História Brothers:: hyunin - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Hwang Hyun-jin, Yang Jeong-in
Tags Boyxboy, Changbin, Cherryblossomsafterwinter, Felix, Gay, Hwanghyunjin, Hyunin, Hyunjin, Itzy, Jeongin, Jeongin hyunjin, Jisung, Mangá, Manwa, Minho, Skz, Straykids, Yangjeongin, Yaoi, Yeji
Visualizações 109
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - 14:: Melhor sensação!



Hwang Hyunjin


Os pingos de chuvas que caiam, já estavam em sintonia com o próprio guarda chuva, que o garoto segurava. O céu já estava se escurecendo, estava sentindo o cansaço percorrer por todo o seu corpo. Caminhar por quase horas um caminho atrás de algo que ao menos saberia onde poderia se encontrar, não estava sendo nada fácil. Porém de algum jeito, mesmo com a chuva, que a cada minuto se avolumava, ele não iria abandonar o seu objetivo. Poderia se passar o tempo que fosse, Hyunjin não iria voltar para casa sem Jeongin.


Seus passos não tinham um rumo certo, não fazia ideia de onde poderia encontrar aquilo que estava procurando. De modo algum isso poderia lhe desmotivar. Parecia que estava dando voltas pelo bairro, a cada rua que passava, parecia já ter procurado por aquele local.
Certa rua estava sem muita iluminação, apenas algumas luzes dentro de casas, porém antes que pudesse dar meia volta, antes mesmo de pensar que já tivesse passado por ali, reconheceu aquela praça, o bendito lugar que consumia grande parte do tempo dos garotos. Competir para ver quem era o mais rápido pedalando as bicicletas, já tinha virado um dos mais de vários passatempos dos meninos. Jeongin sempre acabava ganhando de Hyunjin, que as vezes se arrependia de apostar os carrinhos de sua coleção naquilo. Segundo ele mesmo Hyunjin sempre cantava a vitória, antes mesmo de tentar.


Um pequeno sorriso se formou em seus lábios que estavam entreabertos, apenas de lembrar de todos os bons momentos que passou ao lado de seu amigo, era incrível. Alongou seus passos até o lugar, em instantes já se encontrava presente ali. Como já estava se escurecendo não havia tantas pessoas assim, a extensão daquele lugar lhe deixava mais indeciso, tinha várias opções de onde poderia começar sua busca. Porém apenas o fato de ser um local plano parecia bem mais fácil!
Caminhou entre as poucas pessoas presentes ali, analisando o rosto de cada uma. Parecia um completo idiota fazendo aquilo? Com certeza, porém para ele seria necessário. Depois de falhar em boa parte de sua busca, o cansaço agora assumiu o controle de seu corpo. Resolveu se sentar em um dos muito bancos vazios do parque, conseguia ouvir a própria respiração, seus batimentos estavam mais rápidos do que o normal. Seu olhar percorria por cada canto da praça, afinal a esperança é a última que morre! Durante seu tempo de descanso várias perguntas se formavam em sua cabeça, o que exatamente aquela garota tinha dito para fazer Jeongin ignorar Hyunjin daquele jeito?


Realmente não foi nada agradável se envolver com tal pessoa.


O som de sua respiração ofegante se misturava com os barulhos dos pingos de chuva que caiam sobre o guarda chuva, até mesmo os carros que passavam ao fundo. O som alto da buzina percorreu por todo os lados, o que fez com que o garoto perdesse totalmente sua concentração. Se assustou ao ouvir o quão alto foi o barulho, levantou parte do guarda chuva que cobria metade de sua visão, percebeu alguém rapidamente desviando de um carro, certamente dono do som de buzina, não demorando para se afastar da rua, chegando o mais perto de onde o garoto se encontrava. Apenas por conta de sua roupa de colegial, por sua mochila, já entregava tudo. Seu guarda chuva agora já se encontrava no chão, o moreno se ergueu apressado, assim deixando o objeto que segurava ser totalmente deixado de lado, o que chamou a atenção de sua presença, que deixava transparecer totalmente o espanto em seu olhar. Seus fios estavam todos molhados, grande parte colada a sua testa, igualmente a suas roupas, estavam todas encharcadas, dava para perceber pela cor do uniforme. Em instantes ambos já estavam próximos o suficiente para deixar a emoção tomar conta, Hwang envolveu seus braços sobre o pescoço do garoto, juntamente mais seus corpos em um forte abraço.


– H-hyunjin! – Já entre os braços do garoto, sem qualquer outra reação, viu se obrigado a retribuir o afeto. Tentava conter, parecia não lhe ter muitas lágrimas.


– Jeongin! – Ele se afastou o máximo para poder ver o rostinho do garoto.
– Por que saiu assim? – Levou suas mãos até às bochechas de seu amigo, passou seus polegares pelo local, secando algumas lágrimas que estavam caindo. Jeongin não conseguiu, deixou suas últimas lágrimas caírem, os soluços também já estavam se manifestando. Sentia suas bochechas ficarem quentes, estavam com um leve tom rosado, logo abaixando sua cabeça para não transparecer tamanha vergonha. Hyunjin apenas lhe puxou, lhe envolvendo em outro abraço.
– Eu disse que poderia contar comigo se precisasse! – Suas mãos agora estavam sobre os cabelos do menor, fazendo carícias em seus fios.


– Me desculpe Hyung, eu não deveria nem estar chorando! – Jeongin se afastou totalmente do outro, agora passando a manga de sua roupa por todo o seu rosto, secando suas lágrimas.


– Ei, o que a Yeji falou para você? – Chamou, ganhando totalmente a atenção de Jeongin. Que tentava a todo custo não encarar Hyunjin, porém sentia o olhar do maior sobre ele, o que lhe deixava desconfortável.


– Ela só disso que não poderíamos ter nada! – Passou novamente as mangas da roupas pelo rosto, agora na tentativa de não encarar o outro.
– Por um lado ela tem razão!
– Respirou fundo antes de prosseguir. Voltando a fitar o moreno. – Aquele beijo... – Deu uma outra grande pausa.
– Não significa que temos alguma coisa por causa daquilo, não é? – Forçou um sorriso para Hyunjin.


– Então, quer dizer que não significou nada para você? – Por um momento tinha se arrependido do que tinha dito. É claro, significou muito! As vezes não deveria abrir sua boca.


– Não, não, eu só quis dizer que... – Seu olhar que antes não estava sobre o garoto, agora permanecia apenas nele.


– Você é mesmo ruim com essas coisas Jeongin! – Balançou sua cabeça, deixando uma risadinha escapar. – Sabe que eu gosto muito de você não é? – Jeongin sorriu com resposta ao garoto, voltando as pressas aos seus braços.


– Eu também! – Apertou suas mãozinhas sobre a roupa do maior. – Gosto muito de você. – Sua fala estava alegre, alegre o suficiente para fazer que Hyunjin percebesse. Ele passou seus dedos sobre os lábios de Jeongin, chegando o mais próximo que faltava para que seus lábios pudessem tocar o de Yang. Aquilo era o que Jeongin precisava, seu coração disparava, parecia sem jeito, apenas se deixou ser levado por sua vontade. Ficaram ali por um bom tempo, era como se fosse necessidade de ambos.
Percebia o sorriso de Hyunjin entre os toques. Aquilo lhe acalmava, lhe deixava feliz, boa parte de seu corpo se sentia leve.


A melhor sensação que já sentiu!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...