História C R I M I N A L - Jenlisa (G!P) - Capítulo 24


Escrita por: e BdeBarney

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Kim Taehyung (V), Lisa, Personagens Originais, Rosé
Visualizações 240
Palavras 1.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, LGBT, Luta, Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 🔫

Capítulo 24 - The Letter


              A carta

Jennie ajudou Lalisa a se levantar a morena olhava para o chão enquanto ajudava Lalisa a caminhar e suas bochechas estavam coradas.

— O que vc tem? – Lalisa perguntou quando Jennie a sentou no carro.

— E-eu? Nada... Por que a pergunta.

— Está vermelha – A tatuada falou erguendo a mão para tocar na bochecha de Jennie que mil

"Qual o problema dela? Por que está agindo assim!?" A tatuada pensou olhando de canto de olho para a morena que dirigia aparentemente concentrada.

Mas só parecia, pois seus pensamentos estavam no beijo ocorrido a minutos atrás, ela se perguntava como isso foi acontecer.

Ao chegar em casa novamente Jennie ajudou Lalisa e a sentou no sofá.

— Fique aqui eu vou pegar curativos.

Lalisa revirou os olhos, ela estava irritada com a atitude de Jennie. Decidiu tomar um banho, se levantou com dificuldade e subiu as escadas praticamente se arrastando. Entrou no banheiro de seu quarto sem pegar roupa alguma, mas quem se importa?

Tirou as roupas e entrou no chuveiro.

— Lalisa eu acho que não tenho sor... – Jennie parou de falar ao perceber que a acastanhada já não estava mais na sala. – Lalisa? – Silêncio.

Jennie olhou para as escadas e imaginou que talvez ela tivesse subido, Lalisa não era o tipo de pessoa que gostava de ser ajudada ou bancava a forte. Na verdade para a Jennie a tatuada não tinha nem sequer um ponto fraco .

A morena subiu as escadas, e viu a porta do quarto da acastanhada aberta.

— Lalisa? – Chamou entrando no cômodo mais ainda assim como resposta obteu silêncio.

"Onde ela se meteu!?" Pensou indo até o banheiro e abrindo a porta com tudo.

— Lalis.... – A frase intalo na garganta quando ela viu a tatuada nua e molhada parada fora do box provavelmente indo pegar a toalha.

Jennie não pode conter e passou os olhos pelo corpo de Lalisa, seios médios para pequenos, cintura fina, pernas torneadas e claro, o membro da tatuada.

Os olhos na morena ficaram fixos por alguns segundos no membro de Lalisa. Grande. Muito grande.

"Como isso vai caber dentro de mim!?" Jennie penso mais logo se praguejou por pensar algo tão impuro.

Subiu seu olhar para o rosto de Lalisa que estava seria e com uma sombrancelha arqueada.

E foi então que Jennie se deu conta de que estava a muito tempo encarando o corpo da mais alta. Seu rosto esquentou ficando tão vermelho quanto tomate, ela virou de costas tapando o rosto.

— Desculpa, desculpa, desculpa – Repetiu de costas para Lalisa.

— Por que está tapando o rosto se já viu tudo? – Falou se aproximando da mais baixa.

— É... Que eu... Eu... Desculpa.

Lalisa finalmente chegou perto o suficiente de Jennie, pegou em seu braço a virando de frente e bateu as costas da mais baixa contra a parede.

— Qual o seu problema? – Lalisa perguntou encarando Jennie – Agiu de modo estranho desde quando nos beijamos. Se arrependeu por acaso?

— O que!? Não – Jennie balaço a cabeça negativamente – Eu não sei... Eu fiquei com vergonha por... – Abaixou o olhar para o pênis de Lalisa que estava encostando em sua coxa.

— Desejar mais que um beijo? – Lalisa falou e Jennie pode perceber um sorriso malicioso no rosto da tatuada.

— N- não foi isso que eu quis dizer – Jennie falou nervosa.

— Eu sei que foi. E sabe como eu sei? – Lalisa encostou sua testa na da mais baixa – Por que vc não para de olhar para o meu pau.

Dito isso Lalisa atacou os lábios de Jennie, com brutalidade, um beijo desesperado e necessitado. A acastanhada invadiu a boca de Jennie com sua língua que a recebeu de imediato.

Lisa desceu uma mão para a cintura de Jennie enquanto a outra foi para na nádega direita apertando com força fazendo Jennie soltar um gemido entre o beijo.

A tatuada pegou a morena no colo e a colou em cima do balcão de mármore do banheiro, descendo os beijos para o pescoço.

— L-lisa... Espera... – Jennie ofegou sentindo os chupões de Lalisa em seu pescoço.

— Olha o que você faz comigo Jennie Kim. – Falou pegando a mão da morena e levando até seu pênis que já estava duro.

O momento foi interrompido pelo celular de Jennie tocando em seu bolso. Lalisa se afastou revirando os olhos e bufando

— Alô?

— Cadê vocês!? Na delegacia agora!!! – O delegado gritou fazendo Jennie afastar o telefone da orelha.

— Sim senhor..

Desligou a chamada e olhou para Lalisa que estava com uma carranca.

— O que foi?

— Além dele atrapalhar meu momento , do qual eu estava prestes a arrancar esse seu uniforme e foder você, ele grita com você. E você ainda pergunta o que foi? – Lalisa disse e Jennie imediatamente corou novamente.

— Lalisa.... Precisamos ir para a delegacia.

— Inferno... – Murmurou se aproximando de Jennie novamente. – Me beija.

— Mas temos que ir.

— Me beija. Agora!

Jennie assentiu e se aproximou de Lalisa selando seus lábios, e soltou um murmúrio quando Lisa enfiou a língua com tudo em sua boca.

A falta de ar se fez presente e elas se afastaram e quando isso aconteceu um fio de saliva saiu da boca de ambas deixando sujo o canto da boca de Jennie.

— Eu amo sua boca – Lisa falou limpando o canto da boca da morena que estava com a saliva.

— Eu amo seu beijo... – Falou tímida.

Lalisa sorriu e deu um beijo na testa de Jennie. Se afastou pegando a toalha e enrolando no corpo.

                 ~°~

Finalmente chegaram na delegacia, entrando na sala do delegado vendo uma Rose e Taehyung aflitos e o delegado andando de um lado para o outro.

— O que houve? – Lalisa perguntou percebendo a tensão.

— Parece que pegar Jay Park não é nossa única prioridade mais. – Taehyung disse.

— Como assim?

— Como assim? Eu explico ou melhor mostro! – O delegado falou pegando uma carta e entregando para Lisa e Jennie lerem.

" Olá delegado. E a todos que estão trabalhando para me pegar. Aliás boa sorte com isso. Hoje dois dos meus melhores e mais fiéis homens foram baleados pela a vadia da qual eu estou atrás. E tal ato só fez minha raiva por ela aumentar. Espero que Lalisa não seja burra o suficiente para se envolver com ela.

Deixarei meus capangas de olho nessa garota da qual descobri o nome recentemente. Jennie Kim. E acreditem deixá-la sozinha a partir de hoje é o mesmo de entregá-la de bandeja para a morte.

    Ass: J.P

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...