História Amor Concreto (Em correção) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Drama, Jungkook
Visualizações 5.203
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Atraídos


Eu o encarava, ele me olhava de vez enquando e dava um sorriso de canto. Yoongi possui olhos pequenos, boca delicada e uma bochecha rosada. Eu gostava de olha-lo. Ele me olhou e dessa vez não desviou seus olhos do meu por um sequer instante, nos aproximamos aos poucos e então nossos narizes se encostaram, fazendo cossegas. Eu acabei rindo, sem querer, e Yoongi riu junto. Depois de segundos rindo nos aproximando mais, quebrando a distância de nossos lábios, então eu envolvi meus braços ao redor do pescoço de Yoongi e ele ao redor de minha cintura. Aquele momento era só nosso. Em meio ao beijo eu sorria, sem crer que aquilo estava realmente acontecendo, ele sorria junto. Eu ameaçava sair e então ele mordia meu lábio inferior, me impedindo. A mão que, até então estava em minha cintura, subiu até meu rosto, alisando minha bochecha com o polegar. Ele afastou nossos lábios por instante, então o encostou novamente dando um selinho demorado, mas logo correram para o meu pescoço o carimbando de beijos e mordidas de leve.

- Yoongi, vamos parar por aqui. Alguém poderá nos ver, afinal, as paredes são de vidro.

- (Yoongi) Tem razão - O mesmo se afastou, mas não por completo, seus dedos entrelaçaram nos meus. - Que tal me levar para o seu apartamento?

- Sabe que os outros também vão, não é?

- (Yoongi) Verdade - Inflou as bochechas - O pior é que Jungkook está no seu pé, tentanto não nos fazer se aproximar de você... O que eu já fiz. - Riu.

Avistei uma sombra passando pelo corredor, rapidamente soltei as mãos de Yoongi das minhas. Adentrou Jungkook, meio confuso por Yoongi estar ali.

- (Jungkook) O que está fazendo aqui, hyung?

- Ele veio pegar a papelada.

- (Yoongi) Vim pegar... Papelada?! - Ele me olhou bravo.

- Ué, você quem acabou de dizer que eram muitos papeis para uma dama como eu levar.

Ele assentiu e pegou os papéis resmungando e marchando para a saída. Jungkook pegou outra pilha e saiu, sem dizer uma palavra sequer. Logo veio Jimin, pronto para pegar os últimos.

- (Jimin) Esses são os últimos, né? - O mesmo caminhou até a mesa, mas parou assim que tocou nos papéis, ficou imóvel por alguns segundos. - Uh... Sabe... Eu comprei dois ingressos pra mim e para o Jungkook, mas ele não quis ir. Queria saber se você quer ir comigo?

- Okay.

- (Jimin) Tudo bem, eu entendo que nã... Espere, você disse "okay"?

- Disse.

-  (Jimin) Sério?! Então iremos amanhã assim que terminar o trabalho. Eu pago, hein! - Ele sorriu. O mesmo ergueu os papéis e saiu contente das sala. Avistei a sombra de Jungkook e então ele adentrou na sala novamente. Revirei os olhos.

- Já acabou o papéis, Jeon.

- (Jungkook) Mas eu só vim pergunta e o que você e o Jimin estavam fazen-

- Nada! - Interrompi.

O mesmo se aproximou e se escorou na mesa, como eu, e ficou olhando para os pés, meio sem graça.

- (Jungkook) Ele comprou dois ingressos para ver um filme no cinema, ele não lhe deu não, né? - Perguntou brincando com os dedos, triste. Confesso que me deu dó.

- Por quê? Há problema?

- (Jungkook) Há. Jimin é cheio de segundas intenções, ____. Espero que não, de verdade. Não gosto do jeito que o Jimin hyung trata as mulheres.

Eu olhava para os pés, como Jungkook. Só vi um calçado estranho aparecendo na frente dos meus, fui subindo com meus olhos e me dei de cara com Yoongi, ele nos olhava de braços cruzados.

 - (Yoongi) Sobre o que estão falando?

- (Jungkook) Sobre nada, hyung.

- Sobre o Jimin.

- (Yoongi) Jimin? Bom, que seja - Suspirou. Ele havia se tocado que aquele assunto não era da conta dele. - Vim para avisa-la que o Hitman à liberou.

- Sério?

- (Yoongi) Sim, vamos.

- (Jungkook) Pra onde, hyung?

- (Yoongi) Ué... Não vamos leva-la para o apartamento, seu bobão?

- (Jungkook) Ah! É mesmo. Esperem um pouco, chamarei os rapazes para arrumar as coisas.

Jungkook saiu as pressas. Voltei a olhar para Yoongi, que me olhava de cima à baixo na maior cara de pau.

 - (Yoongi) Podemos dar continuidade?

- Com o quê?

- (Yoongi) Com isso... - O mesmo me beijou. Seus lábios foram entre-abrertos para que eu pudesse entrar com minha língua e foi o que eu fiz, fazendo nossas línguas dançarem por dentro da boca. As mãos de Yoongi deslisaram de minha cintura até a coxa, dando um tapa leve, tão leve que eu quase não senti. Provavelmente ele estava com medo de eu reclamar e o empurrar.

- Que caralhos, Yoongi! - Gritou uma voz conhecida, mas não sabia de quem exatamente.

Paramos de nos beijar rapidamente e então olhamos para trás, lá estava Taehyung nos olhando boquiaberto.

- (Yoongi) Que foi? Que foi? - Perguntou ainda sonso por conta do susto repentino que acabou de levar. 

- (Taehyung) Você não tem vergonha não?

- (Yoongi) Vai se catar, estrume.

Yoongi me deu um selinho demorado, me dando outro tapa delicado.

 - (Taehyung) Hum...

Afastei meus lábios dos de Yoongi e escondi meu rosto no pescoço do mesmo, de tanta vergonha.

- Chega por agora, estou começando a ficar com vergonha - Sussurrei.

- (Yoongi) Dele?! Finge que é uma estátua - Sussurrou de volta.

- Nenhuma estátua fica olhando maliciosa e ainda fala, isso é imaginável.

- (Yoongi) Vá atrás dos meninos, Taehyung. Vai brincar, vai.

- (Taehyung) Vou sim, vou brincar, viu?! Mas vai custar caro, uma blusa da gucci caso queira ter uma idéia.

- (Yoongi) Foda-se.

Assim que finalmente Taehyung nos deixou a sós avistei a sobra de Jungkook se aproximando. Yoongi só não caiu no chão porque havia uma mesa na frente, o empurrão que eu dei foi capaz de fazê-lo arrastar a escrivaninha. 

Jeon adentrou e me puxou pelo braço e dizendo que já estava na hora, mas Yoongi me puxou pelo outro dizendo que ainda não. Ficou uma confusão até Jungkook finalmente conseguir me puxar para fora, me levando até a van. Yoongi veio atrás com minha bolsa e a maior cara de bunda que tinha e se sentou ao lado do motorista.

(...)

Entramos no apartamento 046, todos muito barulhentos. Parecia um sonho; sala de estar enorme e uma cozinha, sendo divididos por apenas um balcão.

- (Jin) Que fogão é esse, menina?!

- Lindo, não é?

 - (Yoongi) Tá e quando vão ir embora?

- (Taehyung) Calma, Yoongi! Parece que só veio para "comer" - Fez as aspas com o dedo e finalizou com um sorriso malicioso. Ouvi a maioria dos rapazes resmungarem que não entenderam e eu preferia assim.

- (Yoongi) Você é podre, seu podre!

- (Jungkook) Que tal assistirmos televisão? - Sugeriu, já se jogando no sofá.

- (Hoseok) Tem uma coisa melhor do que assistir televisão.

- (Jungkook) O quê?

Hoseok se aproximou de mim e ameaçou levantar minha blusa, mas Yoongi deu um tapa bem dado no pé do ouvido dele o fazendo gemer de dor.

- (Yoongi) Vamos respeita-la, ela não é um objeto, seu tapado! Além disso, o Hitman ficará uma fera caso ela decida ir embora novamente por atitudes imbecis como a sua.

- (Hoseok) Verdade, me desculpe, ____. Vamos assistir televisão mesmo.

Todos se acomodaram no sofá e resolveram ver Discovery até adormecerem, estavam cansados e eu entendo. Eu estava assistindo, até alguém se levantar do sofá e caminhar em minha direção, me puxando pelo braço e me levando até o quarto. Pude ver assim que chegamos, pela luz, era Yoongi, claro. O mesmo me empurrou na cama, que era bem macia por sinal, e trancou a porta. Significando apenas uma coisa.

 - (Yoongi) Não aguento mais... Quero você todinha - Disse, se ajoelhando em cima de mim e tirando sua camisa.


Notas Finais


Twitter: @Salycann


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...