1. Spirit Fanfics >
  2. Cabelos Negros Que Cobrem Os Olhos >
  3. Capítulo único: Cabelos Negros que Cobrem Os Olhos

História Cabelos Negros Que Cobrem Os Olhos - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Assistam Yami Shibai, é um ótimo anime para inspirar belas fanfics de terror ;)

Capítulo 1 - Capítulo único: Cabelos Negros que Cobrem Os Olhos


Fanfic / Fanfiction Cabelos Negros Que Cobrem Os Olhos - Capítulo 1 - Capítulo único: Cabelos Negros que Cobrem Os Olhos

Meus pés latejam devido ao tempo que meu corpo cansado passou ereto naquele trem cheio e sufocante.

Era um alivio que finalmente me encontrava apenas á uma estação de distância do meu querido e aconchegante apartamento. No momento quero mais que tudo sair logo desta locomotiva e me afundar em meus travesseiros macios. Quem me dera que meu trabalho fosse menos exaustivo!

Para a minha surpresa uma escuridão de repente toma conta de todo vagão.

“O que é isso? O que está acontecendo?!” pergunto- me.

Junto com a luz pálida, todo e qualquer ruído também se foram. Percebo que estou sozinha dentro do trem antes mesmo que as luzes voltem e que mostrem minha solidão.

Com o suor escorrendo pelo rosto e a respiração ofegante, dou um passo para trás.

“Olá?!” grito “Tem alguém aí? Por favor, se tiver alguém aqui, por favor, me diga!”

As portas que dão para os outros vagões estão abertas, provando que meus pensamentos desesperados estavam realmente certos: estou completamente só.

Olhando para todos os lados dou me conta de que lá, num outro vagão não muito distante, encostada contra uma das paredes do trem, um garota muito pálida com cabelos negros que cobrem seus olhos, aparentemente me fita.

Um arrepio me corre a espinha.

Desvio rapidamente o olhar, com as mãos suadas tocando o rosto em busca de saber se toda aquela loucura não passava apenas de um sonho.

Fecho os olhos e pela primeira vez na vida peço para que qualquer deus que seja tenha piedade de mim e que me acorde o mais rápido possível. Respiro fundo e tento em vão me acalmar. Com o canto do olho, vejo algo que me assusta.

A garota, sem emitir um ruído sequer, pôs- se em frente a porta do vagão em que estava.

Um grito contido me sobe a garganta.

“Só um sonho, isso tudo não passa de um sonho ruim!”

Outra vez a mesma coisa acontece. Basta que eu pisque para a garota ir de porta em porta, cada vez mais próxima de mim.

Quando ela alcança a porta de meu vagão outro berro sobe até minha boca, mas desta vez não tento conte- lo.

“Socorro! Socorro! Alguém me ajude! Alguém me tire daqui!”

Novamente a luz do trem apaga. Todavia, quando apenas duas luzes acendem, uma no vagão em que a garota apareceu e uma no vagão seguinte ao meu, não há sinal algum de que um dia aquela menina assustadora tenha pisado por ali.

Com uma enorme satisfação e um alivio extraordinário, suspiro e coloco as mãos no rosto.

“Não passava de um sonho.”

Ainda com as mãos na face, vejo, entre meus dedos, uma sombra desforme atrás daquela que deveria ser a minha sombra.

Sinto mão geladas me agarrarem o pescoço e um grito que nunca saiu de meus lábios me sufoca.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...