1. Spirit Fanfics >
  2. Bubblegum boy(Vmin) >
  3. Capítulo 3:Alguns erros

História Bubblegum boy(Vmin) - Capítulo 3


Escrita por: Just_Baunilha

Notas do Autor


Criei vergonha na cara e atualizei aqui e no wattpad jakkkkk

Desculpe-me por qualquer erro ortográfico

Boa leitura🦕

️Alerta de gatilho:O capítulo a seguir contem xingamentos,cenas fictícias de bullying,brigas e menciona abuso domestico,além de homofobia⚠️

Capítulo 3 - Capítulo 3:Alguns erros


Quanto tempo se passou?Três,quatro semanas?Não sei ao certo.Jimin passou a dormir na minha casa na maioria dos dia.Não me importei no começo,até um dia.

-Posso dormir na sua casa?

Fiz a pergunta para o garoto de cabelos rosados.

-Eh?Por que isso derrepente?

Jimin murmura fazendo uma carranca.

-Você sempre dorme na minha casa,entretanto nunca dormi na sua.

O garoto chiclete solta um suspiro,deitando sua cabeça em meu colo.

-Sinto muito Taehyung,não posso te levar até minha casa.

-Por que?Você sempre diz isso,estou ficando irritado.

Respondo.

Eu não deveria ter dito aquilo,eu não deveria ter sido estupido a cometer tal erro.O garoto de cabelos rosados saiu do meu colo rapidamente,e lá estava ele.Na minha frente se encontrava um garoto com lagrimas nos olhos,tremendo.

-E-Eu apenas não posso,por que você não entende isso?!Para um garoto sem amigos você é tão egoísta!

Jimin gritou frustado,lagrimas escorrendo pelo canto dos olhos.

Nós deveríamos ter parado tudo ali,era o melhor a ser feito.Mas nem eu,e nem ele paramos de brigar.

-Sem amigos?E o que eu sou para você?

Me levanto para encarar o garoto.

-Ah,que saber,vai se fuder seu doente egoista!

O garoto grita,se retirando do local.

-Maldito desgraçado...

Condeno baixinho.

Sendo o desgraçado,chorão e orgulhoso que sou começei a evitar Jimin o dia todo.

Acabei colocando na minha cabeça que ele nunca me considerou seu amigo.Que idiota,eu não tenho mais idade para isso...


.

.

.

.


-Estou de volta.

Murmuro ao abrir a porta de casa.


Nenhuma resposta.Vou em direção a mesa e encontro um bilhete da minha mãe que dizia que ela iria passar a noite fora.

-O jantar deve estar no micro-ondas,só esquentar...

Resmungo para mim mesmo.

Minha mãe iria passar a noite fora,e vocês sabem o que isso quer dizer,certo?Sentar no sofa da sala,yeah!

Eu nunca me sento no sofa da sala quando minha mãe e algum editor de onde ela trabalha está aqui em casa,que é a maioria do tempo.Esquentei meu jantar e peguei uma coca-cola na geladeira.Coloquei em uma série aleatória,acho que é Kuroshitsuji.

-Haha nem lembro da ultima vez que fiz isso!

Cantarolo.

Todavia uma coisa ainda me imcomodava.Minha briga com o garoto chiclete mais cedo.Suas palavras imundavam minha cabeça,me fazendo sentir culpado por tudo que aconteceu.E de certa forma sou o culpado,se eu não tivesse sido tão egoista e imprudente nós não estariamos nos evitando.

-Bem ele deve ter um motivo para não me deixar dormir na sua casa,certo?

Questiono para mim mesmo,na tentativa de me confortar.

Se passaram algumas horas,acho que são nove horas da noite.Eu ainda estava deitado no sofá com um prato de macarrão e carne quase não tocado na minha frente.

-Eu deveria ligar para ele,certo?

Vou em direção ao meu celular e disco o número do garoto.

-Alô?

Uma voz feminina fala.

-Na-Young?Onde está seu irmão?

-Ah,você é o Taehyung,certo?Jimin não pode atender no momento,papai está "conversando" com ele.

Na-Young responde.

-Tudo bem,obrigado Na-Young e tenha uma boa noite.

Murmuro,desligando a chamada.

O que me resta é esperar até amanha.

As vezes gostaria de ter super-poderes,assim poderia voltar no tempo e consertaria essa bagunça.Se eu não tivesse falado tanta 'merda' nós dois estaríamos abraçados agora enquanto dormiamos.

Sinto que preciso lavar minha boca com sabão.

.

.

.

.

Jovens correndo para todo lado,crianças conversando sobre pais divorciados,garotas falando sobre fuder e garotos contando quantas garotas engravidaram e não assumiram o bebê.Mas nenhum sinal do meu garoto chiclete.

Meu peito está apertando.

-Ora ora,você está sozinho hoje?O que aconteceu com aquele viadinho que anda sempre com você?

Uma voz zombatera rir,era a voz de um garoto e vinha da entrada.

Resolvi dar uma olhada,parecia uma cena clássica de bullying.Coloco minha cabeça na entrada para encontrar três garotos altos e musculosos encarando Jimin.

Uma cabeça rosada e brilhante no meio de uma sociedade escura e padrão.

-Vamos lá,me responda!O gato comeu sua lingua,bichinha imunda?!

Um dos garotos grita,empurrando o menino de cabelo rosa.

Meus olhos se encheram de lagrimas,lagrimas de dor e raiva.Nessas ultimas quatro semanas toda vez que alguem se atrevia a me xingar Jimin sempre brigava com o indivíduo.

Enquanto eu fiquei parado observando três garotos baterem meu unico amigo.

Não passo de um doente medroso,hein?

Vinte minutos se passaram,os garotos haviam finalmente ido embora.Me aproximo um pouco de Jimin.

-Me desculpe...

Murmuro estendendo minha mão para o garoto machucado.

-Não precisa se desculpar,meus machucados vão sarar logo.

Jimin murmura,levantando-se.

Meus olhos ainda estavam cheios de lagrimas,eu murmuro meu pedido de desculpas novamente.Jimin solta uma risada e me puxa para um abraço.

-Está tudo bem,eu deveria ter te explicado que não me dou bem com meu pai e que não queria que você me visse apanhar.

Jimin sussurra.

-Eu fui egoista demais,você estava certo eu não passo de um doente egoista.

Choramingo.

-Não,você não é.Você é meu melhor amigo.

Jimin rir.

Eu juro por Deus,pelo universo,por tudo que é mais sagrado que se algo encostar no meu garoto chiclete novamente eu matarei quem se atreveu.

-Você é meu garoto favorito,sabia?

Choro com uma risada seca.

-Nós já perdemos as duas primeiras aulas,você sabe né Tae?

Jimin murmura.

-Está tudo bem,fique assim,abraçado comigo mais um pouco.

Eu sou uma péssima pessoa,eu odeio o sol,odeio pessoas alegres,odeio sexo,odeio pessoas em geral.Como esse garoto pode gostar de mim?

Quando era mais novo eu achava que pessoas boazinhas não tentariam consertar pessoas quebradas.

Eu estava errado.

-Jimin,você pode dormir lá em casa se quiser.Você pode dormir lá todos os dias...

-Eu fico lisonjeado Taehyung,mas eu nao posso evitar meu pai para sempre.

Jimin responde.

-E por que não liga para a polícia?

Recruto.

-Minha mãe,irmã e eu precisamos de dinheiro para nos sustentar.E meu pai é o único que trabalha.

-Durma na minha casa hoje pelo menos.

Bufo.

-Tudo bem,eu irei...

Meu peito não está doendo mais,porém minha barriga está doendo.Sinto que tem várias borboletas voando dentro dela...

Acho que vou vomitar.

.

.

.

.

Eu e Jimin acabamos 'matando' aula e indo direto para minha casa,estavamos cansados e sonolentos depois de tanto chorar e uma noite anterior mal-dormida.

-Sua mãe está em casa?

Jimin questiona ao entrar.

-Não,pelo visto ela está ocupada demais com o trabalho.

Respondo.

-Então será apenas nós dois,hm?

-Tsk,pelo visto sim.

E lá estavamos nós,deitados numa cama como se nada mais importasse.

Conversando sobre quando a vida era boa,ou a ultima vez que nossos pais nos abraçaram.Deuses gregos,desgraças mundiais e traumas de infância.

Falar sobre qualquer coisa parecia mais interessante ao lado de Jimin.

-Hey,Tae Tae.

Jimin me chama,cutucando minha testa.

-Sim...

Respondo com uma voz abafada.

Eu ainda estava deitado nas coxas do garoto.

-Quando olho para você me lembro do quadro de Van Gogh,Os Girassóis,mas a história do pintor e do quadro é tão triste.Diferente da felicidade que sinto quando olho para você.

Jimin cantarola colocando um sorriso no rosto.

Um pouco de rubor cobre minhas bochechas após escutar o discurso de Jimin.

-Uau!Você é incrível com palavras,o garoto que casar com você será a porra de um grande sortudo.

Respondo com uma risada.

-Sinto um pouco de inveja do cara que casar com você.

Recruto.

-Então case-se comigo.

Nós dois rimos do que Jimin disse,Jimin acaba se aproximando demais por conta do seu ataque de risadas.

Nossos rostos estavam tão proximos,eu posso sentir seu hálito quente sobre mim.

Eu acabei de consertar uma bagunça,por que não entrar em outra.

-Jimin...

Sussurro.

Puxo o colarinho da camisa do garoto de cabelos rosados com força,fazendo nossos lábios serem obrigados a selarem.

Acho que esse vai ser o maior erro da minha vida.

.

.

.

.


Fim do capítulo


Notas Finais


Total de palavras:1382

Notas finais minhas:
Eu fiz esse capítulo enquanto escutava minha playlist,e ela é mais misturada que uma marmita!
Começei o capítulo escutando Pretty Girl-Clairo,e terminei com Cry baby,teacher pet-Melaine Martinez e Michelle.

Referências:
-Kuroshitsuji(Black butler)é um anime e mangá criado por Yana Toboso,e por acaso meu anime e mangá favorito!

-Van Gogh era um pintor famoso e Os Girassóis é um dos seus quadros.

Avisos:
-A fanfic contem Vmin(Taehyung x Jimin)

-Tudo isso é apenas ficção de fan para fan,nao tem a intenção de ofender ninguem!

Tchau🐥❤🐯


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...