1. Spirit Fanfics >
  2. Bulletproof ( JiKook) >
  3. Cap. IV

História Bulletproof ( JiKook) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Tentarei postar dois capítulos por dia 😉


Boa leitura 😘

Capítulo 4 - Cap. IV


Fanfic / Fanfiction Bulletproof ( JiKook) - Capítulo 4 - Cap. IV

Naquele plantão Dr. Park não voltou mais no quarto de Jeon. Não porque não teve tempo, mas sim porque estava muito irritado com a ceninha de mais cedo. Porém não se conteve em mandar mensagens a cada hora para Lalisa, afim de saber notícias.

Seu plantão estava chegando ao fim. Quem o substituiria seria Jay. Eles não tinham muita intimidade, mas Jimin reconhecia sua boa conduta. Por um momento pensou em estender seu plantão, até que Dr. Kim iniciasse. Afinal deu ordens para que ninguém além dos três entrasse no quarto. Ponderou um pouco e resolveu ir até o oitavo andar.

- Boa noite Manobam – disse na porta da enfermaria do andar.

- Boa noite Dr.Park – a moça se levantou e foi até ele, saindo juntos da sala. – Seu coelinho já está medicado, jantou, só não quis tomar o café da noite, deve estar dormindo agora.

Jimin sorriu com quantidade de informações que sua auxiliar lhe deu, sem que ele tenha perguntado.

- Bom saber. Mas venho aqui por outro motivo – passou as mãos no cabelo. Lalisa já sabia que ele queria algo, o conhecia muito bem

- O que você quer agora – falou já perdendo a paciência. Ela não era uma pessoa muito paciente.

- Gostaria de saber que horas você larga hoje ? – olhou pros lados verificando quem estava por perto- Não queria deixar Jeon aos cuidados de Jay. E você sabe ainda tem aquela ordem que dei mais cedo.

- Claro que sei. A ordem que me ferrou. – fez bico mas logo sorriu – Fica tranquilo Park eu fico até Jin chegar. Afinal não tô fazendo nada mesmo.- balançou a cabeça fazendo uma careta.

Jimin se sentiu aliviado. Não queria sobrecarregar sua amiga, sabia que estava abusando de sua autoridade naquele hospital. Mas prometeu pra si que recompensaria seus amigos depois.

- Você não vai vê-lo ? – perguntou dando leves empurrões em seu braço.

Jimin sorriu e foi em direção ao final do corredor.

Passou pelos seguranças e antes de dizer qualquer palavra a porta foi aberta pra si. Sorriu vendo que o grande homem assustador, o respeitava, mesmo após um pequeno confronto dias atrás. Agradeceu o gesto e deu duas batidas na porta. Atraindo a atenção de Jeon.

- Porra Cenourinha que susto – levou uma das mãos peito – Estava falando com meus compa... amigos.

Jimin estreitou os olhos, e preferiu não questionar

- Deveria tomar mais cuidado – terminou de entrar e fechou a porta – Como está se sentindo ?

- Bem melhor agora com sua visita – tentou alcançar a mão do rapaz que estava ao seu lado, mas ele foi mais rápido em recuar – Senti sua falta. Achei que tinha me abandonado.

- Deu pra sentir minha falta agora é? – estava sendo irônico. Foram anos sem uma notícia. Era como se Kookie estive sumido do mapa. E agora ele vinha com historinha de saudade.

- Não é de agora.... sei que te prometi algo que nunca cumpri. – desviou o olhar para o o outro lado do quarto – Me desculpe

- Vejo aqui que se alimentou melhor hoje. – Jimin agarrou o prontuário rapidamente, afim de mudar de assunto e espantar o clima estranho que se instalou no ambiente. – Tem algo que queira comer ? Posso verificar a possibilidade.

Jungkook voltou a lhe encarar. O conhecia o suficiente para perceber que ele estava desconfortável com a conversa do início. Ele queria poder falar tudo que sentia pelo outro. Falar de seu amor que nunca morreu, falar das noites que passou em claro apenas com as lembranças. Mas ele não podia, não quando ele prometeu que sairia da vida do crime antes de procurar Jimin novamente, e o que ele fez foi exatamente ao contrário. Antes ele era apenas um adolescente descolado que influenciará alguns garotos a vender drogas pra si em troca de proteção. Agora ele é traficante de Busan, chefe da maior gang da cidade, um cara a qual todos respeitam e temem. Ele não cumpriu sua promessa. Fez pior. Se tornou alguém quem Jimin repudiava.

- Não está ótimo assim – respondeu em tom baixo e triste.

Jimin elevou seu olhar, encontrando os triste de Jeon. Seu coração se apertou. Sabia que aquela tristeza tinha a ver consigo. Mas ele não iria questionar, não quando ainda tinha medo da resposta.

- Você disse que falou com seus amigos ? – soltou derepente – Como foi ?

- Achei que não queria se envolver – Estava surpreso com a pergunta repentina – Eles estão bolando um plano, logo vou sair daqui.

- Jungkook você ainda corre risco. Não pode sair do hospital. Quem vai cuidar de você ? – estava preocupado, além do quadro clínico, tinha o risco de uma fuga.

- Você Cenourinha – respondeu sem exitar, só ao ver a reação surpreso do outro percebeu o que tinha falado – Se você quiser, claro

- Jungkook não me envolva mais nisso. Você sabe o quanto discordo dessas coisas. Só trouxe isso – apontou pro celular – Porque fiquei realmente preocupado. Não espere mais de minha parte.

Jeon apenas sorriu. Pode sentir a preocupação em suas palavras. E se saber que seu Cenourinha ainda sentia algo por si, mesmo que esse tentasse esconder, fez se sentir melhor.

Antes de iniciarem mais um diálogo, Lalisa entrou no quarto avisando Dr.Park que Dr.Jay já havia chego e que ele precisava repassar os casos para o outro. Jimin assentiu e quando estava próximo á porta ouviu uma última pergunta

- Nos vemos amanhã? – Jungkook juntou suas forças para falar alto o suficiente para que Jimin ouvisse. Esse que apenas se virou com um lindo sorriso e assentiu em afirmação.

¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥

Alguns dias haviam se passado. Jeon já estava bem melhor, pronto para a próxima cirurgia. Aonde removerá dois projéteis do braço e um da perna. Era uma cirurgia bem menos complicada que as anteriores.

Jimin finalmente se permitiu tirar uma folga. Dois dias pra ser exato. Mas sempre recebendo informações de sua auxiliar.

Era de manhã, como só voltaria ao hospital pela tarde, decidiu fazer uma caminhada e depois passaria no mercado. Taehyung voltaria em alguns dias e os armários estavam vazios.

Sai do prédio com roupas esportivas, com uma leve corrida. Por um instante imaginou estar sendo seguido. Olhou pra trás várias vezes mas nada fora do normal – pelo menos que ele pudesse perceber – continuou sua corrida pela praia. Parou um pouco para tomar uma água. Quando dois homens se aproximaram.

- Dr. Park - chamou um dos homens com uma voz grossa, o que Jimin se arrepiar e se envolver um pouco. – Posso falar com você um segundo ?

Jimin pensou em negar, pensou em correr. Estava assustado com medo. Sua mente pensando rápido, mas seu corpo nada respondia. E foi pela falta de reação, que o homem continuou.

- Me chamo Kim Namjoon – estendeu uma mão em sua direção – Sou amigo de Jungkook, esse é meu parceiro Min Yoongi – O máximo que Jimin conseguiu fazer foi desviar o olhar para o outro rapaz – Estamos aqui pra acertar alguns detalhes do .... – deu uma breve olhada em volta – de sua saída.

Jimin continuava estático, tentando absorver as palavras que saiam da boca do outro. Só depois de voltar a realidade percebeu que aquele por qual se apresentou ser Namjoon ainda estava com a mão estendida no ar.

- Desculpa mas já fiz tudo que estava em meu alcance – segurou a mão do outro em comprimento rápido – Não poderei mais ajudar.

Já estava voltando a sua caminhada. Quando novamente a voz grossa o impediu, só que agora também era segurado pelo braço em um aperto firme.

- Você pode sim – falou com voz ainda mais firme, Jimin sentiu suas pernas bambear – Tenho informações que ele entrar em cirurgia em alguns dias e essa vai ser a hora. Aí que você entra.

Sem saída, Jimin encarou a mão em seu braço, Namjoon percebeu seu ato repentino e soltou pedindo desculpas. Os três caminharam devagar pelo calçadão. Ouvia atentamente cada detalhe do plano. Mesmo não concordando apenas ouvia. Enquanto procurava mil maneiras de matar Jungkook com as próprias mãos, por te o envolvido nisso.

¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥

Aquela manhã não saiu como esperado. Depois da abordagem voltou ao seu apartamento sem passar no mercado, como havia planejado.

Estava ansioso, com medo, furioso. E essa mistura d sentimentos, não o deixava pensar em mais nada, além daquele plano ridículo de tirar Jungkook do hospital.

¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥¥

Jungkook estava conversando com Lalisa. Nesses últimos dias, eles se permitiram iniciar uma amizade. Já que Lalisa é Jimin eram as únicas pessoas que Jungkook falava, e a moça era quem dava notícias do seu Cenourinha. O assunto foi interrompido por um Jimin furioso passando pela porta.

- Boa a tarde Dr. Park – comprimentou a moça sendo gentil

- Boa tarde – desviou o olhar sério para Jungkook – pode nos deixar a sós por favor.

Pelo tom ríspido, Lalisa logo entendeu que algo não estava certo.

- Boa sorte – ditou batendo no ombro de Jungkook, que soltou um gemido pela dor que sentiu.

Assim que saiu da sala, Jungkook pensou em perguntar sobre porque de toda aquela irritação. Mas Jimin foi mais rápido.

- Qual parte do me deixa fora disso você não entendeu ? – cruzou os braços e batia os pés no chão

- Foi mal, mas eu só posso contar com você – Estava calmo – Eu não que envolver nisso

- Foi mal, eu não queria. – imitava a voz do outro – Faça me favor Jeon. Você sabe que pode colocar minha carreira em risco com essa maluquice. Eu posso ser preso. – parou por um instante recuperando o fôlego. Voltou a encarar o outro que estava sério lhe olhando com a mesma intensidade. – Você vai me pagar caro por isso

Jungkook sorriu pelo tom mais calmo no qual a última frase foi dita. Jimin ainda estava irritado. Porém não conseguiu manter sua postura rígida ao encarar os olhos pidões do outro. Encheu seus pulmões de ar novamente e saiu da sala. Quando estava com a mão na maçaneta ouviu a voz de Jeon

- Eu te amo Cenourinha – Jimin parou onde estava, se virou lentamente. Encarou o rapaz que mantinha em seu rosto aquele lindo sorriso de coelinho

- E eu não acredito em você – apesar de suas palavras serem grosseiras, o sorriso largo que mantinha dizia ao contrário. Saiu logo do quarto antes que pudesse ouvir mais alguma coisa.





Continua......


Notas Finais


Aproveitem bem a boilagem deste capítulo.
Não se sabe até quando isso vai durar.

🤔⁉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...