1. Spirit Fanfics >
  2. Butler Cafe >
  3. No Meio de Tudo

História Butler Cafe - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - No Meio de Tudo


Fanfic / Fanfiction Butler Cafe - Capítulo 1 - No Meio de Tudo

- Nós não precisamos fazer isso Kacchan. - Afirmava o pequeno garoto de cabelos verdes.

- Você sabe que sim Deku, nos perdemos aquele maldito desafio.  - Falava furioso rangendo os dentes. 

- Eu nem estava participando.  - Retrucou o menor fazendo bico.

- CALE A BOCA, você acha que eu iria ne um lugar desses sozinho… Tcs. - Gritou o maior dando um tapa na cabeça do menor.

Midoriya ja estava de mal humor ficando ainda mais, algo que não era nada comum vindo de alguém tão gentil e alegre como ele.
No dia anterior havia sido o último dia no colégio, em breve iriam para a faculdade então decidiram fazer uma festa de despedida na qual um desafio de seus amigos avia sido lançado. O desafio era que o loiro teria que se declarar para uma das garotas presente na festa, caso ela desse seu número sairia empune, mas caso fosse rejeitado teria que ir em uma cafeteria que geralmente só garotas iriam, e teria que ir acompanhado de um rapaz.
Como o loiro gostava de desafios aceitou na hora, super confiante com seu poder sedutor apesar de gostar de outras coisas de forma sigilosa.
Tinha levado um fora na cara e então teria que pagar a prenda decidindo ir junto com Midoriya que nem estava participando da brincadeira.
O garoto como era explosivo estava furioso, mais mesmo assim tinha perdido teria que aceitar ser humilhado daquela forma era realmente irritante, porém se não cumprisse com oque era dito todos iriam o chamar de " frangote ", oque era ainda mais pior.

- Esta bem. . . Mais se comporte pelo menos, nos só precisamos entrar pedi alguma coisa e tirar uma foto. - A foto era uma das exigências dos garotos,  assim poderiam comprovar que estiverem mesmo no local.

Os dois entraram em um lugar chamado " Butler Cafe ", era tudo muito feminino e decorado, só havia garotas no local e todos os atendentes eram homens bonitos.
Era estranho para Midoriya estar em um lugar como aquele acompanhado de outro garoto. Era até mesmo um pouco vergonhoso podia se dizer.

Quando entraram um homem e um jovem de boa postura os atenderam.

- Bem vindos. - Disse o homem mais velho.

- Bem vindos … Eu pessoalmente irei atende-los após o seu retorno. - Falavam se reverenciando formalmente.

Midoriya estava espantado com a beleza do outro jovem, cabelos bicolor, boa postura e um rosto lindo e delicado com olhos muito diferente acompanhado de uma linda voz sedutora, algo que também tinha surpreendido o loiro,  mas ele já tinha olhos para outra pessoa.

- Por favor me sigam!  - Disse o garoto bicolor indo em direção às mesas.

Estranhamente os olhos do bicolor estavam atentos ao pequeno garoto ao lado do loiro, apenas desviando o olhar somente ao se curvar novamente dando-lhes um cardápio, saindo em seguida.

- Kacchan eu acho que estão nos olhando. - Falou desconfortável.

- Claro que estão, elas devem achar que somos um casal ou que vinhemos por causa dos rapazes. - Apenas Falou sem pensar, fuzilando com o olhar o garoto bicolor, só notando segundos depois oque havia dito. - Ehh … bem deixe isso de lado, vamos pedir alguma coisa e ir embora. 

- E-esta bem… - Apenas afirmou balançando a cabeça, evidentemente estava surpreso com que o loiro tinha dito, estava até um pouco envergonhado por conta disso.

Fizeram seu pedido, Midoriya havia escolhido bolo de chocolate com recheio de morango e um capuchino, já Bakugou pediu apenas uma fatia de torta de laranja com limão.
Poucos minutos depois o pedido havia sido trazido pelo mesmo belo garoto.

- Bom apetite aos dois… - Disse se retirando.

- Obrigado. . . O seu nome é?  - Perguntou o garoto com sardas.

- Todoroki. . . Todoroki Shouto. - Se curvou se apresentando.

- É um prazer conhece-lo, me chamo Midoriya Izuku  e esse aqui é o Bakugou Katsuki .

- O prazer é todo meu em conhece-los. - Todoroki a todo momento que falava  formalmente e seu olhar era apenas direcionado para o pequeno e delicado garoto. - Se me derem licença eu preciso ir agora.

Os dois agora estavam apenas comendo, tudo estava uma delícia, tudo mesmo.

- Esse bolo é incrível, que experimentar Kacchan?

- Não quero nada. - Falou furioso.

- Oque aconteceu? Você nem ao menos tocou na sua torta.

- Tsc… - Tinha muito bem notado as trocas de olhares dos dois, e isso o irritava muito. - Vamos apenas tirar logo uma foto para podermos irmos embora.

- Ok está bem.

Tiraram a foto e chamaram mais uma ver o rapaz apenas para poderem pagar a conta.

- Quanto ficou ? - Disse o loiro o encarregado.

- 800 ienes *(Equivalente a 38 reais.)

- Aqui está.  - Midoriya entrega o dinheiro para o bicolor que novamente o encara .

- VOCÊ ESTÁ ZOANDO COM A MINHA CARA ? - O garoto explosivo partiu pra cima.

- Me desculpe, mas oque o senhor está falando? -Perguntou Todoroki.

- VOCÊ ACHA QUE NÃO PERCEBI VOCÊ ENCARANDO ELE. - Se referia ao garoto ao lado o Midoriya.

Todos estavam vendo aquela cena da qual Todoroki parecia não entender a situação, claro havia olhado para o pequeno rapaz, também como ia evitar, ele era realmente muito lindo e delicado com seu corpo pequeno e seus olhos grandes cheios de vida.

- Eii Kacchan o que deu em você, aqui não é lugar pra brigar. - Se aproximou do loiro segurando em seu braço tentando o puxa pra longe.

- NÃO SE META NISSO!  - O empurrou para afasta-lo.

- Ahhh. . .

O esverdeado tinha sido empurrando com muita força, que fez tropeçar e derrubar um dos jarros mais caro do local, se ferindo com um dos estilhaços.

- E-ei nerd você está bem? - Se aproximou.

- Sim, eu estou. . . Aii - Quando foi se apoiar viu que sua mão estava ferida, com um corte causado pelo jarro.

- Espere eu vou trazer um pano.  

Bakugou parecia arrependido, havia ferido Midoriya por puro ciume mas oque ele não esperava era que teria que pagar por aquele caro jarro.

- Quanto custa o Jarro? Sei muito bem que terei que pagar por isso.  - Disse o loiro encarando o gerente do local que havia aparecido.


- Esse é um dos jarros mais caros do local ...

 - Sim sim... eu não me importo apenas diga o preço. - Aumentou o tom de voz.

- Ele custa 9.792.000 ienes * ( Equivalente a quientos mil reais. )

- O..OQUEEEE ? - Gritou o loiro assustado. 


Notas Finais


Bem essa história ja havia escrito a algum tempo, lembrei então vim pública-lá caso gostem irei continuar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...