História Brown - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Ed Sheeran, Josh Devine, Justin Bieber, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Ed Sheeran, Harry Styles, Josh Devine, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags 5 S, 5sos, Cashton, Hosh, Jarry, Jiall, Jiam, Jouis, Jozianourry, Larry, Lilo, Lirry, Losh, Muke, Narry, Ned, Niam, Nosh, Nouis, Nustin, One Direction, Zarry, Ziall, Ziam, Zianourry, Zosh, Zouis
Visualizações 152
Palavras 1.731
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - Capítulo XXXII


Fanfic / Fanfiction Brown - Capítulo 32 - Capítulo XXXII

P.O.V. Zayn Malik

Uma semana tinha se passado desde a confusão do beijo entre o Niall e Justin, eu ainda queria bater no Bieber por beijar um dos meus namorados, mas já tinha entendido o que tinha rolado e queria ajudar Justin a ficar com Ed, só não sabia como ainda.

Mas antes de ser o cupido dos dois, eu precisava juntar um outro casal, Harry e Josh. Com o passar do tempo as coisas entre os dois foram melhorando, eles já não brigavam fazia tempo, mesmo assim Styles ainda implicava um pouco com Devine, que graças a Deus não dizia nada.

No início da semana, para ser mais exato na terça feira, Josh tinha levado um tombo feio de moto. Não foi nada grave, mas ele precisaria de uma semana de repouso e não iria poder movimentar o braço esquerdo e nem andar por causa da sua perna direita, ele não tinha quebrado nada, foi só uma luxação simples, alguns poucos pontos na testa e no queixo e uns roxos espalhados pelo corpo.

Como Horan estava tendo uma semana cheia com shows, ensaios, entrevistas e várias outras coisas, Louis não quis contar para ele e todos nos concordamos com isso. Ontem Niall descobriu e lógico que deu um chilique por termos escondido o pequeno acidente do Josh dele.

Estávamos no quarto do Horan, já que a cama tinha sido feita sobre medida para que coubesse perfeitamente seis pessoas, eu achei um exageiro, mas Niall queria porque queria essa cama, mas para ser sincero, agora eu acho ela de extrema necessidade, assim eu posso ficar junto de todos os meus namorados na mesma cama. Eu estava entre Harry e Josh, já Liam estava ao lado do Devine.

Juro que estava tentando prestar atenção no filme, mas a única coisa que eu conseguia pensar era em como unir mais os dois ao meu lado.

- É ISSO – eu gritei sentando na cama.

- É isso o que? – Harry me olho sem entender.

- Vem comigo Liam – eu já esta em pé.

- Espera ai, agora é a hora que a ruiva vai... – o interrompi.

- Vem logo – puxei Payne da cana até que ele ficasse de pé e depois o puxei para o quarto que eu dividia com ele, o percurso foi feito todo ouvindo ele reclamando que queria terminar de ver o filme, que ele já tinha visto inúmeras vezes e até sabia todas as falas.

Assim que entramos no quarto eu o joguei na cama e fechei a porta.

- Eu tive uma ideia para juntar aqueles dois babacas.

- O Ed e o Justin? – ele me olhou com duvida.

- Não - respirei fundo – O Josh e o Harry.

- Z a gente já fez de tudo para juntar eles e nunca da certo.

Realmente, a gente já tinha feito várias coisas para juntar os dois.

- Sim, eu sei – me sentei do lado dele – Mas dessa vez vai dar certo. A gente só tem que deixar os dois sozinhos por um tempo... - Payne me interrompeu.

- Já fizemos isso e você lembra que não deu em nada, não lembra?

- Lógico que lembro, só que agora temos um fator ao nosso favor – Liam me olhava sem entender – O Josh não pode se movimentar muito, então ele vai depender do Harry para ajuda-lo em algumas coisas.

- Mas como a gente vai fazer para deixar os dois sozinhos? Harry não cai querer ficar.

- Deixa tudo comigo baby – dei um selinho nele - Eu sei o que estou fazendo.

____________________

- São só alguns dias amor – eu mexia nos cabelos do Harry que estava emburado.

- Eu não quero ficar sozinho com ele, me leva junto – Styles me olhava com os olhos pidões.

- Você sabe que se eu pudesse te levaria, mas além da empresa não permitir você precisa terminar os seus trabalhos da faculdade ou não irá se formar.

- Droga – Harry bufou.

Deixar Devine e Styles sozinhos até que foi fácil. Eu e Calum tínhamos um congresso para ir representando a empresa, Liam ia participar de umas palestras em outra cidade, já Luke e Ashton foi só dizer que eu traria algum presente para eles da viagem para convence-los a ir passar o final de semana na casa dos pais.

- Você vai ter que cuidar do Josh – olhei sério para o Styles.

- Porque ele não vai para a casa dos pais dele também?

- Baby, você sabe que além do Josh não querer preocupa-los ele precisa ficar com a perna pra cima e não daria muito certo ele viajar agora.

- Isso não é justo – Harry sentou-se – Vocês todos vão viajar e eu vou ter que ficar de baba.

- Amor – me sentei atrás dele – Não faz assim, por favor – o abracei – Faz isso por mim – beijei o pescoço dele, eu sei que isso é jogo sujo, mas era melhor assim – Faz isso pelo seu Z – eu disse manhoso.

- Que jogo sujo Z – o apertei mais – Como não tem outro jeito mesmo – ele bufou.

- Obrigado.

- Vamos? – Liam apareceu na porta – Já está tudo pronto lá em baixo.

- Fica comigo Li – Harry já estava grudado em Payne.

- Não faz essa carinha amor – eles se beijaram e porra só de vê-los assim já me dava um tesão imenso – Você sabe que eu preciso dessas horas extras.

Na verdade, Liam já tinha mais de 60 horas a mais das 120 que a faculdade exigia para se formar em algum curso.

- Eu não quero ficar aqui com ele – Styles cruzou os braços.

- Parece uma criança mimada, até o Josh que precisa de cuidados não está fazendo todo esse... – Harry não esperou que Payne terminasse e se soltou dele saindo do quarto resmungando alguma coisa incompreensível – Você acha que isso vai mesmo dar certo?

- Para ser sincero eu não sei, mas estou torcendo tanto para que dê certo.

A despedida foi horrível, sempre que eu me despedia dos meus namorados era horrível, mas dessa vez era por um bem maior e por isso eu seria forte.

Fiz questão de passar algumas instruções para o Harry na frente do Josh, coisas simples e outras nem tanto. Como por exemplo, tomar os remédios e fazer todas as refeições nas horas certas, ajudar o Devine com o banho e não o deixar sozinho já que ele podia sentir alguma dor muito intensa e não conseguir chamar o Styels, sei que não era necessário isso tudo, mas eu queria aproximar eles dois, então acabava sendo preciso sim.

P.O.V. Autora

Assim que se viram sozinhos em casa, Josh e Harry ficaram em torno de meia hora olhando para o nada e calados.

- Eu estou com fome – Devine olhou para Styles.

- E?

- Harry – Josh cruzou os braços – Pega alguma coisa pra mim.

Styles resmungou, mas levantou-se e foi em direção a cozinha. Preparou um sanduíche para cada e um suco de laranja voltando para a sala logo depois. Os dois comeram em silêncio, Devine teve um pouco de dificuldade para comer já q o braço que ele tinha mais coordenação para isso estava imobilizado.

- Eu vou lavar as vasilhas, fica quieto ai que eu já venho te levar para o quarto, não quero que você se machuquei mais – Harry disse sem pensa.

- Você está preocupado comigo?

- Lógico que não, só não quero que os meninos briguem comigo por não cuidar direito de você.

Styles recolheu o prato e os copo, assim voltando para a cozinha. Assim que terminou de lavar e guardar o que tinha sujado levou Josh para o quarto dele, o que foi uma tarefa difícil, era mais fácil com duas pessoas, assim Devine podia se apoiar melhor.

- Você fica ai, eu tenho que terminar alguns trabalhos.

- Vai me deixar aqui sozinho? – Josh questionou quando Harry já se virava em direção a porta.

- Porque você não termina os seus trabalhos? – Styles foi até a mesa e pegou o computador e a mochila de Devine os colocando sobre a cama.

- Eu já terminei, se você quiser eu te ajudo.

- Não precisa, estou quase acabando – Harry mentiu, ele nem tinha começado dois dos três trabalhos que ele tinha para entregar na próxima semana.

- Ok – Josh disse baixo vendo Styles sair do quarto.
Algumas horas se passaram e a casa permanecia em silêncio, até. 

- HARRY.

Styles bufou e foi até o quarto de Josh.

- O que você quer?

- Pega o controle da televisão pra mim.

- Você me chamou só para isso? – Harry o olhou com raiva.

- Você sabe que eu não posso me apoiar em um dos meus pés e se eu caísse tentando pegar o controle?

- Folgado – Styles pegou o controle remoto e entregou para Josh – Se vosa senhoria não precisar mais do seu humilde criado eu irei me retirar magestade.

- Gostei, você pode me chamar de majestade a partir de agora.

- Idiota – Harry saiu bufando do quarto de Josh voltando para o seu.

---------

Algumas horas mais tarde e Harry se arrependia amargamente de não ter aceitado a ajuda de Josh, era muita coisa para se fazer.

- Droga eu não tinha que ter deixado para fazer esses trabalhos hoje, eles já deviam estar prontos.

O relógio em cima da mesa já marcava mais de oito horas da noite e Styles precisava fazer o jantar, Devine tinha que tomar um remédio as nove. Por isso Harry deixou para mais tarde os trabalhos e desceu para a cozinha, preparou algo fácil e rápido, arrumou dois pratos em uma bandeja e foi em direção ao quarto de Josh.

Ao chegar no quarto, Harry viu Devine dormindo serenamente. Colocou a bandeja sobre a mesa e se aproximou da cama com o intuito de acordar Josh para comer, mas acabou se distraindo enquanto observava o quanto ele parecia fofo com aquele biquinho e abraçado ao travesseiro como se ele fosse um ursinho de pelúcia.

Styles ajoelhou-se próximo a cama e não resistiu em fazer um carinho suave em uma das bochechas de Josh.

- Os lábios dele são tão bonitos – Harry mordeu o próprio lábio inferior – Bem que eu podia... Não Harry, você não pode nada... Mas é só um be... Tire essa bobagens da cabeça... Só um... – Styles se aproximou de Devine.

- Harry o que está fazendo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...