1. Spirit Fanfics >
  2. Bye My First... >
  3. Nossos momentos

História Bye My First... - Capítulo 5


Escrita por: Bellaas

Notas do Autor


Voltei mais rápido dessa vez, espero que gostem do capítulo!

Capítulo 5 - Nossos momentos


"Eu acredito na sua galáxia,

Eu quero ouvir sua melodia,

As estrelas de sua Via Láctea

Como elas aparecerão no seu céu,

No final do meu desespero" 

Magic Shop - BTS



Os oito passaram o dia juntos na piscina, Jungkook nunca pensou que um dia se divertiria com as pessoas que odiava, Taehyung realmente havia mudado muita coisa. A noite veio, e com ela uma brilhante lua nova iluminava a noite de todos que se hospedavam no Hanwha Resort. 


Estavam todos ansiosos para jantar, a comida parecia ótima, o clima era perfeito para ficarem nas mesas ao lado de fora do restaurante e ainda havia até um show ao vivo. Rosé e Jungkook se dirigiam para fora do restaurante e eram seguidos por Taehyung, porém Lisa segurou um dos braços da amiga em uma forma de impedir que ela continuasse andando. 


— Vamos ver o show ao vivo! A Jennie conhece esse garoto, ele se chama Baekhyun e conseguimos uma mesa bem na frente dele. — A tailandesa sussurrou a última frase rente ao ouvido da outra. 


— Mas nós- 


— Vem com a gente, Rosé! — Jennie aparece de supetão, assustando todos ali, e segura um dos ombros de Rosé para começarem a andar na direção da mesa onde os outros já estavam sentados. 


Rosé se sentou à mesa com uma visão privilegiada do jovem que cantava no pequeno palco improvisado que os funcionários do Resort haviam montado algumas horas antes, enquanto Jungkook e Taehyung se dirigiam até às mesas que ficavam ao ar livre. 


— A próxima música que vou cantar se chama All I Got. Ela é autoral e está no meu álbum chamado Bambi, lançado recentemente. — Rosé sorri ao ver que o garoto havia olhado para si antes de fechar seus olhos e se concentrar para cantar a música. 


Os dois ao lado de fora do restaurante ainda conseguiam ouvir a voz doce e melodiosa de Baekhyun com clareza. Não diziam nada, apenas comiam enquanto ouviam a canção do cantor. O silêncio entre eles não era incômodo, aproveitavam a presença agradável um do outro daquela forma. Ao terminarem de comer, passaram a observar as estrelas, que brilhavam sem a presença de nenhuma nuvem que pudesse cobri-las. 


— Eu queria voar perto das estrelas. — Taehyung disse, ainda olhando para o céu. 


— Você já está perto de uma. — O Kim fecha os olhos na tentativa de segurar uma risada. 


— Então eu quero continuar perto dessa estrela. 


Passaram mais alguns minutos ali, desfrutando da música que tocava ao fundo, da beleza das estrelas, da brisa leve que os refrescavam e das próprias companhias. Se a imensidão do céu não os deixasse tontos, poderiam passar horas olhando para as estrelas. 


Taehyung sentiu o olhar do outro sobre si e em apenas uma troca de olhares, entendeu que já era hora de ir. Foram ao encontro do resto do grupo, que caminhava lentamente entre os prédios luxuosos do Hanwha. Lisa foi a única que percebeu os dois chegando, abrindo um sorriso intrigante no rosto. Ela parecia convencida e Jungkook sabia que aquele sorriso escondia algo. A cumprimentou com um pequeno aceno com a cabeça enquanto se juntava ao resto do grupo, recebendo um gesto de mão com o polegar para cima em resposta enquanto alternava o olhar entre Taehyung e si. 


Chegaram na frente do quarto das meninas e os garotos se despediram, porém não continuaram o caminho ao ouvirem gritos vindo do quarto e voltaram para verificar o que estava acontecendo. 


— Meu deus, uma barata! — Jennie correu para fora do quarto, sendo seguida por Jisoo, que nunca dividiria o mesmo espaço com uma barata. 


— Meu deus! Duas baratas! — Rosé correu até a porta assim que avistou uma barata na janela que ficava entre as beliches. A segunda estava no chão impedindo a passagem até o banheiro. Suas antenas se mexiam de uma forma que Rosé conseguia até imaginar quais pensamentos de destruição da humanidade se passavam na cabeça daqueles insetos. 


— Puxa o ar, solta o ar. Respira! — Jungkook tentava ajudar Rosé a se acalmar, pois sabia do extremo medo de baratas que ela possuía. 


— Eu não sou a asmática da história! — Para a Park, era cômico ouvir o amigo que tinha asma a ajudando a respirar melhor. 


— Me respeita! 


— Vamos fechar a porta com cuidado para não assustar essas... Essas.... Malditas! — Rosé tinha tanta aversão às baratas que nem ao menos conseguia encontrar um adjetivos para elas. 


— Você sempre tem dificuldades em encontrar adjetivos? — O Kim falou ao ver Rosé fechar a porta com delicadeza. 


— Qual é, são só baratas! — Lisa havia ficado dentro do quarto e abriu a porta, não entendia o medo que as pessoas tinham de baratas se elas só ficavam quietinhas e não faziam mal a ninguém. 


Lisa e Yoongi conseguiram tirar as baratas dali, porém os outros não quiseram saber como e apenas esperaram tudo se resolver fora do quarto. A passadas atrapalhadas, Rosé entrou abraçada a Jennie. Por mais que pensasse que ainda não gostava dela, a abraçava por trás enquanto segurava as mãos alheias com força, nunca pensara que o medo pudesse ser maior que qualquer ódio no mundo. 


A manhã seguinte foi bastante agitada, era dia de paintball, um esporte de combate que rendeu corpos repletos de tinta e ematomas roxos. Jungkook e Taehyung estavam morrendo de fome, até ouviam seus estômagos roncar. Apenas lavaram os cabelos sujos de tintas de diversas cores e os rostos suados na pia do banheiro para estarem limpos o suficiente e poderem entrar no restaurante. Depois de comerem, renovaram suas energias durante o tempo livre que restava na programação do acampamento para as gincanas que viriam pela tarde. 


A última gincana foi a mais divertida para os adolescentes. Era uma brincadeira de perguntas e respostas, quem errasse levava torta na cara. O resultado disso não foi outro: vários adolescentes sujos de chantilly. 


Taehyung e Jungkook passaram o dia inteiro juntos, nem parecia que tinham outros amigos. Voltavam rindo dos momentos engraçados que ocorreram nas gincanas e também de si próprios, Jungkook havia errado qual era a capital da Coreia do Sul e causou muita indignação ao grupo que representava, — e estava perdendo — enquanto Taehyung sujou um adversário sem querer, mesmo que tivesse errado a pergunta que deveria responder. 


— Um sapo! — Taehyung riu. O Jeon desceu metade da escadaria porque tinha avistado um sapo alguns degraus acima. 


Acabaram pegando um caminho mais ingrime até o prédio dos dormitórios. Se sentaram na grama após chegarem ao topo, estavam cansados do dia e da ladeira que acabaram de subir, e ainda teriam uma festa a fantasia para comparecerem mais tarde. 


— Você tem um cheiro bom. — Taehyung se aproximou para cheirá-lo, porém depois roçar levemente o nariz o cabelo de Jeon, passou a se aproximar do rosto alheio cada vez mais. Jungkook não desviava o olhar que observava a paisagem por puro desespero. Já sabia ambos sentiam certa atração um pelo outro, mas não tinha coragem de assumir. E por isso estava desesperado internamente, sua mente estava um caos. Se perguntava se Taehyung realmente iria beijá-lo ali, na vista de uma sociedade regida por preconceitos. 


Fechou os olhos com força e sentiu algo quente em sua bochecha, mas algo estava errado, também era molhado. Abriu os olhos abruptamente e viu Taehyung rindo e se levantando para então começar a correr. 


— Você me lambeu! — Assim iniciaram uma corrida até o prédio. Sentiam que nada podia atrapalhar aquele momento divertido que compartilhavam, um momento leve e sereno que era só deles. 


Encontram Jimin e Yoongi se arrumando para a festa a fantasia do acampamento. O Min estava com a fantasia quase completa, usava a vestimenta laranja e preta icônica do Naruto, e tinha uma peruca e uma bandana nas mãos. Jimin saía do banheiro com o cabelo molhado e usava uma roupa comum. 


— Vou para o quarto das meninas, a Jennie vai arrumar minha peruca e a Jisoo vai fazer minha maquiagem. — Yoongi abriu a porta enquanto Jimin pegava um secador de cabelo em sua mala. 


— Tome cuidado para nenhum monitor te pegar na ala feminina. — Jimin alertou. 


— Relaxa! Encontro vocês na festa! — E por fim fechou a porta após sair. 


Jimin já havia saído quando Jeon e Kim arrumavam os retoques finais de suas fantasias. Enquanto estavam no quarto, Jimin já esbanjava a sua luxuosa vestimenta real coreana de época, tinha a postura e a beleza de um verdadeiro rei. 


Jungkook até perdia o ar com a visão que tinha, Kim Taehyung fazia uma maquiagem forte e estava fantasiado de vampiro, com uma roupa preta e vermelha sendo acompanhada por uma grande capa preta. Até se sentia intimidado com sua fantasia do Woody de Toy Story, Taehyung estava encantador. 


— Pode colocar sangue na minha boca? — Taehyung foi até Jungkook com um frasco cheio de um líquido vermelho. Jeon havia acabado de colocar o chapéu que compunha sua fantasia e não se incomodou em pegar o frasco de Taehyung para ajudá-lo. — Pode ficar tranquilo, é sangue falso. 


— Eu sou idiota, mas nem tanto. É claro que eu sei disso. — Jungkook sorriu enquanto sujava o rosto de Taehyung com sangue falso. Demorou um pouco mais que o necessário observando a boca perfeitamente delineada do Kim, seu rosto havia ficado tão vermelho quanto o líquido do frasco pela vergonha que estava sentindo. 


Foram juntos até o lounge que ficava ao lado do restaurante, local em que ocorria a festa. Ao entrarem, cada um recebeu um adesivo dourado em formato de estrela que serviria como voto no concurso de fantasias que teria. Foi quase impossível achar os amigos no meio de tanta gente apesar de o local ser relativamente grande. Os encontraram perto de uma grande mesa que tinha todo tipo de doces e petiscos que uma festa podia ter, além de bebidas não alcoólicas, uma vez que era uma festa pensada para menores de idade que não tinham permissão para ingerir uma gota de álcool sequer. 


Todos riram de Jungkook, que além de usar uma fantasia engraçada, os cumprimentou gritando como um cowboy. Já Taehyung surpreendia todos pelo caminho, era bonito normalmente, mas aquela maquiagem o deixou com uma beleza surreal, qualquer um pediria para ser mordido por aquele vampiro.


Combinando com a fantasia de Jungkook, Rosé estava fantasiada de Jessie, parceira de Woody em Toy Story. Eles tinham roupas e chapéus parecidos, afinal tinham combinado de irem com aquelas fantasias antes. Porém diferente de Jungkook, sua fantasia não chamava atenção por ser engraçada, Rosé chamava atenção por estar esplêndida com aquela fantasia. As roupas se encaixavam perfeitamente em seu corpo, e sua maquiagem e o cabelo trançado apenas a deixava mais sexy. 


Junto a eles, Yoongi estava com sua fantasia completa de Naruto e uma maquiagem feita por Jisoo, que estava fantasiada de Elsa. Usava um vestido azul e uma peruca loira com o mesmo penteado icônico iguais aos da personagem. Lisa estava ao seu lado com uma fantasia fofa do Olaf, as duas provavelmente haviam combinado antes como Rosé e Jungkook. 


Jennie foi a última a se juntar ao grupo, estava com o uniforme de Hogwarts coberto por um manto preto e com detalhes em vermelho e dourado, cores da Grifinória, sua casa de Hogwarts. 


— Hoje me chamem apenas de Jennie Potter!


Notas Finais


O que acharam das fantasias? Eu sinceramente não consigo desver o Jungkook de Woody e a Rosé de Jessie na minha cabeça.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...