História Bunny Boy - Capítulo 70


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Sistar
Personagens Jimin, Jungkook, Soyou, Suga, V
Tags Assassinato, Assassino, Jikook, Jimin, Jungkook, Suga, Suspense, Vkook, Vkookmin, Vmin, Yoongi
Visualizações 21
Palavras 229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa vai ser a capa para os capítulos dá maratona

Capítulo 70 - Maratona ? - pt 1


Fanfic / Fanfiction Bunny Boy - Capítulo 70 - Maratona ? - pt 1

Existem montanhas tão solitárias que muitos as chamam de montanhas da tristeza. TaeHyung se sentia uma dessas montanhas.

O menino havia voltado da escola e agora estava sentado a mesa, junto com o pai. O garotinho estava basicamente deitado na mesa, mexendo sua sopa sem vontade alguma de comer a mesma; o pai do menor logo o olhou, entendendo o motivo para o filho estar daquele jeito então se aproximou do menino e o olhou nos olhos.

- Sabe que só queremos o seu bem né?

- Eu não fiz nada de tão grave ontem, pelo contrário, apenas saí um pouco e fui criança pela primeira vez!

- Mas...

- E você me tratou como se eu tivesse matado alguém, mas papai, eu apenas saí e fiz amigos! O que tem de errado nisto?

O mais velho o olhava em silêncio, entendendo a indignação do filho, ele se arrependia de não ter deixado TaeHyung se explicar no outro dia. A campainha toca, quebrando o clima tenso que estava rondando o local, o pai então caminhou até a porta e a abriu, tendo a visão de dois garotinhos perdidos em meio a suas roupas quentes, parados na neve o olhando. Crianças não iam ali, crianças não sabiam dá existência de Tae, mas aqueles dois sabiam.

- Boa tarde senhor, meu nome é Yoongi e esse é meu irmão, Hoseok. Nós somos amigos do seu filho.. ele está?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...