1. Spirit Fanfics >
  2. BTS Jeon Jungkook (Long) Imagine >
  3. 81

História BTS Jeon Jungkook (Long) Imagine - Capítulo 81


Escrita por: JocelmaD

Notas do Autor


Alguém especial me disse que hoje é o dia do amigo, então eu vim desejar um feliz dia amizade para alguém especial, você. (*˘︶˘*).。*♡

Capítulo 81 - 81


Continuando...

Está evidente que ele está interessado nas possibilidades, mas quer minhas sugestões... "Para achar defeitos, porquê ele sempre acha defeito nas coisas." Isso é motivo suficiente para me fazer querer o atiçar.

—Não consegue? – Sorrio sentindo que venci. — Então quer dizer que você, meu coelhinho, não consegue na piscina. – finjo que estou desiludida, estou a salvo! — Aigoo, lá se foram minhas expectativas – olho para minhas unhas. — Que desapontante…

— Sua.. Eu te mostro se consigo ou não! – ele me agarra e me joga no ombro dele logo andando.

Droga, droga, droga, droga, "Hahahahaha" Maldição! Eu o provoquei demais "Sim, finalmente chegou no limite!" Como eu iria saber que eu estava colocando fogo na outra ponta do pavio que já estava pegando fogo do outro lado? "E que ainda tinha gasolina envolvida…" Coitada de mim! "Que nada! Vai ser muito bom! Mais que ma-" FICA QUIETA!

Tento descer, ele para de andar por poucos segundos e logo volta a andar. Será que se tentar o morder, conseguirei descer? "Não tem onde morder!" Tentar  "Você não conseguiu quando ele pegou o controle, não vai mais conseguir." Não pode me encorajar pelo menos uma vez? "Não, eu apoio Jungkook, eu quero o que ele quer." Eu preciso de outro cérebro! Um que me apóie! "Isso não é possível, qualquer outro iria escolher a causa que eu escolhi seguir!" Isso é mentira!

—Oppa, me solta, vamos pro spa! – Acabo chutando ele acidentalmente enquanto tento descer. "Ele vai ficar triste." Ótimo.

—Fica quieta! – ele me dá um tapa. "Hahaha"

—Por que fez isso? Doeu! – Minha pobre bunda... "Não se preocupe, você tem a mim para fingir sentir pena de você." Você gosta de rir da minha desgraça!

—Foi pra doer! – Tenho certeza que você tem muito mais força que isso. "Ele nunca iria nos machucar." — Você me machucou também! Isso se chama vingança. – "Você não pode falar nada contra isso." Ainda existe luz do Sol aqui fora... O tempo está passando lentamente, por quê?

—Não era minha intenção! – agarro a camisa dele com todas as minhas forças.

—Isso rasga minha camisa, menos trabalho pra mim! Você é boa nisso. – O solto.

Ele me tira de seu ombro mas não me solta, isso me deixa contente pois já estava começando a ficar tonta.. Agora que vejo o céu me sinto um pouco melhor... Percebo que estamos na borda da piscina, entendo o que ele quer fazer.

Jungkook! Não faça isso! – falo usando um tom autoritário mas ele me joga, prendo minha respiração, ao sentir o impacto da água contra minhas costas gotas de água brilham com a luz vinda do Sol.

Fecho meus olhos assim que estou dentro da piscina, logo nado para a superfície e procuro por ele.

Eu podia ter morrido! – Falo quase gritando no momento que o vejo. Eu pedi para que não fizesse isso comigo mas você fez! "Você o ordenou." Deveria ter me obedecido!

—Você não vai morrer só com isso. – Ele cruza os braços e sorri.

—Eu disse que podia! – Nado para longe dele.

—Mas não pode e não vai! – Quem você acha que é?

—Eu posso tudo! – paro de mexer meus braços e pernas para alcançar o fundo da piscina mas antes que meu pé pudesse tocar o chão sinto um de seus braços ao redor da minha cintura me trazendo para a superfície.

—Não faça isso, nunca mais. – espera, está zangado comigo? "Sim... Não me peça ajuda!"

—Eu estava brincando..

—Você podia ter morrido! – ele nada comigo para a borda.

—Mas não morri! – Bebê, eu estou bem!

—E se morresse? – ele me coloca sentada á beira da piscina.

—Eu tinha controle sobre a situação! – Meu coelhinho sai da piscina e se põe ao meu lado.

—Não tem! Você não tem! Você não… – Beijo ele e o abraço, não quero brigar com você, eu vou perder…

—Desculpa, eu fui longe demais. – falo olhando dentro de seus olhos, levo uma de minhas mãos aos seus cabelos e os acaricio.

—Foi! – Tão fofo.

—Coelhinho, mas se eu tivesse morrido eu voltaria pra te arrastar pro inferno comigo, não precisa se preocupar. – sinto uma de suas mãos passeando sobre minha coxa, meu corpo esquenta e meu coração acelera cada vez mais.

—Eu sei mas ainda quero ver você usando o vestido branco. – sua mão sobe e para em minha cintura.

—Amanhã? – ele faz que não com a cabeça. — Casamento? – ele sorri, fecho meus olhos ao sentir seus lábios sobre os meus por poucos segundos.

—Amanhã não vale. – Por que? Ele se levanta indo até a churrasqueira, olho para a piscina observando a água, é lindo... Quero vir mais vezes aqui nesse horário!

Sinto suas mãos em meu rosto, fecho meus olhos enquanto grito, o que tem nas mãos dele? "Carvão."

—AAAHH – consigo tirar suas mãos de mim. — O que você fez? – olho para cima, tem um sorriso de superioridade em seus lábios enquanto passa suas palmas uma contra a outra com a intenção de limpar suas mãos que estão pretas.

—Vingança! Você me assustou! – Minha pele...

Junto minhas mãos e as afundo na água da piscina logo trazendo a água para meu rosto, enquanto esfrego meu rosto o escuto rindo, você vai me pagar! "Não mexa com ele!" Não se intrometa! "Você não vai fazer nada com ele, porquê eu não vou deixar!" Eu consigo sozinha! Pego mais água e faço o mesmo, como eu me vingo? "Sem vingança!" Eu não consigo pensar em nada por conta do meu cérebro inútil... Repito minha ação, a água que cai da minha face é mais clara que das últimas vezes.

—Coelhinha, já tá bom, já saiu! – pego mais água e jogo nele que gargalha.

Não me importa que você esteja molhado e que o que fiz é estúpido! "Pelo menos o fez rir." Isso não me deixa contente! "Mas eu sim estou!" Me levanto para o empurrar mas ele me abraça e se joga dentro da piscina me levando junto. Me solto com facilidade e vou para a superfície.

—JUNGKOOK! – ele aparece em minha frente rindo, maldito! — Bebê malvado! Eu vou te por de castigo! – jogo água nele.

—É mesmo? – ele se aproxima de mim olhando fixamente para meus lábios. — Estou mui~to curioso, me diga como vai me cas-

AS:—A porta estava aberta então eu entrei. – Aesun? Me viro e realmente é ela, o que veio fazer aqui nesse horário?

JK:— Se ninguém abriu a porta é porquê não era para entrar! – De certa forma faz sentido… — O que você quer? – Está sendo gentil em perguntar, "que fofo." Ela está demonstrando um pouco de medo ... "A fofura dele é algo tão grandioso que assusta."

AS:—Eu vim roubar sua noiva! – O que quer comigo?

JK:—Não! Eu não deixo você levar ela! Volte pro buraco que estava metida! – Que curioso... Você poderia simplesmente dizer não e pronto.

AS:—Você não pode me impedir, vem S/n! – ela vem até a piscina e oferece a mão pra mim, meu coelhinho joga água nela.— Jeon Jungkook, seu xxxxxxxxxxxxxcccc .. – ela tira o sapato dela logo entendo o que ela quer fazer. "Não deixa! Ele vai sair machucado!"

S/N:—Aesun-ssi!  Você não quer molhar seu sapato! – ela abaixa a mão mas levanta de novo. — Você não vai conseguir acertar ele com isso! Ele vai desviar, ele é bom em desviar das coisas,  experiência própria. – ela abaixa a mão que contém o salto.

AS:—E com minha bolsa? – "Menos." Finjo indiferença.

S/N:— Também não, é triste, eu sei...

AS:—Eu vou voltar! – ela fala irritada. — E é pra me vingar de você! – Vai ser divertido assistir! — Eu vou jogar um balde de água fria em você no inverno! – Não!

S/N:—Se fizer isso ele vai ficar doente! – Qualquer coisa menos isso! "Que qualquer coisa?"

JK:—Eba! – Meu bebê comemora jogando água para cima fazendo chuva.

S/N:—Não é você que tem que cuidar dele, sou eu! Aesun, não faça isso comigo, por favor? Eu não te fiz nada esses dias! – "Min Yoongi~" O que tem ele? "Nada." Tu é uma existência estranha. "Como se você não fosse."

AS:—Então como eu me vingo? – Isso é contigo. — Eu posso jogar água no computador dele pelo menos? – faço que não com a cabeça, no trabalho não se mexe. — Ele molhou meu cabelo! E eu acabei de sair do cabeleireiro! – Okay, isso é ruim, olho para Jungkook e ele parece uma criança brincando na água, é como se fosse a criatura mais pura do universo... Volto a olhar para Aesun que troca sua expressão de zangada para assustada e corre pra longe da piscina.

S/N:—Você já vai? – "Eu não vou te ajudar a dar ideias." Não precisa.

AS:—S/n, ele está me ameaçando! Quando você se virou ele se transformou em um demônio! Vou pegar uma cruz e enfiar no coração dele!

JK:—Ela está me ameaçando! Coelhinha ela quer me machucar! – Não é só machucar, ela quer te matar! Ninguém vai sobreviver com um golpe desses!

AS:—Eu vou amanhã com um balde de água pro teu trabalho e vou te molhar na frente dos teus funcionários! – Isso parece engraçado. "Ainda mais quando o seu hobby é molhar ele." Eu sei o limite!

JK:—Pode ir! – Ele parece confiante.

S/N:—Amanhã ele não vai..

JK:—Coelhinha!

AS:—Jungkook, você é um idiota! – Só eu posso falar isso. — Antes de ser sua, ela é minha! – Sorrio para não rir. — Ela sempre vai ficar do lado das amigas dela envés do seu! Nós fizemos um pacto de amizade! – Está usando isso contra mim!

JK:—Então realmente são bruxas! E levaram minha pobre coelhinha pra fazer a bruxaria de vocês! – Olho para Jungkook. — A aparência de vocês já dizia tudo – ele pega o sapato dela antes que atingisse o rosto dele, eu quase tive um infarto. — Lixo. – volto a olhar para a mais velha.

S/N:—Aesun! Você quase matou meu bebê!

AS:—S/n, ele me chamou de bruxa de novo! E eu não sou uma mulher velha e verde com um cabelo horrível! – Como você pode se ofender com algo tão bobo?

JK:—Já se olhou no espelho? Está exatamente assim! Só falta o verde mas vermelho também serve, você está vermelha, parece um tomate podre. – Meu bebê pega tão leve com as pessoas...

AS:—Vai ser gelo! Depois de amanhã eu vou! – Ele já é burro, não destrua o resto de inteligência dele jogando na cabeça.

S/N:—Ele Tam...

JK:—Yoon S/n, você quer me matar, não é? – ela não vai te matar! Depois é só você se vingar, eu até ajudo.

AS:—Na próxima semana eu vou! – isso vai ser divertido, como as pessoas vão ver ele? Eu tenho que ir assistir!

JK:—Acha mesmo que vou deixar você passar pela porta? Eu vou barrar sua entrada lá! – Vai usar o poder de CEO...

AS:—S/n vai me acompanhar você não vai me impedir de entrar com ela ou vai? Exatamente, você não vai, porque as pessoas achariam que vocês terminaram e se alguém que gosta dela, descobrisse isso então ele vai vir atrás dela, não é? Como você vai nos deixar entrar eu vou jogar gelo em você e eu só vou parar quando ela disser que já foi o suficiente e agradeça que estou pegando leve com você! Eu faria coisa bem pior se não fosse por ela! – eu quero saber o que você faria, vamos me diga! "Pra que você quer saber!?" Não que eu vá deixar ela fazer isso com meu bebê mas eu posso fazer com outra pessoa também!

JK:—Bruxa!

AS:— Otário! – ela tira o outro sapato e se inclina.

JK:—Coelhinha! Olha ela! Ela quer jogar o outro sapato em mim! – Você não pode ser tão fofo na frente dos outros!

S/N:—Aesun… Amanhã nós vamos para uma seção de fotos, ele não pode estar machucado! – "Podemos ser pior que isso!" Eu não posso agir como se eu estivesse do lado dele, ele destruiu a chapinha da outra! Mas também não posso ficar do lado dela completamente…

AS:—Me dá meu sapato! Eu vou embora. – Jungkook joga o sapato nela, meu coração para por um segundo mas felizmente ele não jogou para acertar ela, onde nós iríamos esconder o corpo? Não tem lugar aqui… E eu não quero uma defunta na minha casa. — Sua vadia de cabaré! – xingar ele disso não é uma boa ideia…

JK:—Não leve nenhuma vassoura! – Ele começa a falar fazendo uma voz fina. — Eu preciso delas pra varrer a entrada do meu cabaré! Sabe como é não vão me querer se não for bem limpo, AI~ quebrei uma unha foi culpa do seu sapato, – ele finje que está morrendo, rio de como ele está agindo.  — Você pode me ajudar amiga ? Já que você é mais experiente nesse ramo, como eu posso atrair mais clientes? Eu devo usar que tipo de roupa hoje minha estilista fabulosa ? – Eu devo lhe vestir em um vestido curto com muito glitter? — Eu queria ter pelo menos um cliente hoje, aquela bruxa alí consegue uns 100 por dia. – Sério? — Ela faz as bruxarias dela, já eu uma vadia honesta não consigo vencer na vida. – quase me afogo de tanto rir, ele me segura com um braço. -— Cuidado. – ele fala com sua voz normal, aos poucos paro de rir.

AS:—Se você não estivesse aí dentro eu juro que ia fazer você me pagar! – você não conseguiria ele sabe boxing... ela se vira de costas e sai falando coisas que eu não compreendo.

JK:—Nunca mais volte no meu cabaré! – me afasto dele.

***


Notas Finais


Mais uma vez obrigada por continuar lendo... (✿ ♡‿♡)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...