamento, eram maridos antes mesmo de se casar, mas quem liga pra casamento quando já tinham as marcas um do outro? Respirou fundo, bagunçando os cabelos cinzas que voltavam ao loiro aos poucos. Ele usava uma jaqueta que cobria a marca de Jungkook que tanto amava, assim como o garoto que usava um moletom grande além da touca cobrindo os cabelos negros.

- Isso é um absurdo!- Esbravejou.- Boatos mal intencionados, esses garotos estão loucos!!- Fingiu o máximo possível que estava surpreso demais com a hipótese.- Espero que eles sejam punidos assim como o Jungkook, quanto ao mal comportamento dele, irei resolver, espero que os outros alunos parem de picuinha logo, ou irei processa-los! Espero que o senhor tome uma atitude contra essa fofoca absurda! Que calúnia!- Dito isso o alfa cobriu o ombro do menor para lhe dar segurança, queria dar um beijo nele, mas foi paciente em se despedir do diretor, assinar a suspensão e caminhar até o carro em silêncio.

O maldito silêncio nada confortável, Jungkook iria explodir a qualquer momento se o alfa não tivesse lhe dado um beijo na bochecha dizendo estar tudo bem.

- Como descobriram?- Perguntou olhando o machucado dele que escorria um pouco de sangue, nada grave.

- Um dos garotos, estava no dia em que você bateu no você sabe quem... E acho que ele deduziu que somos irmãos também, da mesma forma que somos....- Disse incerto parando no meio.

- Namorados?- Jimin completou rindo.

- Sim...- Respondeu achando a palavra estranha.

- Que merda.- Comentou colocando a chave na ignição.- Temos muitos problemas um em cima do outro.

- E a culpa é minha.- Jeon disse se olhando no retrovisor, odiando aquele corte horrível no supercílio.

- Para com isso, já conversamos.- Park respondeu olhando para as ruas movimentadas de carros e pessoas.- Você bateu em dois garotos?- Perguntou desviando do assunto culpa.

- Ia bater nas meninas também, mas eu não sou idiota.- Disse raivoso.- Aqueles idiotas não tem o que fazer, ficam cuidando da minha vida, se eu pudesse daria um murro no nariz de cada um.

Finalmente Jimin reconhecia o ômega rabugento e teimoso de meses atrás, logo que chegou em sua vida a revirando de cabeça para baixo, sem traços de tristeza e exalando coragem digna de um alfa.

- Jungkook você é lindo assim bravinho.- Comentou levando um tapa do mesmo.- Tome cuidado, esses boatos não podem ser levados adiante.- Advertiu.

- Acha que eu não sei? Já não basta a nossa mãe enchendo o saco, eu ficando escondido em casa... Agora tem esses palhaços pra foder com o restante.- Reclamou cruzando os braços novamente.

- Isso irá se resolver logo...- Jimin disse quase que em modo automático, era seu dever confortar o coração agitado do jovem.

- Logo? Em mais de um ano você quer dizer!- Jungkook rebateu ainda mais irritado.

-E o que eu posso fazer? Quer desistir? Quer ignorar as marcas e viver sem mim?!- O alfa perguntou sentindo seu lobo reagir mal dentro de si, sua parte humana era tola para discutir com Jungkook, mas seu lobo não admitia aquilo. Entretanto, tudo tinha um limite, tinha que ensinar o menor que paciência e cuidado eram essenciais naquele momento conturbado para ambas as partes.

-Me desculpe...- O ômega pediu baixo após algum tempo de silêncio tomando os pensamentos como algo importante.- Eu ainda estou irritado com aqueles idiotas...- Explicou fazendo outro suspirar, não precisava responder daquela forma também.

- Enfim... Deixa isso.- Mudou seu tom para algo mais confortante e acolhedor.- Está sendo muito complicado pra você e pra mim também, você não imagina a minha vontade de colocar uma aliança nesse seu dedo e calar a boca das pessoas.- Disse deixando o menor ruborizado.

Gostava da ideia de ter mais um laço de conexão com Jimin, era só uma aliança, mas significava muita coisa pra si. Sorriu de lado olhando para a janela, esquecendo a dor latejante em seu olho, o aperto que sentia no peito e se concentrando nas muitas árvores que haviam no caminho de sua casa, mais um sorriso para despejar escondido, agora ele poderia dizer onde era sua casa, seu lar.

Chegando na residência Jungkook se surpreendeu ao abrir a porta e encontrar seu melhor amigo embaixo do alfa que nos últimos dias estava sendo sua companhia. Taehyung tinha o separado da briga e o ajudado a dar uns bons tapas no garoto que gritava a verdade sobre os irmãos, e havia dito que iria o esperar em sua casa. Tentou impedir Jimin de ver aquela cena, mas não funcionou, seu alfa quase cuspiu o chiclete que acabara de pôr na boca, Yoongi não dava a mínima para a opinião dos demais, e realmente não se importava com o fato de Jungkook e Jimin estarem assistindo ele tentando arrancar as roupas do Beta completamente entregue.

- Tae?- Jeon chamou sentindo o irmão lhe rodear a cintura, já o puxando para fora dali.

- Ele não está te ouvindo...- Jimin riu apertando o mais novo em seus braços.

- Eles....- Tentou dizer mas o alfa não deixou.

- Sim amor, eles estão quase... Vamos subir.- Desconversou finalmente ficando a sós e deixando os outros dois a sós.

- O que foi aquilo lá em baixo?- O menor questionou ainda não acreditando.

- Aquilo? Não sentiu o cheiro de alfa naquela sala? Meu Deus Jungkook.- Jimin disse se deitando na cama.- Yoongi está no cio e atacou seu amigo Beta, já era.- Explicou como se não fosse nada de mais.

- Jimin precisamos ajudar o Tae, o Yoongi vai matar ele!!! Um alfa no cio não é nada carinhoso.- Disse desesperado indo para a porta no intuito de sair, porém, o mais velho entrou em seu caminho mais rápido do que quando levantou da cama.

- Calma, seu amigo não parecia preocupado com isso, nem nos viu...- Disse apertando a maçaneta entre a palma da mão.- Se ele pedir socorro vamos lá ok?- Sugeriu, Jungkook relutante pensou até concordar, até porque Jimin não iria deixá-lo sair tão facilmente.

- Coitado do Tae...- Falou baixo, frustrado por não saber como ajudar o amigo.

- Amor, Yoongi não vai machuca-lo, até porque ele tem um ômega e está marcado.. - Avisou deixando o menor muito mais surpreso.

- Yoongi tem marca?!- Repetiu.

- Sim, ele possui um ômega, não é engraçado? Pensa, nem se nossa conseguisse convencê-lo, não iria dar certo em lado algum, porque você tem marca e ele também.

- Que louco, uau.- Comentou surpreso parando pra pensar naquela situação por inteira.- Espera, mesmo com a marca ele pode sentir amor por outro alguém?- Questionou confuso e Jimin concordou dando de ombros.- Jimin, se você arranjar outra pessoa enquanto está comigo eu te mato!!!- Soltou por alto assustando o alfa.

- Tá maluco?!- Jimin riu deixando o garoto ainda mais bravo.

- Eu juro que te mato! Não vou admitir outra pessoa na sua vida!- Quase gritou, e o silêncio encantador de Jimin fez Jungkook querer gritar de verdade.

O alfa suspirou derrotado, surpreso com a possessividade do Jeon, assim tão de repente e tão fervoroso, gostava da ideia do ciúmes dele, de saber que Jungkook sentia raiva só de pensar na possibilidade de mais alguém entre os dois. Aquilo fez seu lobo sentir um ego tremendo de alastrar por todas suas veias, ajeitou os cabelos, mordeu os lábios se aproximando daquele pequeno que mantinha o punho cerrado e as bochechas coradas. O tomou pelo queixo, beijando seu maxilar, o deixando calmo para só então sussurrar em seu ouvido.

- Eu nunca serei capaz de amar outra pessoa além de você, nunca amarei alguém mais do que amo você, Jungkook você não faz ideia do tamanho do meu amor.- Disse em seu costumeiro tom grave e rouco, fazendo com que o ômega revirasse os olhos até que estes se fechassem e permanecessem assim.

Jungkook se sentia tolo, ingênuo e às vezes idiota por não saber dimensionar o tamanho do amor de seu irmão por si, mas todos esses achados eram apagados quando ele mesmo parava para pensar no quanto o próprio amava Jimin. Já tinha desistido de tentar entender como aquilo começou, como era possível e porquê diabos tinha que ser logo com ele, e isso realmente não fazia sentido e nem mesmo importava. Foda-se, estava feito, ele havia chego do nada, causado turbulências no casamento, causado separação, passado seu ciclo e agora estava lidando com as consequências, e a melhor delas era não saber dar tamanho e identificar o que sentiam.

- Eu acho bom você continuar me amando... Só a mim... E mais ninguém...- Ordenou entre cortado, não conseguia se concentrar nas palavras, afinal Jimin não largava seu pescoço um minuto, sempre o beijando, mordendo por cima da marca, lhe dando tantos arrepios que chegava a ser engolido pelas sensações.

E mais uma vez voltavam do início, ao beijo, as mordidas, as lambidas e o que quer que fosse que acontecesse depois, afinal tinham tempo.


Notas Finais


Prometo que volto logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...