História Bruxinha travessa - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Bruxa, Diversos, Drama, Ficção, Imaginação, Mundo Magico, Vampiro
Visualizações 8
Palavras 449
Terminada Sim
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Chegando em casa - Tsuy continua estranho


Oi povinho eu sou a Luka. Depois de acordar cedo e ouvir sobre o que aconteceu ontem eu percebi que essa viagem só me fez ficar confusa, preciso conversar com meus pais sobre várias coisas quando chegar em casa. 

Eu e a Thai armamos a barraca e agora a Mila ficou responsável por desarmar, arrumamos as coisas pra irmos para casa. Eu e minha amiga tiramos muitas fotos durante todo o tempo que passamos por aqui, mas no último dia tiramos mais fotos que o normal. Foi uma viagem maravilhosa, mas por algum motivo não consegui dormir bem nenhum dos dias (mas pelo visto não fui a única). Meu braço ainda estava engessado e eu ainda não sabia o motivo. Essa viagem deu um nó na minha mente.

Colocamos as coisas no ônibus e minha amiga Thai entrou correndo, eu achava que ela ia guardar um lugar pra gente como ela sempre fazia, mas Adivinha? Ela foi ficar com o namoradinho dela (carinha de brava). Eu entrei no ônibus e todos os lugares já estavam ocupados ou com bolsa e eu me aproximei do fundo e olha só quem estava lá? Tsuy. Eu me sentei do lado dele sem perguntar, ele não ia deixar se eu pedisse. Ainda não entendia porque ele estava bravo comigo eu fiquei desconfortável, ele tinha ficado tão feliz aquele dia, por que agora ele está assim? Depois de um tempo o ônibus partiu e nem nos olhamos, nos falamos nem nada. 

Chegamos na escola e meu pai estava lá pra me buscar, peguei minhas coisas abracei Thai e Mila (só por educação) e abracei Tsuy sem ele querer mesmo, e cochichei no ouvido dele que eu gostava muito dele e que pedia desculpas por qualquer coisa que eu tenha feito. Ele meio que se surpreendeu, mas tentou não demonstrar. Pelo menos Thai se deu bem, conseguiu um namoradinho, não sei por quanto tempo.

Depois fui pra casa com meu pai. No carro eu perguntei pro meu pai se era possível eu ser classe SS sem ter poderes, ele me respondeu que é impossível eu não ser classe SS sendo que tenho pais classe SS. Ele disse que ainda não entende o porquê de eu não ter poderes, isso é algo impossível de se acontecer. Eu resolvi só falar sobre aquilo quando chegasse em casa. Ah! Meu pai perguntou sobre meu braço e eu disse que caí e quebrei (mentirinha básica), mas eu esqueci que pros meus pais não consigo mentir, ele logo perguntou de novo e eu tive que dizer que não sabia como me machuquei, (a verdade é mais bizarra que a mentira, mas ele acreditou). Ele disse: "Em casa a gente conversa".


Notas Finais


Algo de errado não está certo.
Você consegue juntar os pontos e descobrir o que está acontecendo?
Será que Luka vai conseguir descobrir?
Veja nos próximos capítulos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...