História C a n n i b a l - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Frisk, Grillby, Personagens Originais, Sans
Tags apariçoes de HorrorLust, Assasinato, Canibalismo, Horrordust, Horrotale, Sanscest, Undertale
Visualizações 36
Palavras 667
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Canibalismo, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


boa leitura

Capítulo 4 - Hoje é o dia


Narrando ~

alguns  dias  haviam se  passado após  a  belíssima  noite  com a  bela  caça  que tivera  ontem a  noite  

se encontrava agora , deitado em sua  cama  dormindo - ou pelo menos tentando  - o amado cheiro de  cadáver  que era  um vicio incontrolável para si perambulava  pela  casa em todas  as  suas regiões. Principalmente  seu lugar  preferido  da casa  toda : a cozinha . 

a  ultima  citada estava  com a mesa e  algumas  partes do chão um pouco sujo  assim como o balcão que estava  com algumas  facas  que  ainda continham alguns  resíduos  do amado sangue    de algumas  outras  vitimas que fizera  noites  passadas . 

Horror  sentia  o podia sentir  o cheiro irreconhecível  de  longe , dependendo , poderia até saber  diferenciar  os  tipos  sanguíneos  . 

o mesmo soltou alguns  murmúrios  ao sentir  alguns pequenos raios  de  sol baterem em seu olho avermelhado que  não era  coberto pelo curativo   . Resmungou  rangendo os  dentes  ponte  agudos  pela  claridade  incomoda  e se irou pro lado oposto  resmungando contra  o lado do travesseiro .  

ainda com os  olhos fechados perdidos em seus  pensamentos   . Até abrir  lentamente os olhos , dando de cara  com a parede cinzenta  .  

Suspirou e se sentou na cama  com os  lençóis bagunçados  e  as  cobertas  praticamente  no chão  e  o travesseiro entortado , seu cabelo estava  todo bagunçado e  seu rosto continha uma expressão de  sono com a  mistura de tedio 

- tsc... - murmurou  fechando os olhos e coçando a cabeça  deixando seus  fios  esbranquiçados  mais  bagunçados  resmungando algo indecifrável .Se  levantou   preguiçosamente da cama  bocejando alto  - não faria diferença  pra si de toda forma -  e foi até  o banheiro   

chegando lá se  apoiou na  pia  olhando seu reflexo  no espelho . 

heh. 

seu reflexo 

suspirou e abriu a  torneira  e enchendo a  mão com um pouco de  agua , e  levando até  seu rosto  o lavando , para  retirar  aquele sono de si . E olhou novamente  para  o  seu próprio reflexo inexpressivo mas  logo sua face  deu espaço para  o seu típico  sorriso psicótico 

- hoje  é o dia  ~ - cantarolou com sua voz rouca  , e saiu do banheiro   e foi até seu armário  pegando a roupa  necessária para  si  , um uniforme  preto -típico   daqueles  colegiais de anime - 

pegou uma  manga do mesma  e ao visualizar   o  mesmo bufou . Mas se  recompôs  e  começou a se despir  

logo se  vestiu com o uniforme . E foi até a frente do espelho se  vendo com o uniforme, qualquer garota  ou garoto diria que  o mesmo ficou um "gatinho"  com aquele  uniforme  . Estalou os dentes  ao céu da  boca  mexendo na  argola   do uniforme  tentando ajeitar a mesma   -  

- arg...odeio esse  uniforme  - resmungo , revirando a única  orbita disponível.  desistiu  de ajeitar aquela  bendita argola  , e  foi até sua  mochila   abrindo a  mesma e  pegando alguns cadernos  e livros na mesma  , pegou a  mesma  e  suspirou saindo do quarto  e indo até a  porta de saída da casa  até passar pela  cozinha  - 

-ah...já  iria  me esquecendo  - murmurou  indo até a cozinha  , e  pegando uma das  facas  acima do balcão a  única  limpa   enquanto brincou com a  ponta da  mesma  vendo seu reflexo  vendo o brilho de  seu  olho avermelhado na  mesma - 

- já que não posso levar  o meu "Parceiro"  você  vai servir  como substituta dele  por enquanto - murmurou  brincando com a  ponta da faca, raramente  tinha a típica mania de  falar  com  seus  "brinquedinhos" afiados , principalmente com seu machado . Por fim  guardou a faca bem escondida entre alguns  livros e cadernos na mochila   e foi até a  porta   de saída . Mas parou  na porta  aberta 

e olhou por  ultima vez  a  casa e seu sorriso psicótico voltou a face .... 

mas  , porém nada disse  e saiu de casa fechando lentamente a  porta   , deixando por fim a casa vazia  . 

 

 

 

 

C o n t i n u a 


Notas Finais


curto? sim .
mas eu precisava postar o cap ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...