1. Spirit Fanfics >
  2. Cabelos Arco-Íris >
  3. Capítulo único

História Cabelos Arco-Íris - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Recebi a notícia que hoje é o aniversário de casamento da Hinata e do Naruto, então eu pensei em reaproveitar um plot que estava escondido bem lá no fundo do baú. Eu sinceramente queria que essa naruhina tivesse um estilo diferente...

Então está aí, minha primeira naruhina inspirada na música cabelos arco-íris de Kamaitachi. Eu deixei alguns pontos em abertos... Vocês que lutem com a imaginação...

E antes que eu me esqueça, a capa dessa one foi feita pela @NanaNamikaze do @projetoallhina, aaa obrigada <3

Espero que gostem eu tô um 'cadin insegura com essa one.

Capítulo 1 - Capítulo único


Me perdi no abismo e voltei

Teu amor diminui minha vontade de querer morrer

Teu abraço é como um terapeuta que vem socorrer

Todos os medos que eu guardo mesmo sem querer


— Não vá para muito longe — mandou sua mãe, Kushina.

— Pode deixar — respondeu Naruto animado.

Sem hesitar ele pulou na lagoa, assim espirrando algo para todo lado inclusive em sua mãe. Escutou ela reclamar, mas não deu importância ele só queria aproveitar sua viagem ao sítio de sua avó.

Não era sempre que ele ia a Konoha a última vez que foi era quando tinha cinco anos e para melhorar ele não lembrava de muita coisa. Mas agora com seus oito anos ele queria aproveitar a viagem.

Olhou na direção em que seus pais estavam e sorriu quando os viu distraídos com alguma coisa. Com um sorriso maroto Naruto começou a nadar, ou pelo menos tentar, para à sua esquerda.

Sorriu quando sentiu seu corpo boiar e sem hesitar começou a bater suas mãos e pernas. Diferente do esperado ele não estava nadando para longe, mas nadou o suficiente para ver uma menina sentada próxima a lagoa.

Nadou em direção a onde estava a garota. Quando chegou perto ele conseguiu ver a menina de olhos fechados, deu alguns passos para ficar próximo da desconhecida e acabou por analisar seu "físico".

Seus cabelos eram tão negros que parecia que refletia um azul noturno e por alguns instantes se sentiu hipnotizado pela visão deles balançando ao vento, desviou seu olhar para o rosto e notou que a pele da garota era tão branca que era semelhante a neve, mas diferente do esperado isso não a deixava feia e sim linda. 

Se perdeu nos contornos delicados na face dela que nem notou quando ela abriu seus olhos. Se sobressaltou quando as duas orbes exóticas o encarava desconfiadas, controlou sua respiração e sem se importar se era ético ou não observou a cor dos olhos da garota.

Uma mistura de lilás com o brilho da Lua. Um tom perolado, ele pensou.

— É-é oi... — começou a falar Naruto se sentindo constrangido pela forma que a garota o olhava.

Ela não o respondeu só continuou na mesma forma de antes, ainda se sentindo constrangido ele sentou ao lado da menina. Podia jurar que viu uma tonalidade vermelha nas bochechas da desconhecida.

— Meu nome é Naruto e tenho nove anos, e você? — perguntou o garoto quando um silêncio esquisito se instalou entre eles.

A menina que ainda o olhava de forma desconfiada levou uma de suas mãos ao seu cabelo, assim o puxando para frente, ficando encostado em seu peito, enquanto pensava nas palavras certas para se dizer.

— Meu nome é Hinata e também tenho nove anos — respondeu a garota deixando o menino encantando por sua voz dócil.

— Por que está aqui? Seus pais não deixaram você ir à lagoa? Os meus deixaram, já que iremos voltar para a cidade logo! — bombardeou Naruto com perguntas e respondendo as mesmas.

— Você não mora aqui? — questionou a Hinata ignorando as perguntas anteriores, recebendo em resposta um sim — então onde você mora?

— Eu moro na cidade, mas quando é férias eu e meus pais viajamos para 'cá e ficamos no sítio da vovó Tsunade — respondeu Naruto já menos constrangido.

— Minha casa fica perto do sítio de sua avó — afirmou a morena.

— Sério?! Onde? Podemos ser amigos então! Eu não tenho muitos amigos.

Hinata soltou uma risada pela forma tagarela do menino. Explicou onde ficava sua casa e no final ficou sabendo de muitas coisas sobre o seu novo amigo, para no fim da conversa receber um abraço de despedida.


Estou te esperando na calçada

Bem em frente sua casa

Nessa bela madrugada

Vamos sentar nesse meio-fio



Apertou a pedrinha contra sua mão e respirou fundo, ele tinha que ser corajoso e não um gatinho medroso. Esticou seu braço para trás e arremessou a pedrinha contra a janela.

O menino de onze anos fechou os olhos tentando se concentrar em escutar passos vindos da janela, mas sua resposta foi só o som calmo do vento carregando folhas.

Abriu suas pálpebras e procurou outra pedrinha, assim que achou jogou ela em direção à janela sem hesitar. Viu a luz do cômodo ser acesa e uma silhueta aparecer atrás do vidro.

Ainda só observando, a janela foi aberta e uma cabeça apareceu do lado de fora da mesma. Sorriu quando encontrou duas orbes peroladas arregaladas.

— Naruto?! — perguntou a pessoa parecendo incrédula.

— Eu mesmo, Hinata — afirmou Naruto sorridente.

— O que você está fazendo aqui? — Hinata perguntou já disfarçando suas emoções de choque e alegria.

— Bem, a última vez que nos encontramos faz muito tempo e como ainda lembro da localização da sua casa eu pensei em te visitar — respondeu o loiro sem tirar o sorriso do rosto.

Sorriso esse que se desfez quando viu a garota pôr uma parte do seu corpo para fora, não pensou duas vezes e esticou seus braços para tentar pegar Hinata caso ela caísse.

E em uma velocidade digna de The Flash a menina saltou da janela e caiu em cima de Naruto. 

Hinata encostou sua cabeça no abdômen magro de Naruto tentando controlar sua respiração, soltou uma risada leve pelo seu ato. Levantou sua cabeça dando de cara com o rosto do loiro próximo ao seu. 

Engoliu em seco quando sentiu seu coração acelerar tão rápido a ponto dele querer sair por sua garganta, sentiu suas bochechas esquentarem e sem pensar duas vezes saiu de cima do menino.

— Desculpa — murmurou Hinata já de pé.

— Tudo bem — afirmou Naruto ainda mexido pelo incidente.

O loiro se pôs de pé e sem hesitar abraçou a garota. Se separou quando percebeu que ela não iria retribuir o ato, franziu o cenho quando olhou o cabelo de Hinata.

Ele parecia está em uma cor diferente.

— Pintei ele de roxo — respondeu Hinata a pergunta muda de Naruto.

— Ficou bonito... — murmurou o loiro vendo o brilho da Lua bater na garota —, mas por que pintou?

A garota pareceu hesitar em sua resposta, engoliu em seco e levou seu olhar a Lua. E de alguma forma o astro a deixou calma para responder.

— Pintar meu cabelo simboliza a minha liberdade, nem que 'pra isso seja necessário receber... — A menina deixou a frase morrer no ar quando se deu conta do que ia falar.

— Receber o que Hinata? — perguntou Naruto se aproximando da garota — tem algo acontecendo ou...?

Hinata desviou seu olhar da Lua para o garoto e não foi necessário dizer algo para fazer Naruto entender que ela não ia contar.

— Então, tem novidades? — questionou a garota enquanto passava a sua mão pelo cabelo de mechas roxas — você vai voltar logo para a cidade?

O menino, que se sentia frustrado por Hinata não contar a ele a continuação da frase, respirou fundo e começou a pensar em quais coisas iria falar para a amiga.

— Bem, eu vou voltar para casa só no final de semana e... Vai ter uma corrida no colégio! — disse Naruto a última frase animado.

Hinata soltou uma risada rápida já esperando o lado tagarela de seu amigo aparecer. E foi isso que aconteceu, Naruto começou a falar sobre várias coisas enquanto a garota só escutava.

Não notaram quando o tempo passou, mas foi o suficiente para matar a saudade de anos.


E tentar encontrar a estrela D'alva

E esquecer que segunda-feira no caso

Amanhã já tem aula


O rapaz olhou o relógio em seu pulso e quase se engasgou ao ver que já passava da meia-noite. Apressou seu passo em direção a casa de Hinata, mas a cada cinco segundos a imagem de sua namorada aparecia em sua mente o fazendo se distrair.

Quando notou já estava na calçada da casa de sua amiga. Deu uma batida na porta e se afastou da mesma.

Sentou na calçada enquanto escutava a porta ser aberta, um cheiro de lavanda invadiu suas narinas e isso fez um sorriso de canto aparecer em seu rosto.

— Ainda usa o mesmo perfume? — perguntou Naruto virando seu rosto em direção a menina que já se encontrava sentada ao seu lado.

Prendeu a respiração quando viu Hinata, ela estava diferente. Seus cabelos estavam platinados com mechas rosas, os traços de seus rostos estavam mais lindos que o normal. E mesmo não querendo seu olhar desceu para o corpo da menina e mesmo com toda roupa larga ele constatou que ela tinha uma belo corpo para uma garota de quinze anos.

— Meu rosto é aqui em cima — alegou a garota de cabelos coloridos.

— Você está diferente! — exclamou Naruto ignorando a fala anterior da amiga.

— Um pouco... — murmurou Hinata dando de ombros — e sim, eu ainda uso o mesmo perfume — falou a última frase fazendo o loiro sorrir.

— Você não muda esse hábito — afirmou o rapaz também com quinze anos, risonho — uma pergunta, por que rosa e platinado?

— Porque mês passado foi verde e-

— Você pintou seu cabelo de verde? — interrompeu Naruto incrédulo — eu queria ter visto isso...

— Mas não viu, ainda bem porquê ficou horrível — afirmou Hinata com uma careta — voltando, se eu pintar meu cabelo todo de rosa ou platinado ia ficar horrível então decidi deixar ele nessas duas cores — completou a mesma com um sorriso leve.

— Ficou bonito — alegou o loiro de forma sincera.

— Também achei isso... — murmurou a garota pegando uma mecha rosa de seu cabelo — então, demorou por quê?

O loiro se sentiu constrangido pela pergunta da menina, engoliu em seco tentando pensar nas palavras certas.

— Eu tenho uma novidade — afirmou Naruto se sentindo nervoso.

— Pode falar — mandou Hinata curiosa.

— Eu 'tô namorando! — exclamou o rapaz entusiasmado — o nome dela é Tenten e ela é incrível, sabe? Gosta de esportes, ama conversar e é tão linda...

Franziu o cenho quando viu a garota de cabeça baixa, escutou ela murmurar algo e se levantar de forma repentina. Imitou seu ato confuso.

— O que foi Hinata? — perguntou Naruto estranhando a reação da garota.

— Nada — respondeu a de olhos perolados já andando em direção a porta.

— Mas-

— Tchau Naruto — interrompeu Hinata em um tom baixo, mas firme.

O rapaz viu a amiga entrar na casa ainda sem reação. Tentou entender o motivo dela ter reagido assim, mas não conseguiu. Olhou uma última vez para a casa e triste foi em direção ao sítio de sua avó.

Aquela foi a primeira vez que ele foi embora sem se despedir de Hinata.


Teus cabelos arco-íris me travou e me enlouqueceu

Mais perfeita que as canções de Beethoven, Mozart, Orfeu


Bufou com a sua falta de coragem. Encarou novamente a porta e se perguntou se devia bater nela, e se Hinata não quisesse falar com ele?

A última vez que foi para Konoha ele e a garota se desentenderam por causa da notícia dele está namorando. E a última vez que conversaram pela internet foi no mês passado.

Respirou fundo o jovem adulto de dezoito anos e levou sua mão para a porta, bateu nela algumas vezes e não demorou para ela ser aberta.

— O que é? — perguntou uma menina assim que a porta foi toda aberta.

Naruto franziu o cenho, quem era ela? Cadê Hinata? E por que ela era tão semelhante a Hinata?

— Eu, bem, procuro Hinata... — falou o loiro percebendo que não sabia o sobrenome de Hinata.

— Hinata saiu, mas ela já deve 'tá voltando — explicou a desconhecida.

— Entendi — murmurou o jovem — quem é você?

— Sou Hanabi a irmã mais nova de Hinata — respondeu a garota com tédio.

O jovem adulto franziu o cenho confuso, analisou novamente a garota e percebeu muitos traços semelhantes aos de Hinata.

— Ela nunca me disse que tinha uma irmã — comentou o loiro confuso.

A garota que parecia ter quinze anos o olhou de cima a baixo.

— Ela não te contou muitas coisas — afirmou a tal Hanabi antes de fechar a porta na cara de Naruto.

O rapaz suspirou e se encostou na parede da casa, pegou seu celular que estava no bolso e olhou a hora; já passava do meio-dia e Hinata não estava em sua casa.

Guardou o aparelho e decidiu esperar a garota. Não demorou muito para escutar risadas, virou sua cabeça na direção que elas vinham e ficou com surpreso com o que viu.

Hinata ria de algo enquanto andava ao lado de um moreno e por algum motivo o jovem sentiu uma raiva percorrer por seu sangue.

Quando já estavam próximos de Naruto a garota cessou seu riso e como de costume alisou seus cabelos, que dessa vez estavam da cor vermelha.

— Sasuke obrigada por me acompanhar, mas já pode ir — disse Hinata para o rapaz que estava ao seu lado.

— Então 'tá — concordou o Sasuke — tchau Hina. — Se despediu o mesmo com um aceno de cabeça.

Naruto cruzou os braços enquanto via o tal Sasuke se afastar, desviou seu olhar para a de cabelos vermelhos.

— Gostei dessa cor — disse o loiro sem esboçar uma reação.

— 'Tô ficando sem ideia para cores — afirmou Hinata depois de morder o lábio inferior — você não me disse que vinha esse ano.

— Você não me disse que estava namorando e que tinha uma irmã — rebateu Naruto em um tom raivoso.

— Eu não devo explicações a você — resmungou a jovem de dezoito anos — e como está aquela sua namorada?

— Terminamos faz um tempo — disse o loiro dando de ombros — e aquele cara era o seu namorado?

— O que? Não, o Sasuke é só um amigo meu e ele ainda é gay — afirmou a de olhos perolados.

Naruto sentiu seu coração se alegrar com a notícia de Hinata não está namorando, se aproximou dela e estendeu sua mão para a mesma pegar.

— Vamos para a lagoa? 

— Você não vai insistir em saber sobre Hanabi? — perguntou Hinata confusa.

— Não vou, pelo menos não agora. — Se explicou o loiro.

A garota de cabelos vermelhos sorriu e pegou na mão de Naruto e foi naquele dia que Naruto descobriu algumas coisas sobre a jovem.

Primeiro: que seu sobrenome era Hyuuga.

Segundo: que estava sem internet por isso não falou com ele pelo aplicativo de mensagens.

Terceiro: que Hanabi era sua irmã por parte de pai e que tinha um péssimo relacionamento com ela.

Quarto: que ela estava apaixonada por alguém.


Deusa dos meus sonhos, versão feminina de Morfeu

Labirinto de Dédalo que meu coração se perdeu


O homem de vinte e dois anos bufou, tirou seus sapatos e colocou seus pés na beira da lagoa. O frio da água o fez sentir um calafrio, que era estranhamente bom.

Escutou passos e as folhas serem mexidas, desviou sua atenção de seus pés para o ser que estava se sentando ao seu lado.

Sorriu quando viu a mulher também colocar seus pés na água, sentiu uma sensação de nostalgia quando a luz da Lua bateu contra ela, assim iluminando seus cabelos que estavam tingidos de azul.

— Azul... — murmurou Naruto encantando com a aparência da amiga — ficou bem sua cara.

— Acho que de todas as cores que pintei, azul foi a minha favorita — comentou Hinata enquanto balançava os pés na água.

— Pretende pintar seus cabelos de arco-íris? — perguntou o homem.

— Ficaria estranho — resmungou a mulher também de vinte e dois anos — e logo quero voltar para a minha cor original... Negro que reflete azul escuro.

— Por que?

— Acho que já é a hora de você saber — murmurou a de olhos perolados — eu e minha irmã brigamos sempre e meu pai ele... 

— Ele bate em você?! — perguntou Naruto verdadeiramente preocupado.

— Não, ainda bem — murmurou Hinata a última parte aliviada — ele só faz bastante pressão psicológica em mim e a única forma de eu aguentar isso é... Pintar meus cabelos — alegou a mesma constrangida — prometi a mim mesma que iria pintar meus cabelos até eu me mudar para a cidade e bem... Quero me mudar para a cidade grande até mês que vem.

Naruto ficou calado tentando absorver as palavras da mulher, ele sabia que ela não tinha contado tudo, mas não iria insistir. De tanto anos de amizade ele aprendeu que Hinata tem seu tempo para contar as coisas, se aproximou dela e a abraçou.

— Me acostumei com você de cabelos arco-íris — sussurrou o loiro sentindo a azulada ficar tensa pelo ato repentino.

Fechou seu olhos enquanto encostava seu queixo no topo da cabeça de Hinata e sorriu quando sentiu os braços dela rodear seu corpo. Pela primeira vez ela retribuiu um abraço.

— Você poderia me ajudar com a mudança? — perguntou Hinata com a voz abafada já que estava com a cabeça encostada no abdômen do loiro.

— Você sabe que sim — respondeu Naruto.

A mulher cessou o abraço deixando o homem confuso e em sem pensar duas vezes puxou o rosto do mesmo, assim colando seus lábios.

Naruto no início se sentiu sem jeito, mas logo começou a retribuir o beijo. Passou seus braços pela cintura de Hinata e a puxou para cima de si.

Uma péssima ideia.

Os dois rolaram, ainda juntos, para dentro da parte rasa da lagoa. O loiro riu enquanto sentia a água molhar suas roupas.

— Naruto! — exclamou Hinata em um tom de repreensão e ao mesmo tempo de brincadeira.

— O quê? — perguntou o homem cessando o riso — foi essa água que nos juntou — explicou o mesmo recebendo um revirar de olhos.

Hinata sorriu antes de iniciar outro beijo com Naruto, ali mesmo dentro da água e com a Lua banhando eles.


Perdeu, perdeu, perdeu

Me perdi no abismo e voltei

Teu amor diminui minha vontade de querer morrer

Kamaitachi - cabelos arco-íris


Notas Finais


Aaa será que ficou bom?

Enfim, muitos pontos nessa fanfic estão em abertos (como eu já disse), talvez por isso que tenha ficado confusa.

Espero que tenham gostado pq eu tô bem insegura com essa one, naruhina é outro nível.

Link da música que me inspirei: https://youtu.be/_WfBQBbaDZ4


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...