História Brothers (Yaoi) - Capítulo 103


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Brothers, Gay, Gêmeos, Lemon, Lgbt, Yaoi
Visualizações 30
Palavras 605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 103 - Capítulo 103


 Já tinham se passado alguns meses dês de o dia em que Kei havia ido embora, Yama e eu decidimos dar uma volta por ali, e quem sabe não encontrar com Haru-chan, por mais impossível que isso poderia parecer. Mas foi o que aconteceu, enquanto passávamos naquela rua podemos ver Haru sentado em frente ao portão do loiro, tinha consigo fones de ouvido e estava trajado de preto, como sempre. 


 - Haru-chan! - Gritei e fui atrás ele correndo, enquanto Yama vinha de vagar em nossa direção, Haru estava sentado e não tinha percebido a presença dos gêmeos no local. - Haru! - Balancei o garoto até ele me olhar, seus olhos estavam marejados e suas paltebras caídas e olheiras horríveis. 


 - Meu Deus! - Yama encarou o moreno surpreso com sua aparência velha. 


 - Por que vocês estão aqui? - O garoto perguntou com a voz triste a sonolenta. 


 - Você está bem, Haru? - Yama pergunta preocupado. 


 - Estou de castigo. - Fez bico e se levantou abraçando os velhos amigos. 


 - Não estamos falando disso, sua aparência está assustadora! - Disse nada gentil, recebendo um bar mortal de Yama. 


 - Ah... Eu estou tendo insônia, não se procupem comigo. 


 - Você disse que está de castigo, por que você está aqui fora então? 


 - É meu castigo, não é óbvio? Eu saia com o Kei antes, mas eu não tenho mas com quem sair! Então comecei a ficar só em casa o tempo todo, mamãe mandou eu parar de fazer drama e me colocou para fora, agora preciso ficar aqui. 


 - Então você só tem que amar de casa? Vamos dar uma volta com a gente. 


 - Não quero. - Haru se senta no chão novamente. - Eu vou ficar aqui e esperar dar seis da tarde. 


 - Haru. - Yama metralha o pequeno com os olhos. - Você vai com a gente, Makoto, vai falar com a mãe do Haru que nos vamos levar o filho dela apara comer uma pizza. 


 Fui até a casa de Haru, eles tinham uma casa pequena e humilde, mas bem arrumadinha e bonitinha, toquei a campainha e logo a mãe de Haru chega no portão com sua aparência emburrada de sempre.


 - Oi tia. - Falo em um sorriso, a mulher não tinha nada contra nós, só não gostava do Kei, chamava ele de "playboyzinho metido a rico", o que o loiro não era. 


 - Ah, Yama! - Ela sorriu de lado. - Você quer alguma coisa? 


 - É Makoto, tia. - Passei a mão nos cabelos. 


 - Ah, Makoto, onde está o seu irmão? 


 - Ele está ali. - Apontei para o outro lado, me arrependi de primeira, Yama e Haru se debatiam para Yama conseguir pegar Haru nas costas. - Ah... 


 - Pretendem levar meu filho para algum lugar? - Ela perguntou sorrindo de leve. 


 - Queríamos pedir sua permição para levar essa criança para uma lanchonete, ele está tão abatido. 


 - Ele está assim dês de quando o loiro foi embora. - Ela cruzou os braços - Ele era uma má influência para meu filho, Haru sempre estava com as roupas fedendo a bebida e só sabia falar dele, desconfio que aquele nojento tinha má intençoes com meu filho. - Ela dizia criticando Kei. 


 - Kei é uma boa pessoa tia, ele era gentil e sempre cuidou do Haru, as roupas certamente ferias graças às pessoas amigas do Kei, que viviam embreagados e Haru como viva lá, as vezes tomava banho de bebida, Kei nunca deixou o seu garoto beber. 


 - Fala sério? - A mulher perguntou surpresa. 


 - Sim. - Sorri. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...