História BTS - I found love in music. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 53
Palavras 615
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Começando nossa segunda fanfic, esperamos que gostem, Boa leitura ❤️

Capítulo 1 - Prólogo


S/n on


Meu nome é S/n , tenho 21 anos, trabalho como produtora musical em uma empresa chamada BigHit aqui na Coreia.

Sou brasileira, cresci e passei minha infância no Brasil, meus pais são brasileiros, porém meu pai é descendente de americano, meus avós moram em Los Angeles, tenho um irmão que é três anos mais velho que eu, chamado Erick.

Por volta dos meus sete anos, meus pais resolveram visitar nossos avós paternos. Chegando lá ficamos dois dias, no terceiro eles simplesmente sumiram. Ficamos desesperados, meu avô até mandou a polícia atrás, porém não o encontraram,depois de alguns meses meus avós paternos decidiram cuidar de nós.

Meu avô era musicista é minha avó já foi cantora de jazz, meu avô tocava vários instrumentos tipo violão, baixo, guitarra, bateria, piano, trompete e violino. Eu passava a maior parte do meu tempo livre com ele, no decorrer da minha infância até minha juventude eu já sabia tocar violão, bateria e piano, eu me apaixonei pela música é tudo que há envolve. Enquanto as crianças do meu bairro brincavam na rua, eu ficava tocando. Eles me chamavam para brincar e meu irmão até me enchia o saco pra eu maneirar nos instrumentos e ir brincar com a galera, as vezes eu ia mas logo depois eu voltava para tocar.

Quebra de tempo.

Eu havia completado 18 anos, Erick já tinha 21, ele trabalhava como empresário e logo depois do meu aniversário ele recebeu uma oportunidade de emprego com um salário muito bom, porém ele teria que morar na Coreia do sul. Ele foi e eu fiquei mais um tempo com meus avós, depois de dois anos completei minha faculdade para me tornar uma produtora. Meu irmão queria que eu fosse morar com ele na Coreia, depois que ele foi pra lá, ele foi evoluindo muito e acabou tendo um grande aumento no salário, ele tava muito bem de vida. Como eu já tinha terminado meus estudos e também estava com saudades dele, me despedi dos meus queridos avós e fui para a Coreia.

Quebra de tempo

Depois de mês em que eu havia chegado, mandei meu currículo para várias empresas na esperança de ser contratada. Depois de longo tempo finalmente recebi um proposta de uma empresa chamada BigHit.

Fiquei muito feliz e logo fui para a empresa fazer minha entrevista, fui contratada e hoje faz um ano que trabalho aqui.

Comprei um apartamento em Seoul e também comprei meu maravilhoso carro, pse além deu ganhar bem, estou fazendo algo que amo. Sempre quando posso componho algumas músicas, aliás eu tenho uma sala exclusiva com todos os meus bebês...quero dizer instrumentos, lá é meu pedacinho do paraíso.

Bem aqui na Coreia, muitos grupos com uma quantidade aleatórias de pessoas se unem para tentar a fama. Onde eu trabalho tem um grupo que ficou muito famoso, não sou produtora deles mas conheço seu produtor e cara esses meninos são talentosos, eles são o grupo de k pop mais famoso da Coreia se não do mundo. Eu já os vi pessoalmente e meu Deus que maravilhosos.

 Não falei com eles ainda, pois não tive tempo e também acho que eles tem uma agenda bem ocupada. Conheci o produtor musical deles, o Pdogg, ele me ensinou muito dês de que eu cheguei aqui, de vez em quando a gente se encontrava no estúdio depois do trabalho e começavamos a tocar músicas aleatórias e até mesmo compondo algumas. Em uma dessas reuniões nossa, criamos uma música muito boa que fez bastante sucesso para o grupo em que ele trabalha, a música foi o "DNA", sim eu ajudei ela a aperfeiçoar a música, pra ser bem sincera não achei que fosse dar tanto sucesso como deu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...