História BTS-Ilusão - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Imagines
Visualizações 23
Palavras 1.773
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Nam


Fanfic / Fanfiction BTS-Ilusão - Capítulo 12 - Nam

S/n: -Kim Namjoon Da Silva Esgabelado Pinto!!!! Onde é que tá o meu...-paro de falar assim que sinto cheiro de comida pelo ar- Carregador.-falo baixo encarando a cena na minha frente, Namjoon estava fazendo comida, de duas uma, ou é uma data especial, ou ele quebrou meu carregador, senti um cheiro diferente, pera aí, isso é... lasanha- Amor que cheirinho bom..-falei meiga-

"Oushi, mas você não tava brava??" Tem comida, então tecnicamente deixei a raiva de lado, afinal ele fez lasanha pra mim. "Que facil te enrolar em oh pessoa.."

Nam: -Oi mor que bom que gostou..... então sabe seu carregador?? Eu sem querer quebrei ele...-ok...ok... S/a ignore, ele ta fazendo comida pra você, então você pode ignorar o fato de ficar sem carregador- sabe eu tava precisando carregar meu celular né, mas não estava achando meu carregador, aí eu vi o seu, em cima da cama, então pensei: "Ela não vai se importar se eu usar", mas tipo assim, meio que sem quer ele caiu no chão, e quando fui pega-lo acabei chutando ele, que foi parar perto da porta, e na hora que eu ia pegar ele, o suga abriu a porta com certa força fazendo ele deslizar, bater na parede e quebrar.

S/n calma, respira, inspira, conta até 300.... Repeti esse mantra até ficar mais calma.

S/n: -Tudo bem Nam.-abracei ele- Se a comida tiver boa, eu posso te dar um presente.

Nam: -E o que seria esse presente??

S/n: -Me alimente e saberá!!

" Licença, passei aqui só pra avisar que maliciei, e agora tenho uma dúvida que tipo de alimento você quer?? Sabe preciso fazer um relatório pro meu psicólogo, pra saber em que estado minha mente suja está, pois ela meio que está "perturbando" meus sonhos". Meu santo G-dragon, vai pra uma igreja ver se purifica essa mente Kely, pelamor de Deus, a pessoa não pode ouvir a frase: "Quero leite" que já pensa besteira, prato que partiu viu... "O minha querida, tu que eu seja inocente como?? Depois de tanto hot minha cabeça só processa isso, então se não quiser ser zoada pro resto da vida não fale quero leite perto de mim. Já viu o duplo sentido que tem essa frase??? Não posso ouvir nem criança pedindo, não que eu seja pervertida longe de mim, mas isso tem muito duplo sentido. É sério se colocar minha mente perto de um lixão, ela com certeza ganha. Alguém conhece algum exorcista de mente suja aí?? Tô precisando sabe... Só não sou mais aleatória por falta de espaço". Nada a declarar °-°, mas talvez a comida seja substituída por um tal de Kim aí... Ainda estou pensando em pular o jantar direto pra sobremesa, que aí vou poder comer Namjoon a molho branco, se é que me entendem... " Depois eu que sou a pervertida 😑" Mas querida aprendi com tu e meu namorado que assiste vídeos educativos. "EDUCATIVOS, meu Deus menina já pode ser contratada pra ser a piadista do ano. Vê se pode, Namjoon e vídeos educativos, ATÁ, conta outra...." 

S/n: -Nam, estou com fome...

Nam: -Já está pronto, pode vir comer!!

S/n: -E quem é disse que estou falando de comida, eu quero comer você, e quero que você me coma!!-mordi o lábio inferior de um jeito sexy, e fui calmamente em sua direção-

Nam: -Sou todo seu!!

S/n: -Te amo!!-lhe dei um beijo, que foi correspondido rapidamente-

Ele me seguiu abraçado a minha cintura, e distribuindo beijos pelo meu pescoço.

Quando chegamos no quarto, começamos um beijo voraz cheio de desejo, e fomos caminhando até a cama.

Senti meu corpo cair em cima do colchão macio, e o Nam se posicionar entre minhas pernas. Retiramos algumas de nossas roupas, ficando apenas de roupas intimas enquanto nos beijavamos, já era possível sentir sua ereção roçando em minha intimidade. Logo a falta de ar se fez presente, e Namjoon começou a dar leves selares, que logo passaram pra  chupões no meu pescoço, deixei que gemidos baixos escapassem de meus lábios.

S/n: -Nam..-pude ouvir um "hum?"- quero fazer uma coisa..

Nam: -E o que séria??-perguntou enquanto passava suas mãos pelo meu corpo, sem deixar de dar chupões e beijos pelo meu pescoço e clavícula-

Sorri enquanto passava minhas pernas ao seu redor e tomava impulso para trocar as posições, ficando agora por cima.

S/n: -Eu...-falei enquanto deslizava minhas mãos pelo seu abs, e me deitava sobre seu corpo pra sussurrar em seu ouvido de uma forma sexy e sensual- Quero ficar no comando hoje.

Mordi o lóbulo de sua orelha, e deixei um beijo em seu pescoço. Fui distribuindo beijos do seu pescoço até chegar em sua boca, que tinha um sorriso pequeno, não esperei nada pra atacar aqueles lábios cheios e convidativos.

No meio de nosso beijo Namjoon se sentou comigo em seu colo, aproveitei pra aproximar ainda mais nossos corpos, fazendo nossas intimidades se chocarem, soltamos um gemido baixo mantendo nossas bocas coladas.

Nam: -Faça o que quiser comigo..-falou em forma de gemido, pois eu comecei a rebolar em seu membro, o deixando cada vez mais duro-  Mas para de me torturaaaarr...

S/n: -Pedido negado!!-mordi seu maxilar- Eu estou a fim de te fazer pagar por ter me vendado, e amarrado minhas mãos, me deixando sem te ver e sem tocar...-tirei lentamente meu sutiã e o joguei em qualquer canto do quarto- sabe, ficar de quatro com as mãos amarradas, olhos vendados, enquanto algo grande e grosso de mais pra ficar lá está em um vai e vem muito rápido e fundo é bom, e eu agradeço que compramos lubrificante por precaução....

O beijei novamente sem parar de rebolar sobre seu membro pulsante abaixo de mim. Separei nossos lábios e tentei formular uma frase, porém desisti sabendo que naquele momento não iria conseguir pronunciar nem um a sem gemer, ou, sem minha frase ficar entrecortada.

Separei o beijo e arredei pra trás, parando em suas cochas, e deslizando minhas unhas pelo seu tronco até chegar no cós de sua cueca  tendo seus olhos ainda mais escuros que o normal fixos em mim, me abaixei entre suas pernas e segurei a base de seu membro, só isso foi o suficiente pra que ele soltasse un gemido baixo e rouco, desviei meu olhar do seu com um sorriso dando mais atenção pro seu membro pulsante e duro. Deixei um beijo em sua glade inchada e escorrendo pré-gozo, levantei meu olhar pra ele que tombava a cabeça pra trás enquanto gemia meu nome um pouco pra que somente eu escutasse, aos poucos fui fazendo movimentos de vai e vem com minha mão vez ou outra eu acelerava os movimentos, e mantinha meu olhar fixo em Namjoon pra ver as reações que eu causava a ele.

Nam: -Baby....eu....preciso da sua boquinha...-falou com dificuldade já que a cada palavra que ele falava eu acelerava os movimentos-

S/n: -Seu pedido é uma ordem!!

Sem mais delongas coloquei seu membro até onde onde dava, e o que sobrou eu usei as mãos. Com a mão livre eu massageie suas bolas.

Comecei com movimentos lentos, ousando ir com seu membro de vez em quando até minha garganta, podendo ouvir os gemidos roucos e baixos do Nam chamando por mim

Nam: -Wooww...

O mesmo fez um rabo de cavalo desengonçado, enquanto ditava os movimentos na velocidade que ele desejava, me fazendo engasgar as vezes.

Enquanto o chupava senti as veias de seu membro pulsando, não demorou muito pros espasmos de seu corpo começarem e logo em seguida um jato quente acompanhado de um gemido pouco mais alto e arrastado se fazerem presente, engoli tudo, e me sentei sobre ele começando a rebolar sobre o mesmo, e o beijei  lhe fazendo sentir o próprio gosto enquanto mantinha um ritmo calmo.

Enquanto eu rebolava Namjoon me dava beijos pelo pescoço e pela clavícula, não esquecendo de dar atenção aos meus seios enrijecidos. Nossos gemidos eram baixos, mas alto o suficiente pra que somente nós dois escutassemos.

Quando nossos olhares se encontram novamente ele me beijou, foi um beijo selvagem, e assim como o beijo meu corpo automaticamente começou a se movimentar freneticamente sobre o dele, consigo sentir toda sua extensão em mim.

Não ficamos nessa posição por muito tempo, Namjoon e rapidamente inverteu as posições e começou a arremeter muito forte e fundo, nossos gemidos agora mais altos, nossos corpos se chocando ta tudo muito gostoso. Senti a velocidade que o Nam estava pondo diminuir.

Nam: -De quatro.-como foi pedido fiz, fiquei de costas pra ele e empinei bem a minha bunda deixando minha segunda entrada mais visível- Tão linda...-deu um tapa do lado direito das  nádegas me fazendo soltar um gemido alto de prazer e dor- Tão gostosa...-outro tapa- Tão minha...

S/n:AAAAAAAHH...-dei um grito de surpresa ao senti-lo me penetrar sem aviso nenhum, enrolei os dedos no lençol até os nós ficarem brancos- uuumm.... ma-mais ra.... rápido...annn.... isso.... con-continua.... meu Deus... Namjoonnn...eu...-conforme ele ia mais rápido a cama batia freneticamente na parede-

Nam: -Você é tão.... Apertada...-senti ele desacelerar e escorregar as mãos pelas minhas costas, me abraçar e logo em seguida sussurrar em meu ouvido- I love you, i love you so much my princess. I will love you forever...

Eu te amo, eu te amo muito minha princesa. Eu te amarei pra sempre....

S/n: -I'm too will love you forever my love

Eu também te amarei pra sempre meu amor.

Senti um beijo ser depositado em meu ombro, e logo em seguida as investidas de Namjoon continuaram, ficamos nessa posição por apenas dois minutos até o mais velho sair de dentro de mim e me virar de frente pra ele em uma velocidade incrível, e continuar com as investidas cada vez mais fundas e rápidas. Nós chegamos ao nosso ápice juntos. Senti Namjoon se desfazendo dentro de mim, o ter por completo em mim é uma sensação maravilhosa. Ainda estava sentindo espasmos por todo meu corpo, o Nam só saiu de dentro de mim por completo depois que sua respiração ficou mais controlada.

Nam: -Eu te amo muito.

S/n: -Essa com certeza vai entrar pra lista das nossas 5 melhores transas.-me virei pra ele ficando de lado-

Nam: -Meu Deus, eu tentando ser fofo e você dando uma de Kim Namjoon.-falou de modo brincalhão enquanto me puxava de encontro ao seu corpo-

S/n: -Não dá pra manter a inocência sendo sua namorada Kim Pervertido Namjoon!!-usei um tom brincalhão também-

Nam: -Você não presta..-começou a rir-

S/n: -Nós não prestamos querido.

Nam: -Vamos tomar um banho, eu te levo no colo.-dito e feito ele me levou no colo me colocando na borda da benheira ligando a água no quente- Enquanto enche eu vou trocar os lençóis, já volto.-ele me deu um rápido selar e foi em direção do nosso quarto pra fazer o que tinha me falado, eu cheguei a conclusão de que tenho uma sorte enorme de alguém como Kim Namjoon na minha vida-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...