1. Spirit Fanfics >
  2. BTS- A esquesitona do Colégio >
  3. Transe sexual

História BTS- A esquesitona do Colégio - Capítulo 82


Escrita por: bigbangBTSs2

Notas do Autor


Mais um.

Capítulo 82 - Transe sexual


Autora on


O que se passa na tribo da água? Será que estão todos bem? O que estão pensando? Hummm... eu vos digo agora. Sn entrou num transe, transe sexual... isso mesmo; ela está agora se encaminhando para um dos quartos daqueles que a amam sem nem saber, que são seu destino. 

A jovem bate em uma das portas, nada acontece, ela bate novamente, e então ele abre:

Autora off

J-hope on

Jh- Princesa Sn, o que houve? Precisa de alguma coisa?

Sn- sim; de você!

Não tenho tempo nem de ficar surpresa com o que ela falou, a mesma adentra meu quarto com tudo com as mãos nos meus ombros, me jogando na parede ao lado da porta, e fechando a mesma. 

Em seguida ela começa a beijar meu pescoço com muita vontade, parece que ta necessitada de sexo.

Jh- Princesa, não é que eu não queira... mas, porque...

Sn- xiii.. que foi dad? Não me acha bonita?

Ela pergunta isso com uma voz safada e manhosa me deixando duro no mesmo instante.

Jh- é claro que você é, a mulher mais bonita que já vi na verdade, Mas...

Sn: tá me faltando ser sexy pra você? Pois bem dad, apenas me observe.

Ela tira seu roupão azul claro, me presenteando com uma lingerie sexy azul, ela está tão maravilhosa que meus olhos custam acreditar no que vejo.

Sn- Vem meu príncipe; não recuse esse banquete que está sendo oferecido a você, aproveite que tudo isso pode ser seu, e veja como essas roupas ficam em mim, em seguida veja como elas ficam no chão, tire-as com a boca pra mim; eu te peço, tudo que eu quero, é sentir teu pau latejando dentro de mim, me preenchendo por inteiro, e me presenteando com um leite quente e doce.

Com essas palavras gostosas, não pude mais me segurar;  agarrei ela com força e di um beijo apaixonado, minhas mãos desceram por todo seu corpo esbelto e perfeito, seu cheiro me embriagava, fiquei louco de desejo por ela; não podia mais me conter, então em meio ao beijo agarrei sua cintura e a virei com tudo, a jogando na cama deixando ela de quatro pra mim.

Sn- ai dad, o que você quer fazer comigo agora?

Jh- só cala essa boca, a partir de agora você só irá gemer pra mim; o máximo que posso permitir é que você comece a latir sua cadela gostosa; me provocou, agora aguenta.

Sn- hummm, isso mesm... AIII DAD.

Dou um tapão naquela raba enorme dela.

Jh- eu disse que não era pra falar, so fale quando eu perguntar algo; ouvia minha vadia deliciosa?

Sn- humrum...

Jh- otimo; agora se prepare.

Com ela ainda de quatro começo a acariciar a bunda dela, e dar leves apertos, a mesma apenas com esse simples contato gente igual uma puta e late igual uma cadela no cio. Feliz com essas reações, passo o dedo entre a linha da calcinha que está atolado no rabo dela, aquilo vai me deixando ainda mais duro, já sem aguentar puxo sua calcinha de lado e sem paciência de olhar mais de perto, já meto a boca e início um delicioso oral nela; passando a língua com muita vontade, faço como se tivesse chupando a fruta mais deliciosa do mundo; e de fato estou. Chupei tanto aquela safada que agora ela tá com sua buceta toda molhada da minha saliva e também de excitação..

Jh- levanta. 

Ela me obdece.

Jh- ajoelha.

Mando fazendo sinal com o dedo pra baixo, e ela faz como mandei.

Jh- ta na hora de você retribuir o prazer.

Ela sorri de forma travessa, então baixo um pouco minha roupa e coloco meu garoto pra fora; está tão ereto que ele salta e bate na minha barriga bem a cima do meu umbigo.

Sn- nossa, meu príncipe, Que...

Jh- calada; ja disse que é pra você só falar quando eu permitir.

Dou umas batidinhas no rosto dela com meu pau.

Jh- agora, engole tudo.

Rapidamente ela pega meu pau com suas mãozinhas pequenas, e atola em sua boca de ninfa, deusa grega, sua boca quente me enlouquece, e ela percebe o que faz comigo porque em meu ao oral, vejo ela dar um sorriso. Ela continua chupando, socando com força até chegar na garganta.

Jh- OOOHHH SN, QUE PORRA DE BOCA GOSTOSA ESSA SUA... AAAAHHHHH... já chega; quero te fuder agora mesmo.

A mesma se levanta e eu a vejo querendo ir pra cama.

Jh- não minha querida, venha aqui, sou eu que dito as regras aqui.

A pego pela cintura e desta vez sou eu que a jogo na parede; ela de costas pra mim e vou me inclinando, totalmente pronto a penetrou por trás.

Sn- AAAAAAAHHHHH, QUE DELIIIICIA, ME FODE.

Pego em seu rosto e viro pra mim, para que olhemos um nos olhos do outro.


Jh-  princesinha mimada, não aprende quando é hora de falar e de ficar de boca fechada.

Ela sorri pra mim e eu a beijo; é um beijo molhado e gostoso, estamos numa posição maravilhosa, enquanto a fodo por trás, estou a beijando e pegando em seu peito, ela está totalmente entregue pra mim. 

Depois de algum tempo eu me derramo dentro dela, Mas no mesmo instante iniciamos outro round.

Acabamos dormindo juntos, depois de uma noite de sexo, o qual foi o melhor de toda minha vida.

Jh off

Sn on

Me sinto acordar, ainda não abri os olhos mas já sei que é manhã, ouço os pássaros cantarem, ainda sonolenta continuo de olho fechado, me sento na cama e tento encontrar água na cômoda ao lado da minha cama, mas em sucesso. Me viro pro outro lado, mas ao pôr a mão na cama sinto algo, algo não, alguém. Então abro os olhos e vejo j-hope ao meu lado, dormindo tranquilamente.

Sn- o que ele faz aqui?

Levanto o lençol que está  sobre ele e vejo que o mesmo está completamente nu.

Sn- HAAAAAAAAAAAAAAA...

Dou um grito o fazendo  acordar assustado.

Jh- poxa Sn, porque não me acorda com amor e carinho! Quer me matar é?

Sn- o que fizemos? Por que você está aqui? Ha, quer saber; sai do meu quarto, não quero ouvir.

Jh- calma princesa, vamos devagar. Primeiro, nós transamos. 

Sn- mentiroso. 

Jh- juro pra você, porque você acha que estamos pelados?

Olho pra meu estado e vejo que realmente estou completamente nua. Me apresso e pego um lençol pra me cobrir.

Sn- você deve ter me embebedado e me seduzido, só pode ser.

Jh- kkk que piada; segundo ponto princesa, foi você que me seduziu, pois estamos no meu quarto.

Olho ao redor e vejo que verdadeiramente eu não estou no meu quarto.

Sn- isso não é possível, como isso aconteceu?

Jh- quer que eu conte mesmo como aconteceu? Olha, você foi fenomenal.

Sn- me poupe dos detalhes. Eu vou embora, Mas to de olho em você. 

Jh- eu espero que você não continue de olho em mim mesmo. 

Ele sorri pra mim e pisca, por um segundo, me perco naquele sorriso; foi como o sol pra mim. (Aut: acho que é porque ele é nosso solzinho ne). Mas rapidamente volto a realidade jogando um travesseiro nele e indo em direção ao meu quarto ..


 Sn- o que merda  aconteceu comigo? Eu nao me lembro de ter vindo atrás dele; Mas também ele não parecia estar mentindo.



Continua...




Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Vou ser sincera, eu queria muito ser a sn neste capítulo kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...