1. Spirit Fanfics >
  2. Cada pedaço seu - Yoonmin >
  3. Eu amo cada pedaço seu...cada parte sua!

História Cada pedaço seu - Yoonmin - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu não corrigi a história, então se achar algum erro avisa a tia ta.

Capítulo 1 - Eu amo cada pedaço seu...cada parte sua!


   Já era a milésima vez que Jimin expulsava o mais velho no quarto, o mais novo sempre que esquecia sua roupas pedia para que Yoongi saísse. Lógico que o Min o fazia, sabia o quão difícil era para Jimin, sabia de tudo o que o menor havia passado, então não questionava aquelas ações e simplesmente saia sem perguntar nada. 

    Jimin havia passado por um processo de perda e ganho de peso rápido, aos 16 anos sofria Bullying por estar acima do peso e com todo aquele sofrimento o Park entrou em dietas malucas emagrecendo muito rápido até chegar em um estado de anemia. Yoongi conheceu o Park nessa época, e foi um luta para fazê-lo comer normalmente sem vomitar, o que resultou num Min Yoongi completamente apaixonado e um Park Jimin desconfiado. O corpo de Jimin agora não tão magro como antes, mas ainda sim com os famosos pneuzinhos e estrias em algumas parte. 


— Meu amor, já está pronto? – O Min perguntou do lado de fora. 


— Não acho minha blusa, onde você colocou Hyung? – Jimin perguntou abafado pelas paredes. 


— Está dentro da segunda gaveta da cômoda meu amor. – Yoongi respondeu encostado na parede azul bebê. 


— Não está não, Hyung. – Jimin disse com uma voz manhosa – Eu não to achando. 


— Tudo bem amor eu pego pra você, vai pro banheiro e o Hyung já te dá sua blusa. – Disse o Min esperando alguns segundos antes de abrir a porta. 


    Jimin de lado de dentro do banheiro ficava olhando por uma fresta de porta o Min ir exatamente onde havia falado que sua blusa e estava e magicamente a Blusa está lá, mesmo que o Park tivesse revirado a gaveta atrás dela. 

    Yoongi caminhou em passos calmos até a porta entregando a blusa para Jimin, dando um sorriso maroto para o Park. 


— Eu disse que estava lá não disse? – O Min sorriu enquanto deixava o quarto. 


    Yoongi suspirou profundamente, amava Jimin, o amava mais do que podia sentir em seu peito, mas toda aquela situação o deixava desanimado. Yoongi e Jimin namoravam a anos, mesmo morando juntos o Min nunca havia visto o Park sem roupas. Não que Yoongi fosse um tarado desesperado por sexo, aguentava bem ficar sem trensar, lógico que Jimin já havia flagrado ele várias vezes batendo uma o que sempre resultava num boquete maravilhoso e beijos quentes, porém não passavam disso. 

     O Min já havia feito de tudo, procurado psicólogos para ajudar Jimin e feito loucuras por ele. Nada adiantava e a insegurança do Park só aumentava, deixando Yoongi extremamente preocupado. 


— Meu amor? – Jimin se virou para o mais velho. – Eu preciso conversar com você…


    Os pensamentos de Jimin já estavam a mil, coisas e mais coisas passavam por sua cabeça. Jimin sentia uma imensa vontade de chorar, sempre pensava que o Min iria o deixar por conta de seu corpo, achava que o Min teria nojo de si. 

    Mas nunca era isso, Yoongi sempre o chamava para conversar coisas sobre a casa ou algo que estava incomodando o mais velho, na maioria das vezes eram broncas por estar demorando muito no banho, era engraçado ver Yoongi dizer que estava namorando Park Jimin o Humano, e não Park Jimin o peixinho. 

      Jimin sorriu com aquele pensamento, se sentindo seguro para ir até o Min e sentar ao seu lado, preparando um discurso sobre gostar muito de pensar no banho. 


— Você sabe que daqui duas semanas é nosso aniversário de namoro certo? – Jimin confirmou com a cabeça. – Então eu estava pensando em irmos para um lugar diferente dessa vez… O que acha? Eu conversei com o Namjoon e ele disse que os pais do Jin Hyung tem uma casa no Havaí. 


   Yoongi parecia tão animado, falava com um sorriso aberto no rosto. Jimin também queria ficar feliz, porém existia um problema no Havaí e esse problema eram… As Praias. Jimin odiava praia, odiava com todas as forças, odiava os olhares, odiava o sol, a areia, odiava mais ainda o fato de sempre ter algum bonito e com um corpo perfeito encarando Yoongi. Jimin morria de ciúmes quando percebia olhares alheios na direção do namorado, achava que a qualquer momento alguém iria roubar o Min de si. 

    Era nesses pensamentos que Jimin balançou a cabeça negativamente, olhando com um olhar tristonho para o Min. 


— Podíamos comemorar aqui em casa mesmo, só nós dois… – Jimin assistiu o sorriso no Min sumir. – Eu e você, a gente assiste um filme na TV e come sorvete. 


— Mas Jimin… Fizemos isso nos últimos dois anos, só esse ano por favor? – Yoongi pediu, segurando as mãos do Park. – A gente nem precisa ir na Praia se é isso que está pensando okay? Podemos só ficar lá na casa, eles têm piscina e uma jacuzzi. 


— Tudo envolver ficar sem camisa. – Jimin fez um bico nos lábios, cruzando os braços. 

 

    Yoongi se aproximou, fazendo Jimin separar os braços e fazê-los por um de cada lado do seu corpo. Yoongi deu um beijo nas bochechas gordinhas, descendo os lábios até a boca do Park. 


— Você é lindo meu amor, seu corpo é lindo. – Yoongi sussurrou contra os lábios do Park. 


    Antes que Jimin pudesse revidar já tinha sua boca invadida pela língua macia de Yoongi, o Min agarrava sua cintura com força enquanto o beijo acontecia. Jimin já não queria mais saber de nada, abraçou as costas de Yoongi enquanto se deixava levar pelo Beijo, os lábios perfeitamente encaixados um no outro. 

    Aquele beijo já começava a esquentar, Jimin podia sentir a ereção de Yoongi roçar em sua coxa. O Park não estava diferente, sentia seu membro pulsar dentro da calça de moletom que usava. Jimin afastou suas pernas dando espaço para Yoongi se encaixar no meio delas, o Min soltou um gemido fraco ou sentir seu membro encostar no do Park. 


— Vai me deixar tirar pelo menos suas calças hoje? – Pediu o Min, a voz rouca e baixa deixando Jimin arrepiado. 


— Você pode… – Jimin dizia atrapalhado, era difícil formular uma frase com a boca do mais velho colorindo seu pescoço em vários tons de vermelho. – Você pode pôr a mão Hyung, só as mãos. 


    Yoongi confirmou com a cabeça enquanto se posicionava novamente entre as pernas de Jimin. Com movimentos fortes e lentos Yoongi começou a simular uma penetração, fazendo Jimin gemer baixinho em seu ouvido. As mãos do Min desceu agora para a Bunda de Jimin, como o Jimin não havia deixado claro se ele poderia colocá-la por dentro de sua roupa permaneceu com elas ali. 

     Jimin sentia aquela coisa dura de seu Hyung se movimentar contra a sua, seu corpo estava quente. Jimin estava amando aquilo, o movimento do quadril de Yoongi em direção ao seu, até mesmo os apertos fortes que Min dava em sua bunda por cima do moletom. 


— Vamos pro quarto? – Yoongi pediu com o rosto enfiado no pescoço de Jimin,  distribuindo chupões por toda a pele do Park. – A gente faz no escuro okay? Eu fecho os olhos vamos amor…


— Yoon...eu...– Jimin mordeu os lábios, maldita insegurança. – Não, desculpe Yoongi-ah. 


     Como qualquer outro momento que isso acontecia Yoongi não se importou com seu pau dolorido e pingando, ele se levantou e deu um beijo carinhoso na testa de Jimin. Yoongi apertou sua bochecha, fazendo um bico se formar nos lábios grossos de Jimin. 

    O mais novo puxou Yoongi para um abraço, que o colocou novamente naquela posição, mas dessa vez yoongi não se moveu. Jimin foi quem deu início, levando sua mão até o membro de Yoongi. 


— Amor, não! – Yoongi retirou a mãozinha travessa de Jimin de cima de seu membro. – Depois eu deixo você brincar, agora vamos comer alguma coisa, okay? 


     Jimin concordou com a cabeça, mordendo os lábios enquanto sentia Yoongi se afastar. O mais novo seguiu Yoongi até a cozinha, o abraçando enquanto ele preparava algo para o comer. 

    O mais velho olhava de canto para Jimin, observando ele cozinhar, adorava quando cozinhava para ele. 

  Após o almoço com ambos deitado no sofá, dessa vez sem o clima quente os cercando, Jimin e Yoongi assistiam um filme qualquer na televisão quando o mais novo soltou um alguns murmúrios chamando a atenção de Yoongi. 


— Amor? – Yoongi virou a cabeça para o lado, olhando para Jimin. 


— Eu quero Yoon… – Yoongi arregalou os olhos, o que Jimin queria dizer com… – Eu quero ir a praia. 


    Yoongi soltou uma risada baixa, afastando aqueles pensamento de si. O mais novo o olhou sem entender, não era para ele estar orgulhoso? Jimin abaixou a cabeça, talvez seja uma péssima ideia ir a praia. Todas aquelas pessoas olhando sua barriga cheinha e suas estrias, Jimin queria chorar só de imaginar. 

    Antes mesmo que pudesse fazer alguma coisa sentiu Yoongi o abraçar puxando para perto, o mais novo logo correspondendo. Sentiu as mãos de Yoongi subir para seus cabelos, carícias doces enquanto Yoongi puxava Jimin para seu colo. 


— Eu estou tão orgulhoso de você, Jiminnie. – Yoongi deu um beijo na bochecha do mais novo, dando um cheiro em seus cabelos. – Eu estou orgulhoso, muito orgulhoso. 



╰No Dia Da Viagem. 



   Jimin e Yoongi já desciam do táxi que havia os trazido até a casa de Praia dos Senhores Kim, Yoongi estava impressionado com o tamanho daquele lugar. O mais velho ajudou Jimin a carregar as coisas para dentro, onde começaram a escolher um quarto. 

     Haviam mais de 5 quartos naquele lugar, Jimin queria o quarto grande com banheira, mas assim que viu que a banheira ficava do lado de fora — Dentro do quarto — desistiu. 

    Porém graças a insistência e uma promessa de que Yoongi não iria ficar no quarto enquanto o mais novo tomava banho. Jimin havia concordado em ir a praia, mas não conseguia ficar totalmente nu na frente de Yoongi. Ah como Jimin as odiava, odiava suas tias que colocaram em sua cabeça que um Homem não gosta de corpos defeituosos ou marcados por situações ruins ou pelo tempo. Por mais que Yoongi demonstrasse não ser esse tipo de Homem as vozes na cabeça de Jimin faziam o imaginar cenas horríveis, o espelho grande em seu quarto era apenas para Jimin olhar seu corpo nu e se odiar. 


— Minnie? – Yoongi ouviu um soluço vindo do quarto, correndo até o mesmo. 


      Jimin estava no chão, chorando baixinho tentando não chamar atenção, mas era tarde quando Yoongi atravessou as portas de madeira ornamentadas da casa em direção ao seu namorado. O min abraçou Jimin, fazendo o encostar a cabeça em seu peito onde aos poucos o Park parava de soluçar e começava a limpar as lágrimas que ainda escorriam em seu rosto, molhando não só o rostinho de Jimin como também molhando a camiseta de Yoongi. 

      O Min levantou o rosto de Jimin, fazendo com que olhasse o seu. Jimin odiava chorar e Yoongi odiava ver Jimin chorando, gostava de ver o sorriso do Park, ver o dente tortinho por causa da chupeta que ele amava quando criança, as bochechas que nunca sumiram, sempre ali...deixando o Min cada vez mais apaixonado. 


— Eu não sei que consigo, eu…– Yoongi calou o Park com um 


. – Que tal treinarmos um pouco? 


    Jimin concordou e foi até o banheiro se trocar, tentou se lembrar das palavras que ouvia de Yoongi, os toques gentis e doces do mais velho sempre que Jimin permitia, nunca o forçando a nada. Jimin não poderia estar com alguém melhor, alguém que respeitava seus medos, suas inseguranças e o melhor, também respeitava um "Não".

     O Park saiu do banheiro de shorts e uma camisa de botão florida, bem estilo havaiano. Yoongi sorriu ao ver o namorado com o óculos escuros e a bolsa de tricô, queria tirar uma foto e dizer que estava na casa de um ator famoso, porque no momento era o que Jimin parecia. Um ator saído diretamente de um filme de comédia romântica, onde Jimin era o famoso Boy dos sonhos e Yoongi a garotinha apaixonada. 



— Hyung? – Jimin parou em sua frente, com a mão segurando sua barriga. 


— Er...oi? – O Mais novo riu, Yoongi tinha uma feição engraçada. – Desculpa Jiminnie, fiquei distraído com a sua beleza de ator de Hollywood. 


    Jimin riu, vendo o Min levantar da cadeira. Ambos seguiram até a parte de trás da casa onde ficava a piscina, chão de madeira com algumas plantas ao redor. Yoongi já estava dentro da água, vestindo uma bermuda azul escura sem camisa. 

    O Park se aproximou ficando na beirada da piscina, Yoongi nadou até sua direção chamando Jimin entrar.


— Vira de costas Yoongi… – Jimin pediu enquanto abria os primeiros botões da camiseta. 


     Yoongi se virou de costas para Jimin. O Park se sentou com os pés na água começando a retirar toda a camiseta, deslizando o tecido fino por seus braços até sair completamente. Jimin olhava sua barriga com duas, três dobrinhas que ficava toda vez que ele se sentava, também olhou seu peito e os mamilos escuros. 

    Jimin fechou os olhos e caiu na água, dando um mergulho molhando os cabelos antes de subir novamente, vendo Yoongi se virar para olhá-lo. 


— Você conseguiu de novo amor, muito bem. – Yoongi deu um beijo em sua testa molhada, o puxando. – Vem nadar com o Hyung, vem. 


      Yoongi e Jimin ficaram bastante tempo na água, o Park nem se lembrava mais de estar com medo ou vergonha. O mais velho não fez piadinha, não falou e nem fez nenhuma piadinha sobre sua barriguinha. O Min hora ou outra abraçava e mordia de leve o pescoço de Jimin, trocando beijos lascivos na água. 

     Mais tarde durante a noite para comemorarem que o aniversário seria no dia seguinte Yoongi levou Jimin para jantar em um dos restaurantes mais chiques que ele havia encontrado, durante toda a noite  Jimin foi tratado como um príncipe. Esse era o presente de Yoongi, tratar Jimin como um príncipe, como seu príncipe. 

     Jimin não havia planejado muita coisa para Yoongi, havia comprado apenas um par de alianças para eles. Era sempre assim, Yoongi o enchia de presentes caros e no final tudo que Jimin tinha para dar era flores ou algo gostoso para o Min comer. Mas dessa vez, Jimin planejava dar outra coisa para Yoongi, reuniu toda a coragem quando entrou naquela perfumaria comprando cremes e sais de banho, tudo para ficar cheiroso no final da noite. 


— Eu vou tomar um banho okay. – Jimin disse enquanto entrava no quarto, vendo Yoongi 

concordar com a cabeça e sair. 


    O mais novo abriu a torneira, deixando a encher. Jimin despejou um dos sais que havia comprado na perfumaria, colorindo a água em um rosa clarinho. O mais novo retirou suas roupas dando uma boa olhada no espelho antes de respirar fundo e lembrar novamente das palavras que Yoongi dizia para ele sempre que o ouvia chorar. O mais velho sentava do lado de fora da porta e dizia para ele as seguintes frases:


   "Você é lindo, não importa se tem uma Gordurinha aqui ou ali, Jimin pra mim você é prefeito."


  "Todo mundo tem estrias Jimin, seu corpo vai continuar lindo de qualquer jeito."


  "Você é maravilhoso okay? Manda o espelho ir tomar no cu"


 "Dane-se os estereótipos Jimin!"


"Seu rosto… Parece um príncipe."


"Eu te foderia até expulsar esses pensamentos ruins de você."


   Okay? Dessa vez o Min escrava completamente bêbado, mas também contava já que aquilo fez Jimin rir no dia. O Park então tomou seu banho, levantando todas as partes do corpo que precisava por fim se secando e vestindo o roupão de veludo amarelo, esperando que o Min entrasse no quarto. 

     Yoongi após ter dado tempo suficiente para o Park se trocar o Min foi andando até o quarto, bateu a porta antes de abri-la, por mais que Yoongi adorasse a ideia de ver Jimin semi nu ele nunca passaria dos limites do namorado. Então assim que recebeu a permissão para entrar o Min se surpreendeu com Jimin sentado com as pernas cruzadas na cama, vestindo apenas um pedaço de veludo. 

    O Mais velho sorriu, tentando entender o que estava acontecendo ou que Jimin iria aprontar com tudo aquilo. O Min andou até a cama com um sorriso sacana no rosto, mordendo os lábios ao chegar bem próximo de Jimin podendo ver o peito do mais novo. 


— O que é isso Minnie? – Perguntou, colocando as mãos nos ombros de Jimin. 


— É seu presente… – O Park se levantou, agora frente a frente para o Min.


— Meu presente? – Perguntou, suas mãos caçavam já imaginando poder tirar aquela coisa. 


— eu cansei Yoongi, eu não aguento mais ouvir meus colegas de trabalho falando sobre sexo e não conseguir me enturmar, todos sabem que namoramos a séculos, mas nunca transamos! – Esse era o momento para desabafar, colocar tudo para fora. – Hyung eu quero melhorar, eu quero me sentir bonito, eu quero sair e ir pra praia sem me importar com meu corpo. Mas como eu faço isso sendo que nem consigo trocar de roupa perto de você? 


— Jimin, amor… – O mais velho colocou as mãos no rosto do Park, acariciando suas bochechas. – Eu fico feliz que queira dar um passo a mais para conquistar sua autoestima, mas eu não acho que sexo vá resolver isso. 


— Não o sexo em si, Hyung. – Jimin se afastou alguns centímetros de Yoongi para poder desamarrar o Roupão. – Você vai me ajudar, isso é só o primeiro passo… 


    Yoongi não podia segurar o sorriso idiota que brotou em seu rosto ao ver o veludo deslizar lentamente pelo corpo de Jimin até chegar ao chão, deixando Jimin completamente nu a sua frente. Era a primeira vez que o via assim, o Min o admirou de cima pra baixo, vendo cada pedacinho de si. Desde o peito liso até a barriguinha, as coxas grossas, e seu pênis que Yoongi até agora nunca tinha visto. 

    O Park começou a ficar vermelho, estava a tanto tempo ali parado com Yoongi o encarando que começou a achar que o mais velho estava brincando com ele. Com pequenas lágrimas nos olhos Jimin tentou se abaixar para pegar o roupão e se vestir, mas foi impedido por Yoongi que o segurou puxando para si. 

    Jimin não teve muito tempo para pensar, seus lábios já eram atacados com pressa pelo Min. As línguas se encontravam de forma selvagem, as mãos deslizando por todo o corpo alheio, Yoongi explorando lugares onde suas mãos nunca circularam e Jimin aproveitando das sensações que negou por tanto tempo. O Park levou uma de suas mãos para a camiseta de Yoongi que não demorou muito para ir de encontro com o roupão no chão, junto com o resto das roupas. 

    Deitados no colchão completamente nus, a luz acesa deixando Yoongi admirar todo o corpo do Homem abaixo de si… Ele o amava tanto que não podia deixar de olhar, imaginar todo dia como seria ter o Park para ele. 


— Seu corpo, Jimin… É o mais bonito que eu já vi. – O mais velho desceu os lábios para os mamilos de Jimin, mordendo-os enquanto sussurrava coisas que o Park não conseguia entender. – Eu vou te tratar como um príncipe, se eu te machucar me avise okay amor? 


   Jimin apenas concordou com a cabeça, puxando Yoongi mais uma vez para seus lábios. 


— Jimin… Aah Jimin… – Yoongi mal conseguia falar, seus pênis completamente duro roçando sem nenhum pano atrapalhando, aquilo estava levando Yoongi a loucura. – Amor eu não trouxe camisinha… Nem lubrificante… 


— Não tem problema… Eu só quero você… – Jimin gemia, rebolando como podia contra o corpo de Yoongi. 


      O corpo suado, marcado, já não conseguia mais segurar a vontade que tinha de se liberar. Jimin gemeu alto no ouvido do Min, gozando apenas com aquela estimulação. O Park ficou envergonhado, tentando esconder o rosto com as mãos, mas logo os tirou quando viu o Min descer beijos e chupões até sua barriga, limpando literalmente com a língua qual sinal de porra que Jimin havia expelido. 

    O Min limpou toda a barriga de Jimin, descendo mais um pouco para a virilha do mais novo, mordendo levemente suas coxas antes de abrir completamente as pernas do Park. Yoongi grunhiu ao ver o membro completamente exposto junto da entrada virgem do mais novo, o Min levou um de seus dedos para lá, massageando o músculo enquanto olhava as reações de Jimin. 


— Você é lindo amor. – Yoongi disse com aquele típico olhar apaixonado, a mãos segurando as coxas do Park mantendo-as no ar e separadas. 


— Você também é lindo Hyung… – A mãozinha deslizou desde o peito liso do Min até seu membro onde Jimin agarrou, masturbando-o. 


     Yoongi fez o mesmo com Jimin, sua mão segurou firmemente o pênis do Park movimentando na mesma frequência que Jimin fazia em si. Sua mão melada pelo pré sêmen, deslizando de forma sutil pelo pau de Jimin… Yoongi mal conseguia se concentrar no que fazia só admirar a expressão de prazer que Park mantinha. 

     O rosto vermelho, os lábios inchados pelas mordidas tanto de si mesmo quanto as do Min. O mais velho sentia seu corpo vibrar, seu pau já dava sinais de que iria gozar, mas ele não iria deixar… Queria dar o máximo de prazer possível para Jimin.  

      Yoongi tirou a mão de Jimin de seu membro, colocando seu rosto novamente no meio das pernas de Jimin, não demorando muito para colocar um dos testículos do Park na boca, chupando com vontade. Jimin segurou com força os cabelos escuros de Yoongi, gritando seu nome enquanto ainda era chupado. O membro de Jimin era um brinquedo na boca do mais velho, que se divertia toda a vez que sugava lentamente a glande vermelha e fodia sua boca, os dedos ainda lá apertando e abrindo as pernas de Jimin. 

   

— Yoongi...mais por favor…– Jimin gritou quando sentiu um chupão em seu períneo. – Aaah não Hyung, aí não… 


    Jimin soltou um gemido alto o suficiente para fazer Yoongi levantar a cabeça para o Park, verificando se Jimin estava bem. O mais novo mordia os lábios tentando controlar os gritos, mas era quase impossível já que Yoongi estava com a boca tão próxima de seu ânus. 

     O mais velho fingia não prestar atenção no que fazia, levando sua boca para o pênis de Jimin novamente, depois descendo até seu cuzinho, passando a língua ao redor daquele lugar sem nunca tocá-lo de fato. 


— Eu vou te preparar e quero que você goze na minha boca enquanto eu chupo você okay? – A voz rouca pelo fato de Yoongi ter engolido seu membro a minutos atrás fez com que algo dentro de Jimin se revira-se, o Park balançou a cabeça antes de receber um selinho de Yoongi. – Chupa eles pra mim bebê? 


   Yoongi lhe deu dois dedos que o Park enfiou-os na boca, deixando com que a saliva lubrifica-se os dígitos do mais velho. Sempre que os beijos antes passavam dos limites para não deixar Yoongi com uma ereção ele chupava seu pau, ainda se lembrava de como aprendeu… Claro com Yoongi mais gemendo do que o guiando. 

   O Park já empolgado com os dedos de seu namorado na boca teve eles tirados de si, antes mesmo de poder reclamar eles já estavam fazendo cócegas em sua entrada. A boca de Yoongi em seu pau tentando distrair o Park para que ficasse relaxado e ele pudesse prepará-lo corretamente sem deixar Jimin desconfortável, inserindo um dedo de cada vez no interior de Jimin que o apertava já sabendo que ele estava li dentro. 


— Yoon...– Jimin Gemeu arqueando as costas enquanto Yoongi dava pequenas lambidas em suas coxas, tentando achar a próstata do mais novo. – Mais pra...dentro… Ai! Isso! 


    Jimin soltou um gemido de comemoração ao sentir a ponta do dedo do mais velho massagear sua próstata, o mais novo agarrou os lençóis os puxando entre os dedos. Yoongi aproveitou para introduzir o segundo dedo, preparando a entradinha virgem de Jimin para receber seu membro. 

    Yoongi olhou para seu membro, nunca tinha ficado tão duro antes, nem quando Jimin e ele haviam dado seu primeiro beijo mais quente no sofá da sala, sem o pai do Park para impedir os toques foram mais quentes e Jimin já estava gemendo o nome do Min enquanto se beijavam loucamente naquele sofá cor creme. 


— Aah Hyung, eu acho que vou gozar de novo… – As pernas de Jimin tremiam, não conseguia manter seus olhos abertos e sua entrada apertava os dedos do Min com força. – Isso é tão bom… 


    Jimin gozou assim que sentiu a boca quentinha de seu Hyung, em um movimento rápido se fechar ao redor de seu membro, esperando o jato perolado invadir sua boca. Yoongi levantou a cabeça, lambendo os lábios suspirando apaixonado ao olhar o rosto de Jimin. 

    Aquela era uma visão dos Deuses. Os olhos quase fechadinhos, a bochechas rosadas e a testa brilhando pelo suor, a boca entreaberta soltando lufadas longas de ar. O Min desceu seu olhar até o peito que subia e descia, os mamilos eriçados competente sensível, o que fez Yoongi alertá-los com os dedos apenas para ver Jimin revirar os olhos e se contorcer sob dele. 

     O Min se abaixou na altura do rosto de Jimin, selando seus lábios vagarosamente, um beijo demorado carregado de paixão. As línguas se enroscando em uma dança lenta e apaixonada, as mãos do Min desceram até a cintura de Jimin o posicionando de forma com que o mais velho pudesse adentrar a cavidade melada de saliva. Jimin separou seus lábios dos de Yoongi, soltando um gemido dolorido ao sentir seu ânus ser completamente alargado pelo membro do namorado. 


— Me beije, amor… – Yoongi pediu, alcançando os lábios do Park. – Já vai passar okay? O Hyung nunca vai machucar você… 


— Não está machucando Hyung...– Jimin dizia entre gemidos e suspiros pesados – É tão bom…


— Vai ficar ainda melhor meu amor, eu vou te fazer se sentir tão bem. – Yoongi sussurrou, movimentando-se devagar ouvindo um gemido rouco de Jimin. 


   As estocadas de Yoongi aumentaram, seu membro agora já é bem recebido pelo Buraquinho de Jimin. O Park agarrou as costas de Yoongi com as unhas, tentando descontar de alguma forma todo o prazer que sentia, sua próstata sendo acertada tantas vezes pela cabecinha inchada do pau de Yoongi. Jimin mordia o lábio inferior quando sentiu as mãos de Yoongi se deslizar pela perna, até ir de encontro com seu membro, iniciando uma masturbação lenta até pegar o mesmo ritmo que sua cintura fazia. 

    O Min puxou os lábios de Jimin com os seus, sussurrando palavras doces enquanto suas mãos apertavam as coxas de Jimin, fazendo com que Jimin apertasse seu corpo contra o dele. 

    Yoongi passou a meter com mais força, a entrada de Jimin já abusada por seu pau massageava todo o seu membro. Jimin podia ouvir alguns sussurros e xingamentos baixinhos, Yoongi iria gozar em breve.


— Yoon...eu quero dentro, por favor me deixa cheio...– Jimin pediu entre gemidos manhosos, seu ponto doce era acertado tantas vezes que suas pernas não aguentavam mais ficar em volta do corpo de Yoongi. 


— Eu te amo, meu bebê. – Yoongi disse antes de beijar Jimin, parando apenas para gemer alto quando sentiu seu esperma sair enchendo o buraquinho do Park com o líquido quente.


    Yoongi se abaixou, beijando cada canto do corpo de Jimin, até alcançar seu membro o chupando com volúpia. As pernas de Jimin que mal aguentava tremiam, os dedos do Min estocavam sua entrada molhada pelo esperma do mais velho. A visão turva, os lábios secos e o corpo quente...Jimin gozou pela segunda vez, dessa vez dentro da boca do Min. 

     Yoongi engoliu tudo o que o Park havia gozado em sua boca, dando um beijo carinhoso na barriguinha do namorado.


— Amor...vamos tomar um banho, vamos? – Yoongi levantou, tentando pegar o Park no colo, mas não conseguiu. – Droga… – Sussurrou para si mesmo.


  Yoongi foi até banheira, a enchendo com água quente para depois voltar para a cama, sorrindo com a visão de ter o Park sorrindo para si.


— Tudo bem, Hyung eu posso ir andando. – Jimin se levantou, as pernas bambas quase o fizeram cair na cama novamente.


    Antes que o corpo de Jimin atingisse o colchão e os lençóis bagunçados, Yoongi o segurou puxando para perto e finalmente conseguindo o pegar no colo. 


— Yoon, não precisa...eu consigo andar. – Jimin pediu com o rosto escondido no peito de Yoongi.


— Acabei de tirar a virgindade do meu namorado, eu vou mimar você o resto da sua vida. – Yoongi beijou sua testa, colocando Jimin dentro da banheira cheia de água. – Jimin eu te amo, eu te amo mais do que você possa pensar...eu te amo tanto, que eu não me importo se você está gordo, magro, se está bonito ou se está com o cabelo bagunçado. Jimin eu me apaixonei pelo seu sorriso, pelo olhar doce e pelo seu jeito único de encantar as pessoas, com a sua voz…casa comigo, meu amor?


— Eu te amo, eu te amo, eu te amo! – Jimin puxou o Min para uma abraço apertado, o Park soluçava... lágrimas grossas de alegria escorriam por seu rosto.


— Então, você aceita? – Perguntou Yoongi novamente, com as mãos segurando com ternura o rosto de Jimin. 


— Você sabe...– Disse fechando os olhos, aproximando seus lábios do Min.


— Eu sei...– Yoongi finalmente findou a distância, já sabendo agora a resposta que tinha.



    




Notas Finais


Favorito = Haru feliz
Comentário = Determinação para que eu poste mais história como essa.

Obrigado pela leitura 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...