1. Spirit Fanfics >
  2. Bus Station >
  3. Capítulo único

História Bus Station - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


eu achei essa fic perdida no meu celular, fiquei com dó e postei rsrs

Capítulo 1 - Capítulo único


Zoro estava no ônibus a caminho do trabalho.

A propósito, ele estava irritado. Seu dia começou uma bosta porque o filho de um casal que morava no apartamento ao lado do seu começou a chorar, dando para ouvir do seu quarto e o irritando a ponto de não conseguir mais dormir. Ficou mais irritado ainda ao olhar no relógio e perceber que perdeu quarenta e cinco minutos de seu sono precioso. Já que não ia voltar a dormir, resolveu levantar e ir se a aprontar para sair, tendo o berreiro da criança como trilha sonora. Queria jogar essa criança pela janela, mas ainda não era assassino de criancinhas.

E agora, estava sentado no ônibus atrasado para o trabalho. Atrasado porque acordou muito cedo então ficou pronto muito cedo e resolveu tirar um cochilo, já que nessa altura já estava silencioso, mas de repente acordou num sobressalto que só deu tempo de tomar um café e sair correndo.

Zoro já estava quase dormindo de novo, mesmo em pé, quando o ônibus parou novamente para um passageiro subir. Olhou para a direção do homem e o viu que não o conhecia, afinal ele pegava essa linha todo santo dia. Ele teria olhado para ver quem era e no mesmo segundo teria desviado o olhar, só não o fez porque o cara também o olhava e ainda por cima com um sorriso divertido nos lábios. Zoro achou aquele sorriso o mais lindo de todos e sentiu um calor no seu baixo ventre e olhou para o outro lado irritado. Era um adolescente cheio de hormônios por acaso pra ficar desse jeito por causa da merda do sorriso lindo de um cara desconhecido?

Zoro o olhou novamente, o loiro agora mexia no celular, mas deve ter sentido que estava sendo observado e olhou na sua direção e dessa vez apenas deu um sorriso simples e passou o dedo nos lábios.

Caralho, esse cara estava claramente dando em cima dele e não era todo dia que um loiro lindo como ele fazia isso. Ignorando o calor que sentia, ele sorriu de volta, ladeiro, e viu o cara novamente passar o dedo nos lábios. Ficaram nesse sorriso vai e sorriso vem até que o ônibus parou no seu ponto e ele teve que descer, não sem sorrir de novo para o homem, que dessa vez não se segurou e riu. Com um ponto de interrogação na cabeça e xingando o loiro um pouco, ele desceu do ônibus irritado.

Quando chegou na loja, lá estava Kuina, sua irmã que trabalhava junto com ele. Era uma loja de espadas que eles abriram há alguns anos.

— Atrasado de novo pra variar, se perdeu outra vez? - Kuina disse enquanto mexia no computador sem se virar. – O que é isso no seu queixo?

Zoro passou a mão no lugar e viu que estava suja de café que havia tomado.


Notas Finais


:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...