História Caderno de Poesias - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Duplo Sentido, Poesias
Visualizações 8
Palavras 112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Literatura Feminina, Magia, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ficou uma bosta...
Sorry!!

Capítulo 18 - Árvore


Fanfic / Fanfiction Caderno de Poesias - Capítulo 18 - Árvore

Raízes profundas

Encrostadas

Aprofundadas

Em meu peito

Tirando meu oxigênio

Elas sobem

E criam um tronco

Cinza e oco

E desse tronco

Nascem galhos

Galhos longos e finos

Eles cortam como navalha

Tocam o solo e o machucam

E mais galhos surgem

Mais e mais

Cada vez mais

Por que tão destrutivos?

Por que não corto essa árvore?

Por que...

Amarelo...

Amarelo?

Flores...

Flores!

Flores estão a nascer

A florescer

A crescer

Ao redor da árvore

A árvore cinza e oca

Tem flores crescendo ao seu redor

Flores amarelas e brilhantes

As flores a rodeiam

A acalmam

Trazem paz aos galhos

Criam folhas

Deixam a árvore cheia

Com folhas

Flores

E frutos


Notas Finais


Mas pelo menos achei um significado para meus desenhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...