1. Spirit Fanfics >
  2. Bruxo de Oz(Happy Birthday Gauche - Imagine) >
  3. Capítulo Único;magia para diversão

História Bruxo de Oz(Happy Birthday Gauche - Imagine) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Hoje é aniversário do meu bebê Gauche e não poderia deixar ele de fora :3 Eu simplesmente amo muito quase todos os príncipes de Oz e precisava escrever algo para esse puro tsundere >w< Eu amei fazer a rota dele e achei a coisinha mais fofa e iti malia :3 Esse bruxo tsundere conquistou e tive a necessidade de fazer algo para ele
Saiu algo simples, mas espero que tenha ficado fofo e a altura do nosso bruxinho ^^

Boa leitura!

P.S: Imagem da capa oficial do jogo

Capítulo 1 - Capítulo Único;magia para diversão


Conforme adentrava mais profundamente no país do Arco-íris em Oz, seus olhos se arregalavam a cada passo que dava pela longa estrada de tijolos amarelos. O país era mais comum do que se podia esperar, as casas tinham uma aparência rústica, porém muito acolhedoras, uma vasta diversidade de plantas podia ser encontrados no país até mesmo de plantas que nunca sequer imaginou que um dia poderia ser real, sem contar nos simpáticos moradores. 

 

Tirando os tijolos reluzentes como outro que levavam a cidade e as plantas raras, o país do Arco-íris parecia mais uma cidade do interior comum, quando de repente, ouviu um estouro no céu que chamou sua atenção, erguendo a cabeça em direção ao barulho e abrindo a boca em surpresa. Eram fogos de artifícios que começavam a estourar no céu, colorando o belo céu azul com as cores do arco-íris. 

 

O maior fator que diferenciava o país do Arco-íris era uma pessoa em particular, um bruxo muito poderoso e habilidoso que morava em certo local e ajudava os moradores quando queria, preferindo utilizar suas magias como forma de diversão do que qualquer outra coisa, porém abrindo exceções de vez em quando. O país poderia parecer comum, porém sua mágica o tornava invejável para certos lugares de Oz. 

 

Os fogos continuavam a estourar no céu em grande quantidade e sem parar, decidindo ir em direção ao local de onde os fogos estavam sendo lançados, pois já sabia o que encontraria quando chegasse lá. Apenas uma pessoa nesse país conseguia criar fogos de artifício tão belos, coloridos e precisos em toda Oz: o grande bruxo. 

 

Por coincidência, o grande bruxo do país era também o aniversariante do dia e como conhecia Gauche, sabia que ele não deixaria a data passar em branco e que iria comemorar de alguma forma grandiosa, pois o rapaz gostava de se divertir. Saiu da estrada de tijolos amarelos e adentrou cada vez mais fundo na cidade, seguindo os fogos que continuavam em um ritmo impressionante, ouvindo o som de crianças não muito longe. 

 

Gauche gostava de fazer mágicas bobas e infantis, pois eram as mais divertidas e acabavam divertindo as crianças do lugar, então sabia que onde havia um grupo de crianças reunidas, provavelmente encontraria o bruxo. O rapaz era muito talentoso e conseguia realizar qualquer mágica, porém se prendia as básicas, pois eram mais utilizadas no dia a dia e divertia as pessoas, algo que ele nunca abria mão: diversão. 

 

Seguiu o som de risadas infantis e assim como desconfiava, encontrou quem estava procurando. No centro de uma grande praça e rodeado por crianças, estava um garoto de baixa estatura com curtos cabelos roxos e brilhantes olhos claros; vestia seu típico traje de bruxo de cor branca por cima de uma camisa negra cheia de detalhes, assim como uma capa branca e roxa, sapatos claros e um chapéu azul. 

 

O rapaz não era muito alto, mas estava montado em sua vassoura mágica de cabo roxo e cerdas brancas, flutuando por cima das cabeças das crianças enquanto lançava magias ao céu, cada uma explodindo de uma maneira diferente, em um formato novo e com cores brilhantes. Aproximou-se lentamente do grupo de crianças que se mantinha próximo de um dos príncipes de Oz, enquanto mães observavam de longe o espetáculo enquanto cuidavam de seus filhos. 

 

De repente, por algum motivo, os olhos de Gauche caíram sobre você, notando um largo sorriso assim que seus olhos se encontraram, jurando ter visto um certo brilho nos olhos claros. O príncipe levitou sua vassoura mágica mais para o alto e voou com ela em sua direção, pousando a poucos passos e descendo do objeto de madeira mágico, correndo em sua direção e a saudando com um grande abraço. 

 

— Você veio, princesa! — Gauche bradou de forma feliz e alegre, sorrindo largamente enquanto afundava e esfregava seu rosto contra seu corpo, apertando-a com força contra o corpo magro e a deixando extremamente corada com saudação tão comovente e inesperada — Não é como se eu esperasse ver você ou algo do tipo. 

 

O rapaz pronunciou essas palavras e se afastou de você, colocando uma mão em frente ao rosto para esconder o forte rubor que surgia em suas bochechas e o nervosismo aparente que havia o consumido. Gauche se afastou alguns passos e virou o rosto para o lado, uma tentativa falha de tentar não transparecer o quão nervoso e sem graça havia ficado ao ser tão sincero com as palavras, fingindo ter uma tosse para depois prosseguir. 

 

—Hoje é meu aniversário. — O príncipe disse após um certo tempo em silêncio e tentando afastar a vergonha, negando manter contato visual com você e encarando o nada de forma sem graça, apertando o cabo da vassoura com força — Já que está por aqui, deveria ficar e comemorar, se quiser pode até mesmo passar a noite aqui, temos espaço no castelo. 

 

— Eu vim exatamente para comemorar seu aniversário. — Respondeu com um sorriso gentil e bochechas rosadas, puxando a bolsa que estava usando para perto de suas mãos e a abrindo, retirando de dentro uma sacola roxa sem estampas de dentro — Feliz aniversário, Gauche! 

 

Assim que pronunciou essas palavras, as bochechas do aniversariante coraram de uma forma que nunca imaginou que poderia, tendo a impressão que até mesmo o resto de seu rosto estava pegando tal coloração. Esticou o presente em direção ao príncipe e esperou ansiosa que ele pegasse para ver o interior, porém Gauche estava estático, encarando você com surpresa como uma perfeita estátua. 

 

— Gauche? — Pronunciou em um tom preocupado, aproximando-se do príncipe e assim que deu alguns passos, o rapaz automaticamente recuou alguns, deixando-a curiosa e intrigada — Está tudo bem? 

 

— Cla-claro que está! — O garoto respondeu com as bochechas vermelhas e uma voz trêmulas, notando que estava tão imóvel quanto uma escultura e tomando uma atitude para mostrar que estava bem, porém com o coração acelerado e um forte nervosismo consumindo seu interior — Obrigado, eu acho... 

 

Após Gauche dizer isso, pegou a sacola que você havia trazido e virou o rosto de maneira sem graça. Por mais que tentasse disfarçar, ele estava completamente satisfeito com você ter lembrado da data, vindo festejar com ele e ainda havia trazido um presente, porém ele não pretendia deixar isso aparente. O príncipe gostava muito de você e tê-la dessa forma o deixava radiante, mas não iria deixar você saber disso, era vergonhoso demais para um bruxo, mas daria um jeito de retribuir tanto carinho. 

 

— O príncipe Gauche e a princesa de Traumere estão namorando. — Uma garotinha que estava próxima gritou com um largo sorriso no rosto enquanto apontava para vocês dois, chamando a atenção do resto da multidão — O bruxo encontrou sua rainha. 

 

Por um breve momento, ambos haviam se esquecidos de que se encontravam na praça central do local, rodeado por crianças e mães, recebendo uma grande quantidade de olhares, comentários e dedos apontado. As crianças fizeram festas com o casal, enquanto os adultos comentavam entre si, não coisas maldosas, mas sim de que talvez a futura rainha do país do Arco-íris estivesse mais próxima do que todos pudessem imaginar. 

 

— Calados! —Gauche gritou após um tempo ouvindo todo tipo de coisa, gritando em alto e bom som enquanto corava violentamente por todo seu rosto, subindo novamente em sua vassoura e flutuando sutilmente, mas antes de alcançar voou, pegou você pela cintura e levou com ele — Sem mais fogos para vocês! 

 

Resmungos de tristeza, negação e chateação puderam ser ouvidos conforme Gauche subia, mantendo-a firmemente presa em seus braços. O rapaz havia a pegado rapidamente com o braço, segurando-a pela cintura e subindo cada vez mais alto enquanto a colocava cuidadosamente na vassoura, mantendo uma mão no cabo de madeira e outro em você. 

 

— Segure firme. — O bruxo disse com seu típico tom e semblante, subindo lentamente e com cuidado para não derrubar você, esperando você se apoiar em alguma coisa para começar a voar de verdade — Não quero que caía. 

 

Estava nervosa por ter seus pés tão longe do chão e com quase nada de segurança, porém já se encontrava no alto e confiava no bruxo, além de nunca ter voado antes. Com uma mão segurou o cabo da vassoura e com a outra a nuca do rapaz, tentando manter estabilidade em cima do estranho objeto mágico. 

 

— O-o que está fazendo? — O príncipe bradou sem jeito, corando de uma forma que nunca havia visto antes e notando que seu rosto estava mais próximo do dele do que havia imaginado, percebendo que era esse o motivo da inquietação do rapaz —De-deixe, não é nada. 

 

— Para onde vamos? — Perguntou na esperança de mudar um pouco de assunto e contornar essa situação, ambos tão próximo um do outro e ainda com uma multidão de olhares lá em baixo — Pensei que quisesse se divertir com as crianças. 

 

— O dia nem começou direito, teremos muito tempo para brincar. — Gauche respondeu com um sorriso divertido, sendo levado pela sua conversa e tentando estabilizar seus sentimentos para assim, conseguir manter sua magia ao flutuar em sua vassoura — Vamos para o castelo, teremos uma grande comemoração hoje e você será minha convidada especial. 

 

Após Gauche dizer isso, começou a voar lentamente e cuidadosamente em direção ao castelo, não querendo derrubar você ou lhe assustar. Enquanto o bruxo voava, mantinha seus olhos no rosto alheio e sorrindo sem nem mesmo notar, aquele bruxo traquino haveria de roubar seu coração daqui alguns anos sem você ao menos notar. 


Notas Finais


Realmente, saiu algo bem simples, porém amei escrever para o Gauche, espero poder trazer do irmão dele também :3 Espero que tenham gostado mesmo assim

Obrigada a quem leu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...