História Butterfly Effect (imagine Jungkook) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Jungkook
Visualizações 253
Palavras 3.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


FOI MAL A DEMORA
TO EM SEMANA DE PROVA 😂

Capítulo 16 - Cap.16


Fanfic / Fanfiction Butterfly Effect (imagine Jungkook) - Capítulo 16 - Cap.16

Pov Jungkook 

Fiquei calado enquanto ele se esticava no sofá 

Ele matou a S/n e isso me da mais nojo dele

- então, onde a S/n esta meu jovem? - ele diz com o pé na mesinha 

Minha vontade é so de dar ordem pro Thor morder ele, por ser um cachorro treinado de polícia (exatamente pra proteger a S/n) ele obedece os comandos de ataque 

- ela é sua namorada e você nem sabe onde ela ta? - digo sarcástico 

- não sou possessivo - ele fala - apenas deixei ela vir por livre e espontânea vontade para o outro lado do mundo - reviro os olhos - se você não vai me responder eu ligo pra ela

Ele começa a digitar alguns números 

- ela te atenderia se não estivesse internada - digo e ele para e me olha feio

- internada? O que aconteceu? - ele diz se levantando - machucou ela? 

- diferente de você.. Eu salvei ela -digo e ele me olha de cara fechada 

- olha como fala comigo que você não sabe nada da histó.. - ele dizia

- Alex, 19 anos, reprovou na escola um ano, namorava a S/n ate ano passado mas ela não quis mais, então decidiu fugir para o outro lado do mundo por medo de você! Você so ta aqui hoje porque os pais dela te deu o endereço - digo e ele fica me encarando 

- ual a S/n contou tudo - ele diz fingindo surpreso - e eu não aceitei o término então ainda sou namorado dela

Olho pro lado e sorrio

- é amigo então você é corno.. É incrível como as nossas bocas se encaixam - digo e ele vem pra cima de mim - Thor - digo e o cachorro para na minha frente e mostra os dentes - se eu fosse você não arriscava, ele foi treinado por polícias!

Alex para e fica me olhando

- depois resolvo isso com a S/n - ele fala 

Como o esperado.. Um covarde 

- eu vou visitar ela.. Pode voltar pro seu hotel ou seja la onde esteja - digo com descaso 

- vou com você - ele me segue

- nem pensar.. Pode voltar de onde veio - falo o olhando 

- se eu não for com você então vou ficar aqui - ele cruza os braços determinado 

- com o Thor? - pergunto e Thor rosna pra ele

Ele olha pro cachorro e depois pra mim

Ele foi na frente

- vamos? - ele diz entrando no meu carro 

Pelo visto um diálogo não vai funcionar 

Entro no carro e ficamos calados a viagem toda 

Cheguei no hospital e ele me seguia que nem um cachorrinho 

- vim ver a S/n - digo para recepcionista e ela me diz a sala - você não pode entrar na sala - digo me virando pra ele

- por que não? Sou namorado dela - ele diz

- Alex, abaixa a bola.. Você não é namorado dela! Se ela quis terminar então acabou, você aceitando ou não - digo e ele cruza os braços

- e quem é você pra dizer isso? - ele fala meio bravo

- a sim, esqueci de me apresentar! Sou Jung Jungkook, o cara que realmente faz o papel de namorado da S/n - digo e vou andando o deixando pra trás 

Por mais que eu queria bater na cara dele ate ele não mexer mais, eu não quero arrumar briga no hospital 

Fui pra sala dela e minha mãe disse que ela abriu os olhos mas dormiu de novo

Entrei na sala e a vi com alguns aparelhos 

Tinha um cano grosso em sua boca que permitia sua respiração, sem contar com os.canos do nariz

Tinha alguns remédios conectados em sua veia e seu batimento cardíaco, aos meus olhos, ainda estavam meio baixos.. Mesmo pelo menos o coração dela batia 

Fiz carinho no rosto dela

Ela estava fria mas bem menos comparado a antes 

Seu corpo estava enfaixado em alguns lugares e não pude deixar de notar o pulso quebrado 

Peguei aquela delicada mão 

- quem te amarrou com tanta força a ponto de quebrar seu pulso? - digo vendo aquele local

Dou um beijo na testa dela 

- acorda logo princesa, ja to com saudade - digo fazendo carinho 

Minha mãe entra na sala

- oi filho - ela diz me abraçando ao ver o meu estado 

Era visível que eu estava triste

- eu devia ter chegado mais cedo - digo triste 

- não é culpa sua.. É culpa de quem fez uma maldade dessas com nossa S/n - mamãe diz tentando me deixar mais calmo 

- mas eu senti quando ela foi retirada da barraca -  falo me culpando - so que eu simplesmente pensei que não fosse nada e voltei a dormir 

- filho - minha mãe diz olhando pra mim - agora ja aconteceu.. O que vale é daqui para frente, olha só, pelo menos ela ta viva 

- acha que vai demorar muito para ela acordar? - falo a olhando 

- isso eu não sei te informar - mamãe diz a cobrindo melhor 

- acha que ela vai lembrar do que aconteceu? Tipo.. Dos momentos e quem fez isso com ela - digo a olhando 

- Jungkook não seja besta.. Sabe muito bem quem fez isso - minha mãe fala me olhando com a mão na cintura 

Levanto o pulso da S/n 

- IU não tem força pra fazer isso - mostro os machucados que estão expostos - muito menos isso 

- querido, não se envolva nisso! Se quiser denunciar denuncie.. Mas so com a permissão da S/n - minha mãe diz ja sabendo que S/n vai deixar isso baixo 

- conhece ela, sabe bem que ela não vai querer levantar poeira - digo e minha mãe fica calada - quando ela receber alta vou cuidar dela pessoalmente 

- vai voltar a morar com ela? - minha mãe diz checando a S/n

- acho que so por um tempo - digo pensando 

- ai, finalmente não vou ter que me preocupar com comida e coisas do tipo - mamãe diz rindo 

- ya! Para com isso, eu sei cozinhar - digo rindo também 

- S/n que fazia suas comidas - ela fala me olhando 

Sorrio mas meu sorriso some quando S/n abre os olhos e seu coração dispara 

Mamãe ficou meio desesperada 

Levantei da maca e algumas enfermeiras entraram 

Elas retiraram o tubo de ar da sua garganta 

S/n acordou de uma vez por isso engasgou com o tubo 

Ela estava assustada 

- onde estou? - ela diz tentando sentar mas minha mãe não deixa 

- está tudo bem querida, se acalme - mamãe diz a acalmando 

Fiquei meio sem reação, tomei um susto 

S/n estava olhando em volta procurando saber onde estava 

Do nada a porta abre com força e S/n encolhe um pouco pelo barulho 

Mas ela se encolhe mais quando vê Alex 

Seu coração dispara no aparelho 

- mandei não entrar - digo entre dentes tentando o colocar pra fora

Ele me empurra com força fazendo eu dar uns passos para trás 

Ele vai até a S/n e as enfermeiras abrem espaço por medo

Menos a minha mãe que para na frente da S/n e cruza os braços 

- você não tem permissão para estar aqui, por favor saia - minha mãe diz ja sabendo quem é 

S/n estava enrolada em um canto 

- quem são vocês pra me dizer o que fazer e o que não fazer? - Alex diz alterado - ELA É MINHA NAMORADA, EU FAÇO O QUE QUERO COM ELA

S/n começa a chorar 

Não me aguentei 

Puxei o braço dele e lhe dei um murro no rosto

S/n rapidamente tampou os olhos 

- encosta um dedo nela e eu acabo com você - digo e ele levanta o rosto com o nariz sujo de sangue 

Ele começa a rir 

- acha que tenho medo de você? - ele diz provocando 

Toda aquela cena dele indo pra cima da S/n, daqueles roxos que ela sempre aparecia na escola e da fraqueza dela me vieram a mente 

Ele tenta me acertar um golpe mas eu desvio e dou um murro no estômago dele

S/n começou a chorar mais alto e minha mãe a abraçou Impedindo que ela visse a cena 

Ele consegue acertar um chute em mim que me faz cair no chão 

Ele ia me dar outro murro mas eu rolo para o lado e posso ter certeza que quando ele acertou o chão algum osso dele quebrou 

Aproveitei a posição dele e lhe dei um chute no rosto que fez ele cair de costas para cima 

Peguei ele pela gola da camisa e o levantei o levando ate a janela 

Minhas costalas doiam pelo chute mas meu ódio era maior

Queria aquele idiota morto

Coloco metade do corpo dele para fora 

Por estarmos no 12º andar ia ser uma queda linda 

Eu ia jogar ele mas S/n viu bem na hora 

- JUNGKOOK NÃO - ela grita mas eu não tiro os olhos dele - não faz isso por favor! - ela fala chorando - vão te incriminar! Não faz isso. Vamos resolver isso, não solta ele

Fecho os olhos com força

Se eu o jogasse ela ia ficar com raiva de mim 

- pode agradecer ela depois.. Mas quando estivermos so eu e você, pode ter certeza que você não escapa - digo o jogando para dentro com força

O chão estava sujo de sangue e ele tentava se equilibrar 

Vejo uma borboleta branca entrar na sala

Quer dizer paz.. Como assim? Eu ia tirar o problema do caminho, como o fato da S/n ter poupado a vida dele vai trazer paz entre a gente? 

Fui ate a S/n e a abracei 

- eu estou com medo - ela diz chorando 

- ninguém vai te machucar, eu to aqui com você - falo fazendo carinho nela

Minha mãe tem a obrigação de chamar alguém pra cuidar de Alex.. Na minha opinião eles deviam o deixar morrer aqui mesmo 

Sentei melhor com a S/n e no momento não queria fazer perguntas traumáticas 

- amanhã temos aula - ela diz desanimada

- ta doida? Acha mesmo que vamos pra escola nesse seu estado? - digo olhando pra ela

- mas temos que tirar nota boa no vestibular, e para isso precisamos estudar muito - ela faz bico 

Estava so nós dois na sala

S/n tirou uma nota tão boa no vestibular que podia entrar para qualquer curso em qualquer faculdade 

- não se preocupe com isso.. Você saira bem - digo acalmando ela

Ela deita no meu ombro e vê o gesso no pulso 

- isso coça - ela diz tentando enfiar o dedo para coçar 

- não faça isso.. Ira machucar mais - digo tirando o dedo dela

Ela suspira e vê a mulher limpando o chão que estava com o sangue de Alex

- como ele sabe onde estou? Vim para cá exatamente pra ele não me achar - ela diz claramente triste 

Eu sei como ele veio parar aqui, e para ser sincero nunca senti tanta raiva dos meus sogros 

- esquece isso.. Eu vou te proteger - digo beijando a testa dela - tenta se recuperar logo, não gosto de te ver aqui 

- nem eu gosto.. Meus avós morreram dentro do hospital segurando minha mão! Odeio lugares como esse - ela diz e posso sentir ela arrepiar 

- você amou muito eles - digo me lembrando das histórias que ela contava 

Teve uma vez que eles estavam na fazenda dos avós dela e o cavalo dela adoeceu 

Seu avô prometeu cuidar do cavalo mas ele não resistiu, S/n disse ter ficado tão triste que nem saia do quarto direito

Então na outra semana seu vô lhe comprou um cavalo novo e disse que esse era amigo do cavalo antigo e que ele falou para S/n não ficar triste pela morte do amigo dele

S/n por ser muito nova acreditou que realmente o cavalo tinha dito isso, então dês daquele dia o seu avô se escondia atrás do celeiro e quando a S/n ia falar com cavalo ele fazia uma voz fingindo que o cavalo falava 

Ela disse que acreditava que ele era mágico e que não ficou mais triste por causa do seu avô 

Ela também conta que sua avó a ensinou a cozinhar e a pegar ovos de galinha 

Pelo visto a comida da vó dela era boa, ja que S/n cozinha muito bem

Por causa deles a S/n é humilde assim

Eles a ensinaram a se importar com o próximo e ser compreensiva sempre 

Ela cresceu em um lar de amor de muito cuidado, por ser a única menina da família eles a preservaram muito

Mas ela não acha isso ruim, diz que se tiver uma filha quer a ensinar ser uma moça educada e caridosa, e que tiver um menino quer ensinar ele a ser um homem de bom coração e cavalheiro! 

- é eu amei - ela disse enfim 

- acho que você recebe alta hoje mais tarde - digo e olhando - quer que eu fiquei na sua casa pra cuidar de você? Mamãe disse que você precisa ser vigiada ja que... - não queria falar "ja que você veio dos mortos de volta a vida" então não completei 

- não quero ser um incómodo, posso me virar - ela diz me olhando 

- você nunca será um incómodo pra mim - digo sorrindo 

- então se quiser você é bem vindo - ela fala sorrindo 

Estavamos bem próximos 

Eu queria muito a beijar mas o fato da gente estar so ficando e não namorando estava me incomodando muito 

- preciso passar em um lugar antes de irmos para sua casa.. Vou te deixar la e chego rapidinho - digo e olhando 

- okay - ela fala e me da um selinho, mas depois fica meio sem jeito - desculpa, e que nós estavamos muito perto e...

A interrompo selando os lábios dela

Faço questão de mostrar o tanto que a amo através daquele beijo 

Ela so afasta quando escuta a porta abrir 

S/n da quase um pulo saindo de perto de mim quando vê minha mãe 

Suas bochechas estavam ligeiramente vermelhas mas ela tentava esconder o nervosismo 

Minha mãe ri e olha os papeis 

- você estará liberada assim que os remédios acabarem - minha mãe diz - Jungkook ira ficar com você so pra saber se está bem, qualquer coisa estranha que sentir pode ligar pra ele que le te trás aqui

S/n mexeu a cabeça pra cima e para baixo freneticamente 

Segurei para não rir 

- e sobre ter relação.. - minha mãe ia falando mas S/n tampou o rosto 

- a gente não faz isso Sra.Jung, somos so amigos - ela diz baixo mas pude ouvir 

- estranho, pensei ter visto dois cupões em você quando chegou - minha mãe disse e ate eu me envergonhei

- mãe.. Colabora! - digo e ela ri

- acho que ja sabem sobre isso.. Pelo menos espera ela ficar mais forte, se não vai machucar muito ela - minha mãe diz rindo 

- tchau mãe - digo tentando tornar aquilo menos constrangedor 

Ela sai da sala e posso ver o rosto da S/n da cor de uma pimenta 

- ei, não se preocupe com isso - digo rindo 

- ela viu a gente se beijando e ainda viu os chupões - ela diz com vergonha 

- relaxa, é sua sogra.. Ela entende o que é - digo despreocupado 

- não sou nora da sua mãe, nem namoramos - S/n diz e tira a mão do rosto olhando pro nada 

- então o que somos? - falo entrando no campo de vista dela

- então Jungkook, o que somos? - ela repete a pergunta me olhando 

- somos o casal do ano - falo brincando

Ela me olha com tédio 

- e seremos no próximo - dou um beijinho na bochecha dela - e no próximo - digo dando outro beijinho - e no outro e no outro - falo a enchendo de beijinhos e ela da risada - e então formaremos família e viveremos felizes para sempre 

Ela me olha de canto de olho enquanto eu apertava as bochechas dela com uma mão só 

- eu te amo - falo e beijo a bochecha dela

- eu també.. - ela ia falar mas para de falar 

- que foi? - digo a soltando 

- IU não estava sozinha quando me amarrou - ela diz e eu levanto as sobrancelhas 

- sabe quem estava com ela? - digo preocupado - pode confiar em mim

Digo segurando as duas mãos dela 

- Lee estava com ela e.. - ela diz e sinto meu corpo esquentar 

- tinha mais alguém? - falo a olhando 

- J-Jungkook melhor não, não quero que se envolva nisso - ela disse desviando o olhar 

- S/n, por favor, fala pra mim quem mais  estava - digo a passando confiança 

- Chanyeol e Momo estavam la também - ela diz  e fico sem reação 

Como alguém do meu time e a namorada do meu  amigo me trairam assim? 

Levanto de uma vez e vou na direção da recepção 

S/n tentou correr atrás de mim mas as enfermeiras a barraram dizendo que ela tinha que ficar em repouso

- JUNGKOOK NÃO FAZ  ISSO - S/n gritava mas  eu não dei moral 

Momo estava dormindo no ombro do Jimin que a acarenciava e Chanyeol estava no celular 

Quando parei na frente deles todos se levantaram pensando que iria dar uma notícia 

- pro azar de vocês, ela ta consciente- digo fuzilando os dois

Jimin abraça Momo

- que isso Jungkook, não fala assim com ela! O que ela fez de mal pra S/n? - Jimin diz e Momo me lançava um olhar de "não conta"

- vocês seis, vamos ali bater um papo - digo apontando para Jimin, Momo, Chanyeol, Sacha, IU e Taehyung 

- o que aconteceu? - Namjoon disse preocupado 

- quer saber?! Vamos todo o time de líderes e de futebol la pro fundo.. Vocês precisam sabem de algumas coisas - digo com um sorriso sarcástico 

Todos se  entre olhavam e fomos para o  fundo

Ta na hora de esclarecer algumas coisas

Como eu disse, ninguém mexe com minha menina e fica so  assim 

Ja vou esticando os dedo, a conversa vai servir de lição para todos 













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...