História Bruna - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 12
Palavras 641
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


OIEEE sou eu :u
Bom eu estou trazendo um short fic, é bem curta mesmo (eu espero), eu escrevo pouco então né.
Provavelmente vai estar um lishu mas eu espero que gostem mt.
Como sempre, imagens aleatórias.
Desculpem os erros e BOA LEITURAA <3

Capítulo 1 - Princípio


Fanfic / Fanfiction Bruna - Capítulo 1 - Princípio

●                    ●                 ●


Oi, meu nome é Júlio. Eu estou mudando de escola novamente por causa de Bullying. Tive depressão pós-traumática após a brincadeira de mal gosto que fizeram com o meu amigo de escola, que também sofria Bullying. Qual o resultado disso? Ele morreu. Passei 6 messes trancado no quarto por conta disso. Depressão é horrível, por isso, não brinquem com isso. Depois dos últimos messes superei a depressão e hoje me sinto muito melhor, mas ainda sentindo quele sentimento. O trauma. Olhei para a minha antiga escola e disse a mim mesmo que tinha que mudar de vida. Finamente eu entro em uma outra escola. Será que vai ser diferente? Não sei.


Escola de ensino médio Futuro próximo. 


Segunda feira, 6:58 da manhã. 


Olho para minha nova turma. Parece que não vai ser diferente das outra que já passei. A professora me apresenta para turma e consigo visualizar bem o rosto de todos os indivíduos ali. Eu sempre fui atento aos mínimos detalhes nos rostos das pessoas. Todos se apresentaram e eu sentei. Os que alunos que mais me chamaram atenção foram o Adriano; 1,85 com estrutura corporal média-alta, cabelo loiro por cima e preto dos lados. Era um funkeiro charvoso com certeza. Tinha a Gabriela; 1,80, loirinha dos cabelos longos, estrutura corporal média e olhos azuis. Uma 10/10. Ela era linda de mais. Dava até vergonha de olhar pra ela de tão linda. E tinha uma garota que me intrigou. Era a Bruna. 1,75, cabelos curtos e bem negros, estatura corporal média e olhos também negros. Uma 9/10. O estilo dela era tipo Dark, mas ela não parecia rokeira. O que mais me chamava atenção era a expressão dela. Era idêntica a minha, como se também tivesse um trauma. Era como me olhar no espelho, mesmo eu não sendo mulher. A garota me olhava fixamente nos meus olhos e eu sentia frustração e ao mesmo tempo curiosidade. Eu não conseguia parar de olhar seus olhos negros e mortos. Até que ela desviou o olhar e assim eu também fiz. O restante da aula eu tento me isolar daquela galera que em alguns momentos parecia minha antiga turma, isso me deixava meio pra baixo. Mas havia uma luz em forma de sorriso colgate. O sorriso da Gabriela. Aquele sorriso me fazia levantar, mas eu não tinha coragem de chegar nela. Em um certo momento eu sinto alguém me observando, era a Bruna. O que diabos ela tem? Paro de pensar nisso quando escuto o som do toque do intervalo. 


Eu sai da sala, sentei em um lugar aleatório e comecei a pensar sobre a minha situação naquela escola. Eu não tenho amigos. Tento socializar depois desse pensamento mas eu só passo vergonha. Só o meu jeito de falar me fez precer um mongol. Tentei com todo mundo menos com a Bruna, então eu pensei que não custaria nada falar com ela. Eu fui falar com ela mas ela veio com "sai daqui seu lixo". Isso me deixou meio bolado e frustrado, não pela resposta mas sim pela cara de ódio que ela fez. Parecia que ela me odiava mesmo antes de eu a conhecer. Ela seguiu o rumo dela e eu o meu. E continuou assim por cinco meses.


O bom de lá, era que os funkeiros não mexiam comigo, só me apelidaram de cavaquinho. Quem bota um apelido desses numa pessoa? Mas foda-se. A Bruna continuava me evitando e a Gabriela cada dia mais linda. Eu nunca vi uma garota tão linda quanto ela. Depois de muito conviver com os funkeiros charvosos, eu comecei a ficar ousado. Isso fazia parte do meu plano de mudança. 


Um certo dia eu estava na sala de boas depois do intervalo, eu estava observando o movimento da sala mas meu foco era a Gabriela. Em um certo momento meus sentimentos ficaram agudos quando...


•      •     •


Notas Finais


Obrigada por lerem. Sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...