História Caçador Celestial - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Caçador De Recompensa, Celestial, Seres
Visualizações 4
Palavras 1.211
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Magia

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Reencontro com um velho amigo


Chegando a Cillyan a primeira coisa que queriam é encontrar o homem misterioso que ajudou eles, quando eles colocaram os pés na cidade 5 ladroes conseguiram prender Raglafart e Corvo.

- É bom vocês virem com nosco, uma pessoa quer falar com vocês. – Um dos ladrões fala com um sorriso no rosto.

- Eles não vão a lugar nenhum. – O mesmo estranho aparece atrás deles nocauteando um dos ladrões.

- E quem é você para me di... – Antes de terminar a frase a cabeça dele é virada ao contrario por causa de um chute do estranho.

Por causa disso os outros 3 que sobraram fugiram na maior velocidade deles.

- Obrigado, mais agora nos responda, quem é você? – Corvo fala se desamarrando.

- Eu sou. – O estranho fala tirando o capuz e a capa e olhando em direção a Katarina.

- Não acredito quanto tempo eu te procurei. – Katarina fala indo abraçar ele.

- Eu também te procurei e graças a esses dois eu consegui te achar. – O estranho fala abraçando Katarina.

- Agora me responda, quão é seu nome. – Corvo fala olhando fixamente ao estranho.

- Me desculpe, meu nome é Zukko.

- Então era você o estranho no restaurante e que ajudou  o Raglafart.

- Exato.

Zukko é um senhor que aparentava ter 30 anos, alto, musculoso, cabelos grisalhos e olhos negros iguais às trevas.

- Cadê minha educação, vamos à minha casa ai cozinho algo para vocês. – Zukko fala olhando o Corvo e Raglafart.

Então eles vão andando até a casa dele, Katarina sem soltar ele, chegando a sua casa ele cozinha muita comida para Corvo e Raglafart e fica conversando com Katarina.

- Como que esta indo a vida de quase a maior recompensa da terra.

- Esta indo bem, como assim quase.

- Existe uma pessoa com a recompensa de 1.000.000.000.

- Essa pessoa deve ser muito forte.

- Ninguém nunca a viu.

- Entendi. – Katarina fala tomando um copo de agua. – E a escola como esta.

- Não existe mais.

- Oque aconteceu?

- Pegou fogo.

- As crianças escaparam?

- Sim, quem morreu foi só os adultos.

- Ainda bem, ainda esta sendo o mestre de controlar as adagas?

- Sim, ninguém conseguiu me vencer ainda. – Zukko fala puxando suas adagas com magia negra.

- Consegue colocar magia negra em todas as armas? – Katarina fala animada.

- Calma também, isto não é uma historia de frutas que dão poderes. – Zukko fala rindo.

- Que bosta. – Katarina fala triste.

- Eu posso te ensinar mais tarde. – Zukko fala para Katarina deixando ela feliz. – Hoje a noite vou ter que fazer um trabalhinho básico de assassinar, quer me ajudar.

- Claro que sim, como os antigos tempos. – Katarina fala ansiosa.

Quando anoiteceu e Corvo e Raglafart estavam dormindo, Katarina e Zukko vão até a casa do alvo.

- Katarina é simples, você terá que assassina-lo mais ele só morre com magia, vou lhe ensinar a partir de agora como deixar sua adaga com qualquer magia que você queira. – Zukko fala sorrindo para Katarina.

- Ok.

Chegando à casa do alvo eles invadem e vão até o quarto que ele estava dormindo.

- Bom Katarina, concentra um poder que queira nas suas adagas.

- Pode deixar. – Katarina fala se concentrando o máximo.

De repente as adagas da Katarina começam a circular fogo neles, mais era um fogo negro e difícil de apagar.

- Isso agora mate-o. –Zukko fala sorrindo

Quando Katarina ia mata-lo suas adagas perdem o fogo e quando esfaqueou o fez acordar.

- Corre Kat, deixa que eu cuido do resto. – Zukko fala espantado.

Quando Katarina sai da sala, Zukko deu dois chutes dele fazendo o desconcentrar e então puxou suas adagas com magia negra e cortou a cabeça dele no meio.

- Agora tenho que tentar falar com a Katarina.

Quando Zukko chega do lado de fora acha Katarina chorando.

- O que foi Kat?

- Não consegui matar nem um cara dormindo.

- Calma você só precisa de treinamento para aperfeiçoar essa técnica de aprimoramento da adaga.

- Você me ajuda?

- Claro, vamos começar amanha de manha ok?

- Ok. - Katarina fala parando de chorar.

Quando chega de manha Zukko e Katarina vão até o quintal da casa dele. No quintal estava esperando por eles Raglafart sentado em um banco enquanto Corvo estava dentro da casa.

- Oque você esta fazendo aqui Raglafart?

- Quero assistir ao treinamento.

- Além de assistir ele vai te ajudar. – Zukko fala pegando um escudo indestrutível. – Pega isso Raglafart, se a Kat conseguir controlar o poder na adaga é melhor você ter algo para não se cortar.

- Pode deixar. –Raglafart fala segurando o escudo.

- Vamos começar Katarina se concentre.

De novo as adagas dela começam a circular fogo sombrio.

- Ótimo agora acerto o escudo, vai sair soltar faísca de fogo sombrio se você conseguir controlar.

Quando Katarina vai até o escudo para tentar cortar o fogo some da adaga, Raglafart não sentiu nada quando bateu no escudo.

- Temos que descobrir oque esta acontecendo para você perder a concentração. –Zukko fala pensando.

- Gente, não quero estragar nada mais Zukko você recebeu uma carta. – Corvo fala apoiado na parede.

- De quem é a carta?

- De um cara chamado Zartacla.

- Me deixa ver oque esta escrito. – Zukko corre até corvo para ler.

“Minha mestra sabe que você esta ajudando as pessoas que mataram o Hunty, é melhor você entrega-los para ela ou sofrera as consequências.”

- Temos que fazer uma coisa urgente, Rarpir esta atrás de vocês, melhor irmos encontra-la cara a cara. – Zukko fala olhando para Katarina. – Kat, você pode ficar tentando se concentrar enquanto vamos até o castelo dela ok.

- Ok.

- Isso vai ser divertido. – Corvo fala sorrindo.

- Vamos nessa então. – Raglafart fala pegando sua espada.

- Gente, tem uma coisa que vocês precisam saber sobre Rarpir e Zartacla. Rarpir é a segunda celestial, ela é como um anjo e pode controlar o vento, tem que tomar cuidado com ela, pois ela é mais rápida que o Hunty e sua arma são duas manoplas de diamante que ela usa para deixar o poder dos ventos nela e cortar quem quiser.

- Ela pode ser um perigo. – Raglafart fala sério.

- E é já o Zartacla usa duas manoplas também, mais ele as usa para controlar o choque, ele é rápido que nem o relâmpago e pode lançar choque pelas mãos, dizem que ele é como um deus.

- Isso vai ser interessante para mim. – Corvo fala sorrindo.

- Vou junto Corvo. – Raglafart fala empolgado.

- Então sobrou a Rarpir para a gente Kat, você esta pronta?

- Claro que sim Zukko. – Katarina fala empolgada.

Chegando ao castelo o portão é aberto rapidamente.

- Zartacla estará esperando no canto do castelo enquanto Rarpir esta em seu dormitório, quando tudo acabar vamos nos encontrar aqui. – Zukko fala olhando para o castelo.

Quando entraram se dividiram para derrotar eles, eles não sabiam que todos os celestiais tinham um contato tão poderoso que todos tinham medo, se alguém tentasse ir contra eles teria que enfrentar uma mulher muito poderosa, tão poderosa que se quisesse poderia acabar com todos de uma vez, infelizmente nenhum dos 4 sabia disso por enquanto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...