1. Spirit Fanfics >
  2. Caçadoras especiais anbu i5 >
  3. Capítulo IV - Kakashi-sensei

História Caçadoras especiais anbu i5 - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo!

Boa leitura!

Música: I've been waiting - Lil Peep feat. ILoveMakonnen and Fall Out Boy

Capítulo 4 - Capítulo IV - Kakashi-sensei


Kakashi havia acabado de chegar em casa, após voltar do bar, quando encontrou sua irmã tentando fazer os selos do Chidori.

- Já é tarde Akemi, o que faz acordada? - o Prateado retirava os sapatos, cambaleando um pouco por ter bebido mais do que gostaria.

- Por que meu Chidori não sai? - a garota de treze anos perguntava olhando novamente suas anotações sobre o jutsu, sem se dar ao trabalho de responder o irmão.

- Vai dormir, Akemi! Está tarde. Amanhã não é a sua prova de graduação na academia? - Kakashi ia até a cozinha pegar um copo de água e algumas pílulas de comida.

- É por isso mesmo! Eu quero surpreender todo mundo com esse jutsu! - A menina responde prontamente com ar confiante.

- Não dessa vez! - O prateado voltava com o copo de água indo em direção ao seu quarto - Vai dormir, está bem? Depois eu te ajudo com isso.

- Mas, você nunca tem tempo, Nii-san! - A Hatake fazia uma cara de emburrada, após cruzar os braços.

- Vai dormir! - Kakashi diz antes de fechar a porta do quarto.

- “Vai dormir!” - a garota imita o irmão com uma careta e um tom debochado, logo em seguida dando língua em direção a porta do quarto do irmão.

- Eu ouvi isso, Akemi! - o mais velho grita de seu quarto fazendo a menina rir, logo em seguida ir arrumar suas coisas para se aprontar para o teste que teria pela manhã.

{...}

    Logo cedo, Akemi corria o mais depressa que conseguia, estava atrasada quase vinte minutos para a aula, não sabia se estava brava por não ter ouvido o despertador tocar o se por seu irmão ter acordado e não tê-la chamado. “Aquele idiota nem me chamou!” ela pensava ao passar por um telhado de uma casa qualquer.

Como seu nome começava com a letra A, ela era claramente uma das primeiras na chamada, portanto uma das primeiras a irem realizar o teste e isso a preocupava por pensar que a esta altura estava reprovada e passaria mais um ano na academia shinobi. Ao chegar à escola, pôde respirar aliviada, já que os testes estavam sendo realizados por ordem de chegada. 

A garota queria mais do que tudo realizar o chidori naquele dia, mas infelizmente não havia conseguido, então tentava ao máximo se concentrar no jutsu de clonagem e no jutsu de transformação que iriam ter que ser realizados naquele dia. Mais atrasada do que ela chegava uma garota de cabelos negros azulados e olhos extremamente claros.

“Essa daí deve estar pior do que eu!” pensava vendo a menina ofegar assim que parou ao seu lado em último na fila para fazer o teste. Mas, Akemi não tinha tempo a perder observando a garota, apenas tentava controlar o máximo que conseguia de seu chakra para a prova. Não poderia falhar, afinal, seu irmão bem mais novo do que ela já era chunin.

{...}

    Enquanto isso na sede da anbu, Mayumi esperava junto do resto da equipe do prateado com uma cara emburrada, já que ele estava quarenta minutos atrasado. Todas as outras equipes já haviam saído em missão, apenas eles estavam a esperar por seu capitão. Quando Kakashi chegou a morena não poderia deixar de ir tirar satisfação.

- Como você se considera um bom capitão de equipe chegando tão tarde assim? - ela pergunta se levantando do banco onde estava e indo em direção a ele com o indicador apontado para seu peito. 

- Bom dia para você também! - ele responde respirando fundo e fechando os olhos por um breve instante - Eu estava no escritório do seu pai pegando a missão de hoje… E, por favor, comporte-se hoje, sim? Será a sua primeira missão com a equipe toda, não quero ter problemas! - A ressaca latejava na cabeça do prateado que não estava disposto a aturar uma adolescente mimada.

- Ah… Não precisa falar assim comigo, Kakashi-senpai… - a morena mais uma vez faz um biquinho com uma cara chorosa, fazendo todos os outros membros de seu time olharem para ele.

    Primeiro, porque Kakashi suavizou imediatamente seu semblante, após ouvi-la falar daquele jeito, segundo porque a forma como ela falou fizeram todos pensarem que ele era o errado, mesmo que a morena tenha sido grossa com ele antes. Após abrir a boca para falar algo que não veio, Kakashi novamente a fechou encarando aqueles lindos olhos cor de mel, esperando algo surgir em sua cabeça.

- Eu só preciso que você siga o que eu disser, está bem? Só estou tentando te ensinar as coisas e… - o prateado pensou um pouco antes de continuar - Por que você não me vê como um professor ao invés de um capitão? Talvez assim você possa me...

- Hum… Então agora você será meu “sensei”? - Agora o olhar da Sarutobi era travesso - O que você quer me ensinar, Kakashi-sensei

    Mayumi aproximou seu corpo do prateado, fazendo-o ficar ainda mais sem graça, principalmente porque os outros membros de sua equipe começaram a rir dele não conseguir tirar os olhos da garota.

- É melhor a gente ir… - ele finalmente pronuncia ao sair daquele transe que era ter a Sarutobi tão perto, dando alguns passos para trás. 

“O que deu em mim?” ele pensava passando uma das mãos pelo cabelo, sendo seguido pelos outros, “ela ainda é só uma menina!” chacoalhava a cabeça tentando se lembrar de qual era a missão que deveria passar aos outros.

{...}

    Durante a missão o Hatake se surpreendeu ao ver que Mayumi sabia trabalhar muito bem em equipe e que o dia todo passou seguindo suas ordens, o que foi um alívio, já que no dia anterior ela não parecia querer cooperar. Seu time voltou para o vestiário da anbu, mais cedo do que o planejado, então acabaram tendo o restante do dia de folga.

    Kakashi ficou mais um pouco na sede para terminar o relatório sobre a missão daquele dia para o Hokage. Estava sentado em um dos bancos do vestiário, escrevendo sobre como foi a primeira missão de Mayumi fora e como ela havia se comportado, afinal a missão dele era também treinar a garota, como o Sandaime havia pedido. Pensando, distraído, sobre isso enquanto escrevia, mal percebeu a aproximação de Sayuri que lia tudo o que estava no pergaminho.

- Então, você gostou de trabalhar com a minha prima? - Sayuri questiona em tom curioso, fazendo o Hatake sair de seus devaneios e dar um pulo do banco ficando de frente para a Sarutobi recém chegada em posição de defesa.

- O que faz aqui? - Kakashi pergunta tentando recompor a pose por ter sido pego desprevenido.

- Eu trabalho aqui! - A loira lhe sorri de forma sarcástica - E então? Pelo visto a May está dando menos trabalho que eu pensei! Ela deve querer muito mesmo uma equipe só para ela… Nunca vi tantos elogios.

    Óbvio que Sayuri estava sendo irônica, afinal não haviam tantos elogios, mas assim como sua prima, ela gostava de provocar, o que ficou claro para Kakashi pela cara que a loira fazia.

- Por que você colocaria que a May ser bonita é uma qualidade kunoichi? - ela pergunta juntando as sobrancelhas com ar de séria.

- Nani? - Kakashi arregala os olhos e rapidamente passa os olhos pelo pergaminho, procurando onde ele havia escrito aquilo. “Eu estava tão distraído assim?” pensava.

    Porém, pela gargalhada da Sarutobi ele percebeu que na verdade, aquilo tinha sido uma pegadinha, ao qual ele havia caído direitinho.

- Cadê seu capitão de equipe? - o prateado fez uma cara de tédio para a menina, abaixando novamente o pergaminho em suas mãos, querendo sair daquele assunto - Você não tem missão? Ou nada melhor para fazer?

- Hum… Que grosso, Kakashi-senpai! - Sayuri fala e foi perceptível que o “senpai” da loira não tinha o mesmo efeito que o da morena nele, até porque ela não usou a mesma entonação - Eu só estava querendo conversar! - E mais uma vez ela ria da cara de tédio do shinobi.

- Sayuri! - a voz de Shisui ecoou no vestiário, assim que ele entrou na sala, fazendo-a virar para ele.

- Hai! Shisui-senpai! - ela fez uma reverência.

- Deixe o Kakashi-san em paz. Vem, nós vamos ter outra missão em algumas horas. - O Uchiha fala e começa a se afastar de lá com a loira.

- Tchau, Kakashi-senpai! - a loira andava de costas olhando para o prateado, que agradecia mentalmente por ela estar indo embora - Eu conto para a May que você a acha bonitinha! - logo em seguida, dando uma piscada.

    Mas, já não havia mais tempo para falar, contestar ou sequer ir atrás da garota, já que assim que ela passou a porta do vestiário, ela e Shisui sumiram rapidamente. “Ótimo!” pensava o prateado balançando a cabeça negativamente revirando os olhos, como adolescentes podiam ser tão petulantes.


Notas Finais


CONTINUA!

Obrigada por ler!
Beijooos
Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...