História "Brothers" - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Harém Inverso, Irmãos
Visualizações 22
Palavras 1.560
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drabble, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiê pessoal? Tudo bom? Espero que sim em kkkk.

Então, tô trazendo mais um capítulo pra vocês e espero que gostem. Desculpem se estiver muito curto e sem criatividade.

Espero que curtam e boa leitura! (๑♡⌓♡๑)

Capítulo 7 - A aposta


Nós chegamos em casa e voltamos ao normal. Cada um pra um lado e eu só no quarto. O que falei com Ryan era verdade. Não iria fazer NADA até que eles me contem, apostamos nisso. Estou convencida de que vou ganhar isso, porque eu vou. 

Nem que o que eles estejam escondendo não seja pra mim, eu quero saber. Definitivamente quero muito saber. Hehehe, eu vou ganhar essa aposta!

{Ryan}

Assim que Suzan e eu chegamos em casa, ela foi pro quarto e eu encontrei os outros na sala. Estavam me olhando fixamente e Louis me pergunta:

- Onde diabos vocês dois estavam?! - veio em minha direção. 

- Orfanato. - respondi.

- O quê?! Nem me chamaram. - revoltou. 

- Suzan nem sequer me chamou, fui de intrometido. - ri. 

- Hm... descobriu alguma coisa? - dessa vez é Lucas.

- Sim. Suzan tá mesmo decidida de saber o que estamos escondendo. E... 

- E...? - Daniel deu continuação ao que eu dizia. 

- Ela apostou comigo que vai descobrir o que estamos escondendo. - dei um sorriso e fiz joinha com os dedos. Eles me olharam numa expressão de...raiva? 

- COMO?! Que merda você fez Ryan?! A gente NUNCA ganha nenhuma aposta. - Louis se revoltou mais ainda. 

- A gente, eu e você. Dessa vez somos quatro. - me referi aos outros dois. 

- Meu Deus cara, você me paga. - Louis se acalmou. 

- E o que você pretende mano? - Daniel pergunta. 

- Vamos fazer tudo que irrita, sermos nós mesmos. Suzan odeia bagunça, barulho, falta de educação e conversa alta. Vamos... provocá-la. - contei. 

- Haha, que jogo sujo... - resmungou Lucas. - Mas se for por Suzan, vale a pena. - acrescentou. 

Nós três olhamos pra ele numa expressão de raiva, e então Daniel diz:

- Não seja um puta egoísta, você sabe que não é só você que gosta dela. Maldito sádico. - xingou o irmão. 

- O que você tá falando? É tão seco que nem parece gostar da menina. - Lucas debochou do irmão mais velho. 

- Tsc. - foi a única coisa que o outro soltou antes de se retirar. 

{Dia seguinte: Suzan}

- Que merda! - já me levanto xingando, tô estressada desde ontem depois do orfanato. - Que barulheira é essa?! Vou lá bater nos meus irmã... Não. O que eles fazem não me importa. - falei sozinha. 

Me levanto e vou até o meu banheiro. Lá eu faço minhas higienes e troco de roupa. Olho minha calcinha e vejo... sangue. MERDA! Por isso tô estressada, a porra da TPM. E os idiotas lá fora não ajudam, ficam fazendo barulho. 

Vou até minhas gavetas e procuro por um absorvente ou um OB, mas não acho NADA, nadinha. Que droga... vou sair pra comprar com o dinheiro que papai Sebastian me deu. 

Prendo meu cabelo enorme e loiro em um coque junto a uma trança, visto minha roupa casual, uma saia e uma blusa, e me preparo pra sair. 

Ao pôr meus pés pra fora do quarto, eu vejo uma bagunça total. Roupas no corredor, coisas espalhadas... viro pro fim do corredor e vejo Louis, com cara de sono. 

- Bom dia, Suzan. - sorriu, mas vi um certo cinismo. 

- Bom dia o caralho, por acaso teve um apocalipse zumbi de noite enquanto eu dormia?! - revoltei, eu ODEIO bagunça. 

- Que estresse pequena, o que aconteceu? - dessa vez foi Daniel que do nada aparaceu na porta do outro quarto. 

- Não interessa. - respondi seca. 

- Que tal arrumar a bagunça, assim você não reclama. - Ryan que surgiu ao lado de Louis perguntou.

- Porque não sou empregada de NINGUÉM! - falei dando ênfase a palavra "ninguém". 

- Você está estressada Suzan, talvez seja... - Lucas apareceu no banheiro, onde eu estava em frente. - TPM? - completou.

Não evitei de corar com sua pergunta, aliás, era a verdade. Apenas os ignorei e saí dali. 

Fui até um mercadinho ali perto e parei no corredor de coisas íntimas. Fiquei em dúvida de qual pegar, eram muitos. Realmente muitos. Grandes, médios, pequenos, com aba, sem aba... aaaaah, peguei qualquer um e paguei.

Aproveitei e peguei no caixa uma barra de chocolate pra ver se me acalma, dizem que é bom. 

Voltei pra casa e como não vi ninguém, coloquei meu absorvente em cima da pia do banheiro e meu chocolate dentro do armário. Coloquei um absorvente e saí do banheiro. 

Fiquei tão puta com a bagunça quando vi, que fui pro meu quarto. Me esqueci de pegar o que comprei e por isso fui pegar depois de umas meia hora. 

Ao ir na cozinha, não acho meu chocolate. Vou até o banheiro e não vejo meu absorvente. Onde está...? Merda, haha. 

Vou até o quarto de Louis e Ryan e pergunto se eles viram. Louis está com o meu... chocolate na mão. Avanço em sua direção e tiro o MEU chocolate dele. Depois vou até o quarto de Lucas e Daniel e eles dizem não ter pego. 

Eu vou até o banheiro e procuro de novo. Está lá. Urfa...

Tomo um banho e coloco meu absorvente. É tão bom e ao mesmo tempo ruim. Eu tenho que melhorar meu humor, não gosto de ficar assim. É só que isso me estressou, "ficar de fora". 

Após me banhar, troquei de roupa no banheiro. Os rapazes estão desleixados... cueca no negócio do banheiro, escova de dente em cima da pia, toalha na porta...isso me irrita MUITO. Ryan e Louis sabem muito bem dis... espera.

Se eles sabem, estão fazendo pra me... provocar?

Hahaha, não acredito. Ryan deve ter pensado que fazendo isso eu iria me irritar, arrumar as coisas e desistir. Está muito enganado.

Fui criada num orfanato mas não sou burra, queridos. 

Se eles querem jogar, que comece os jogos. 

***

Estou na cozinha fazendo uma lasanha pra mim, já são quase 20:00, estou com fome. Daniel saiu, Lucas está no quarto, Ryan e Louis também, ou seja, posso ficar sozinha na sala. Meus irmãos não sequer falaram nada, nem aprontaram...bom, só deixaram as coisas largadas no chão. Mas eu passei por cima como se não fosse nada.

O microondas apita, avisando que minha comida tá pronta. Pego um prato, garfo, faca e vou direto pra sala. Como ninguém está vendo TV, eu aproveito pra assistir anime. Como não acabei Diabolik Lovers, eu decido terminar. Estou na segunda temporada, "More Blood". 

O anime em si é legal, personagens bonitos, sádicos e gostosos, mas o que me irrita é a droga da protagonista. Yui é uma batata. Se fosse eu nessa situação, eu não seria assim não ó. Euem! 

Estou assistindo de boas, tranquila, quando vem uma cólica. Uma cólica muito forte, nunca senti antes. Olha que eu menstruo há três anos, mas ultimamente minhas dores têm aumentado.

Termino de comer minha lasanha e vou pro meu quarto, não aguento, tô com muita dor. Antes de ir, decido perguntar mais uma vez a Ryan e Louis o que eles estão escondendo. Estão nessa palhaçada faz dois dias, casa uma bagunça, barulho demais... Tudo atoa, já que eu descobri o objetivo deles.

- Garotos, tô entrando. - bato na porta avisando e entro. 

- Ei Suzan, milagre. Precisa de algo? - Louis me pergunta. 

- Bom...quero saber até quando vocês vão esconder as coisas de mim. Somos melhores amigos não somos? Então! Parem de ficar me excluindo, sendo que até Lucas e Daniel tão envolvidos. - falei rápido, revoltada. 

- Ué, e a nossa aposta? - Ryan se pronunciou. 

- Ah, a aposta... está de pé, mas eu já sei o que vocês pretendiam. Me pirraçar. - sorriu cínica e sarcástica. 

- Eu disse que não daria certo... - Louis resmungou. 

- Acho que...eu ganhei a aposta, hehe. Então me conta, agora. - falei num tom autoritário, mas nem tanto. 

- Primeiro temos que chamar Lucas e Daniel. - Ryan me avisou, indo na minha frente até o corredor. Louis foi atrás dele e eu fiquei um POUQUINHO pra trás.

- Ai... - resmunguei pra mim mesma. Minha barriga dói, minhas costas também. Meu corpo tá fraco, mas... tenho que aguentar. Hoje eu descubro o que eles tão tramando. 

- Suzan? - Louis vêm até mim, que estou ainda no quarto deles. - Vem, vem. - me puxa pela mão, me lembra quando éramos menor e andávamos de mãos dadas. Haha. 

- T-tô indo. - mesmo com dor, fingi um sorriso. 

Cheguei na sala e lá estava Ryan, Lucas e Daniel. Me assustei por estarem todos ali, mas logo me sentei no sofá. 

Tô começando a suar frio, tremer, ter for de cabeça...deve ser ansiedade. 

- Então, você ganhou a aposta. Vamos contar. - Ryan disse. 

- O-ok. - afirmei. 

- Nós esta... - Ryan é cortado por Daniel. 

- Você tá bem, pequena? - eu estava de olhos fechados, tentando parar de sentir dor. Era impossível, eu tô passando muito mal. - Pequena? 

- Eu! O que? - perguntei assutada após ouví-lo chamar-me.

- Suzan, você tá pálida, tá tudo bem? - quem me pergunta é Lucas. Os garotos se entreolham.

- E-estou... só preciso de ir ao banheiro, sabe...haha. - digo sorrindo pra disfarçar. 

Ao me levantar, eu vejo tudo rodando e minha vista escurece. Foi apenas o que vi antes de desmaiar. 



Notas Finais


Eita, Suzan desmaiou. Por quê será...? Descubra no próximo capítulo.

Espero que tenham gostado desse e até o próximo! (*˘︶˘*).。*♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...