1. Spirit Fanfics >
  2. Butterflies >
  3. Capítulo 4

História Butterflies - Capítulo 4


Escrita por: opsreh

Capítulo 4 - Capítulo 4


Estávamos do lado de fora do estúdio, deixando o cantor do lado de dentro sozinho pra que eu pudesse conversar com Jason.

"Meghan, não faz isso comigo, vamos nos dar uma chance, eu prometo mudar, ser uma pessoa melhor", me implorou.

"Jason, pelo amor, para com isso, quando que você colocou na cabeça de termos um relacionamento? A gente nem fica direito, fora que todo dia você transa com alguém na empresa, não vai rolar e não tenho sentimentos desse jeito por você. Não estraga nossa amizade, gosto de trabalhar com você, então não estrague isso", segurei em sua mão.

"Tudo bem, não vou mais te encher. Mas faça um favor, não fique mais sozinha com ninguém na minha sala, arranje a sua", ele tá falando serio? Ele fala como se eu tivesse fazendo algo de errado com Harry, acabei de conhecer o cara, estou sem acreditar ainda. Entrei no estúdio e peguei minhas coisas que estavam no sofá, Jason veio atrás e se sentou na sua cadeira, Harry estava calado olhando pra gente.

"Foi um prazer te conhecer, Styles, espero que realmente me devolva o caderno, não se esqueça que estou com o seu... Te vejo em breve", suspirei e saí da sala sem olhar pra Jason.

Depois de passar o dia inteiro na sala de produção conversando sobre roteiro de projeto, finalmente pude voltar pra casa, e bem mais cedo do que esperava, assim eu poderia ajudar Emma com sua roupa pra hoje.

"Cheguei, tem alguém em casa?", falei alto assim que passei pela porta de casa.

"Estou aqui em cima", Emma gritou. "Pensei em colocar esse vestido, acho a cara de um passeio na praia", me mostrou o vestido florido que estava colocando no seu corpo pra ver no espelho.

"Esse está ótimo, vocês vão comer em algum lugar por ali?", fiquei escorada no batente da porta vendo-a trocar sua roupa.

"Não quero, gostaria realmente de trazer algo pra gente comer, mas qualquer coisa eu ligo pra vocês", concordei.

"Não se preocupe, eu e Cyntia podemos nos virar, curta seu encontro", a abracei.

"Tá tudo bem, é só uma saidinha, não é um encontro como daqueles românticos e tal"

"Mas aproveita, se ele for um cara legal, você merece"

"Tá bem, acho que já vou indo então, vou me encontrar com ele lá, vou chegar cedo, beijo", deu uma ajeitada no cabelo e saiu. Emma estava linda, ela teve um relacionamento muito ruim ano passado e teve que fazer terapia pra superar. Não acreditava que uma menina tão maravilhosa quanto ela tivesse sofrido tanto por alguém. Eu fico insegura com os encontros dela, mas até agora, todos pareciam legais, ela só não quis continuar a relação.

Quando Cynthia chegou da rua, sentamos pra assistir um filme e fofocamos sobre o trabalho hoje. Ela disse que queria muito conhecer Harry e que não conseguiu sair da sala de edição hoje, com certeza ela vai querer ir atrás dele, quando Cyntia quer, ela consegue ficar com qualquer um, mas ela é incrível também. Não contei que passei um tempo com ele no estúdio, com certeza ia ficar brava por não chamá-la.

Emma  chegou horas depois cheia de sacolas com comida, estava cheirando tão bem, e só quando estava separando a comida que percebi o quão faminta estava. A noite foi realmente maravilhosa, ficamos falando besteiras como há tempos não fazíamos.

Resolvi ir me deitar mais cedo, na cama mesmo consegui terminar a ilustração de inspiração de cenário pro clipe e peguei no caderno de Harry, comecei a folhear ele, tinha alguns desenhos espalhados, algumas fotos aleatórias, algumas palavras que pareciam estar soltas e algumas letras de música, fui para uma página em branco e desenhei Harry na recepção quando o vi pela primeira vez, adoraria ter um pedacinho de carvão pra ficar mais bonito, mas tentei fazer os rabiscos com o lápis mesmo. Guardei o caderno e fui dormir.

 

Cheguei no andar da empresa e passei direto por Lola que não se deu o trabalho de falar comigo, agradeço mentalmente por isso. A sala da Thompson é toda de vidro, então dá pra ver tudo e todos que estão com ela ali, vejo o acessor e Harry conversando e olhando alguns papéis com ela, olhei pra minha chefe que me cumprimentou discretamente e fui pra minha sala. O pessoal já estava preparando a lousa e colando algumas coisas no mural sobre o novo projeto.

"Deixaram uma carta na sua mesa", Sandy disse. Uma carta? Quem escreve carta hoje em dia? Olhei pra mesa e vi um envelope em cima do meu notebook fechado. Só tinha meu nome, era uma letra bem bonita por sinal, com certeza não é ninguém daqui da sala e nem Jason, a letra dele é horrível. Me sentei na mesa e abri o envelope, começando a ler o que estava escrito.

"Oi Meghan,

queria te devolver seu sketch, sei que trocamos ontem, mas eu já terminei o seu. Vou almoçar no Joey, se quiser me ver, estarei te esperando por lá"

Eu sabia que era o Harry quem tinha escrito, e eu realmente queria meu caderno dos segredos de volta.

Quando chegou a hora do almoço, eu deixei a carta dentro da minha mochila e fui pra recepção deixar uns papéis com Lola e descer pra encontrar Harry no restaurante.

"Vai sair, Meghan?", me olhou curiosa.

"Vou almoçar fora hoje, mas já estou de volta", dei um sorriso mínimo.

Desci e fui andando mesmo até lá, já que era tão perto e daria muito trabalho sair com o carro do estacionamento. Entrei no restaurante assim que cheguei e vi Harry de costas pra porta, era impossível não reconhecer quando seu corpo está cheio de tatuagens. Caminhei até ele e me sentei, tomando sua atenção e um sorriso bonito pra mim.

"Eu realmente achei que não viria", falou sorrindo ainda pra mim.

"Mas é claro que eu viria, quem seria doido de dar um bolo em Harry Styles, não é mesmo?", disse divertida.

"Tá certo, então não preciso te devolver seu precioso agora, já que se sente especial almoçando comigo", riu.

"Já pediu", ele negou e me respondeu, "Estava te esperando, não sei o que gosta", peguei o cardápio e comecei a olhar todas as opções, só tinha comidas não veganas, fiquei olhando desesperadamente alternava o olhar pra Harry que me observava, vi uma salada simples e seria isso mesmo meu almoço.

"Tudo bem, vou querer uma salada", disse por fim, ele me olhou estranho e respirei fundo.

"Te convidei pra almoçar em um restaurante caro e você pede salada? Ou você não quer que eu gaste meu dinheiro ou tá tentando me impressionar igual essas garotas que não comem nada pra ter o corpo perfeito"

"Não é isso, mas realmente vou querer a salada", suspirei.

"Se não quiser almoçar aqui ou comigo, poderia falar", desviou os olhos de mim, Harry parecia chateado.

"Eu sou vegana", não queria fazer desfeita pra ele de nada, mas eu realmente não comeria nada dali, ele me olhou, talvez não esteja mais chateado comigo, mas surpreso com certeza.

"Poderia ter me falado, eu não sabia disso"

"A gente se conheceu ontem, Harry, não tem problema, e esse restaurante é ótimo, o problema sou eu mesmo, mas se não se importar, vou continuar com minha salada", ele balançou a cabeça um pouco mais feliz agora. Ele pediu um hamburguer, parecia muito bonito, fomos muito bem atendidos, até porque todos pareciam querer dar atenção ao Styles. Ele era bem engraçado, me falou sobre como estava sendo ser artista solo depois de muitos anos na banda, era bom mas tinha um pouco de saudades dos garotos.

Assim que terminamos nosso almoço, ele pagou tudo e ao voltarmos para a empresa, ele passou o braço dele por cima do meu ombro, queria saber as reais intenções que ele tinha com isso, mas não queria ser indelicada.

"Logo vão existir fotos de Harry com alguma garota desconhecida por aí", comentei com um sorriso.

"Somos bons amigos apenas voltando para o trabalho após almoço", concordei, mas a gente tinha acabado de se conhecer e o nível de intimidade que ele tinha comigo era bem grande, ao contrário de mim que estava bem fechada para uma possível amizade. "Eu só me sinto eu mesmo quando estou com você, Meg. Sinto que posso ser apenas o Harry, enquanto todas as outras pessoas que estão nesse trabalho com a gente só que o artista. Nunca fui tratado como você me tratou, isso fez com que eu me sentisse em casa. E você, quase não fala né?"

"Na verdade, eu falo até demais, mas eu só nunca tive amizade com nenhum cliente", estávamos no elevador, só tinha a gente ali, esperava e toda a equipe e segurança estivesse espera o intocável artista.

"Só com colegas de trabalho",  falou sério e sem me olhar, o que me fez gargalhar muito alto.

"Pode esquecendo o que você viu com o Jason ontem, aquilo foi péssimo."

"Então admite que tiveram alguma coisa?", dessa vez ele olhava pra mim com um ar de curiosidade.

"Tivemos por um bom tempo, mas nunca se passou e curtição, pelo menos era o que eu achava. Perdi a vontade quando descobri que ele fica com uma pessoa diferente todos os dias no trabalho", expliquei. Saímos do elevador indo direto para a porta da empresa.

"Ótimo", não entendi muito bem o porquê dele ter falado isso, mas eu apenas ri, eu andava mais na frente e Harry me acompanhava uns passos atrás.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...