1. Spirit Fanfics >
  2. Bruxinha(Kim Seok Jin) >
  3. Pequeno livro de poemas

História Bruxinha(Kim Seok Jin) - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Hi :3

Capítulo 12 - Pequeno livro de poemas


Depois de escolher um livro que me chamou bastante atenção não só pelo título mas pela capa também, me sento encostada em um canto meio escondido e começo a ler. Até que me dou conta de como minhas músicas faziam falta naquele momento.

Se tem uma coisa que eu não trocaria por nada, seriam meus fins de tarde com meus livros músicas calmas e chocolate quente. Eu sei é bem clichê, mas se é clichê é porque é bom...certo?

Saio dos meus pensamentos quando me assusto escutando o som das portas se abrindo então logo fico em silêncio com medo de que fosse Seok Jin e me encolho ficando com medo.

Okay S/N fica calma, respira fundo pelo amor de Deus, talvez seja o Tae não se precipite.

Escuto passos se aproximando e prendo a respiração sem nem mesmo perceber. A sombra da pessoa para enfrente a uma prateleira de livros de poemas e escolhe um livro pequeno, e caminha até uma parte mais iluminada da biblioteca.

Tá se eu fazer isso vou estar me espondo e talvez eu passe vergonha. Mas a curiosidade é maior, essa pessoa me chamou a atenção.

Depois de me decidir me levanto no maior silêncio possível e caminho com certa pressa até uma prateleira alta de livros me escondendo e me aproximo caminhando pelas pratileiras até onde essa pessoa estava, eu não sei se foi aquela luz um tanto forte ou a minha curiosidade pra saber quem era aquela pessoa que me levou a fazer aquilo.

Fico observando a sombra da pessoa ficando cada vez maior pela fonte de luz incrivelmente forte até que ela para de andar e ouço barulhos de folhas sendo folheadas. Tá aquilo era mais que óbvio que a pessoa estava destraida lendo, era o meu momento de aproveitar e acabar com a minha curiosidade.

Dito e feito, me abaixo atrás da prateleira e estico minha cabeça para olhar a pessoa, o susto foi tão grande que solto a respiração que estava segurando sem nem perceber.

Kim Seok Jin a minha frente sentado em uma janela imensamente grande e alta lendo um pequeno livro provavelmente sobre poemas. Eu não vou mentir que estava surpresa porque tinha uma grande possibilidade de ser ele, mas eu estava congelada de medo. Senti meu coração disparar vendo o ali sentado a minha frente, um movimento brusco meu e toda a minha paz iria embora.

Ja estava gelada imaginando o que aconteceria se ele me visse até que me surpreendo com o mesmo deixando o pequeno livro cair no chão fazendo o barulho da queda ecoar pela imensa biblioteca. Naquele momento eu pude ver minha vida passando por mim. Será que ele me viu? Eu fiz algum barulho? Estou parada aqui a muito tempo?.

O mesmo solta um suspiro pesado e se ajeita na janela apoiando a cabeça no vidro observando a chuva cair, fiquei confusa, ele... parecia cansado?, Frustrado, estava com um ar sério e triste ao mesmo tempo. Fico o observando até que o mesmo diz com a voz rouca.

- Vai ficar me olhando por quanto tempo? Está me seguindo, bruxinha?

Ele diz e me encara no fundo dos olhos, do jeito que conheço ele já sabia que não ia acontecer coisa boa. Eu fiquei tonta na mesma hora, já estava sentindo a minha ansiedade atacar. Só com um olhar daquele homem eu não sentia minhas pernas.

- Eu estou falando com você garota.

Saio dos meus pensamentos e olho para o chão e o respondo apertando os punhos.

- N-não....eu....eu estava lendo e alguém entrou, tinha ficado curiosa pra s-saber quem era....então vim ver, me d-desculpe estou saindo.

O mesmo volta a observar a chuva e eu aproveito aquele momento para sair dali começo a caminhar sem olhar para trás, por minha mão estar suando muito tinha deixado o livro cair me viro e o pego rapidamente. Quando me levanto me assusto com o maior na minha frente e com um trovão acabo caindo no chão fazendo o livro cair um pouco afastado de mim.

- Está fugindo de mim bruxinha?, Isso tudo é medo?

Me levanto rápido e saio correndo da biblioteca até que escuto uma voz me chamando e me acalmo por ter alguém por perto.

- Querida? O jantar está pronto, venha.

A senhora me olha preocupada e se aproxima.

- Está tudo bem com a senhorita? Se sente bem?

- A sim claro...estou bem, não precisa me chamar assim. Eu me chamo---

A mesma me corta me puxando até às escadas.

- Sim sim, S/N eu sei, agora vá comer meu bem.

- A okay. [Sorrio meio sem graça e vou para a sala de jantar e me sento na cadeira mais longe da que Seok Jin sempre senta]

Estava olhando para as portas de vidro olhando a chuva que só piorava e ficava cada vez mais forte quando alguém toca meu ombro me fazendo olhar para trás e vejo o senhor Park sorrindo se sentando do meu lado me fazendo retribuir o sorriso.

- O senhor conseguiu dormir? Essa chuva tá bem intensa né?

O mesmo me olha de um jeito estranho e sorri.

- O que foi? Disse algo engraçado?

Fico com uma cara meio confusa e o mesmo me encara.

- "Senhor?", S/N acho que não precisamos dessa formalidade tá mas que na cara que temos praticamente a mesma idade, não acha?

- A sim, claro me desculpe.[sorrio meio sem graça e desvio o olhar].

- Não precisa ser formal comigo, além de ser seu professor quero ser seu amigo, não precisa ficar desconfortável comigo, por favor ok?

Sorrio de forma gentil e ele retribui com uma risada amigável.

- Estou atrapalhando algo S/N?

Tae aparece no canto nos encarando com uma cara não tão encantadora e se aproxima ficando parado na frente de Jimin.


- O que é?[ Jimin disse desintendido e olha pra mim, balanço os ombros como sinal de que também não estou entendendo]

- Eu que sento aí, não é S/N? Ou prefere que ele fique do seu lado?

O mesmo me olha com a sombrancelha erguida e eu fico sem reação então Jimin levanta da cadeira rindo da situação e senta a minha frente, assim Tae senta do meu lado.

- Só eu que não vejo graça? Porque estão rindo?.

Taehyung diz se referindo aos olhares que eu e Jimin trocavamos rindo do mesmo.

- Já te falaram que você é muito ciumento Taehyung? [Jimin fala me fazendo segurar a risada]


- Eu acho que não.

- Verdade verdade, Jimin ele não é não.

Falo olhando pra Jimin que começa a rir baixo me fazendo rir junto.


- Até você S/N? Cadê o Jin!? Eu quero comer e subir logo!

- Estou aqui, o que tanto dão risada?

No mesmo momento tiro meu sorriso do rosto e fico em silêncio olhando para a mesa até que o mesmo vai ao seu lugar e senta e assim a comida chega.

- Nada demais, porque demorou Jin?

Jimin disse apreciando seu prato e logo dando uma grande garfada.

- Estive ocupado. [Disse bebendo seu vinho]


Meu Deus qual o problema dele só sabe beber!? Que saco, até com os amigos ele é seco.

O resto do jantar foi o mesmo de sempre, só que dessa vez foi mais sinistro ainda por conta dos raios e trovões que não paravam.


Quando todos terminamos o jantar subimos menos Taehyung e Seok que foi para algum lugar que preferi não olhar, contato visual é uma coisa que não temos muito. Chegando no quarto me jogo na cama mas acabo machucando as costas por conta de algo que me deitei em cima.


- Nossa o que é iss-- [Falo pegando a coisa e me surpreendo]

- Como assim....

Falo segurando o pequeno livro de poemas que parecia com o que Seok estava lendo na biblioteca que tinha jogado no chão, "Como aquilo tinha parado ali?" Era o que eu ficava me perguntando.

Não poderia ter sido ele né? Será que foi o Tae? Ele nem sabia que eu estava na biblioteca.... O Seok Jin me odeia!, Porque ele me daria isso?.... Se foi o Seok que colocou o livro aqui....isso significa que ele entrou no meu quarto.... SERÁ QUE ELE COLOCOU UMA CÂMERA AQUI!?

Fico olhando em volta das parede e para o teto.

Tá...eu não vou ficar paranóica por causa desse imbecíl!, Eu não vou conseguir dormir por causa dessa chuva então...vou desenhar.


Pego um caderninho que estava jogado por ali e um lápis e começo com meus rabiscos até que em menos de duas horas pego no sono em cima dos desenhos.


Notas Finais


Bye:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...