História By chance - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bruno Mars
Personagens Bruno Mars
Tags Romance
Visualizações 18
Palavras 3.656
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse se tornou o meu capítulo queridinho. haha

Boa leitura!

Capítulo 11 - Manu's birthday


Fanfic / Fanfiction By chance - Capítulo 11 - Manu's birthday

 

Pra minha sorte a semana passou voando, tirei uns dois dias pra resolver minha situação no BOPE. Estou muito empolgada com essa nova fase da minha vida. Meus pais e meus irmãos já estão no Rio, de madrugada vamos pegar um voo com destino a Las Vegas. Manu sempre foi apaixonada pelos cassinos de lá , foi muito difícil conseguir alugar um cassino inteiro, mas tivemos algumas ajudinhas e deu tudo certo. 

 Hadassa: Boa noite, minha vida. -disse abrindo a porta do meu apê- 

 Manu: Boa noite, mana. -me abraçou- Como foi no trabalho? 

 Hadassa: Tudo certo. -beijei o topo da sua testa-

 Manu: Mamãe já arrumou suas malas. -correu pro sofá, estava assistindo um filme-

 Davi: Tudo certo pra nossa viagem, filhas. -ele parece estar mais empolgado que a Manu-

 Lucas: Ah não. -me encarou querendo sorrir- Podia ficar mais tempo lá no BOPE né, maninha? Odeio ficar olhando pra tua cara feia.

 Hadassa: Sabe de uma coisa, meu irmão? -balançou a cabeça negativamente- Minha arma tá cheia daquelas munições que explodem no corpo, nunca usei uma. Estou querendo testar na tua cara, o que acha? 

 Lucas: Credo, Hadassa. -sorriu- Você me assustou agora. -me jogou no chão-

 Jane: Já vai começar? -nos levantamos rapidamente-

 Hadassa: Desculpa, mãe. -disse com as mãos pra trás, estava parecendo uma criança-

 Jr: Deixa eles, mãe. -sorriu-

Manu: Had, me fala quem vai ser meu príncipe? -levantou do sofá-

Hadassa: Nem pensar. -tirei minha arma da cintura- Você só vai saber quem é lá na hora, mocinha.

 Fiquei conversando com a minha família mais um tempo, depois fui me arrumar, afinal quero chegar plenissíma em Vegas. 

 Hadassa off

Bruno on
 

 Depois que saí do Brasil minha vida ficou uma loucura. Passei por LA só pra deixar as roupas sujas e pegar umas limpas. Falta um ano e alguns meses para fecharmos a tour, estamos fazendo de tudo para encerrá-la no Havaí. 

 Agora minha vida deu uma acalmada, tenho três dias de “folga”. Durante esse tempo que fiquei numa correria total, não consegui falar com a Hadassa. Não por falta de tempo, mas por falta de coragem. Uma vez ou outra me pego pensando nela, às vezes escrevo uma mensagem pra ela, mas acabo apagando.

Phil: Vai mesmo fazer isso? -convoquei todos da banda para fazermos uma viagem, já que temos três dias de folga-

Bruno: Sim. -sentei na poltrona do avião- Nós vamos fazer.

 Kam: Isso vai ser divertido. -sorriu-

 John: E arriscado, podemos levar um tiro na cara. -Phil gargalhou-

 Eric: Acho essa viagem desnecessária. -falou com uma certa raiva-

 Phil: Eric, por favor. -suplicou-

 Bruno: Deixa ele, Phil. -decidi não me render as certas provocações do Eric.-

 Eu estou um pouco nervoso, confesso que chegar de surpresa em lugares que não sou chamado é um pouco constrangedor, mas ela vai gostar disso. 

 Bruno off

Hadassa on

 Nossa viagem foi tranquila, passamos a noite toda dentro do avião, então dormimos o voo todo. Estamos em um hotel próximo ao cassino que será realizado o aniversário da Manu.  

São 10:00h da manhã, Manu tá recebendo cuidados especiais, estão dando um banho nela de não sei o quê, é tanta coisa que eu prefiro não me meter. Minha mãe foi no cassino junto com meu pai, meu irmãos e a Cris(fiz questão de trazê-la) eles foram dar uma conferida na decoração. 

 Manu: Had? -gritou do banheiro-

 Hadassa: Oi. -abri a porta-

Manu: Não sei qual vestido vou usar primeiro. -fez uma carinha preocupada-

 Hadassa: Deixa isso comigo. -peguei na mão dela- Agora termina de tomar esse banho estranho. -sorriu-

 Fiquei a tarde toda vendo umas cinco mulheres em volta da minha irmã, uma ajeitava o cabelo, a outra mexia nas unhas, as outras três se intercalavam em: fazer a maquiagem, ajeitar os sapatos e arrumar os vestidos. Eu estava ficando doida com tanta movimentação. 

 Resolvi começar a me arrumar também, quando saí do banho fui checar meu celular, tinha algumas mensagens do Henrique dizendo que já estava em Vegas. Isso aliviou meu coração.

Todos os convidados confirmaram presença, inclusive minha melhor amiga, Anny. Essa festa vai ser tudo de bom.

(...)

 Hadassa: Manu, vamos. -ela estava trancada dentro do quarto, todos já tinham ido pro cassino-

 Manu: Eu tô nervosa. -gritou-

Hadassa: Abre essa porta. -ordenei-

Ela abriu, estava incrivelmente linda, seu primeiro vestido será um preto longo cheio de brilho.

 Manu: Como estou? -me olhou nos olhos-

 Hadassa: Uma verdadeira princesa. -beijei sua testa- Agora temos que ir, mamãe disse que todos estão lá. 

Fomos em direção ao cassino, que por sinal era quase do lado do nosso hotel. 

Quando chegamos, a entrada da Manu foi anunciada, e como previsto, todos ficaram de boca aberta. Ela estava realmente muito linda. Minha menininha estava se tornando uma mulher. 

 A decoração está perfeita, vários lustres espalhados pelo local, uma pista linda de dança, um palco para fazermos os discursos. Tem uma área só de jogos, as pessoas estão bem divididas. 

 Hadassa: Oi. -me abraçou-

Henrique: Você tá linda. -chegou perto do meu ouvido- Até a Manu ficou pra trás. 

Hadassa: Deixa ela ouvir você falando isso. -sorrimos-

Henrique: Vai dançar? 

Hadassa: Com certeza, mas não agora. -cumprimentei as outras pessoas da mesa-

 Fui em todas as áreas falar com todos os convidados, Manu estava fazendo a mesma coisa.

 Anny: Amiga? -disse atrás de mim-

 Me virei de uma vez e a puxei para um abraço movido a saudade. Anny é modelo da Victoria’s Secret, eu diria que ela é uma das queridinhas de lá. Viaja o mundo todo, quase nunca tem uma folga. 

Hadassa: Você tá mais linda que o normal. -falei quando estávamos nos soltando do abraço-

Anny: Não vou nem falar de você, gata. -sorrimos- Soube da SWAT, Henrique me contou. 

Hadassa: Tem outra coisa que você precisa saber também. -puxei ela pra minha mesa-

 Anny: Sei que não vai me contar aqui, mas saiba que depois de hoje você vai estar marcada na minha lista de: Ela precisa me contar um babado. -sorrimos- 

Ficamos conversando sobre diversos assuntos. Manu trocou de roupa pra jogar no cassino, até agora não entendi a necessidade de tantos vestidos, mas tudo bem.

A pista de dança foi liberada, as músicas foram escolhidas a dedo. Eu não consegui me conter tive que ir dançar, e é claro que a Anny me acompanhou. Dançamos umas seis músicas, sabíamos as coreografias de todas. Quando íamos pra sétima, tudo parou, o DJ simplesmente desceu do palco. Ninguém entendeu nada e pra completar, o palco ficou escuro e a pista de dança também. Manu se aproximou de mim tentando entender o que estava acontecendo.

 Hadassa off

Bruno on

Mandei minha acessoria descobrir tudo sobre o aniversário da irmã da Hadassa. Quando descobri que iria cair justamente em um dia que eu estava de folga, convoquei a banda para irmos lá. Entrei em contato com o pessoal que estava arrumando o cassino, a propósito, achei muito foda um aniversário de 15 anos ser num local assim, nunca vi isso antes. Pedi pra eles colocarem os instrumentos na parte de trás do palco, uma cortina cobrindo tudo. Falei com DJ também, ele concordou em parar de tocar quando eu mandasse. 

Tá na hora da nossa entrada, os meninos estão animados, principalmente o Kam, Phil e o John. Eric é o único que tá com uma cara péssima, mas isso não importa.

Tudo estava escuro, as cortinas caíram, Eric iniciou a introdução da música: Locked Out Of Heaven. Os convidados foram a loucura, antes de começar a cantar chamo a aniversariante pro palco, ela sobe rapidamente. 

Me abraçou tão forte que eu achei que perderia todo ar dos meus pulmões, peguei na mão dela e iniciei a música. A Hadassa estava imóvel, eu esperava essa atitude. Ela usava um vestido muito ousado, com uma das cores que eu mais gosto: Azul. 

Depois de cantar Locked Out Of Heaven, cantei 24k Magic e That’s What I Like. A irmã da Hadassa dançou todas comigo, os convidados gritavam, pulavam e dançam junto com a gente. Pra finalizar cantei Just the way you are. Eu intercalava meu olhar pra Hadassa e a irmã dela, mas minha vontade era contar somente pra Hadassa. Porém, tenho que dar atenção a aniversariante. 

Quando terminei, fui extremamente aplaudido e convidado pela aniversariante para participar da festa, agora eu não era mais um intruso.

Bruno: Oi. -abracei a Hadassa, já tinha passado por todos os convidados, inclusive tirei várias fotos com todos-

Hadassa: Como você descobriu? -parecia confusa-

Bruno: Sou Bruno Mars, gata. -pisquei pra ela- Será que eu posso sentar na sua mesa? 

 Hadassa: Claro. -me guiou até uma mesa um pouco mais afastada- 

 Bruno: Gostei, escolheu uma mesa escondida. -falei com certa malícia-

 Hadassa: Não é isso, você já tá chamando muita atenção. -sorriu sem mostrar os dentes- Não quero que chame mais. 

 Os meninos da banda se aproximaram, todos abraçaram ela. 

 John: Estávamos com saudade. -beijou a mão dela-

 Hadassa: Eu também estava com saudade de vocês. -abraçou ele mais uma vez-

Todos se sentaram, começamos a contar pra ela o que aconteceu depois que saímos do Brasil, ela prestava atenção em cada detalhe. Minha vontade de tirar esse vestido azul dela está aumentando cada vez que ela me olha.

Comemos e conversamos mais um pouco, quando a música ficou mais alta, os meninos começaram a “traduzir” pro português, isso tirou muitas risadas da Hadassa. Ninguém sabe falar nada em português, então a cena foi bem engraçada. Pela cara da Hadassa, ninguém falou nada com nada. 

Manu: Por que você não me contou que o Bruno seria meu príncipe? -ficou me abraçando por trás da cadeira-

 Hadassa: Porque não era... -ficou procurando palavras-

 Bruno: Porque era uma surpresa, mocinha. -olhei pra Hadassa-

 Hadassa: Exatamente. -sorriu- 

 Manu: Você é a melhor irmã do mundo. -beijou o rosto da Hadassa- Mas você não me contou que era amiga do Bruno. 

 Bruno: Ela é muito mais que amiga. -só percebi o que tinha falado quando vi todos me olhando-

 Manu: O que? -Hadassa estava sem expressão alguma-

 Phil: Ele quis dizer que sua irmã é amiga e foi a segurança particular dele no Rio. -salvou minha pele-

 Manu: Had, isso é muito maneiro. -falou empolgada-

 Hadassa: Depois te conto tudo, tá? -se levantou- Agora é a hora que você dança com seu príncipe. -pegou minha mão me fazendo levantar-

Dei um dos meus melhores sorrisos pra Hadassa, peguei a mão da Manu e fui pra pista de dança. Dançamos uns cinco minutos, foi muito incrível, cada movimento que eu colocava pra Manu fazer, era um turbilhão de gritos que os convidados soltavam. 

 Bruno off

Hadassa on

 O que o Bruno fez foi incrível, eu não esperava isso nem nos meus melhores sonhos. Manu está encantada, os convidados adoraram, todos estão pensando que eu contratei ele. 

Ver o Bruno Mars dançando valsa com a minha irmã, é coisa de outro mundo, ela está nas nuvens. Meus pais ainda não falaram nada, acho que eles tão tentando entender o que está acontecendo, até porque eles sabem muito bem como a Manu é fã desse anão lindo. 

 Henrique: Você disse que eu seria o príncipe dela. -parei de olhar pra dança deles e olhei pro Henrique-

 Hadassa: Me desculpa, eu não sabia disso. -me senti um pouco culpada, afinal o Henrique tinha trabalhado semanas pra fazer um paletó lindo, se preparou pra dançar valsa e tudo mais-

 Henrique: Tudo bem. -ele estava frustrado-

 Hadassa: É sério, me desculpa. -abracei ele-

Henrique: Eu queria poder sentir raiva de você, Had, mas não consigo. -ia responder mas a música parou e todos começaram a aplaudir e gritar-

 Bruno veio na minha direção de mãos dadas com a Manu. 

 Hadassa: Vocês estavam lindos juntos. -passei minhas mãos no rosto dela-

 Bruno estava com um sorriso encantador, eu tinha até esquecido o quanto amo quando ele abre esse sorrisão.

 Jane: Filha, por que não nos contou que Bruno Mars estaria aqui? -meus pais e meus irmãos se aproximaram-

 Hadassa: Eu queria fazer uma surpresa. -decidi entrar na onda do Bruno- Bom, esses aqui são meus irmãos, Lucas e Davi Júnior. 

 Bruno: É um prazer conhecê-los. -apertaram as mãos-

 Hadassa: Essa é a dona Jane . -Bruno beijou a mão dela, confesso que foi uma das cenas mais lindas que eu já vi- E esse é meu pai. 

 Bruno: Deduzo que seu nome seja Davi. -meu pai sorriu-

 Davi: Exatamente. -olhou pra mim rindo- Quem diria, minha filha amiga do Bruno Mars. 

 Bruno: Nunca conheci uma mulher como sua filha. -o que ele quis dizer com isso?-

 Jane: Com certeza não. 

 Levei minha família pra conhecer os meninos da banda, Lucas fez amizade com Eric, não sei como, mas fez. Jr se deu muito bem com todos, mas não saiu do lado do Phil. 

Bruno: Eu quero fazer uma coisa. -se levantou da mesa- Banda, vamos. 

 Eric: O que é dessa vez? -resmungou-

 Bruno: Vamos. -todos se levantaram- Você vem comigo. -pegou na minha mão-

Os meninos foram em direção ao palco, Bruno me deixou no meio da pista de dança, foi até o palco, pegou o microfone dele e voltou pra perto de mim. 

 Hadassa: O que você vai fazer? -minha voz saiu trêmula-

 Bruno: Banda, 1, 2, 3. -começou a introdução da música: Talking to the moon- Dança comigo? -concordei com a cabeça-

 Bruno deixou nossos corpos bem colados, com uma mão segurava minha cintura, com a outra o microfone. Meus braços estavam em volta do pescoço dele. Quando ele começou a cantar meu corpo inteiro se arrepiou, ao mesmo tempo que ele cantava pra todos, ele cantava só pra mim, bem no meu ouvido. Durante a música tivemos que nos afastar algumas vezes pra ele recuperar o fôlego e continuar cantando. No final da música tinha vários casais dançando a nossa volta, inclusive meus pais. 

 Bruno: Somewhere far away... -cantou a última frase rente ao meu ouvido- Gostou?

 Hadassa: Vem comigo. -fiz um sinal pro Phil continuar cantando, ele com certeza entendeu que eu estava fugindo de lá com Bruno-

Fomos pelas portas dos fundos, acredito que ninguém viu a gente sair. São aproximadamente 04:00h da madrugada, a cidade está parada, apenas os cassinos tem movimento uma hora dessa. 

Atravessamos a rua correndo, mesmo não tendo nenhum movimento. Ficamos de frente pra arena MGM, a festa era bem próxima dali.

 Antes mesmo de eu tomar qualquer atitude, Bruno me puxou pra ele e selou nossos lábios. Esse beijo foi diferente de todos os outros, esse tinha uma pintada de sentimento. 

 Bruno: Eu não resisti. -falou com uma mão na minha nuca e a outra na minha cintura-

Hadassa: Eu senti falta disso. -iniciei um novo beijo-

Bruno: Eu também, Hadassa. -ficou me encarando lindamente-

 Nos beijamos mais algumas vezes, a arena era nossa única testemunha.

 Hadassa: Você acredita que eu nunca entrei aí. -olhei pra arena-

 Bruno: Vamos lá. -segurou meu braço-

 Hadassa: Agora? -falei assustada-

 Bruno: Por que não? -arqueou as sobrancelhas-

Hadassa: Vamos deixar pra uma outra ocasião. -ele sorriu-

Bruno: Você é muito linda. -passou uma mão no meu rosto- 

 Fiquei totalmente sem palavras, Bruno estava diferente, e eu também. 

 Phil: Ei? -gritou do outro lado da rua- Vamos, já estão sentindo falta de vocês. 

Bruno segurou minha mão, atravessamos a rua correndo de novo.

 Bruno: Demoramos muito? -perguntou quando nos aproximamos do Phil-

 Phil: Um pouco. -piscou pra mim-

 Entramos no cassino e a festa estava mais viva do que nunca, o DJ estava tocando alguns funks, Manu já estava com outro vestido e outro penteado, não sei se esse já é o último ou se ela ainda vai trocar. 

 Jr: Onde você tava? -falou sério quando eu sentei na mesa-

Hadassa: Eu? -estava procurando uma resposta- 

Jr: Sim. -colocou as mãos na mesa-

Anny: Ela tava no banheiro comigo. - graças a Deus ela apareceu- Ah, e você esqueceu uma coisa lá, vamos te mostro o que é. Me levantei da mesa e fui até o banheiro com a Anny. 

Hadassa: Obrigada. -disse assim que entrei no banheiro-

Anny: Amiga, como assim você tá com Bruno? -colocou uma mão na boca-

Hadassa: Eu não tô com Bruno, amiga. Essa história é muito longa, mas eu prometo te contar. -abracei ela-

 Anny: Henrique tá puto. -me encarou- Ele te viu saindo com Bruno, viu o beijo de vocês. 

 Hadassa: Droga. -fiquei apavorada-

Anny: Fica calma, vocês não tem nada. -pegou nos meus braços- você não deve satisfações pra ele. 

Ela está certa, Henrique pisou na bola comigo, e eu não costumo perdoar isso. Estava abraçada com a Anny quando ouvi alguém chamar meu nome no microfone. Corri pra ver o que era, o DJ estava dizendo que era minha vez de fazer o discurso.  Subi no palco, todo mundo estava olhando pra mim. Eles me olhavam como se eu fosse a atração principal da noite.

Hadassa: Boa noite! Ou boa madrugada. -todos riram- Manu, vem aqui. -ela subiu no palco, Bruno me olhava fixamente- Quando você ainda estava sendo gerada no ventre da nossa mãe, eu brincava de mãe e filha com as bonecas, mas aí você nasceu e eu tive uma bonequinha de verdade para cuidar. -minha mãe começou a chorar- Você trouxe luz pra minha vida, paz pra minha alma, amor pro meu coração. Eu não estaria completa sem você, meu anjo. -percebi que todos estavam chorando- Quando eu te vi pela primeira vez, prometi a mim mesma que cuidaria de você até meu último suspiro, e assim eu farei. -Manu estava aos prantos, eu tentei me segurar de todas as formas pra não chorar- Eu sei que você sofre quando eu tenho que comandar uma operação, mas acredite, você é um dos maiores motivos pra eu querer voltar pra casa todos os dias. Você não é só minha irmã, você é parte de mim, é parte do meu ser. Eu te amo incondicionalmente, Manu. -nos abraçamos, todos aplaudiram- 

Manu: Eu te amo tanto. -disse rente ao meu ouvido- Obrigada por proporcionar essa festa pra mim, você realizou meu sonho. -meu coração se encheu de alegria-

Hadassa: Eu faço qualquer coisa por você. -beijei o topo da sua testa- 

 Eu sei que a Manu não foi gerada no ventre da minha mãe, mas eu quero acreditar que foi. Descemos do palco, todos abraçaram a gente. 

Jane: Seu discurso foi lindo, filha. -limpou suas lágrimas e me abraçou- Te amo. 

Hadassa: Eu também te amo. -beijei o seu rosto-

 Hadassa off

Bruno on

O discurso da Hadassa foi maravilhoso, ela sabe usar muito bem as palavras. Começou um pouco tímida, mas terminou comovendo todos.  Eu não consigo tirar os meus olhos dela, é incrível como essa mulher consegue me deixar louco. Preciso descobrir o que ela está fazendo comigo. 

Bruno: Você foi incrível. -me aproximei dela e da sua mãe-

 Jane: Eu estava dizendo isso pra ela. -sorriu pra mim-

Hadassa: Obrigada. -seus olhos estão fixos nos meus- Mãe, eu vou aqui e já volto. -nos afastamos de todos-

Bruno: São 06:00h, eu preciso ir. -falei com um certo aperto no coração-

Hadassa: Tudo bem. -disse tristinha-

 Bruno: Tudo bem mesmo? -passei minha mão no seu rosto- 

 Ela me encostou na parede e uniu nossos lábios, nos beijamos algumas vezes, eu não queria parar com isso. 

 Kam: Desculpa atrapalhar, mas temos que ir. -lamentou-

 Bruno: Tudo bem, estou indo. -Kam saiu-

 Hadassa: Boa viagem, Peter. -me deu outro beijo-

 Bruno: Você me chamou de quê? -investi as posições, coloquei ela entre mim e a parede-

 Hadassa: Peter. -mordeu minha orelha-

 Bruno: Hadassa.. -supliquei- Por favor, não faz isso. -beijei ela ferozmente-

Lucas: Estou atrapalhando? -me afastei da Hadassa-

Bruno: Não. -olhei pra Hadassa que estava sorrindo-

Hadassa: Tenho que me despedir dos meninos. -foi em direção a banda, eu a acompanhei- 

Ela abraçou todos, foi uma despedida digna.

 Bruno: Prometo te ligar, amor. -disse rente o seu ouvido- 

Hadassa: Boa viagem, Bruno. -sorriu lindamente-

 Nos despedimos de todos da festa, era umas 07:00h quando chegamos no aeroporto. Tínhamos que voltar pra LA, descansar um pouco porque de noite pegaríamos um voo para recomeçar com a saga dos shows. 

 Bruno off

Hadassa on

 Bruno foi embora com os meninos, a festa já estava acabando.

Lucas: Eu vi. -eu estava ajudando a Manu a guardar os presentes dela-

Hadassa: Viu o quê? -é claro que eu sei o que ele viu-

Lucas: Ah Hadassa, você já foi melhor com essas mentiras. -me encarou- 

Hadassa: E o que você quer? -olhei pra ele- 

Lucas: Vou pensar, aí eu te aviso. -saiu rindo- 

Hadassa: Idiota. -disse baixinho. Meu irmão é terrível, fofoca tudo pra minha mãe. E no momento eu não quero que ninguém saiba de nada, até porque não existe nada, eu acho.

Chegamos no hotel, deixamos a montanha de presentes da Manu na sala. Fui pro meu quarto tomar um banho, estava acabada.  Saí do banho, deitei na cama e meu celular vibrou.

 “Esqueci algo muito importante, pergunte da sua irmã o que ela quer de presente. Ela pode pedir qualquer coisa, qualquer coisa mesmo. BM” 

Abro um sorriso com a mensagem, até parece que a Manu ainda quer alguma coisa do Bruno, ele fez a festa dela, alegrou todo mundo, realizou o seu sonho. 

 “Darei o recado, mas tenho quase certeza que ela não vai querer nada. Agora vai descansar. Boa viagem, Peter. Bj”

Fiquei lembrando dos momentos que passei com Bruno hoje, foi tudo muito incrível, tirando é claro a parte que o Henrique passou a festa toda com cara de quem comeu e não gostou. Tem algumas mensagens dele no meu celular, mas eu não vou abrir agora. Estou feliz demais pra me estressar.

Estava pegando no sono quando senti a cama afundar do meu lado, era o Jr. 

 Jr: Posso dormir aqui? -me abraçou-

 Hadassa: Claro. -sorri-

Não demorou muito pra ele dormir, eu fiquei acordada mais um tempinho até o sono me pegar. 

 

***


Notas Finais


Virou o queridinho de vocês também?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...