História Bruxinha travessa - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Bruxa, Diversos, Drama, Ficção, Imaginação, Mundo Magico, Vampiro
Visualizações 9
Palavras 430
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Classe SS? Mas como?


Meus cabelos ficam horríveis com esse tempo, eu tenho cabelos pretos, mas não são nem lisos nem enrolados, acho que tá mais pro meio termo, Porém minha mãe maravilhosa fez um feitiço pros meus cabelos ficarem lisos e ninguém sabe como realmente são (risada maléfica), mesmo lisos eles embaraçam, eu não gosto da natureza, insetos, água, vento forte e muitas coisas ruins. Thai gosta mais do que eu, ela tem cabelos cor de rosa e em qualquer tempo sempre fica lindo e maravilhoso (também né ela é uma sereia), Tsuy tem cabelos escuros, não diria preto, mas marrom, são ondulados e ele deixa crescer um pouco (imagina como seria lindo o cabelo do nosso filho [vocês nunca leram isso]). 

A professora que está comandando a excursão é a senhorita Sweet, eu sei que é um sobrenome engraçado, mas eu particularmente acho que combina com ela, já que ela é muito legal, bonita e doce <3, ela queria que viéssemos pra conhecer sobre nossos antepassados. Nesse dia fomos para um museu da magia, nele haviam registros de magia com milhares de anos, eu fiquei impressionada, uma garota da minha sala conhecida por ser muuuuito nerd olhava aquilo como se tivesse vivido na época e explicava para todos os alunos o que significava, claro que ninguém prestava atenção (risada de zueira misturada com vergonha por estar rindo).

Tinha um objeto estranho em uma caixa de vidro e eu perguntei pro moço que trabalhava lá o que era e ele disse que só podia tocar quem era de classe SS, pois era um objeto mágico antigo muito poderoso e a caixa de vidro possuía uma magia que protegia qualquer pessoa para que pudesse se aproximar. Eu disse pro moço que meus pais eram de classe SS e talvez eu pudesse ser também, ele se admirou e olhou pra mim como se não acreditasse que eu pudesse ser filha de um casal classe SS, ele tirou um equipamento da bolsa e pediu pra eu colocar o dedo e ficou verde, eu me assustei e ele também. EU SOU MESMO CLASSE SS. Mas como? Por que? Cadê meus poderes? Me senti feliz e confusa.  

Eu peguei o objeto na mão e era um lindo cristal brilhante e quando eu olhava pra ele eu tive uma visão muito estranha, não entendia o que era e depois eu entreguei o cristal pro moço disfarçando meu medo e ele o guardou e me parabenizou e disse que eu tenho muito potencial. Eu me juntei aos meus amigos ainda me sentindo estranha É MUITA INFORMAÇÃO PRA TÃO POUCO TEMPO.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...