História Bruxinha travessa - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Bruxa, Diversos, Drama, Ficção, Imaginação, Mundo Magico, Vampiro
Visualizações 4
Palavras 526
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 20 - Relatos sobre possíveis aparições dos meus poderes


A partir do dia que tive aquela conversa com meu pai parece que as coisas estão mudando na minha vida, eu me sinto mais feliz. Hoje minha mãe reclamou do gato preto de novo. Ainda acho que ESSE GATO PRETO não sou eu, talvez ele esteja aqui porque sou da mesma espécie dele, quem sabe. Aos poucos eu sinto que tenho poderes, mas claro que é só coisa da minha cabeça. 

Oi aqui é a bruxinha, vampira ou gata Luka (sei lá qual é o certo). Um fato muito estranho aconteceu comigo... Eu fui pra escola, tive aula normal, conversei com meus amigos e tudo mais, foi um dia normal. A noite eu dormi tranquilamente até que eu acordei deitada no chão e estava com um gosto estranho na boca. Quando eu acordei minha mãe estava arrombando minha porta e meu pai entrando pela janela e eu com sono ainda levantando do chão sem saber o que tinha acontecido, quando eu despertei levantei logo e passei a mão na boca quando eu olhei era vermelho como sangue... SANGUE??? EU TINHA SUGADO SANGUE? Mas eu não era uma gata? Isso tá errado. Meu pai chegou perto de mim colocou a mão no meu queixo e olhou pra minha boca suja de sangue (e eu assustada), ele me disse: "Não é sangue de animal", eu comecei a chorar e me desesperar? O que eu tinha feito? Eu tinha matado alguem? 

Eu pedi desculpas ao meu pai, ele sabia que não tinha sido de propósito e me abraçou, minha mãe também me abraçou e me colocaram pra dormir de novo, mas dessa vez eles lançaram uma magia em que minhas portas e janelas se trancassem, fiquei presa toda noite a partir de então. Eu não entendi o que tinha acontecido, mas enfim. 

Depois disso meus pais conversavam muito sem mim, as vezes eu via eles cochichando e eu ficava com medo de ser algo ruim. Depois de alguns dias eu tive um sonho estranho e acordei no quarto dos meus pais e o pior eu estava deitada no chão do quarto com mais sangue na boca, minha mãe sangrando e meu pai estava em posição de ataque com uma aura negra em volta (ele fica assustador quando está assim). Eu acordei apavorada só conseguia chorar e perguntava o que tinha acontecido. Meu pai gritou comigo mandando eu voltar pro meu quarto. Eu voltei. Chorei o resto da noite, fiquei muito triste. 

A partir do dia seguinte fingimos que nada aconteceu, mas meu pai e minha mãe me tratavam de uma maneira estranha. Meu pai me deixava trancada a noite toda, como eu consegui chegar no quarto deles? Eu resolvi então ficar sem dormir, fiquei uma semana sem dormir, como filha de monstros eu não me senti muito cansada, só um pouco sonolenta as vezes. Mas um dia meu pai ouviu uns sons no meu quarto e viu que eu estava acordada, ele ouviu quando eu estava ouvindo música de madrugada e veio me mandar dormir, eu só disse que estava sem sono. Ele me deixou ficar acordada. Eu estava triste e confusa por não saber o que estava acontecendo. 


Notas Finais


O que será que aconteceu?
Quais são os poderes de Luka?
Com certeza os pais dela estão escondendo alguma coisa...
Veja nos próximos capítulos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...