1. Spirit Fanfics >
  2. Bullet proofdy (supercorp) >
  3. Prólogo

História Bullet proofdy (supercorp) - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Bullet proofdy (supercorp) - Capítulo 1 - Prólogo

Sabe quando você tenta e Tenta achar a felicidade? Ou melhor você tenta fazer com que sua vida melhore, mais parece que Deus lhe programou para errar e errar!

Era assim que eu me sentia quando estáva casada com a mulher de minha vida e Posso dizer que a amo mais eu tenho pleno pensamento que se nois voltar ela vai acabar me magoando denovo E denovo..

4 dias antes...

- Senhora Luthor-El? - Meus pensamentos foi interrompidos pela voz de minha assistente, me direciono ao olhar - Sim? - perguntei e vi a mulher dar um pequeno sorriso - Vai Ficar até tarde no escritório?

- não.. hoje irei aproveitar um pouco a minha mulher, já que Ted está na mãe da lena  - dei um leve sorriso e a mulher acenou e saiu da sala.

Depois de terminar tudo oque eu tinha planejado no trabalho, Saio e do grande prédio aonde ficava a minha empresa. Me despedi de todos que passava até o caminho da garagem. Assim peguei a minha grande   bmw em rumo a chegar mais cedo em casa.

No meio do caminho aproveitei para passar em uma floricultura e peguei um boque de flores rosados para lena, Confesso que fico muito tempo na agência e que não tenho tempo para minha família. Mais eu tento o máximo chegar cedo em casa e ver a minha mulher e a minha recém filha! Sim lena tinha acabado de ter uma filha, e ela é tudo pra mim! Deis de quando Ted abriu os olhos sabia que tentaria ser a melhor mãe pocivel.

Falando da minha filha, Hoje eu até esqueci de tirar a sua cadeirinha do meu carro, quando cheguei em casa estacionei o meu carro na entrada e entrei em dentro da casa pela porta dos fundos até por que não faria sentindo eu dar a volta na casa para entrar.

Ao entrar percebo que a TV estáva liga em um canal de cozinha, me aproximo do sofá e deixo a minha bouça em cima da mesa. Me aproximo do sofá pra alcançar o controle - Lena! Deixou denovo o a TV ligada? - Gritei entre risadas. - AMOR? já chegou? - ouço lena gritar entre gaguejos

- Simm, estou subindo! Tenho uma surpresa pra você. - falei enquanto Subia as escadas, Meus sapato rangia contra o degrau e meu sorriso era contagiante. Mais algo me dizia para eu não subir como se fosse um 6°sentido - Não! Não amor não precisa - Ela fala mais eu já estáva na porta, entro no quarto e vejo uma lena toda descabelada e deitada na cama - Oi meu amor, Como foi o seu dia? - falou se levantando - Foi bem amor, só não se levanta.. acabou de ter um Ted e já quer andar né..- falei e a fiz se deitar na cama denovo - Eu já estou nova, e perfeita. Não Acha? - me perguntou e eu sou um sorriso - Sempre. Ah eu tenho uma surpresa pra você! - me levantei e fui até a porta e quando volto pro quarto com um boque de flores nas mãos - Surpresa!

Eu caminhei até ela Só que Ouço um Barulho vindo do Guarda-Roupa e então paro no meio do caminho - Ouviu isso? - perguntei para lena, Que arregalou os olhos - Não..- falou Tentando disfarçar algo - Deve ser apenas uma caixa de sapato que caiu - Completou e eu voltei a caminhar até ela, lhe entrego a caixa e a moça me dá um abraço. Ficamos conversando por uns minutos até que denovo ouço um barulho vindo do Guarda-Roupa - Chega eu vou ver oque caiu. - me levantei e abri a porta do Guarda-Roupa, na hora meu corpo paralisa.. Vejo o James, pelado e de pau duro melecado com algo, provavelmente Gozo.. - James.? QUE PORRA É ESSA? - gritei me virando para lena - ela se assusta com o grito até a vejo chorando, volto a olhar para James que tentava passar por mim. Ficamos nos olhando por um momento - Me desculpa..- Lena pronunciou, não aguentei e sai do quarto correndo.

Meus sapatos escorregava tanto que eu quase cai no final da escada, minha mente estáva tão ocupada processando tudo isso que eu não entendia oque lena falava. Mais sentia o seus passo me seguir até a porta! Pego a minha bouça e saio da Casa a prantos.

Eu diria rápido, eu nem sabia a onde estava indo Mais queria fugir ou até mesmo me matar para que eu esqueça de tudo isso mais ai vem a minha filha em minha mente. Então decido ir buscar-lá 

Quando chego na casa da minha "Santa" sobra, Aperto a campainha e à vejo se aproximar da Porta - Oque quer? - falou com uma cara de Cu - Bom dia pra você também lucifer- falei e a mulher pareceu surpreendida - Minha filha por favor! - completei e a mulher pareceu evitar um pouco - A lena disse..- a interronpo - Ah foda-se oque lena disse, me dá a minha filha logo bruxa do 71! - ela levantou a mão e depois entrou de volta e quando voltou com a minha filha nos braços, dei um suspiro e depois um sorriso, ela dormia tranquilamente parecia que estáva tendo um sonho fofo, Ted tem nem 1 ano e já parece comigo.. não chora kara! Só minha filha pra me fazer dar um sorriso em pleno momento em que descobri que o meu primo dormiu com minha esposa

Saio da casa da minha sogra e vou a caminho da casa da minha mãe, eu acho que seria a melhor coisa a se fazer até por que eu não queria voltar para casa.. não agora!

Quando cheguei na casa da minha, Desço do carro com Ted em meu colo. Aperto a campainha e espero Eliza abrir a porta - Filha? Tudo bem? - ela falou com um sorriso doce, Até que percebo que choro igual uma criança e nem percebo que minha caia na cabeça do meu bebê.

Então gente? Gostaram?!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...