História Bughead -True love - Capítulo 42


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Elizabeth "Betty" Cooper, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Hal Cooper, Jason Blossom, Polly Cooper
Tags Bughead, Choni, Riverdale, Varchie
Visualizações 179
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 42 - Aniversário de namoro


      • Jughead on •

 

    Graças a Deus a ambulância chegou no local rapidamente, senão Pop teria provavelmente morrido. Ele fez uma cirurgia para tirar alguns destroços presos em seu corpo e agora já está em recuperação, determinado a construir uma nova lanchonete.

      As coisas pareciam estar amenizando: Toni já acordou, Betty já saiu do hospital e Pop está bem. Só SweetPea que ainda está em coma.

       Esse turbilhão de coisas que estão acontecendo quase me fez esquecer algo muito importante... Hoje eu e Betty completamos um mês de namoro! Pensar nisso faz meu coração acelerar, pois ela traz uma felicidade imensa em minha vida.

 

        Eu acordo e vejo que ela ainda estava dormindo, pois ainda eram 5 horas... Quem acorda nesse horário em pleno sábado? Óbvio. Só eu mesmo. 

        Com a correria das nossas vidas, não consegui preparar nada para ela, então tento improvisar na hora. Eu rapidamente pego um papel e uma caneta e escrevo um bilhete.

 

   • Betty on •

 

   Eu acordo e vejo que Jug não está na cama. Será que ele esqueceu do nosso aniversário de namoro? Não duvido nada, pois homens são muito esquecidos. Sem ofensas.

     Eu me arrumo rapidamente e vejo que tem um bilhete em cima da minha cabeceira.

     

        " Para você chegar em minha surpresa, siga as pistas. Vá para onde percebi que me apaixonei por você.

                             Jughead Jones"

 

         Bem... Ele não esqueceu. Mas, onde ele percebeu que me amava? Eu procuro em minha mente alguma lembrança, até que eu lembro que Jug falou que na festa que Veronica fez para tentar nos aproximar, ele percebeu "como eu era diferente das outras garotas".

       Eu pego o carro da minha mãe, que ela deixou estacionado em frente à casa de Jug e vou para a casa da V. 

        Chegando lá, percebo que há um caminho com flores e eu começo a segui-lo. Eu toco a campainha da casa e V vem toda empolgada abrir o portão.

        - MEU DEUS BETTY! Eu só estou assistindo esse espetáculo que Jughead está fazendo, mas eu novamente te proponho... Você quer trocar de namorado? 

       - Não, obrigada. - eu falo rindo. - Mas... Onde ele deixou a próxima pista? 

        - No meu quarto... Lembra quando Reggie te agarrou e ele te salvou? Quando você estava limpando os ferimentos dele, ele disse que percebeu que você era especial. Olha que romântico! - V falou rindo.

        - Eu sei. Sou sortuda.

        - Vamos...

         Eu pego o envelope e com um sorriso bobo no rosto, leio:

         " Sim, Betty. Eu percebi que eu te amava aqui. Quando Reggie te agarrou, um sentimento despertou em mim: Eu preciso proteger essa garota! - era a única coisa que eu pensava.

         Quando você chegou na festa, atraiu todos os olhares, inclusive o meu.

        Vou pular nosso primeiro beijo, pois digamos que ele foi um tanto quanto conturbado... Então, vamos seguir para: o pedido de namoro."

         Eu estava chorando ao ler aquele bilhete. É impressionante como uma pessoa pode mudar tanto a vida de alguém. Jughead era essa pessoa para mim.

        Eu me despeço de V e faço uma promessa de contar todo o resto do que estava prestes a acontecer. Eu dirijo até o cinema e entro na sala, que estava vazia. 

       Ela estava toda escura, mas percebo que há um buquê de flores no lugar onde nos sentamos naquele dia. Eu o pego e vejo que há outro bilhete:

       " Lembro que aqui assistimos Titanic, seu filme preferido. Hoje ele também é meu, pois além de ser emocionante ( eu admito ), me traz boas lembranças. As melhores. 

         Um pequeno pedaço de um filme passará, mas esse de minha autoria." 

 

        Me sinto nervosa e um filme começa a passar... Na verdade era um vídeo, feito pelo próprio Jug: uma montagem das várias fotos e vídeos feito por ele. 

       Eu consigo ver a foto que ele tirou no local onde ele e sua mãe costumavam ir, uma foto na  roda gigante, entre tantas outras.

       O vídeo acaba e aparece uma mensagem:

   "Agora Betty, preciso que você vá no local em que você se confessou para mim. Tirou seus problemas de suas costas."

       Por mais estranha que fosse essa pista, tudo fez sentido. Quando eu e Jug estávamos na casa de campo de Archie vendo o nascer do Sol, eu falei para ele tudo que eu sentia em relação ao caos que estava acontecendo. 

        

        Algum tempo se passou e durante o percurso, eu percebi que Jughead era minha outra metade. Quando dizem que você na vida encontrará uma pessoa que te complete, concordo, pois depois de tantos problemas com antigos amores não correspondidos, Jughead me fez perceber que o momento certo sempre chega.

       Eu vou para o local e vejo que há uma trilha de flores. Eu vou seguindo-a apreensiva até que vejo algo que me marcaria para sempre.

       Jughead estava sentado em uma toalha com um piquenique montado. Eu vou ao seu encontro com lágrimas nos olhos e quando ele me vê, se levanta e me beija, um beijo apaixonado, que por muito tempo não estava presente em minha vida.

        - Eu te amo tanto, Jug!

        - Eu te amo mais.

        - Obrigada por sempre estar presente em minha vida, me apoiando.

         - Você sempre pode contar comigo, Betty. Nunca duvide disso.

         Eu me sento ao seu lado e apoio minha cabeça em seu ombro, observando a paisagem.

        - Sabe Jug, às vezes eu penso que se não tivesse coisas ruins em nossa vida, não saberíamos distinguir a felicidade. 

       - Por isso com toda a confusão que está acontecendo, podemos ter a certeza que esse momento é especial. - ele completa meu pensamento.

       - Eu também comprei um presente para você. 

       - Não precisava...

       - Óbvio que sim!   

      - Não sei o quê o futuro reserva para nós dois, - eu falo apreensiva, pois tinha medo do futuro e de não poder ter Jughead em minha vida nele -então eu comprei um cordão para você. Onde você estiver, saiba que eu estarei com você. - eu dou para ele o cordão de prata, com um pequeno detalhe de uma serpente.

       Ele me abraça carinhosamente e fala:

       - Obrigada Betty. Você sempre será especial para mim, não importa o quê.

        Nós passamos o resto do dia andando por aí, sem rumo, mas só de estarmos juntos, sabíamos que sempre encontraríamos o caminho.

 


Notas Finais


Aaaaa muito obrigada pelos 9k de leituras! Vocês não sabem minha gratidão por vocês... O que estao achando da Fanfic?
Ps: Eu tenho um IG junto com duas amigas chamado @heytherebettycooper ( Eu uso a assinatura //Betty ). Eu amaria tê-los como seguidores!

Love you so much, Duda <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...