História Amor Concreto (Imagine) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Jungkook
Visualizações 4.319
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Ódio


Fanfic / Fanfiction Amor Concreto (Imagine) - Capítulo 11 - Ódio

Eu não tinha tempo para ir atrás deles e tentar me explicar, então tomei meu café correndo, escovei meus dentes e sai as pressas. Com minha rapidez cheguei rapidamente e avistei duas vans na porta da empresa, mas eu não podia entrar lá sem saber oque estava pegando antes, então adentrei na empresa, todos estavam correndo pra lá e pra cá com malas. Hitman me viu parada em meio aquela correria e já veio em minha direção, me pedindo para adentrar na primeira van, porque eu iria maquiar os meninos para um comercial. Adentrei depressa, sem questionar, afinal, ele havia me colocado para carimbar papéis ontem e hoje já quer me colocar perto deles novamente. Estranho. Mas como disse, não vou questionar.

Que seja.

A primeira van era a que eu estava; junta de outros staffs. A segunda ia bem atrás; onde estavam os meninos. Demorou cerca de meia hora para chegarmos no local, adentramos com crachás - colocamos quando estávamos perto de chegar no local. Seguimos um rapaz, que nos guiava até uma sala, ou melhor, o camarim. Logo vieram os meninos se sentarem nas cadeiras, para poderem ser maquiados. Um dos staffs me entregou uma folha, onde dizia os produtos que eu devia utilizar e a imagem de como a maquiagem deverá ficar. Outros ajeitavam a mesa com os produtos.

- (Jungkook) Acho que pedirei para o Hitman contratar outra pessoa e demitir essa inútil. - Disse enquanto girava na cadeira, entediado.

- (Yoongi) Concordo.

- (Jungkook) Fica quietinho, Yoongi, pra mim gostar de você.

- (Jin) Estão vendo esse espelho? Vou usar o caco dele pra cortar isso que vocês chamam de bigulinho. 

Ambos se aquietaram. Peguei um dos produtos que estavam à frente de Hoseok e apliquei no rosto do mesmo. Segui com a base, o pó e blábláblá. Terminando o dele parti para o que estava ao lado e assim em diante. Todos me olhavam torto, como quem desejasse minha morte, relevei e continuei com meu trabalho, evitando ao máximo trocar palavras com eles. Os três últimos que sobraram era Yoongi, Jungkook e Jimin, pois estavam nas últimas cadeiras, ou melhor, era pra estarem. Yoongi estava de pé, futucando o próprio celular.

- Yoongi? - O chamei, enquanto olhava a foto que haviam me dado. A maquiagem dele seria a mais complicadinha de fazer, mas darei o meu melhor para que fique idêntico a da foto.

- (Yoongi) Quê? - Respondeu grosso.

- Irei te maquiar, okay?

- (Yoongi) E precisa pedir? Esse não é o seu trabalho?!

Bufei. - Eu não pedi, estou avisando para você se tocar e sentar na droga dessa cadeira para que eu possa te maquiar. 

O mesmo caminhou até a cadeira lentamente, como quem me provocava, e se sentou de uma forma bruta, quase  a quebrando. Eu o xingaria se não tivesse outros staffs por perto, mas como tem eu irei manter minha postura e deixar para xinga-lo só mentalmente mesmo. Fiz a maquiagem como estava na folha, com dificuldade. Enquanto eu o maquiava podia ouvir os rapazes me alfinetando.

- (Jungkook) Aposto que na ordem que ela está maquiando é a ordem dos que ela já pegou.

- (Yoongi) Não duvido nada. - Murmurou.

- Poderiam fazer silêncio, por favor? 

- (Yoongi) Por que você não continua caladinha como estava, em?

- (Hoseok) Pensei que era só o Jungkook que estava pistola hoje, mas vejo que não.

- (Yoongi) Quer levar os tiros das pistolas também, Hoseok? Aproveita que é de graça.

- (Hoseok) Não, não... Estava só brincando, sabe? Pra que agredir?

Depois de terminar a maquiagem de Yoongi já parti para a de Jungkook, tentando ser ágil, pois não poderia perder tempo, o comercial seria daqui à alguns minutos. Jungkook era o mais fácil de todos, não tinha muito oque elaborar e nada demais para corrigir. O maquiando olhei através do espelho, procurando por Jimin, ele havia sumido.

- Cadê o Jimin?

 - (Yoongi) Talvez esteja no seu quarto.

Afiei os olhos, encarando Yoongi através do espelho. Tentei me manter focada na maquiagem de Jungkook, porquê, apesar de ser uma maquiagem fácil, eu não posso deixa-la de qualquer jeito. Eu já estava terminando de dar cor nos lábios de Jeon quando Jimin finalmente apareceu, o pedi para que se sentasse na cadeira para poder maquia-lo e assim que terminei a maquiagem de Jungkook parti para a de Jimin, indo depressa, porque a cabeleleira precisaria arrumar os cabelos dos rapazes ainda.

Enquanto passava a base, Jimin me olhava nos olhos e sorria.

- (Jimin) Você está bonita hoje.

- Obrigada, Jimin oppa.

- (Jimin) Seus olhos estão tão bonitos... Ah, claro! Isso é porque consigo me ver dentro deles. - Gargalhou. Acabei rindo junto do ruivo. - Estou brincando, ____. Você tem olhos bonitos. Sério.

Agradeci e prossegui com a maquiagem. Quando finalizei eu soltei um suspiro alto e ergui meus braços, me espreguiçando. Olhei para Jimin, o mesmo me olhou de volta e então se inclinou na cadeira e beijou minha bochecha, fazendo-me sentir a tintura deixar seus lábios e ir para minha bochecha esquerda.

- (Yoongi) Piranha boa é piranha morta.

- Jimin! Você retirou todo o gloss de seus lábios, agora terei que retocar! Fora que eu não te dei permissão para beijar minha bochecha!

- (Jimin) Desculpe, desculpe... Pode deixar, farei isso sozinho. - O mesmo pegou o pincel de minha mão e coloriu os lábios com aquele batom. Ouvi passos rápidos e alguém abrir a porta e sair correndo pelo corredor, olhei pra trás e senti a falta da presença de Jungkook naquele local. Foi o mesmo que correu. Yoongi me olhava em negação, junto dos outros.

- (Yoongi) Agora você vai ter que ir confortar a criança chorona, que está prestes a borrar toda a maquiagem e nos fazer perder tempo.

Mesmo não querendo eu fui obrigada a disparar em direção a saída e sair procurando feito louca atrás de Jungkook, o infantil. Não foi difícil de localiza-lo, foi só olhar para a maquina de doces e ver pernas ao lado dela, também ouvir choros vindo daquela direção.


Notas Finais


Twitter: @Salycann


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...