1. Spirit Fanfics >
  2. Caçadores >
  3. Justiça ou vingança?

História Caçadores - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Justiça ou vingança?


A bruxa diante de nós era uma mulher estranha.

Alta, extremamente magra, sua pele é um pouco esverdeada.

Seus olhos são negros e sem vida. É como se ela já estivesse morta.

Os monstros a nossa volta ficam mais agitados. Olham para nós com um olhar sanguinário enquanto berram.

- Fiquem calmos meus amores. Prometo a vocês que terão um belo banquete. - A bruxa diz calmamente, enquanto caminha em minha direção.

- Sou um caçador bem velho, e em toda a minha experiência nunca vi essas criaturas. Foi você quem as fez? - Baltazar pergunta.

A bruxa levanta os lábios bem de leve, formando um sorriso macabro.

- Claro que não. Uma simples bruxa como eu não conseguiria criar monstros. Eu apenas tomei posse. - A bruxa continua sorrindo.

- Como assim "tomou posse"? E seja breve, não estou com muita paciência. - Digo.

Ela começa a rir. Enquanto isso, seus monstros ficam em volta dela, formando uma espécie de parede.

- Último aviso feiticeira. Fale!. - Grito.

- Você não me assusta caçador. Um rapaz tão jovem e belo, não consegue me assustar. Quanto ao seu amigo eu já não posso dizer o mesmo. Está mais destruído que meus monstros.

Mas tudo bem caçador, eu falo. Antes desse lugar ser um pântano, era um pequeno encantador vilarejo, pnde viviam homens, mulheres, crianças e anões.

Em um lindo dia, os cavaleiros templários descobriram que eu estava trabalhando na cidade do Ouro. Nunca fiz nada demais naquela maldita cidade. Eu só ajudava as pessoas que ficavam doentes por algumas moedas. Mas algum filho da puta me entregou aos cavaleiros

Eu fugi é claro, e acabei chegando a este vilarejo, onde implorei por ajuda, que me foi negada. Então achei justo destruir a vida deles. - A bruxa conta parecendo extremamente irritada.

Baltazar não muda sua postura, ao contrário, parece ter ficado mais irritado, o que definitivamente não é nada bom.

- Acredite em mim feiticeira, eu sei como é. - Digo abaixando um pouco a espada. - Eu perdi as contas de quantas vezes fui expulso de estabelecimentos, ou até mesmo de cidades, pelo simples fato de ser um caçador. - Baltazar me olha indignado.

- Por que não os matou? Você é um caçador. É mais do que capaz de matar alguns camponeses. - Pergunta a bruxa.

- Por que assim eu estaria sendo o monstro que eles dizem que sou. - Respondo.

Ela vacila, e recua alguns passos, parecendo abalada.

- Já chega! Eu não vou ficar aqui ouvindo isso. Ataquem! - Grita a bruxa.

Baltazar coloca um escudo mágico em volta do seu corpo, e parte para o ataque. 

Seis monstros avançam em cima de mim, gritando e berrando.

Os golpes deles são rápidos, mas consigo me esquivar sem muita dificuldade, e ainda consigo cortar um braço de um deles.

Os monstros voltam para mais uma investida. 

Me esquivo de alguns golpes, mas um deles acerta meu braço, fazendo um corte enorme.

Desta vez sou eu quem da uma investida. Lanço fogo na direção deles, deixando-os temporariamente cegos.

Esse tempo é mais que suficiente para parti-los ao meio.

A bruxa está vulnerável. Corro em sua direção a passos largos. Porém ela é mais rápida, e lança um raio, que me acerta em cheio no peito.

Caio de costas no chão, com uma dor quase insuportável.

- Acha mesmo que um fedelho como você vai conseguir me vencer?

- São essas as suas últimas palavras? - Pergunto me levantando.

Corro novamente em sua direção em uma velocidade ainda maior, e antes que ela perceba, minha espada já está cravada em sua barriga.

- Acha que não sei lidar com monstros do seu tipo sua desgraçada? - Digo enquanto viro minha espada, e abro sua barriga.

Ela grita de dor, e os monstros atrás de mim caem no chão.

Corto sua cabeça, para ver se alguém está disposto a pagar por isso.

- Você está bem Baltazar? 

- Um desses desgraçados me acertou na barriga.

- Não se preocupe, eu tenho umas ataduras nos meus alforjes. Venha.

O ponto que a bruxa tinha era bom, mas ela cometeu um erro. 

Confundiu justiça com vingança.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...