História Bruxinha travessa - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Bruxa, Diversos, Drama, Ficção, Imaginação, Mundo Magico, Vampiro
Visualizações 12
Palavras 397
Terminada Sim
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Perdendo o medo de altura


Os obstáculos da trilha eram fáceis para quem tinha algum tipo de poder, mas para a senhorita Luka... HAHAHAHA (rindo/chorando).

O próximo obstáculo era uma estrada de lama pra atravessar, a Mila tinha poderes de água e fez com que a lama ficasse menos concentrada e dava de passar mesmo se melando tudo, pelo menos não grudava mais na gente, quem voava passou de boas, mas nós que não possuimos asinhas chegamos do outro lado mais lama do que gente (rindo de vergonha alheia). 

Depois desse o próximo era escalar uma árvore e descer de tirolesa, A Luka aqui estava tremendo de medo de descer de tirolesa, escalar até que sou boa, mas não faço muito por medo de altura. Era isso ou voltar pelos obstáculos anteriores.... NÃO, NEM PENSAR! Eu respirei fundo e fui. Escalei na frente de Tsuy pra quando eu cair ele me salvar (eu disse quando porque tinha certeza que ia cair). Lá de cima da árvore eu olhei pra baixo e fiquei morrendo de medo, Tsuy pegou na minha mão e disse pra eu me acalmar porque ele estaria lá pra me salvar caso eu caísse (carinha de vergonha/felicidade) e eu fui toda confiante. 

Eu sabia que não tinha como cair, mas no medo eu acabei colocando rápido demais pra ir logo e nem encaixei direito os equipamentos de segurança e lá se foi a Luka. No meio do caminho eu abri os olhos e fiquei até feliz, mas quando olhei pra baixo eu me apavorei comecei a me esperniar e acabei me desprendendo e caí. SIM, EU CAÍ, SE EU TIVESSE ME AMARRADO BEM ISSO NÃO TERIA ACONTECIDO! 

Eu caí e Tsuy estava vindo me salvar, eu vi o mundo em câmera lenta, eu nem senti nada, nem medo, nem aflição, era como se eu não estivesse lá, como se fosse um sonho. Tsuy não conseguiu me alcançar e quando eu estava chegando perto do chão eu simplesmente virei e caí de pé, não me machuquei, não doeu e eu me senti muito bem. Depois Tsuy chegou lá perguntou como eu estava e eu disse que estava ótima ele me abraçou e me levou lá pra cima. Nesse dia eu meio que perdi o medo de altura. Talvez eu tenha herdado a super resistência do meu pai, não sei se é considerado um poder, mas já estou me sentindo menos "humana". 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...