História BTS x Família, Amor e Fama - Capítulo 52


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Chichim, Chimichimi, Família, Gay, Hopekook, Hopemin, Hopeminkook, Hopev, Hosek, Jeon, Jhope, Jikook, Jimin, Jiminie, Jiminin, Jiminin-ah, Jimin-ssi, Jin, Jk&jm, Jm+jk, Jungkook, Jungkook-ah, Jungkook-ssi, Kook, Kookjin, Kookmin, Lemon, Lgbt, Min Yoongi, Minsuga, Namin, Namjin, Namjoon, Park, Park Jimin, Sope, Sopev, Suga, Tae, Taegi, Taehope, Taehyung, Taekook, Taenamjin, Vhope, Vi-ssi, Vjin, Vjk, Vkook, Vmin, Yaoi, Yoomin, Yoominkook, Yoominseok, Yoongi, Yoonkook, Yuri
Visualizações 174
Palavras 3.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi @s!
Será que ainda estão ansiosas por um cap. novo? :(
Fiquei sem net cedo esse mês... :( E quase enlouqueci sem poder postar nada...

Mas Hoje voltou!!!!!
E entro de férias no domingo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Vou poder postar cap. Novos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Tirar meu atraso com vocês...

Estava com saudades... E cheia de coisas novas... HUm.... Amooooo!!!

Bom, chega de conversa que já deixei vocês esperando de mais!

Boa leitura amores!

Favoritem se gostarem e...
Comentem! Amo falar com vocês!!! Muito mesmo <3

Saranghae ! <3

Capítulo 52 - Ep. 52 - Beijo Roubado


Fanfic / Fanfiction BTS x Família, Amor e Fama - Capítulo 52 - Ep. 52 - Beijo Roubado


                                          Capítulo 52


Beijo Roubado

 


"Eu conheci o gosto de um beijo, com seus doces e quentes lábios... - Descobri o calor de um corpo, ao tocar e sentir os dele... - Descobri o significado de desejo, em seu olhar... - O que é tentação, em cada pedaço do meu corpo em suas mãos... - Sim, eu o queria... Muito! - Mas ainda desejo que tudo tenha seu tempo e momento certo... - Que tenha mais do que descobertas... Mais do que olhares, calores, arrepios e desejo... - Eu quero o que nunca mais tive desde que perdi minha mãe... - Eu quero amor." - Jimin pensava...


Bom, ao menos tentava pensar, em meio as beijos e apertos de Yoongi...


 Não havia nenhum mau em alguns chupões e amassos... - Até sentir que sua respiração estava ficando mais ofegante, a medida que acelerava suas mãos, junto de seus apertos, que ficavam mais fortes...


Em questão de segundos, o maior virou, se colocando deitado agora - E em um impulso de força, puxou o menor para cima de si - Agarrou com uma das mãos, sua nuca - o travando em mais beijos desesperados - Enquanto a outra mão descia necessitadas por suas costas...


- Hum! - Jimin resmungou contra seus lábios, ao sentir a forte mão do maior pegarem em uma banda de sua bunda com força! - Quase em um tapa! - Apertando seu quadril contra o seu o fazendo sentir toda a sua vontade...


Suavam - Mas o menor, de nervoso... - Não queria que avessassem mais... - Não era o momento... - "Eu nem sei o que ele sente por mim... Não quero ser usado..." - Pensava, por mais que entendesse que, se dependesse de seus carinhos, o queria, e muito... Mas, isso não era tudo...


- Yoongi... - Sua voz saiu baixa e manhosa, mesmo com os olhos fechados... - Em meio aos calafrios que teve com a boca quente do menor descendo até seu pescoço e o castigando mais...


- Suga para... - Ele o ignorava, agora descendo a mão antes em sua nuca, para a outra banda da bunda grande do menor, mas dessa vez o fez abrir os olhos, já delatados, por sentir que entrou com ela por debaixo da bermuda, sentindo outro calafrio por sentir suas mãos quentes em sua pele sensível... - Suga o apertou mais ainda de puro tesão ao sentir seu corpo descoberto...


- ahh... Suga... Par... - Antes que pudesse terminar de falar, o maior lhe tampou a boca com mais beijos enquanto massageava suas nádegas apertando forte cada uma delas contra sua ereção...


 "Aiisshhh como isso é bom..." - O menor pensava com a boca entreaberta, mau seguindo o ritmo de seus desesperados beijos - em êxtase...


"P#*ta merda..." - Jimin xingava em pensamentos por sentir o sorriso malicioso de Yoongi  em meio aos beijos, por sentir sua também ereção contra a dele - lamentava por não ter conseguido se segurar mais... - Seria impossível...


Inquieto, o maior o assustou, virando-o novamente contra o colchão - Se lançando em cima dele - Agora sentando em sua cintura e o olhando de cima...


Jimin respirava ofegante, em meio ao coraçãozinho quase saindo da caixa do peito... - Suga o olhava ainda no escuro... Era visível que podia enxergar seu rosto - Naquele momento, sentia-se constrangido pelo silêncio do maior apenas o encarando... - Sentia seu peito subir e descer...


"Como ele consegue fazer isso comigo?! Mas o que ele quer?!" - O menor pensava o olhando em meio aquele escuro - Onde apenas as respirações e o ventilador eram ouvidos...


- Eu quero você Jiminie... - O coração do menor quase parou naquele instante! - "Ele ouviu meus pensamentos?!" - Pensou com os olhos dilatados!


Yoongi lentamente pegou na beirada do final de sua blusa e em movimentos lentos foi a levantando em seu corpo - Fazendo movimentos para tirá-la, sem desviar os olhos dos de Jimin... - Que o olhava ainda ofegante... - Jogou a peça em algum canto do quarto e viu os olhos do menor passear por sua pele nua...


"Droga..." - Jimin pensou em desejo... - "Eu o quero... Muito..." - Brigava consigo mesmo...


 Desceu os olhos acompanhando sua mãos, agora tocando o botão de sua bermuda, prevendo o que viria...


- Yoongi... - Sussurrou contra a sua vontade... - Ainda o vendo ignorá-lo... - Desabotoou a peça e pegou no zíper...

- Suga... Não. - Falou segurando suas mãos ainda no zíper, o parando.


 Não conseguiu dizer mais nenhuma palavra, esperava que já tivesse entendido... - Mas se surpreendeu com um sorriso de canto dele... Baixando o rosto e o olhando com as sobrancelhas levantadas...


"Não me olhe assim..." - Pensava em desespero mental... - Passou forte a mão livre no cabelo, entrando os dedos nos fios com força, fechando os olhos... - "Eu preciso sair daqui..." - Continuava...


Sentiu os lábios quentes do maior contra os seus... - Um beijo lento e quente... - Sugando seu lábio inferior bem devagar no final - O fazendo olhá-lo com desejo...


- Relaxa... - Sussurrou contra seu rosto... - E logo sentiu suas grandes mãos tocarem agora a bermuda do menor  - Fazendo uma leve força para removê-las - Aí que seu desespero aumentou!


- Suga... Suga... Não. - Iniciou nervoso segurando suas mãos, o vendo sorrir ainda malicioso, achando graça de seu nervosismo...  O beijou mais uma vez, tentando acalmá-lo...


- É serio... Não... - Continuava insistindo, o sentindo em seu pescoço novamente... - A mão desceu mais um pouco, junto do tecido de sua roupa de baixo e o coração acelerou mais... - Estava decidido que não seria assim sua primeira vez! - Fazendo seu desejo sumir naquele instante! - Logo estava nervoso por ser ignorado pelo maior que visivelmente achava que era apenas tudo "chame" por ser sua primeira transa... - Mas não! Era uma questão de sentimentos também!


Seu marcado osso da cintura já estava bem visível com o tecido já bem a baixo do quadril, e sentia o inicio de outra força que sem duvidas iria descer de vez suas calças - E sem pensar duas vezes, em um impulso - Lançou o corpo para trás, saindo da prisão de seus braços - E se colocando erguido, quase sentado - O encarando confuso agora, o vendo longe.


- Jimin...


- Não Suga. Eu disse não. - Firme e bravo, o menor o olhava sem piscar! - Mostrando que estava falando serio. - Ambos descabelados e bagunçados...


Suga respirou fundo, tentando se aproximar... - O menor se afastou ainda ignorante.
- Não me toque. - Baixou os olhos ao ouvi-lo magoado... - Seu olhar era realmente chateado, e pode ver que se deixou passar um pouco dos limites...


Rapidamente, Jimin se pois de pé sem olhá-lo mais, puxou as calças para o lugar de costume - Suga o olhou por uns segundos... - Viu o menor passar as mãos no cabelo, os jogando para trás - Rapidamente lançou um olhar chateado contra ele novamente, o vendo com um olhar arrependido... - Mas ignorou, saindo porta a fora do quarto.


Com raiva, Suga jogou um dos travesseiros contra a parede!


Jimin adentrou ao seu quarto ao lado - Ainda chateado, fechou com ignorância a porta para que Yoongi ouvisse tamanha sua indignação! - Esquecendo-se da hora... - Logo se encolheu com o barulho que fez - Encarando J-Hope que se mexeu um pouco em sua cama, mas para sua sorte não despertou... - Então, aproveitou e foi se deitar...


Deixou uma respiração pesada sair de si enquanto encarava o teto... - "Difícil..." - Pensou fechando os olhos e tentando dormir...

 


No outro quarto, Taehyung estava sentado na cama assustado com o barulho que ouviu... "O que será que foi isso" - Se perguntava em mente... - Olhando agora para Namjoon que babava dormindo de boca aberta... - Com medo, se encolheu deitando e se cobrindo da cabeça aos pés... "Não é nada Taehyung... Durma..." - Dizia mentalmente para si mesmo...


"Eu não deveria ter tratado ele assim!" - Suga pensava em meio ao seu nervosismo... - Apertava os olhos e desejava que Jimin voltasse ao quarto para que pudesse se desculpar... Mas no fundo ele sabia que isso não ia acontecer.


"Droga!" - Praguejou jogando outro travesseiro longe! - Só que dessa vez, pegou no ventilador que estava no armário, caindo os dois no chão! - Fazendo um barulho maior do que a porta fechada por Jimin segundos atrás!


- P#%ta que pariu! Eu não vou ficar aqui não! - Tae sussurrava pulando de sua cama e recolhendo seu travesseiro, coberta e o pobre do cãozinho que antes dormia em paz... - Correndo para o quarto ao lado de Jungkook, que para sua sorte, estava com a porta aberta. - fechou rapidamente a porta atrás de si e ficou alguns segundos ofegante...

 


Jimin olhou a parede que dá para o quarto de Suga, como se o encarasse!


- Hum! - Resmungou bravo com sua atitude de chamar a sua atenção! - Logo deitou-se novamente procurando dormir...
Tae deu passos leves e delicadamente sem barulhos até a cama do menor que dormia como um bebê... - Demostrando não ter se incomodado com barulho algum...

 


Com delicadeza ainda, deitou ao seu lado na cama - Ainda com medo, se acomodou sem fazer movimentos bruscos - Ao seu lado direito Jungkook, ainda dormindo, e ao seu lado esquerdo acomodou seu filhote em meio as cobertas... - Logo, com o quentinho e o silêncio da madrugada, voltou a dormir...


Tae, virou-se para o lado de Jungkook, o olhando... - Não havia medo que permanecesse estando ao lado dele... - Sentia-se em fim, seguro... - Então dormiu.

 


A brisa suave do vento batia em seus cabelos - balançando os fios de forma sincronizada... - O Sol estava sobre sua pele - E pode adentrar os pés em uma areia fina e quente... - Elevou a cabeça e pode ver a sua frente um grande mar lindo... - Um azul misturado ao verde pintavam aquela imagem... - Era uma linda praia...


- Ei Tae! Vamos surfar! - Ouviu uma doce e reconhecida voz gritar atrás de si - Junto de duas risadas fofas... - Nem precisou virar para ver quem era... - Logo, viu passarem duas crianças por ele, correndo em direção ao mar, com pequenas pranchas debaixo dos finos braços... - Lançando-se nas águas salgadas...


Sorrindo, se pois de pé para ver se os reconheciam... - Sentiu um aperto em seu peito, de saudade... - Lembrou de seus pequenos irmãos... - Até poderiam ser eles... - Mas aquelas crianças eram tão mais velhas... - Era a impressão que teve, mesmo que tenha os visto rápido...


A onda cresceu e logo riu em empolgação os vendo surfar sobre ela! - Sendo empurrados em cima da prancha no ritmo da onda...


- Wallll!!!! - Gritava em euforia os assistindo! - Logo a onda se quebrou e lá estavam os pequenos, rindo, satisfeitos e se divertindo!


- Vem Tae! Vem! - Ouviu gritos longe vindo deles - O convidando para a brincadeira... - Parou de assistir e decidiu se juntar a eles! - Correndo naquela areia em seu encontro.


Outra onda surgiu e logo se colocaram de pé na prancha - Procurando se prepararem para ela - Mas a onda ficou grande de mais! - E o maior pode ver os olhos assustados dos pequenos em si - Denunciando o que aconteceria em breve!


- Tae!


- Não! - Gritou vendo a onda engolir os dois de uma só vez! - Parando de correr, tentava enxergar onde eles estariam - conforme a onde se quebrava... - Mas ela foi diminuindo e não conseguia avistar nenhum deles... - Olhava desesperado de uma ponta a outra e nada... Nem prancha.. .Nem nenhum sinal dos pequenos... !


Decidiu voltar a correr - E não havia tempo para pensar! - Lançou-se ao mar, caminhava pesado sobre a areia, tentando chegar ao fundo, onde poderia se jogar e procurá-los! - Mas a onda vinha se formando novamente e puxava a areia de seus pés, sugando toda a água ao seu redor!


- Não... - Suspirou a vendo ficar cada vez mais gigante em sua frente...


Até que sentiu algo lhe acertar as costas! - Sentiu uma dor horrível ao respirar - Como se tivesse com algo fincado em seu corpo! - Caiu de joelhos...


Com dificuldade, pois a mão para trás, tentando tocar o que lhe feriu - e sentiu um liquido quente junto de uma lamina fincada em seu lado direito das costas... - Recolheu a mão e arregalou os olhos ao ver que aquele "liquido quente" que havia sentido, era seu sangue, agora em suas mãos... - Logo deduziu o que estava ferido!


Seu coração queimou e olhou para seu peito - Vendo uma mancha vermelha, pequena, crescendo rapidamente... - Até encharcar toda a sua blusa... - A essa altura, estava tremendo... - Não conseguia respirar direito devido a dor... - Mas sua mente estava naquelas crianças...


Sua visão começou a ficar embasada... - Sentia que ia desmaiar...


- Não... - Sussurrou mais uma vez, ainda com dificuldades...


- "Pequenos..." - Os chamou olhando turvamente a gigante onda a sua frente, vindo furiosa contra si... - E então o engoliu!


- Não! - Gritou se colocando sentado! - Tae rapidamente pois as mãos no peito e costas, procurando o ferimento... - Respirando ainda ofegante ao ver que foi só um pesadelo horrível... - Um doido pesadelo horrível!


 Não entendeu nada, mas não conseguia pensar em nada mais que não fosse seus pequenos irmãos... - Deitou lentamente na cama, vendo o filhote o olhando assustado, provavelmente acordou com seu alvoroço...


- Desculpe amor... - Disse o pegando, aconchegando-o em seu peito... - Logo o viu deitar e ficar quietinho...


"Será que aconteceu algo? Será que estão bem?" - Tae se torturava preocupado... - Passou a mãos na testa, secando o suor dos fios molhados... - Respirando fundo... Tentava se acalmar... - Deixou a cabeça cair para o lado - Avistando Jungkook  ainda dormindo como um bebê... " Como seu sono é pesado Kook" - Pensava sorrindo...


Vendo que o filhote voltou a dormir, o colocou novamente ao seu lado, podendo virar-se para o menor, o olhando mais um pouco...


"Já deve estar amanhecendo..." - Pensou vendo alguns raios de claridade adentrar a cortina da grande janela do quarto... - Iluminando aquele rostinho de bebê... - Podendo ver melhor cada traço dele...


Quase descoberto da cintura para cima - Tae se ergueu um pouco para poder cobri-lo - Pois uns ventos gelados da manhã, rodeavam o quarto - E não queria que ficasse resfriado...


Mas ao visualizar seu corpo, parou... - Deixou seus olhos deslizarem por cada parte dele, subindo da cintura... Umbigo... Sua lisa barriga... Seu peito... Seu pescoço... Seu queixo... Mas ao chegar em sua boca desenhada de boneca, não conseguiu olhar mais nada...
Seu coração batia mais forte ainda com essa nova emoção adicionada ao susto de segundos atrás...


Deixou uma das mãos deslizarem por debaixo da coberta, até encontrar a dele - Onde entrelaçou os dedos, podendo fechar uma na outra... - Ele nem se mexeu com o toque... - Então, fechou os olhos sentindo a paz de tocar suas mãos... A mesma paz da primeira vez...


- Como você me faz bem... - Sussurrou bem baixinho... Pensando alto... Mesmo que quisesse muito que ele ouvisse...


- Você me acalma... Me trás paz em meio aos meus conflitos... - Continuava apertando agora os olhos, sentindo lágrimas vindo...


- Eu queria... Não ter que esconder isso de você... - Soltou em meio a um suspiro doce de dor e sentimento... - Deixou a cabeça inclinar, tocando sua a testa, na do menor... - Colando seus rostos...


Uma lágrima quente escorreu dos seus olhos até morrer em seus lábios... - Haviam vários sentimentos nela... - E ao abrir os olhos, tinha em sua frente o maior deles...


Mirou sua boca rosa por alguns segundos... - E com o coração quase saindo pela boca, inclinou seu rosto contra o dele - Tocando levemente seus lábios...


"Seu gosto... Era exatamente como sempre imaginei..." - Pensava sentindo-o delicadamente... - Sem mover um músculo, apenas deixou seus lábios nos dele por alguns segundos... - O sentindo apenas...


Com o coração quase explodindo, abriu os olhos - Com medo do que veria - Mesmo torcendo para ser retribuído...
Mas encontrou os olhos do menor ainda fechados...


Então... Lentamente, afastou o rosto bem devagar, um pouco desapontado e feliz ao mesmo tempo...
Em um segundo, seu peito pensou no desespero que o menor teria se abrisse os olhos naquele instante! - E no quanto ele poderia reagir mau com isso!


"O que eu tinha na cabeça?!" - Pensou se afastando de vez dele, com as mãos no cabelo em desespero!

"Poderia ter estragado tudo!" - Continuava em desespero mental agora o olhando ainda dormir... 


"Aishhh... Eu não estou bem..." - Completou seus pensamentos, agora lembrando do sonho... De seus irmãos... Do medo... Do desespero e preocupação... E agora, na quase burrada que fez, por deixar seus sentimentos falarem mais alto!


Se colocou de pé, vendo que já amanheceu pela claridade, e saiu rapidamente porta a fora  - Fechando o casaco que estava, saiu em direção a varanda - Precisava de ar...


Se encostou na mureta, vendo o Sol terminar de nascer - Lhe dando uma visão linda... - Onde pode fechar os olhos  e respirar fundo - tentando acalmar seu coraçãozinho, que ainda batia forte e descompassado...


Um cheiro de cigarro atrapalhou seus confusos sentimentos...


- Oi Taehyung... - Assustado com aquela voz próxima a suas costas, se virou rapidamente, se afastando do Novo Manager atrás de si- que o olhava com aquele sorriso e um cigarro entre os dedos.


- Não sabia que acordava tão cedo... - Falou tragando a fumaça, enquanto passeava os olhos dos pés a cabeça do menor ainda encolhido o olhando assustado. - Olhos dilatados e a boca fechada. - Uma mistura de tudo e medo... Aquele homem era estranho as vezes... E sabendo que todos dormiam, lhe dava um certo pavor de estar sozinho com ele.


- Me deu um bolo aquele dia... Fiquei te esperando... - Deixando a cabeça cair de lado, franziu a testa com um biquinhos nos lábios... O maior falava manhoso, como se, se importasse com o ocorrido... - Confuso, Taehyung passeava os olhos pelos lados enquanto batia a boca, buscando o que falar...


O maior sorriu o olhando fixo, parecia achar fofo sua confusão... - Lançou o cigarro longe e soltando a fumaça em sua boca lentamente, deu passos na direção do menor que o olhou mais assustado ainda!


Se assustando em seguida com um vulto passar por si - Avistando Jungkook agora a sua frente! - Entre ele e o Novo Manager, que agora o encarava com nojo e raiva! - Podia ver que pela mandíbula trancada do menor, fazia o mesmo!


Algo pulou de seu colo e viu que era seu filhote, se posicionado como um cachorro grande, encarando e rosnando para o maior - Como se fosse atacá-lo!


- O que quer com ele?!
 


Notas Finais


Finalmente estou iniciando o ciclo dos Shipes!!! Estava ansiosa...

Primeiros do grupo de acordo com minhas pesquisas...
Yoomin
Vkook
Namjin

E uma queda, quero dizer, um tombo de Hope por V. - Que pena que ele demorou muuuuito para perceber... Seu olhos estavam apenas no nosso coelhinho lindo...

Deixa eu sair fora se não vou falar de mais!
hahahah

Ei Armys, fiquem de olho nos sonhos!
Eu amo muito fazer isso... São pistas, como os meninos do BTS fazem com as famosas "notas" que eles escrevem antes de cada musica lançada...
Eu acredito que o deles tb sejam sonhos...

Muitas coisas mais a frente estarão relacionadas com esses sonhos dos meinos, são prescentimentos... - Vamos ver quem está ligada!

Bjx e até a proxima!
Se der porsto hoje mesmo!
Já está quase pronta!
Bjx amoras

Comentem! Falem comigo <3
E favoritem se gostarem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...