História Brutasha - Mais que uma história, uma vida! - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Tags Bruce Banner, Brutasha, Hulk, Natasha Romanoff, Viuva Negra
Visualizações 98
Palavras 674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E é com esse friozinho que stá aqui no Rio de Janeiro que eu venho trazer mais um capítulo da fic desse nosso casal M-A-R-A kkk
Espero que vocês gostem e boa leitura *-*

Capítulo 3 - Está comprovado, somos pais


Fanfic / Fanfiction Brutasha - Mais que uma história, uma vida! - Capítulo 3 - Está comprovado, somos pais

Suíte do casal

Natasha ainda estava no banho, mas Bruce começou a falar mesmo assim, já que sabia que ela teria como ouvir:
- Amor! (o moren chamou)
- Fala doutor! (disse a ruiva com uma voz carinhosa)
- Você não vai acreditar no que aconteceu.. (falou abrindo um leve sorriso no canto da boca)
- O que houve? As crianças estão bem? ( Romanoff perguntou levemente preocupada)
- Não é nada com as crianças. O que eu quero te informar é que a Mel se parece com você muito mais do que imagina
- Por que você está falando isso? (perguntou curiosa)
- Você sabe que eu já li várias histórias de princesas para ela...
E você sabe que ela gosta... (deu uma pausa)
- E qual o problema? (a ruiva perguntou sem entender qual era a questão)
- Hoje, depois do fim da história, ela me perguntou porquê as "pincesas" não salvam os "píncipes" ( Banner falou imitando a filha)
- Essa é minha filha! (comemorou alegremente e rindo)
Uma mulher pode fazer qualquer coisa que quiser.....( deu uma longa pausa)
Mas agora, quero te mostrar uma coisa

Bruce estava sendo na cama em frente a porta do banheiro quando a mesma se abriu:
- Por que você "tá" demorando tan....UAU! (teve a fala interrompida ao ver a imagem da esposa)

Natasha estava usando uma lingerie preta que realçava todo o seu corpo e que fez seu marido, praticamente, babar:
- Que tal a gente parar de falar um pouco nas crianças...(a ruiva foi andando em direção à ele)
Aproveitar que elas dormiram e namorar um pouquinho ( ela estava com um andar gracioso, sedutor, um olhar sedutor, uma sedutora nata)

Ao chegar perto, Romanoff sentiu a excitação do marido e ficou com mais desejo ate que, para finalizar, a ruiva chegou perto do ouvido do amado e, ao pé da orelha, lhe disse sensualmente:
- Eu estou morrendo de saudade do meu marido (Natasha disse e depois manteve um contato visual que fez com Bruce perdesse o ar por uns minutos)
- E eu da minha esposa (disse-lhe ao passar a mão pela nuca da amada que fechou os olhos para apreciar o toque)

Natasha e Bruce começaram a se beijar e, conforme os segundos se passavam, as coisas esquentavam. Afinal de contas, eles se tornaram pais, não mortos. Natasha arrancou a camisa de Bruce e o mesmo se desfez das calças. Os beijos continuaram até que Banner jogou a ruiva na cama. Ao subir pela cama, o marido beijava cada parte do corpo da esposa que respondia aos carinhos com gemidos abafados:
- Meu amor, minha musa....(ele lhe beijava e ela o arranhava)
- Meu marido, meu amor (ela dizia enquanto o deixava completamente arrepiado)

Ambos voltaram a se beijar, mas quando o doutor tirou a calcinha da esposa, um choro foi ouvido pela babá eletrônica e um balde de água fria foi jogado nos dois. Natasha levantou e viu que era Dylan:
- Deixa que eu vou amor, você voltou do quarto da Mel a pouco tempo 
- Tudo bem, vai lá ( Banner disse um pouco triste)

Logo depois da sáidada ruiva, o doutor virou para o lado e deu um grito abafado nos travesseiros e depois riu. Estava visivelmente excitado e cheio de desejo, mas não podia ter sua esposa, pelo menos não naquele momento. Apesar de ser um pouco triste, aquilo não lhe irritava, pois para ele a vida estava perfeita.

Após vinte minutos, Natasha voltou para o quarto pronta para passar a noite acordada, mas ao focar a cama, a realidade era outra. Bruce estava deitado, dormindo lindamente.

O olhar de Natasha para Bruce era tão apaixonado que seus olhos chegavam a brilhar. Depois de observar o marido por alguns minutos, a ruiva se dirigiu a cama, o cobriu com o edredom e se aconchegou ao seu lado:
- É meu amor, está comprovado, somos pais

Após a frase, não demorou muito e Natasha caiu no sono fazendo com que a casa ficasse completamente silenciosa.


Notas Finais


Tadinho do Bruce, a cada kkk era uma lágrima...rsrs
E aí, o que vocês acharam?
Comentem aqui embaixo que eu adoro ler e responder :)
Obs: aproveitem os capítulos enquanto está tudo na paz...Ops, já falei demais kkk *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...