História Caçador Celestial - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Final Fantasy XV
Tags Caçador De Recompensa, Celestial, Final Fantasy, Seres
Visualizações 3
Palavras 1.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Magia

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Acenção de Katarina


Fanfic / Fanfiction Caçador Celestial - Capítulo 8 - Acenção de Katarina

Enquanto isso, subindo na torre que se encontra Rarpir.

- Oque iremos fazer com a Rarpir quando a encontrarmos? – Katarina fala sem parar de correr.

- Primeiro precisamos saber os movimentos dela e depois você precisa saber controlar elementos na lamina da adaga. - Zukko fala correndo ao lado de Katarina. – E mais uma coisa, pegue isso. – Zukko entrega um tipo de estrela de cristal para Katarina.

- Para que serve?

- Use quando chegarmos na sala onde ela esta, para usar você precisa só atacar no chão, você renascera instantaneamente quando você morrer, porem tem um limite de tempo de 2 horas para acabar.

Antes de eles chegarem, laminas de gelo afiado são lançadas sobre eles.

- Oque esta acontecendo. – Katarina fala se agachando para se proteger.

- Cuidado. – Zukko fala correndo para proteger ela.

Quando finalmente acabou Rarpir da uma risada parecendo que oque ela queria fazer deu certo.

- Oque é isso? Por que tem sangue no meu braço sendo que não tenho corte? – Katarina fala com medo.

- P-pelo menos v-você esta bem. – Zukko fala tossindo sangue.

Zukko cai no chão ao lado de Katarina, ela fica encima dele e retira uma lamina que esta enfiada em seu peito.

- Zukko, você não pode me deixar, pelo menos não agora, acabei de te encontrar depois de todos esses anos, eu ainda preciso de você. – Katarina fala chorando.

- Você já não p-precisa de mim, você é f-forte, sempre f-foi. – Zukko fala tossindo mais sangue. – Você saberá oque fazer quando encontrar ela.

- Mesmo assim, ainda preciso de você. – Katarina fala abraçando Zukko.

- Até outra vida.

- Zukko, não. – Katarina fala abraçando seu corpo. – Ela pagara pelo oque fez, eu vingarei você custe oque custar.

Katarina segue adiante correndo confiante com oque estava fazendo, com muita raiva e querendo acabar de vez com Rarpir.

Finalmente chega a sua sala, era um salão grande como se fosse um salão de baile, estava repleta de neve, no meio da neve uma mulher alta aparece com um vestido longo, seu olho brilhava em uma cor branca, seu cabelo era branco, ela fica rindo para Katarina.

 - Viu como é bom perder alguém importante. – Rarpir fala rindo.

- Por que você diz isso?

- Pergunte ao Corvo que matou meu irmão. – Rarpir fala apontando para uma janela.

- Então aquele cara era seu irmão, mais agora você que ira morrer por causa do que você fez. – Katarina fala jogando a estrela no chão, no mesmo segundo ela brilha e fica voando.

- Eu sei para oque serve essa estrela, só preciso te segurar por 2 horas até você poder morrer, aquele maldito tinha isso guardado com ele. – Rarpir fala criando duas espadas de gelos tão afiadas que podiam cortar aquela sala pela metade se quisesse.

- Terei que tentar manusear o elemento agora Zukko. – Katarina pensa.

Rarpir corre até Katarina enfiando suas espadas no coração dela, no mesmo tempo ela ressurge no começo da sala embaixo da estrela.

- Então é assim que ela funciona, vai me ajudar e muito.

- Preste atenção na luta criança. - Rarpir fala surgindo como neve atrás de Katarina e lançando uma onda de neve sobre ela.

Segundos depois Rarpir começa a flutuar sobre a neve procurando pela Katarina que aparece em um canto da sala.

- Então você esta ai, terá que ser mais ágil.

- Mais eu sou. – Katarina fala se levantando.

Ela some da visão de Rarpir em um piscar de olhos.

- Essa sua velocidade é surpreendente criança. – Rarpir fala olhando para frente.

- Pare de me chamar de criança. – Katarina fala enquanto iria dar um chute atrás de Rarpir.

Rarpir deu alguns passos para frente, porem parece que ela nem sentiu direito o chute direito.

- Você tem força, mais isso não te salvara.

- Você que pensa. – Katarina grita indo em direção a ela para esfaqueá-la.

Rarpir pega as laminas e as congelam quebrando-as no meio e cortando Katarina no meio a fazendo ressurgir no começo da sala.

- Terei que tentar colocar os elementos na minha lamina. – Katarina pensa até que vem uma voz na sua mente: “você consegue, eu acredito”.

- Já deve faltar pouco tempo até essa estrela acabar. – Rarpir fala apontando para Katarina.

- Vamos começar de novo “rainha do gelo”, com sua neve e seu olho brilhante, nada disso ira importar, porque será você que pedira por paz. – Katarina fala apontando sua única adaga que esta ainda com lamina. – Só mais um passo, estou quase lá, minha determinação ira fazer você desistir e recuar então eu vou te matar, será tão bom ver você sangrar. – Katarina fala cantando

- Então você quer brincar assim. - Rarpir fala criando varias estacas de gelo e apontando em direção a Katarina.

- Porem você é só mais um tolo, com esse gelo tente me matar de novo, vamos lá, deixe a sala esfriar então. – Katarina canta se preparando para correr. – Vamos lá, hora de vingar seu irmão. – Katarina fala pulando para cima de Rarpir.

Rarpir lança todas as suas lanças, mas Katarina consegue desviar de todas elas tão livremente.

- Vá em frente, use o seu melhor ataque, na minha rota não existe piedade. – Katarina enquanto canta vai liberando uma energia embaixo dela. – estou vendo que você esta se cansando.

Rarpir consegue sufocar ela na sua neve a fazendo voltar pro começo da sala.

- Mesmo morrendo eu acabarei voltando.

- Já esta ficando chato essa luta. – Rarpir fala lançando bolas congeladas nela.

- Então pare de insistir e deixe-me vencer, embora me divirta ver você sofrer. – Katarina canta enquanto desvia das bolas de gelo. – Eu estarei inteira como um reset, e a cada tentativa menos inerte.

Rarpir começa a criar canhões de neve, que soltam raios congelados.

- É aqui onde isso para, é aqui onde termina, eu não vou te escutar, mas valeu a tentativa. – Katarina canta escapando dos raios. – E mesmo que eu ouvisse ainda iria te atacar, veja bem, você não pode me domar. – na mesma hora que Katarina canta uma de suas adagas fica com um circulo de fogo em volta e a outra fica com escuridão..

- Não sei oque você esta pensando mais é melhor você parar. – Rarpir fala com medo.

- EU VOU VENCER. – Katarina se teletransporta para traz de Rarpir. – VOCÊ VAI MORRER. – Katarina corta um pouco as cortas de Rarpir fazendo ela se ajoelhar. – E NÃO A MAIS OQUE FAZER. – Katarina com a lamina que ficou de fogo derreter toda neve que estava no salão e com a escuridão drenando os poderes de Rarpir.

Quando Rarpir iria falar alguma coisa, Katarina corta sua cabeça separando-a de seu corpo.

- Essa foi pelo Zukko. – Na mesma hora as laminas de fogo e de escuridão sumiram transformando as adagas em espadas pequenas e fazendo Katarina conseguir controlar esses dois elementos nas laminas.

Depois que eles saíram do castelo, voltaram até a casa de Zukko e nos fundo da casa enterraram o seu corpo.

- Nunca vou te esquecer meu velho amigo. – Katarina fala isso colocando as adagas de Zukko em cima de seu tumulo junto com a cabeça de Rarpir.

Logo depois saíram da cidade indo para direção de outra, Katarina triste pela perca de um amigo, Raglafart feliz pela aquela luta ter acabado e Corvo com a mão no tampa olho que comprou, eles só não esperavam que outra pessoa estava vendo eles, e dessa vez pelo céu.

- Então é ele que esta estragando o nosso nome né.

- Relaxa, eu sozinho cuidarei dele.


Notas Finais


Obrigado pela foto Mrs_Absolu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...