História Butterfly - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Tags Abo
Visualizações 15
Palavras 1.381
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OI PESSOAS
CONSEGUI DAR UMA PASSADA POR AQ
Vou entrar de férias em breve povo
Enfim... Espero que gostem

Capítulo 13 - Capítulo IX


Pov Jimin

 

    Eu estava acabado e jogado no chão desprovido de roupas. A cena se repetia em minha cabeça, que nojo de mim mesmo. Oque fiz para merecer tudo isso?

 

   Assim como quando entrei vi o homem ,que nem ao menos posso chamar de pai, ajeitar a gravata de frente ao espelho. Queria ter força para matá-lo naquele instante, mas nem pensar eu conseguia direito. Estava tudo embaralhado e confuso. Logo o estuprador saiu e me permitir chorar…

 

    Senti uma mão acariciar minhas costas e me afastei rapidamente e olhei na direção da pessoa,morrendo de medo. Ví que Min seok. um de meus amigos da faculdade, ele faz psicologia junto com minha irmã.

 

-Eu escutei tudo Minnie…-Ele falou em um tom trêmulo e de choro. Me permiti chorar deitado em seu peito no momento não queria ficar perto de nem um homem, mas Seok é diferente, era a ele que contava todos os assédios que sofri desde minha infância. Confio nele de olhos fechados.

 

-Sinto nojo de mim,Xiuminnie.-Falei chorando e o chamando pelo apelido que eu mesmo dei. Senti seus dedos em meus cabelos e assim foi por um tempo.-Kookie nunca vai me querer sujo desse jeito.-Falei sem conseguir parar de chorar.

 

-Não diga isso, Minnie. Jungkook te ama, hm? E no amor ninguém deixa o outro por algo que nem sequer tem culpa. Você não teve culpa por nada que aconteceu aqui, mas aquele monstro tem. Você tem se recuperar e denunciar ele Jimin. -Falou calmo e beijou minha testa e me ajudou a me levantar e logo após me pegou no colo com um pouco de dificuldade e logo após me deixou em cima da bancada de mármore perto da pia e foi até a porta chamando seu namorado.

 

-Oque foi bebê?-Perguntou Chen se aproximando da porta.

 

-Amor, pega minha bolsinha de maquiagem.-Pediu.

 

-Claro. Já volto.-Falou saindo e depois de um minuto mais ou menos e entregando a bolsa. Seokkie veio até mim e abriu a bolsa tirando algumas maquiagens. Ele limpou minhas lágrimas e começou a passar os produtos. Eu estava apenas quieto. Como vai ser minha vida agora? Eu só… Queria meu gukkie comigo agora, mas ao mesmo tempo tenho medo. E se ele acabar me deixando? Se não me amar mais depois disso? E se ele… For igual aquele idiota que fez isso comigo?...

 

     Depois que o Min me maquiou saímos em direção ao jardim novamente e paramos perto de uma árvore não tão longe do salão.

 

-Você deve contar ao JungKook quanto antes,Jimin. Vocês dois tem que fazer algo enquanto a isso.-Falou e eu suspirei abaixando a cabeça.-Não demore a contar, aquele homem vai achar que pode fazer oque quiser com você e ficar impune. Tem que contar, Minnie. Não se sinta pressionado a nada agora, mas também não demore a contar, ok?-Assenti levemente e recebi um afago nos meus cabelos- Kook está vindo aqui, provavelmente te buscar. Se precisar de mim não exite em me chamar.

 

    Senti meu nervosismo aumentar. Aigo, como vou encarar ele dessa maneira? Suspirei e só esperei ele chegar,oque não demorou a acontecer. Voltamos ao salão e senti um arrepio e uma enorme vontade de chorar ao ver meu progenitor me olhando com um sorriso enorme e malicioso, igual o que ele fez antes de abusar de mim. Me sinto tão nojento e insuficiente. Kook estava feliz anunciando nosso casamento novamente. Queria ao menos fingir que estava feliz como antes. Nem pra fingir algo eu sirvo.

 

Pov Jungkook

  Jiminie está demorando muito. Pensei várias vezes em ir lá, mas resolvi esperar mais um pouco. Estou ficando preocupado, será que algo aconteceu com o meu gatinho? Resolvi ir lá olhar. No caminho encontrei Jimin com um amigo conversando no jardim perto de uma árvore. Me senti aliviado, pelo visto ele apenas demorou porque encontrou alguém. Me aproximei e percebi Jimin bem tenso e com medo. Resolvi não insistir muito nisso, logo voltamos para mesa, porque Mark e Jack haviam chegado. Minnie estava distante… Será que aconteceu algo que não sei?


   Fiz o anúncio do casamento praticamente sozinho. Jimin nem ao menos me deixava segurar sua mão direito e ficava de cabeça baixa o tempo inteiro. Todos estavam com sorrisos no rosto, inclusive o pai do Jimin, que tinha o maior sorriso do que o de todos naquela mesa. Eu realmente estava ficando triste em ver meu gatinho daquela maneira. Estava tão… Desolado. Nossa valsa nem ao menos chegou a acontecer. Algo aconteceu, e eu irei descobrir.

 

            ….Depois da formatura….


 

     Chegamos em casa e decidimos comemorar. Passou apenas alguns minutos e Jimin subiu. Fizemos uma pequena festa por algumas horas até o pai e a mãe de Jimin e Emilly irem embora restando apenas quem mora aqui -com exceção de Jimin- Mark e Jackson.

 

-Só eu percebi o Jimin meio… Estranho?-Perguntei preocupado com meu pequeno.

 

-Com certeza não foi só você.-Disse Mark preocupado da mesma maneira.

 

-Queria poder achar isso bom…-Suspirei.

 

-Sabe de algo?-Perguntou Jackson olhando o copo em sua mão.

 

-Não. Ele estava bem antes de ir ao banheiro depois que pedi ele em casamento, de novo. Quando fui buscá-lo ele estava conversando com um amigo da faculdade e estava bem tenso e nervoso.-Falei deixando transparecer meu desespero.-Esse tempo todo que estamos juntos ele nunca agiu dessa maneira.

 

-Alguém precisa falar com ele para saber oque está acontecendo.-Falou meu appa pela primeira vez.

 

-Aigo,eu não posso.-Falou meu omma.-Tentei falar com Jimin no carro e ele não falar.-Suspirou

 

-Tem que ser alguém que ele confie muito. Porque se o omma não conseguiu, quer dizer que é algo muito sério.-Afirmou Tae.

 

-Sim… Alguém que ele conheça tempo o bastante pra confiar tudo a ela.-Falou Hobi e todos olharam para Emilly.

 

-Ok, eu falo.-Falou sem exitar ou contestar e se levantou.-Vou agora e depois irei dormir. Boa noite.-Falou sorrindo triste e saindo. Provavelmente também estava preocupada com o Jimin.

 

Pov’s Emilly

 

   

       Eu ‘to muito triste com tudo isso do Jiminnie. Se ele não aproveitou sua tão esperada formature, quer dizer que realmente algo está muito errado nisso tudo. Ele estava tão cabisbaixo que até fiquei triste junto com ele,mesmo sem saber o motivo da tristeza repentina, mas irei descobrir do que se trata. Caminhei naqueles corredores que pareciam mais longos que o normal, mesmo o quarto do Jimin sendo um dos primeiros o nervosismo causou essa ilusão.

   

        Respirei fundo, semore faço isso quando quero criar coragem pra algo, e bati na porta, que demorou um pouco para ser aberta por um serzinho com a cara inchada e vermelhinha, com certeza ele chorou muito.

 

-Emi? Oque faz aqui?-Falou baixinho e deixando apenas uma parte de seu rosto a vista.

 

-Quero falar com você,Minnie. -Falei preocupada.

 

-Tudo bem… Apenas, espere um pouco,sim?-Falou e eu afirmei e ele fechou a porta novamente e depois de alguns segundos a abriu totalmente o revelando por completo. Como eu disse, seu rosto estava vermelho, mas agora parece ter diminuído, e ele estava enrolado em um edredom grosso e parecia abatido.

 

-Oque aconteceu,Minnie? Todos perceberam que você tem algo. Estamos todos preocupados.-Falei de uma vez. Não gosto de enrolar muito.

 

-Nada aconteceu.-Respondeu, mas eu consegui enxergar que era mentira em seus olhos.

 

-Jiminnie… Não confia em mim?-Perguntei sentindo minha tristeza aumentar. Achei que podíamos contar tudo um para o outro.

 

-Não é isso… Aish.-Ele parecia estar tendo um conflito interno entre contar ou não contar.

 

-Pode confiar em mim,Jimin. Quero apenas te ajudar, não importa oque seja vou estar ao seu lado.-Falei me aproximando e vi que estava com vontade de chorar. Ele apenas suspirou.

 

-Não houve nada. Agora se não tem mais nada ‘pra falar comigo pode sair.-Falou se virando, ficando de costas para mim. Dei uma última olhada nele e saí. Não ia adiantar continuar insistindo se ele estava decidido a não contar.


      Agora estou mais do que preocupada. Se ele não me falou quer dizer que é algo sério. Oque aconteceu com o Minnie? Porque ele não quer me falar nada? Suspirei frustrada e fui para meu quarto. Vi o Yoongi já deitado na cama dormindo e fui até o banheiro e escovei meus dentes, após isso, vesti-me com uma roupa de dormir e me deitei. Fiquei refletindo e tentando imaginar oque aconteceu com ele. Teríamos que descobrir de outra forma oque houve. Com esses pensamentos acabei dormindo.


Notas Finais


OBGD POR LER
FAVORITEM, DIVULGUEM E COMENTEM❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...