História Brothers? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Our Crazy Family
Visualizações 12
Palavras 1.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Saga, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Somos irmãos mesmo?


Fanfic / Fanfiction Brothers? - Capítulo 1 - Somos irmãos mesmo?

 - Você dois são irmãos, têm a mesma idade e não são gêmeos? - perguntou uma menina loira numa sala de aula.

 - Exatamente. - disseram os dois jovens em uníssono.

 - O pai do Riku casou com a mãe quando a gente tinha uns seis anos. - disse o mais baixo com um meigo sorriso nos lábios e nos olhos castanhos, que eram do mesmo tom de seu cabelo.

 - Então vocês não são realmente irmãos...

 - É claro que somos. - respondeu o outro de forma grosseira com um olhar entediado. - Nós fomos criados juntos desde os 6 anos, é claro que somos irmão.

 - Riku que grosseria...

 - Isaac, você sabe que eu não suporto pessoas idiotas com perguntas idiotas. - Riku encarou seu irmão com uma pequena irritação em seus olhos negros.

 - Pare de chamar os outros de idiotas, Riku. - disse Isaac irritado retribuindo o olhar de seu irmão.

 - Desculpa se eu fiz alguma pergunta estúpida... - disse a menina um pouco desconfortável.

 - Não precisa...

 - Se tem tanta culpa então cai fora daqui. - disse Riku interrompendo seu irmão e deitando a cabeça em seu caderno negro. - Ninguém te chamou aqui em primeiro lugar. Não tem nada que eu odeie mais do que pessoas que se rastejam e se intrometem nas coisas sem serem chamadas.

 - Riku... - suspirou Isaac vendo a menina ir embora com um olhar triste. - Por que você é assim tão...

 - Antissocial?! Bruto?! Grosso?! - disse Riku ainda deitado sobre seu caderno. - Eu não preciso ser bonzinho com pessoas que não são da minha família. - Riku voltou seus olhos negros para seu irmão, o encarando de forma intensa. Isaac por sua vez corou levemente e desviou do olhar penetrante de seu irmão mais velho por poucos meses.

 Isaac e Riku continuaram na sala assistindo as aulas cada um de sua maneira. Riku sempre com uma expressão sonolenta, mas concentrado na matéria e Isaac com seu olhar atento ao professor, mas se distraía muito fácil. Depois que as aulas acabaram os dois seguiram juntos para casa como de praxe e foram pelo caminho conversando sobre a mesma coisa de todos os dias, a personalidade de Riku.

 - Eu queria poder estudar em casa, Isaac... - suspirou Riku desfazendo sua pose de garoto sério.

 - Mas a faculdade é tão divertida...

 - É óbvio que pro menino popular a faculdade seria divertida. - disse Riku irritado apertando a bochecha de Isaac, que apenas continuou andando e olhando pro horizonte. - Mas você esquece que eu odeio multidões.

 - Mas a nossa família é uma multidão, somos 18 irmãos lembra?!

 - É diferente... somos todos irmãos... - Riku soltou a bochecha de seu irmão e abaixou a  cabeça. - Mesmo que a maioria não tenha o mesmo sangue, ainda somos irmãos.

 - Você acha mesmo. Tipo, eu e você não temos a mesma mãe nem o mesmo pai...

 - MAS FOMOS CRIADOS JUNTOS! - exclamou Riku com um olhar triste. - A Milena é a minha primeira mãe, a primeira mãe que tive em toda a minha vida. Você não deve entender, sempre teve mãe e mesmo seu pai tendo morrido você teve ele também.

 - Em momentos como esse nós nos afastamos, ou melhor, você me afasta. - suspirou Isaac com um meio sorriso. - Riku... não se apegue demais ao seu passado. O importante agora é que somos irmãos, ou mais ou menos isso.

 - “Mais ou menos”... por que você reluta tanto em me considerar um irmão de verdade? Você sempre enche a boca pra dizer pros outros que é meu irmão, mas não consegue olhar nos meus olhos e me chamar de irmão, por quê?

 - Riku, isso é apenas coisa da sua...

 - Não é! você nunca me chamou de irmão como chama o Yago!

 - É porque eu e o Yago somos filhos da mesma mãe!

 - Então é por isso que não sou um irmão pra você? - Riku parou e se virou para encara Isaac.

 - É claro que você é...

- Então olhe aqui. - Riku puxou o braço de Isaac e o encarou intensamente. - Me chama de irmão. Essa vai ser a primeira vez e eu quero estar olhando dentro dos seus olhos quando ouvir.

 - Eu já disse antes...

 - Quando?! - Riku continuava segurando o braço de seu irmão e o encarando. - Desde que nossos pais se casaram você nunca me chamou de irmão. Por quê?

 - Você tá paranoico, Riku! - exclamou Isaac puxando o braço de volta e virando o rosto. - Isso é só coisa da sua cabeça.

 Isaac ficou quieto pelo resto do caminho e Riku o acompanhou um pouco atrás. Os dois chegaram em casa junto, Isaac com um semblante fechado diferente do comum e Riku estava com seu semblante natural sério e inexpressivo. Riku subiu diretamente para o seu quarto, que ficava no final do corredor no segundo andar, e Isaac, no propósito de evitar Riku que compartilhava o quarto com ele, ficou no primeiro andar no quarto de seus irmãos mais novos, os gêmeos Nicole e Nicolas. Nicolas não estava presente, então Isaac resolveu conversar com sua irmã que estava fazendo dever da escola.

 - Ele está cada vez mais paranoico, Nicole... - concluiu Isaac depois de contar toda a discussão que teve com Riku.

 - Será que é mesmo paranoia? - perguntou Nicole voltando seus olhos cristalinos para encarar a criatura triste que girava pateticamente na cadeira giratória. - Você acabou de confirmar que se sente estranho olhando pros olhos dele, certo?

 - Bem, sim... quando eu olho nos olhos dele é como se estivesse despido... ou numa situação vergonhosa...

 - E você não considera ele um irmão? De todos os seus 17 irmãos ele é o único que você não chama de irmão. Até o Willi que também é filho do papai você chama de irmão...

 - Mas é que é diferente... eu não sei como te explicar...

 - Você ama o Riku, né? - perguntou Nicole prendendo seus cabelos loiros.

 - Sim... nós fomos criados juntos apesar de tudo...

 - Não isso, idiota. Amor do tipo mais romântico, mais sexual... você ama o Riku.

 - ISSO É IMPOSSÍVEL! EU E O RIKU...

 - Você acabou de me dizer que não considera ele um irmão, que se sente  estranho quando ele te olha e ainda tá aflito com tudo isso. É obviamente amor.

 - Mas nós somos irmãos e homens...

 - Em primeiro lugar, você nunca chamou ele de irmão, e em segundo lugar homens também têm buraco.

 - Buraco?

 - Deixa pra lá. Agora vai pro seu quarto que eu quero fazer meu dever e ainda tenho que estudar pra prova de amanhã.

 - Mas o Riku tá lá...

 - Ótimo. Agora é só você chegar e dizer “Riku, eu te amo de forma sexual”.

 - Eu nunca...

 - Sim, sim. - Nicole levantou e puxou Isaac da cadeira. - Bem-vindo ao lado colorido da vida meu amado irmão mais velho! - exclamou Nicole sorrindo enquanto empurrava Isaac para fora de seu quarto e acenado antes de bater a porta em sua cara.

Isaac subiu as escadas e ao chegar em seu quarto viu Riku adormecido na cama da direita. Isaac se aproximou e acariciou os cabelos negros de seu irmão. “Amor? Isso é impossível... afinal nós somos irmãos... não somos?”


Notas Finais


Nem eu mesmo sei se isso seria ou não incesto....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...